Av. Prefeito Carlos Ferreira Lopes será interditada a partir desta sexta, 14/02/2020

A avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes será interditada a partir desta sexta-feira, 14/02/2020, no trecho entre a avenida Lothar Waldemar Hoehne e a rotatória em frente ao Mercado do Produtor. A interrupção no trânsito nos dois sentidos da via será necessária para obras de implantação de dutos que estão sendo feitas pela empresa Logum Logística.

De acordo com a empresa responsável pelos trabalhos, a interrupção no trânsito de veículos acontecerá por cerca de 20 dias. Durante este período, o trecho interditado receberá apenas trânsito local e de acesso ao bairro Jardim Rodeio.

Av. Prefeito Carlos Ferreira Lopes terá o trânsito interditado no Jardim Rodeio, a partir desta sexta-feira, para a realização de obras de implantação de dutos. Foto: Divulgação

Para os motoristas que pretendem transitar entre a via Perimetral e a região do Mogilar, a orientação da Secretaria Municipal de Transportes é utilizar a avenida José Meloni, nos dois sentidos. Já para quem vem do Rodeio ou do distrito de Cezar de Souza, a opção é a avenida Antonio de Almeida.

A empresa responsável pelos serviços implantará faixas informando sobre a interdição para orientar os motoristas e moradores. Agentes municipais de trânsito também farão o acompanhamento da interdição e o monitoramento do tráfego.

Trecho que será interrompido

O transporte coletivo também terá alterações com a interdição. As linhas C701 (Jardim Maricá via Avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes), C801 (Jardim Aracy), E006A (Jardim Maricá via Cezar de Souza), E006B (Cezar de Souza via Jardim Maricá), E694 (Divisa de Guararema) e E805 (Rio Abaixo), que passam pelo trecho interditado da avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, farão percurso pela avenida José Meloni. Para os passageiros, as opções serão os pontos de parada existentes na avenida Lothar Waldemar Hoehne e na rua Manuel de Oliveira.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Rua Cabo Diogo Oliver terá interdição parcial

A rua Cabo Diogo Oliver será interditada para o trânsito de veículos a partir desta sexta-feira, 24/01/2020, no trecho entre a rua Engenheiro Gualberto e a linha férrea, no Mogilar. A medida, que valerá até domingo, 26/01, será necessária para a realização de obras que fazem parte da construção da praça Diego Leme Chavedar. O acesso ao túnel do Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio permanecerá aberto.

As intervenções que serão executadas durante os dias em que a via será interditada tem como objetivo melhorar a segurança dos pedestres que circularão entre a futura praça e a travessia da linha férrea e a rua Américo Rodrigues Da San Biagio.

A alternativa para os motoristas que estão na rua Cabo Diogo Oliver e desejam acessar a região da rua Américo Rodrigues Da San Biagio ou a avenida Francisco Rodrigues Filho é a utilização das ruas Casarejos e José Alves dos Anjos. Já quem estiver circulando pela rua Engenheiro Gualberto poderá utilizar a rua Afonso Pena para chegar à rua Casarejos. Agentes municipais de trânsito farão a orientação dos motoristas.

Interdição acontecerá entre sexta-feira e domingo (24 e 26/01) e será necessária para obras que fazem parte da construção da praça Diego Leme Chavedar. Foto: Divulgação

Os ônibus do transporte coletivo que circulam pela região também utilizarão, durante o período de interdições, as ruas Casarejos e José Alves dos Anjos. A medida valerá para as linhas municipais e intermunicipais, em um total de 360 passagens por dia. A Secretaria Municipal de Transportes também remanejou provisoriamente os pontos de ônibus localizados nos trechos que serão afetados pela interdição.

A construção da praça Diego Leme Chavedar faz parte do projeto de renovação urbanística da região central de Mogi das Cruzes. Ela está sendo construída no espaço entre as ruas Cabo Diogo Oliver, Hamilton da Silva e Costa e Engenheiro Gualberto, no Mogilar. O projeto completo de requalificação da região tem investimento de R$ 3.930.632,99 e também inclui a reforma das praças Sacadura Cabral e Oswaldo Cruz.

As obras estão baseada em três eixos. O primeiro é o urbanístico, que prevê a priorização de pedestres, novos mobiliários, arborização e pisos drenantes. O segundo é o social e incluirá a nova base de monitoramento da Guarda Municipal, a iluminação pública com luminárias LED, o monitoramento com câmeras e a instalação de rede wi-fi. Já o terceiro será o de mobilidade urbana, que contemplará toda a reorganização do sistema viário.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeitura e AEAMC discutem melhorias para a Av. Engenheiro Miguel Gemma

Técnicos da Prefeitura de Mogi das Cruzes e da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Mogi das Cruzes (AEAMC) vão discutir soluções para a melhoria da avenida Engenheiro Miguel Gemma. A medida foi anunciada nesta quarta-feira, 22/01/2020, durante visita do prefeito Marcus Melo à via, que faz a ligação do município com a rodovia Mogi-Salesópolis.

É um trabalho conjunto para que possamos analisar o projeto, definir as prioridades, os locais mais críticos e o que precisa ser feito. Vemos que a faixa sentido Biritiba-Mogi, que está mais perto do rio, é mais prejudicada. Queremos achar uma solução em conjunto”, destacou Marcus Melo.

O prefeito lembrou que a administração municipal já protocolou junto ao Governo Federal uma solicitação de recursos para a recuperação completa dos dois quilômetros da avenida, com investimento estimado de R$ 26 milhões. O projeto prevê a substituição da base da via, intervenções de drenagem, pavimentação, sinalização e iluminação.

Prefeito destacou a importância das discussões com a Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos para buscar uma solução para a avenida. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Estamos buscando estes recursos para que o problema seja resolvido como um todo. Mas como não temos ainda a previsão sobre a liberação, vamos discutir para dividir a solução em partes, que podem ser executadas com recursos da Prefeitura ou por meio de emendas parlamentares”, disse o prefeito.

Uma reunião entre representantes da AEAMC e os técnicos da Secretaria Municipal de Obras será agendada para dar início às discussões e análises.

Vamos levantar as partes mais prejudicadas, o que tem de mais grave e ver o que pode ser feito. A ideia é avaliar os locais que estão piores”, disse o presidente da entidade, Nelson Bettoi Batalha Neto, que esteve na visita ao lado do diretor Mauro Rossi.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes vem realizando ações que buscam a melhoria da avenida Engenheiro Miguel Gemma. A Secretaria Municipal de Transportes está revitalizando a sinalização horizontal da via, inclusive com uma nova pintura na ciclovia. Já a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está fazendo a limpeza do local, com corte de mato.

Nesta quarta-feira, a empresa responsável pela iluminação pública na cidade inicia uma revisão no serviço existente na via. A avenida Engenheiro Miguel Gemma é uma das entradas e saídas da cidade que receberam iluminação de LED, com lâmpadas mais eficientes e econômicas.

Outro trabalho que é desenvolvido rotineiramente é a manutenção do asfalto, com a Operação Tapa-Buraco.

Também participaram da visita os vereadores José Francimário Vieira de Macedo, o Farofa, e Protássio Nogueira, além dos secretários municipais de Obras, Thiago Takeuchi de Oliveira, de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, e de Serviços Urbanos, Dirceu Lorena de Meira.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Zona Azul passa a ter verificação por vídeo

O sistema de estacionamento controlado de Mogi das Cruzes passou a contar com um sistema de monitoramento por vídeo a partir desta quinta-feira, 02/01/2020. Objetivo é ampliar a rotatividade nas vagas da Zona Azul e dar mais segurança para os motoristas que precisarem recorrer sobre autuações. As orientadoras da zona azul realizarão, com equipamento celular, a filmagem dos veículos em situação irregular.

As imagens serão enviadas para a central de monitoramento de trânsito em tempo real, que irá autuar, se necessário, os veículos estacionados irregularmente. As imagens ficam arquivadas.

Esta será uma ferramenta a mais para garantir a rotatividade e a democratização das vagas de estacionamento em regiões com grande fluxo de veículos e pessoas, que são geradas com o cumprimento das normas da Zona Azul. Além disso, as imagens que ficam arquivadas podem ser usadas para verificação dos recursos pelos condutores, oferecendo mais segurança para os motoristas que quiserem contestar uma autuação, por exemplo”, destacou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Imagens serão enviadas para a central de monitoramento de trânsito em tempo real. Foto: Divulgação

Mogi das Cruzes conta atualmente com 1.092 vagas de estacionamento controlado, distribuídas na região central e bairros próximos.

Todos os 47 parquímetros instalados na cidade contam com o sistema em operação, que aceita moedas, cartões de débito e crédito. Nele, o usuário digita a placa do veículo e o setor em que está estacionando. Os setores serão informados nas placas de sinalização de trânsito. Com este procedimento, não é preciso que o recibo de pagamento fique no interior do veículo, uma vez que a conferência da regularidade do estacionamento é feita eletronicamente.

O pagamento também pode ser feito com as orientadoras do sistema de Zona Azul, com dinheiro e cartões de débito e crédito. Outra opção que facilita aquisição de créditos e a regularização é a utilização do aplicativo Vaga Inteligente, em que a regularização pode ser feita via internet, com a utilização de créditos. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente.

Os valores de estacionamento são R$ 0,75 (30 min); R$ 1,50 (60 min); R$ 2,25 (90 min); R$ 3,00 (120 min).

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Região central terá mais vagas de estacionamento a partir desta sexta, 29/11/2019

A partir desta sexta-feira, 29/11/2019, a região central de Mogi das Cruzes terá mais vagas de estacionamento. A medida valerá até o final de dezembro e tem como objetivo facilitar o acesso dos consumidores às lojas, durante o período em que é registrado um aumento no movimento de compras.

Ao todo, serão 113 novas vagas disponibilizadas para a população para o período que abrange a realização da Black Friday, nesta sexta-feira, e as compras para o Natal. Nestes períodos, o acesso de consumidores à região comercial registra aumento.

O estacionamento será liberado durante todo o período nas ruas Coronel Souza Franco (entre a rua Capitão Manoel Caetano e a rua Presidente Rodrigues Alves) e José Bonifácio (entre a rua Padre João e a rua Doutor Deodato Wertheimer). Além disso, as ruas Tenente Manoel Alves dos Anjos (entre a rua Major Sílvio de Miranda e a rua Professor Flaviano de Melo) e Braz Cubas (entre a avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco e a rua Barão de Jaceguai) terão a liberação de estacionamento a partir das 19h00.

Região central de Mogi das Cruzes terá mais vagas de estacionamento durante o período de compras de final de ano para facilitar o acesso dos consumidores. Foto: Ney Sarmento/PMMC

A ampliação das vagas de estacionamento na região central atende a solicitações da Associação Comercial de Mogi das Cruzes e do Sindicato do Comércio Varejista, acolhidas pelo prefeito Marcus Melo. O modelo de vagas adotado será semelhante ao já utilizado durante o ano passado, quando os resultados foram positivos.

De acordo com levantamentos de setores ligados a vendas, atualmente, a Black Friday vem se transformando em uma das principais datas de comércio, com os consumidores optado por antecipar as compras do Natal.

Além da liberação de vagas de estacionamento, durante o período de final de ano, haverá uma intensificação da ação dos agentes municipais de trânsito na região central. O trabalho busca auxiliar na fluidez das vias e na segurança do trânsito, coibindo infrações e orientando os motoristas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes