Equipamento fixo substitui radar móvel na avenida Francisco Ribeiro Nogueira

A Secretaria Municipal de Transportes está implantando um novo equipamento fixo de fiscalização de velocidade na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira, próximo ao Conjunto Primavera. O equipamento substitui o ponto de fiscalização existente no local com equipamento estático, popularmente conhecido como radar móvel.

Os estudos e monitoramentos realizados apontam que este é um local com riscos de acidentes, com grande movimentação de veículos e também de pedestres, com o crescimento habitacional daquela região. Com a substituição do ponto de fiscalização com radar estático por um equipamento fixo, a segurança viária deve aumentar”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Equipamento de fiscalização eletrônica está sendo implantado na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira e substituirá ponto de fiscalização com radar móvel. Foto: Divulgação

A aferição do equipamento deverá acontecer na próxima semana e o início da operação está prevista para o dia 1º de março. Para alertar os motoristas, um banner foi colocado no ponto de instalação. “A função da fiscalização eletrônica, antes de tudo, é a prevenção de acidentes e educação do motorista sobre o perigo que o excesso de velocidade causa”, completou o secretário.

O equipamento de fiscalização da avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira completa a implantação de novos radares fixos instalados recentemente e que começaram a funcionar em janeiro. Os equipamentos foram colocados em locais considerados de risco nas avenidas Francisco Ferreira Lopes, Prefeito Carlos Alberto Lopes, Júlio Simões e Japão, além da rua Doutor Deodato Wertheimer.

O acompanhamento que é realizado mostrou um aumento da segurança viária nos pontos, com o respeito dos motoristas ao limite de velocidade. Durante o mês de janeiro, estes novos equipamentos registraram a passagem de 2,6 milhões de veículos e apenas 0,09% deste total passaram acima do limite de velocidade”, disse José Luiz.

A implantação dos novos pontos de fiscalização eletrônica faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Mogi das Cruzes dentro do programa Mogi pela Vida, que busca o aumento da segurança viária, prevenção de acidentes e diminuição no número de mortes no trânsito na cidade. A iniciativa também abrange ações de sinalização, engenharia de tráfego e educação para o trânsito.

A relação com todos os pontos de fiscalização eletrônica em Mogi das Cruzes está disponível no site da Prefeitura, no link: www.mogidascruzes.sp.gov.br/servico/transporte-e-transito/pontos-de-fiscalizacao-radares-de-transito.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios

Fiscalização sobre transporte por aplicativo é iniciada e empresas devem se cadastrar

A Secretaria Municipal de Transportes está iniciando a fiscalização do serviço de transporte por aplicativos em Mogi das Cruzes. A atividade foi disciplinada pela Lei Municipal 7.409/18, com regulamentação pelo Decreto 17.986/19. As empresas que não se cadastrarem estão sujeitas a multa de 100 Unidades Fiscais do Município (UFM) por motorista flagrado, o correspondente a R$ 17.407,00.

A responsabilidade de cadastramento é das empresas, que devem apresentar a documentação prevista na lei e compartilhar com a Prefeitura o banco de dados dos motoristas. Deixamos um período após a publicação do decreto para que pudesse ser feito este procedimento e agora estamos iniciando a fiscalização. É importante lembrar que as multas são aplicadas para as empresas”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Fiscalização do transporte por aplicativo foi detalhada pelo secretário José Luiz Freire de Almeida, que lembrou que empresas devem se cadastrar junto à Prefeitura. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Em caso de flagrante de operação sem o cadastramento, será encaminhada o auto de infração à empresa, que terá prazo de 5 dias úteis para apresentação de defesa prévia. Caso a defesa não seja apresentada ou aceita, será gerado o boleto de multa e a empresa poderá apresentar recurso em até 5 dias úteis. Vencido este prazo, ela terá 30 dias para realizar o pagamento.

O secretário lembrou ainda que a administração municipal encaminhou, em dezembro, cópias da lei para as empresas. Já no início deste mês foram enviadas pelo Correio, com aviso de recebimento (AR), cópias da lei e do decreto de regulamentação.

Para fazer o cadastramento, a empresa deve apresentar à Prefeitura contrato social com objeto compatível com as atividades previstas na lei, inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), prova de regularidade junto à Seguridade Social – INSS, prova de regularidade junto ao FGTS e certidão negativa de débito junto à Fazenda do município de Mogi das Cruzes. As empresas também deverão recolher 0,5 UFM, o correspondente a R$ 87,035 por veículo cadastrado.

Já aos motoristas cabe o cadastramento junto à operadora de tecnologia de transportes, sendo que ele poderá estar em quantas empresas quiser. Após o cadastramento da empresa junto à Prefeitura, o motorista informará, de forma online, dados para a administração municipal. Ele receberá um cartão que deverá ser afixado no veículo por meio de uma ventosa com sua identificação.

As empresas interessadas em fazer o cadastramento devem procurar a Secretaria Municipal de Transportes, que fica no segundo andar do prédio da Prefeitura. O endereço é avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, 277 – Centro Cívico.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Alterações no trânsito da região do Shangai passam a valer na terça, 05/02/2019

O trânsito na região do Shangai terá alterações na próxima terça-feira, 05/02/2019, com o início de operação do novo cruzamento criado entre as ruas Olegário Paiva e Navajas. A medida faz parte das intervenções planejadas pela Secretaria Municipal de Transportes para a melhoria da fluidez e segurança viária da região.

Abertura do canteiro da rua Olegário Paiva, implantação de semáforos e inversão nas ruas Navajas e Major Pinheiro Franco devem melhorar o trânsito no Shangai. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Com a abertura do canteiro central da rua Olegário Paiva, os motoristas que estiverem no Centro poderão fazer a conversão à esquerda para acessar a passagem subterrânea Engenheiro Osvaldo Crespo de Abreu ou a região do Centro Cívico. Isso será possível porque a rua Navajas terá a mão de direção invertida, passando a operar no sentido Centro-Bairro. Para quem estiver no Shangai e desejar ir ao Centro, a opção será a rua Major Pinheiro Franco, que também terá sua mão de direção invertida a partir desta terça-feira.

Como parte das mudanças, o retorno atualmente existente em frente ao prédio do INSS será fechado e o cruzamento das ruas Navajas e Doutor Antonio Cândido Vieira também receberá semáforo, que está sendo instalado pela Secretaria Municipal de Transportes.

Mapa das alterações no trânsito da região do Shangai

“Foi feito um estudo neste local e verificou-se que por este local passam 54,9 mil veículos por dia. É um número muito expressivo e, nos horários de pico, o retorno atualmente existente complica a fluidez. As simulações mostram que a medida deverá representar um ganho significativo para o trânsito”, disse o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário destacou ainda que, como parte dos serviços preparatórios para a alteração, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está realizando serviços de recuperação em vias da região. Na manhã desta quinta-feira, 31/01, o encontro da rua Olegário Paiva com a avenida Vereador Narciso Yague Guimarães recebeu o serviço.

Outra providência adotada pela secretaria foi a colocação de faixas nas ruas Navajas e Major Pinheiro Franco para informar os motoristas sobre a mudança na mão de direção. As sinalizações horizontal e vertical também estão recebendo um trabalho especial de revitalização.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Novos pontos de fiscalização eletrônica começam a operar nesta segunda, 07/01/2019

A partir desta segunda-feira, 07/01/2019, seis novos pontos de fiscalização eletrônica de velocidade com radares fixos começarão a operar em Mogi das Cruzes, autuando os motoristas que passarem pelos locais acima do limite de velocidade estabelecido. A medida busca aumentar a segurança no trânsito da cidade e prevenir acidentes com risco à vida da população. Os equipamentos foram instalados em setembro e já passaram por aferição dos órgãos técnicos responsáveis.

Os pontos de fiscalização eletrônica ficam nas duas pistas da avenida Francisco Ferreira Lopes, no trecho que corta a Vila Jundiaí; na rua Doutor Deodato Wertheimer, no Mogi Moderno; na avenida Júlio Simões, na Vila Cecilia; na avenida Prefeito Carlos Alberto Lopes, no Jardim Camila; e na avenida Japão, no trecho conhecido como “Curva da Morte”.

A Secretaria Municipal de Transportes implantou banners em todos os locais para alertar os motoristas. Desde o mês de setembro, os locais já estavam identificados com a informação sobre a implantação dos dispositivos, que foi feita após estudos desenvolvidos pela pasta.


Equipamentos passarão a autuar nesta segunda-feira os motoristas que passarem acima da velocidade e locais receberam faixas alertando sobre a fiscalização. Foto: Junior Lago/PMMC

A função da fiscalização eletrônica, antes de tudo, é a prevenção de acidentes e educação do motorista, sobre o perigo que o excesso de velocidade causa, principalmente para os pedestres. Por isso, durante todo o período de implantação, que quatro meses, os locais foram indicados alertando para a presença do radar e, agora, novamente este trabalho está sendo feito com o início da fiscalização. É importante lembrar ainda que todos os pontos estão devidamente sinalizados, de acordo com a legislação de trânsito”, explicou o secretário municipal de Transportes.

A implantação dos novos pontos de fiscalização eletrônica faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Mogi das Cruzes dentro do programa Mogi pela Vida, que busca o aumento da segurança viária, prevenção de acidentes e diminuição no número de mortes no trânsito na cidade. A iniciativa também abrange ações de sinalização, engenharia de tráfego e educação para o trânsito.

A relação com todos os pontos de fiscalização eletrônica em Mogi das Cruzes está disponível no site da Prefeitura.

Confira os pontos que receberão fiscalização eletrônica:

Rua Doutor Deodato Wertheimer, 2.376/2.378 – C/B e B/C – 40 km/h
Avenida Prefeito Carlos Alberto Lopes, 650/655 – C/B e B/C – 40 km/h
Avenida Francisco Ferreira Lopes x Rua Alberto Alves – B/C – 60 km/h
Avenida Francisco Ferreira Lopes, 4.410 + 40 m – C/B – 60 km/h
Avenida Júlio Simões, 302 – B/C – 50 km/h
Avenida Japão, 3.982 + 850 m – C/B – 40 km/h

Travessias iluminadas são implantadas e melhoram a segurança dos pedestres

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está implantando faixas de pedestres iluminadas em locais com grande movimentação de pessoas. Ao todo, 45 pontos receberão o benefício que faz parte de um convênio entre a administração municipal e o Detran, por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, para a melhoria da segurança das ruas e avenidas na cidade. Oito pontos já estão em funcionamento.

Já estão em funcionamento seis pontos de travessia iluminada na avenida Francisco Rodrigues Filho. Eles estão em frente ao Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, na altura da avenida Lourenço Della Nina Tavares, em frente ao Parque Centenário, próximo ao encontro com a avenida Ricieri José Marcatto e em pontos em que a avenida cortam a Vila Suíssa e o Botujuru. Os outros pontos já beneficiados estão na avenida Lothar Waldemar Hoehnne, na altura dos números 3.000 e 3.139, no Rodeio.


Travessias iluminadas aumentam a segurança dos pedestres no período noturno e estão sendo instaladas em locais como a avenida Francisco Rodrigues Filho. Foto: Divulgação

“As faixas iluminadas são um avanço para o trânsito de Mogi das Cruzes, uma vez que dão mais visibilidade para a travessia e mais segurança para os pedestres atravessarem no período noturno. Foram escolhidos locais com grande movimentação de veículos e pessoas e, assim, conseguimos diminuir o risco de acidentes”, destacou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que as faixas iluminadas são inéditas em Mogi das Cruzes e que nas demais travessias que receberão a iluminação estão em andamento os trabalhos de implantação dos postes e da preparação do sistema elétrico.

A implantação faz parte de uma série de investimentos da Prefeitura para ampliar a segurança dos pedestres e a acessibilidade em Mogi das Cruzes. Já foram implantadas 54 rampas de acessibilidade de um total de 86 locais que serão beneficiados, entre o convênio assinado com o Detran e recursos de emenda parlamentar, e 11 lombadas.

Além disso, a cidade já ganhou 6 lombofaixas que ficam na rua Professor Álvaro Pavan, na avenida Anchieta, nas praças Sacadura Cabral e da Bandeira e no largo Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira. Além disso, outras cinco serão implantadas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes