Sistema de transporte coletivo terá mais ônibus a partir desta sexta, 12/06/2020

O sistema municipal de transporte coletivo terá ampliação no número de ônibus em operação a partir desta sexta-feira, 12/06/2020. A medida faz parte da preparação da Prefeitura de Mogi das Cruzes para a reabertura de setores do comércio e de serviços, possibilitada pela reclassificação do município para a Fase Laranja do Plano São Paulo. Já o serviço de Zona Azul voltará a operar na segunda-feira, 15/06.

A partir desta sexta-feira, 166 ônibus estarão em operação nas linhas de Mogi das Cruzes, o que representa um aumento de 50,9% frente à frota que vinha sendo utilizada. Os técnicos da Secretaria Municipal de Transportes acompanharão o serviços e, se necessário, farão adequações na circulação.

Os horários serão atualizados no site da Secretaria Municipal de Transportes e no aplicativo Mogi no Ponto. Para os passageiros que quiserem se programar, basta acessar o site da SMT e consultar os horários de sábado. O endereço é smtonline.pmmc.com.br.

A partir desta sexta-feira, 166 ônibus estarão em operação no sistema municipal de transporte coletivo e a Prefeitura manterá o acompanhamento do serviço

A Secretaria de Transportes já vem fazendo o acompanhamento da circulação de passageiros e promovendo adequações nas linhas com maior movimentação. Com o retorno das atividades do comércio, teremos mais ônibus atendendo a população e o acompanhamento continuará sendo feito para que novas intervenções possam ser feitas, se necessário”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que, desde o início da quarentena para combater a disseminação do novo coronavírus, estão sendo adotadas medidas preventivas. Os Terminais Central e Estudantes vêm recebendo uma atenção especial da Prefeitura de Mogi das Cruzes nos serviços de limpeza e higienização, que foram intensificados.

Os ônibus também vêm recebendo serviços de higienização após as viagens. Além disso, as empresas concessionárias estão cumprindo medidas sanitárias para segurança dos funcionários e dos passageiros.

Zona Azul

O sistema de estacionamento controlado voltará a funcionar na próxima segunda-feira, 15/06. A medida busca oferecer maior rotatividade nas vagas na região central com a reabertura do comércio. O serviço estava suspenso na cidade desde o dia 24 de março.

O serviço de Zona Azul contará com cuidados especiais. A concessionária responsável adotará medidas de prevenção e segurança para seus colaboradores e motoristas, para evitar a disseminação do novo coronavírus. Os agentes da empresa trabalharão com máscaras de pano e com uma proteção que cobre todo o rosto, além de ter frascos individuais com álcool em gel para higienização das mãos.

A empresa também deverá fazer a higienização dos parquímetros quatro vezes ao dia, duas na parte da manhã e as outras no período da tarde. O atendimento aos usuários, na central da concessionária, seguirá as medidas de distanciamento e segurança.

Mogi das Cruzes conta atualmente com 1.092 vagas de estacionamento controlado, distribuídas na região central e bairros próximos. Os valores de estacionamento são R$ 0,75 (30 minutos); R$ 1,50 (60 minutos); R$ 2,25 (90 minutos); R$ 3,00 (120 minutos).

O pagamento pode ser feito nos 47 parquímetros instalados na cidade, que contam com o sistema que aceita moedas, cartões de débito e crédito. Nele, o usuário digita a placa do veículo e o setor em que está estacionando. Com este procedimento, não é preciso que o recibo de pagamento fique no interior do veículo, uma vez que a conferência da regularidade do estacionamento é feita eletronicamente. O pagamento também pode ser feito com as orientadoras do sistema de Zona Azul, com dinheiro e cartões de débito e crédito.

Outra opção que facilita aquisição de créditos e a regularização é a utilização do aplicativo Vaga Inteligente, em que a regularização pode ser feita via internet, com a utilização de créditos. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente. Ainda há a opção de pagamento com o cartão pré-pago, que pode ser feito junto aos parquímetros.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coronavírus: Transporte coletivo e Zona Azul têm alterações a partir desta terça, 24/03

O transporte coletivo municipal de Mogi das Cruzes terá alteração de circulação a partir desta terça-feira, 24/03/2020. Os ônibus passarão a operar a tabela horária usada normalmente aos sábados. Os idosos também terão mudança na utilização do transporte. As medidas serão adotadas para adequação às restrições de circulação de pessoas que vêm sendo adotadas para diminuir a velocidade de propagação do novo Coronavírus.

Para os mogianos que circulam de transporte individual, a novidade é que o sistema de Zona Azul terá suspensão das atividades a partir desta terça-feira. A medida será adotada pelo fechamento do comércio de produtos não essenciais, determinado pelo decreto de quarentena editado pelo Governo do Estado.

Com as alterações nas tabelas horárias, o número de ônibus em circulação em Mogi das Cruzes terá uma diminuição de 25% em relação aos dias normais. Serão 166 ônibus em operação a partir desta terça-feira.

Ônibus municipais terão alterações de horários a partir desta terça-feira e idosos devem utilizar o transporte apenas em casos de urgência. Foto: PMMC

Os horários serão atualizados no site da Secretaria Municipal de Transportes e no aplicativo Mogi no Ponto. Para os passageiros que quiserem se programar, basta acessar o site da SMT e consultar os horários de sábado. O endereço é smtonline.pmmc.com.br.

O sistema de transporte coletivo já havia tido alteração de funcionamento na última semana, com a diminuição na circulação de 17 ônibus foram dos horários de pico. A demanda de passageiros também vem caindo nos últimos dias, com as pessoas optando por ficar em casa e diminuindo a circulação.

A movimentação deverá diminuir ainda mais nesta semana com o fechamento do comércio e proibição de funcionamento de diversos setores. A partir desta terça-feira, o estado de São Paulo está em quarentena, decretada pelo Governo do Estado.

Idosos

Os idosos, principal grupo de risco da pandemia de Covid-19, também terão alterações na utilização dos ônibus. O uso do Cartão Conforto, que permite a viagem gratuita em qualquer lugar do ônibus para pessoas com mais de 65 anos, terá a utilização suspensa no transporte municipal. Apenas em situações de urgência, como os idosos que forem a unidades de saúde ou se vacinar contra a gripe, será permitida a utilização de todos os espaços do ônibus. A campanha de vacinação começou nesta segunda-feira, 23/03.

A medida busca desestimular os idosos a saírem de casa para situações não urgentes. A orientação da Prefeitura é para que os idosos não saiam de casa. O isolamento social é indicado pelos especialistas como principal atitude para o combate à pandemia e fundamental para quem tem mais de 60 anos.

Passe escolar

A utilização do Cartão Escolar também está suspenso no transporte municipal. Com a paralisação das aulas, o fechamento das escolas e a necessidade de restrição de circulação de pessoas, a medida foi adotada pela Prefeitura.

Vandalismo

A Secretaria Municipal de Transportes vem monitorando as condições dos Terminais Central e Estudantes, com intensificação dos trabalhos de limpeza e disponibilização de produtos de higiene pessoal para os passageiros, como sabonete e álcool em gel.

No entanto, os terminais, infelizmente, têm sofrido com atos de vandalismo. Neste final de semana, saboneteiras do Terminal Central foram furtadas. Na última sexta-feira, objetos também haviam sido danificados.

Os usuários podem auxiliar a Prefeitura na fiscalização a este tipo de comportamento, com denúncias à Guarda Municipal, que tem uma base no Terminal Central ou pelo telefone 153.

Zona Azul

O sistema de Zona Azul também terá alteração a partir desta terça-feira, 24/03. Com o fechamento do comércio e as medidas para restrição da circulação de pessoas, a cobrança do estacionamento controlado estará suspensa.

Mogi das Cruzes conta atualmente com 1.092 vagas de estacionamento controlado, distribuídas na região central e bairros próximos.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Emprega Mogi fará a seleção de 200 vagas para nova rede atacadista a partir desta quarta, 21/03/2018

O Emprega Mogi, programa da Prefeitura de Mogi das Cruzes, começará nesta quarta-feira, 21/03/2018, a seleção para cerca de 200 vagas para uma nova rede atacadista que está se instalando na cidade. A seleção será nos dias 21, 22, 23, 27, 28 e 29 de março, das 8h00 às 16h00, nos três postos do programa, localizados nos terminais Estudantes e Central e no CIC de Jundiapeba.

São oferecidas 70 vagas para operadores de caixa e 60 para repositor, além de oportunidades para auxiliar de depósito, conferente, líder de setor de equipe, fiscal de prevenção e perdas, atendente de prevenção e perdas, operador de empilhadeira, auxiliar de cozinha, cozinheiro e auxiliar de manutenção (Veja todas as vagas aqui). Somente é preciso levar o currículo atualizado as pessoas que não têm cadastro no Emprega Mogi. No caso do Ensino Médio, é preciso apresentar o certificado de conclusão.

A seleção será nos dias 21, 22 , 23, 27, 28 e 29 de março, das 8h00 às 16h00. Foto: PMMC

É preciso apresentar o certificado de conclusão do ensino médio e ter experiência de 6 meses, mas não precisa ser comprovada em carteira. O Emprega Mogi também está com outras vagas em aberto, dentre elas 80 oportunidades para uma empresa de teleatendimento da cidade. As vagas oferecidas pelo programa são atualizadas em tempo real no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes, na página do Emprega Mogi.

Em 2017, Mogi das Cruzes foi a 23ª cidade que mais gerou empregos no País, segundo dados do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho.  Neste ano, Caged começou com um saldo positivo de 200 postos de trabalho com destaque para o setor de serviços e a indústria. Até fevereiro, o Emprega Mogi promoveu 386 contratações, sendo 24 por meio do programa Jovem Cidadão e 9 pessoas com deficiência.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeitura amplia serviços de manutenção nos terminais de ônibus

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está ampliando os serviços de manutenção nos três terminais que recebem os ônibus urbanos e intermunicipais em Mogi das Cruzes. Para isso, a Secretaria Municipal de Transportes criou uma equipe específica que será responsável por estas intervenções. O objetivo é agilizar o atendimento às necessidades dos usuários e oferecer estruturas de mais qualidade para os passageiros.

Serão beneficiados com os serviços os Terminais Central e Estudantes, que recebem as linhas do sistema municipal de transporte coletivo, além do Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, que está sob administração da Prefeitura e recebe os ônibus rodoviários.

Nossa intenção é que o problema tenha uma solução assim que ele for detectado. Para isso, funcionários que trabalham junto aos terminais já estão orientados a comunicar imediatamente as questões de manutenção assim que elas forem detectadas, evitando transtornos aos passageiros”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Secretário José Luiz vistoriou os terminais para verificar ações que devem ser adotadas pelas equipes de manutenção dos espaços. Foto: Guilherme Berti/PMMC

Nesta terça-feira, 20/02/2018, José Luiz visitou os terminais para acompanhar o início do trabalho da equipe. O secretário também conversou com taxistas e passageiros que estavam na região para ouvir opiniões, críticas e sugestões.

Entre as primeiras ações que estão sendo desenvolvidas pelos funcionários estão melhorias nos banheiros e na iluminação das plataformas e áreas de circulação. Estas necessidades foram detectadas por meio de um diagnóstico realizado pela Secretaria Municipal de Transportes e com base em reclamações apresentadas pelos passageiros.

Além disso, outras intervenções a serem realizadas a médio prazo também foram discutidas e serão adotadas. Entre estas ações estão melhorias no sistema elétrico dos terminais.

O secretário também chamou a atenção para a importância da participação dos usuários na conservação dos espaços públicos. “Nos três terminais, temos registrado casos de vandalismo. Eles são praticados por uma minoria, mas acabam prejudicando os passageiros e quem utiliza os serviços existentes nos locais. Assim, é importante que, ao detectar algum problema ou alguma pessoa depredando os espaços que o fato seja comunicado imediatamente aos responsáveis”, disse.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

⚡️Curtas (19/07/2017)

– Linhas intermunicipais passam a utilizar a Av. Governador Adhemar de Barros

A partir desta quarta-feira, 19/07/2017, as nove linhas intermunicipais que saem do Terminal Estudantes e do Terminal Geraldo Scavone em direção aos municípios de Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Santa Isabel, Poá e São Paulo vão seguir pela Av. Governador Adhemar de Barros. A medida agilizará a circulação dos ônibus e deverá ter um impacto positivo no trânsito em bairros como a Vila Industrial e o Mogilar, por onde o trajeto vinha sendo feito.

Entre as vias que serão beneficiadas com a diminuição do trânsito de ônibus estão as ruas Salvador Cabral e Borges Vieira e a Av. Cavalheiro Nami Jafet, que vem apresentando ponto de lentidão nas proximidades da passagem de nível.

Passagem dos ônibus intermunicipais pela Adhemar de Barros terá impacto positivo no trânsito de bairros como a Vila Industrial e o Mogilar. Foto: Ney Sarmento/ PMMC

O trajeto pela Adhemar de Barros também será feito por três linhas que atendem as cidades de Biritiba Mirim e Salesópolis e utilizam o corredor da Rua Dr. Ricardo Vilela em sua chegada a Mogi para acessar o trecho final da Av. Voluntário Fernando Pinheiro Franco, na região da Praça dos Imigrantes, onde está o ponto final da linha. Dois destes itinerários (Salesópolis/Trevo da Petrobras e Biritiba Mirim/Jardim dos Eucaliptos) já começaram no novo trajeto nesta segunda-feira, 17/07.

Ao todo, são 447 passagens de ônibus por dia que deixam de ser feitas pelo Mogilar e Vila Industrial. Já para os passageiros, a medida vai significar um ganho estimado de 15 a 20 minutos no tempo do trajeto, nos horários de pico. Nos últimos dias, o consórcio Unileste, responsável pelas linhas, fez a orientação aos passageiros sobre as alterações.

– Retorno da Rua Guttermann recebe recuo

A Prefeitura de Mogi, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, está executando uma intervenção viária na região de Braz Cubas, que visa melhorar a fluidez do trânsito local e aumentar as condições de segurança, em especial dos caminhões, nas proximidades do largo da feira de Braz Cubas, no retorno da Rua Guttermann.

O objetivo dos trabalhos, que consistem em um recorte de guia, é ampliar a angulação e criar um recuo de aproximadamente 3 metros, que vai servir quase como uma pista auxiliar, para que os caminhões tenham mais espaço e segurança ao executarem a conversão. Desta forma, os veículos de médio e grande porte, que antes tinham dificuldades ao executar o retorno, não enfrentarão mais esse percalço.

Um recuo de aproximadamente 3 metros vai solucionar o problema com a conversão, em especial de veículos de grande porte, na Rua Gutterman. Foto: Guilherme Berti/ PMMC

Juntamente à adequação viária, as equipes da SMSU estão fazendo também melhorias no sistema de drenagem do dispositivo, erradicando problemas associados a esta conversão. Antes, o local possuía bocas de lobo, com tampas de concreto, que eram rompidas mais facilmente, sempre que os caminhões, sem o espaço necessário para o retorno, passavam por cima de algum trecho de calçada. Agora, além de os caminhões passarem a ter o espaço apropriado para a conversão, as bocas de lobo estão sendo substituídas por bocas de leão, que são mais resistentes.

As equipes já concluíram a troca do material para o sistema de drenagem e a previsão é que os trabalhos como um todo, que compreendem também a pavimentação do recuo, estendam-se por mais cerca de 20 dias.

Além de garantir a execução mais segura do retorno, essa intervenção também vai erradicar um conflito viário existente na intersecção entre a Rua Gutterman e a Ulysses Borges de Siqueira, decorrente da até então restrita metragem do trecho.