Mogi promove Semana de Recolhimento de Pneus para Combate ao Aedes aegypti

Mogi das Cruzes promove nesta semana uma ação especial para recolhimento de pneus sem uso. A campanha é uma iniciativa da Sucen – Superintendência de Controle de Endemias do Governo do Estado de São Paulo com objetivo de prevenir o Aedes aegypti, que será realizada no município por meio de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde e de Serviços Urbanos.

Entre os dias 14 e 18/05/2018, a população poderá descartar pneus inservíveis, sem quantidade restrita, nos três Ecopontos: Jardim Armênia, Parque Olímpico e Jundiapeba e nas Administrações Regionais de Sabaúna, Quatinga, Taiaçupeba e Biritiba Ussú. No dia 18 (sexta-feira), dois caminhões estarão na Rua Thuller, no Jardim Universo, e na Avenida Ricieri Marcatto, em Cezar de Souza, como pontos móveis para recolhimento de pneus.

Um dos principais cuidados necessários para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya, é com o descarte de lixo e materiais recicláveis. “O pneu guardado nas residências pode ser um criadouro preferencial do mosquito transmissor das arboviroses urbanas, por isso a importância de descartá-los sempre que não houver mais utilidade”, explica o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

Pneus recolhidos pelos Ecoponto, Administrações Regionais e caminhões estratégicos serão encaminhados para reciclagem. Foto: Arquivo/PMMC

A última Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada pelo Núcleo de Prevenção e Controle de Arboviroses, realizada em janeiro, foi constatado que o principal problema ainda são os recipientes encontrados nas vistorias como materiais armazenados para reaproveitamento (reciclagem), inservíveis (lixo), pratinho de plantas e materiais de construção. “Esse tipo de material tem sido acumulado cada vez mais nos imóveis residenciais como fonte de renda familiar”, explica a coordenadora do Núcleo, Débora Murakami.

No primeiro quadrimestre de 2018, Mogi das Cruzes registrou 68 notificações suspeitas de dengue, das quais três casos foram confirmados (dois autóctones e um importado) e um caso importado de Febre Chikungunya.

Semana de Mobilização para Descarte de Pneus
De 14 a 18 de maio

Ecoponto Jardim Armênia: Rua Júlio Perotti, 56
Ecoponto Pq. Olímpico: Av. Pref. Maurílio de Souza Leite Filho, s/nº
Ecoponto Jundiapeba: Rua Manoel Fernandes, 44 (esquina com av. João de Souza Franco)
Administração Regional Sabaúna: Rua Antônio Castilho Gualda, 43
Administração Regional Quatinga: Rua Antônio Rosendo de Lima, 373
Administração Regional Taiaçupeba: Rua Seis de Junho, 191
Administração Regional Biritiba Ussú: Rua Thiago Silvestre Furtado, 153

No dia 18 (sexta-feira) caminhões estarão:

Rua Thuller, no Jardim Universo
Avenida Ricieri Marcatto, em Cezar de Souza

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Operação Cata-Pneus terá início neste sábado, juntamente ao Cata-Tranqueira (12/03/2016)

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos vai dar início neste sábado (12/03/2016) uma nova operação. Além da recolha de móveis velhos e materiais inservíveis, que já é executada todos os sábados pela Operação Cata-Tranqueira, passará a ser incorporado às tarefas das equipes o serviço de recolha de pneus, por meio da Operação Cata-Pneus. Isso significa que todos aqueles que tiverem pneus guardados ou acumulados em casa podem e devem separá-los, juntamente ao restante do material que não tem mais serventia, para que tudo seja recolhido pelas equipes da limpeza pública do município.

Além deste novo serviço, as equipes da SMSU passarão a fazer também, de forma conjugada à Operação Cata-Tranqueira, visitas às borracharias dos bairros atendidos, também com o objetivo de recolher pneus, caso os responsáveis pelos comércios tenham o material acumulado e queiram auxílio com o descarte. Outra frente da Operação é a ampliação da quantidade de pneus que passará a ser aceita nos Ecopontos do município. Até o presente instante, era possível deixar até quatro pneus por veículo nos Ecopontos. Daqui em diante, os locais passarão a aceitar quantidades superiores por pessoa e veículo/dia.

A nova quantidade máxima vamos estabelecer em breve, com base na experiência que teremos agora com o início desta nova operação. Definimos que é preciso ampliar a quantidade aceita nos Ecopontos, pois, além da recolha que vamos passar a fazer juntamente ao Cata-Tranqueira, isso servirá como estímulo para que os cidadãos levem o material ao Ecoponto e façam o descarte da maneira correta, deixando de despejar pneus em terrenos baldios e áreas impróprias”, destaca o diretor do Departamento de Limpeza Pública, José Roberto Elias Rodrigues, acrescentando que, nesta última semana, as equipes da Secretaria de Serviços Urbanos retiraram, só da Rua Mário Portes, em Jundiapeba, um total de 100 pneus descartados de forma irregular.

Operação Cata-Pneus
Uma vez recolhidos pelas equipes da Limpeza Pública, os pneus ficam temporariamente armazenados nos Ecopontos, onde são protegidos por uma lona e telhado. Foto: PMMC

O objetivo da Operação Cata-Pneus, logo, é diminuir a incidência do descarte irregular de materiais no município, além de ser mais uma frente da ação integrada de combate ao mosquito Aedes aegypti, que está sendo desenvolvida pela Prefeitura de Mogi das Cruzes. Isso porque, uma vez descobertos, os pneus podem servir como reservatórios de água e, potencialmente, criadouros do mosquito.

A boa notícia para a população é que agora todos podem separar pneus que tenham acumulados em casa e deixá-los para recolha nas calçadas, no dia em que a Operação Cata-Tranqueira for atender o seu bairro. Todos os pneus coletados serão encaminhados aos Ecopontos, pois lá eles são acondicionados em lugar coberto e tampados por uma lona”, acrescenta Rodrigues, lembrando que o material é, em última instância, enviado para reciclagem e reaproveitamento.

A Operação Cata-Tranqueira e Operação Cata-Pneus têm início neste sábado, 12/03, nos bairros Mogi Moderno e Vila Rei, conforme programação do Cata-Tranqueira. Já no próximo sábado (18/03) serão atendidos os bairros Jardim Paraíso, Jardim Nataly, Residencial Rubi, Residencial Ana Paula, Vila da Prata, Conjunto São Sebastião, Parque Morumbi, Cidade Jardim, Jardim Primavera, Conjunto Residencial Thaísa, Conjunto Nova Bertioga e Vila Moraes (ruas A, B, C e D). A programação até o mês de maio deste ano da operação está disponível para consulta no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio do link “Cata-Tranqueira”, dentro da página da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Veja a programação do Cata-Tranqueira e Cata-Pneus até maio

A Operação Cata-Tranqueira faz parte da ampla estrutura disponibilizada pela Prefeitura de Mogi das Cruzes para o descarte correto dos mais diversos tipos de material, desde o lixo doméstico até móveis velhos e produtos eletrônicos. Ela é também mais uma ação da Administração Municipal que visa minimizar o risco de enchentes e alagamentos na cidade, em razão das fortes chuvas e o material que acaba arrastado pelas águas, quando descartado em locais inadequados.

A cada sábado, um conjunto de bairros da cidade é atendido. Os moradores devem deixar o material descartável, com exceção de entulho de construção civil e lixo doméstico, em suas calçadas logo no início da manhã, para que os funcionários da empresa responsável pela limpeza pública façam a coleta e encaminhem os resíduos para os locais onde terão a correta destinação final. A operação tem início às 7h00 de todo sábado e se estende até as 13h00.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Recicla Mogi amplia atendimento e atinge 114 bairros em toda a cidade

A partir do próximo sábado (14/06/2014), o Programa Recicla Mogi atenderá 10 das 12 regiões previstas em seu planejamento de coleta seletiva. Serão no total 114 bairros que receberão, duas vezes por semana, o caminhão laranja característico do programa. Em um ano de operação, o Recicla Mogi já foi responsável por um aumento significativo de material coletado – dos 0,5% do início do projeto, o índice já chegou a cerca de 4% em toda a cidade. A previsão é de que o número chegue a 10% até o final de 2016, o que colocará Mogi das Cruzes em uma posição de destaque na área de reciclagem em termos nacionais.

O objetivo da Prefeitura de Mogi das Cruzes é completar o ciclo de regiões – o que acontecerá a partir de julho, com a inclusão das duas últimas áreas previstas dentro do planejamento – e em seguida intensificar a coleta seletiva em toda a cidade para o aumento gradativo dos índices gerais: “Em julho completaremos as 12 áreas previstas no Recicla Mogi e, com isso, toda a área prevista no programa estará coberta pela coleta seletiva. Temos notado uma grande adesão por parte da população, mas isso precisa se manter ao longo do tempo e se elevar gradativamente. É um hábito que se forma e se insere aos poucos no cotidiano das pessoas”, afirma o diretor de Limpeza Pública da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Elias Rodrigues.

Recicla Mogi
Caminhão personalizado do Recicla Mogi. Foto: Ney Sarmento

No cotidiano do trabalho, é possível perceber claramente que os resultados da coleta seletiva estão diretamente ligados a uma questão cultural. Originado a partir de um convênio firmado com a cidade japonesa de Toyama, o programa Recicla Mogi se baseia na tradição nipônica de separação do lixo – que é tradicional e acontece há décadas. No Japão, por exemplo, as famílias separam todos os tipos de materiais, como alumínio, papelão e vidro. Há dias específicos para cada tipo de produto e os japoneses guardam o material em casa até que a coleta passe, no dia específico.

No Brasil, a cultura da separação ainda está engatinhando, mas aos poucos já dá mostras de que pode avançar rapidamente. Em todos os bairros por onde o Recicla Mogi faz a coleta de lixo, há uma empolgação natural das pessoas. Nas primeiras semanas, o volume de material separado é grande e os caminhões seguem para a Usina de Triagem da Vila São Francisco, em Braz Cubas, quase sempre cheios. Na usina, os materiais são separados e seguem o caminho da reciclagem.

O Recicla Mogi prevê a separação do lixo entre material úmido (como, por exemplo, restos de comida) e seco (metal, vidro, plástico e papel). O programa faz uma distribuição inicial de sacos plásticos transparentes nos bairros atendidos. O objetivo é que os moradores coloquem o material seco nessas embalagens, facilitando a identificação visual e agilizando o trabalho dos agentes de coleta durante a passagem dos caminhões. Esta medida simples também ajuda os trabalhadores da Usina de Triagem, pois a separação do material reciclável torna-se mais rápida e prática.

Confira as novas fases do Programa Recicla Mogi:

Fase 9: Terça e Sábado, das 14h00 às 21h00

  • Braz Cubas
  • Jardim Cecília
  • Jardim Modelo
  • Jardim Universo
  • Presidente Wilson
  • Residencial Mirage
  • Vila Bela Flor
  • Vila Cardoso
  • Vila Cecília
  • Vila Cintra
  • Vila Estação
  • Vila Eugênia
  • Vila Ipiranga
  • Vila Jóia
  • Vila Jundiaí
  • Vila Nova Cintra
  • Vila Sagrado Coração de Maria

Fase 10: Terça e Quinta, das 14h00 às 21h00

  • Alto do Ipiranga
  • Alto Guaianazes
  • Conjunto Bovolenta
  • Jardim Ivete
  • Loteamento Acrísio Silva
  • Loteamento Yotsu Tobisawa
  • Parque Santana
  • Vila São Sebastião

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Recicla Mogi entra em nova fase e ações vão impulsionar coleta seletiva na cidade

O Programa Recicla Mogi entrou em sua 3ª a 4ª fases – com mais 23 bairros passando a contar com a coleta seletiva – e a Prefeitura de Mogi das Cruzes adotará um conjunto de medidas para impulsionar a reciclagem no município. O anúncio foi feito nesta terça-feira (18/02/2014), durante evento realizado no gabinete. O município contará com novos ecopontos, que funcionarão nas Administrações Regionais; ecopontos itinerantes e a Usina de Triagem da Vila São Francisco terá sua capacidade ampliada.

Clique aqui para ver mais sobre as ações

O diretor-geral do Semae, Marcus Melo, representou o prefeito Marco Bertaiolli no evento e destacou a importância do evento: “Em nome do prefeito, quero agradecer sinceramente aos representantes da Toyama pela parceria e pelo trabalho que estamos realizando juntos”, frisou. Na ocasião, a Prefeitura iniciou os processos de licitação para a Usina de Triagem que prevêem a ampliação do local, contratação de uma cooperativa de gestão e compra de esteira para a usina. Outra licitação aberta incluirá a compra de contêineres para a coleta seletiva em todos os prédios municipais.

O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Romildo Campello, detalhou as novas ações que serão adotadas no município. Três funcionários do Centro Ambiental da Prefeitura de Toyama estão em Mogi como parte do convênio e participaram do evento desta terça-feira – o vice-diretor Shuji Maki, o chefe administrativo Kaname Suguitani e o encarregado administrativo, Takashi Daimon.

Recicla Mogi
Apresentação da nova fase do Recicla Mogi. Foto: Guilherme Berti

A 3ª fase do Recicla Mogi incluirá o Botujuru, Conjunto Residencial Claudia, Jardim Juliana, Vila Horizonte, Vila Maria Zélia, Vila Paulicéia, Vila Rica, Vila São Paulo e Vila Suíssa – estes bairros terão a coleta as segundas e quartas-feiras, das 7h00 às 14h00. Já a 4ª fase vai englobar o Conjunto CDHU, Conjunto Jefferson da Silva, Conjunto Residencial Cocuera, Conjunto Toyama, Jardim Bela Vista, Jardim das Bandeiras, Jardim São Pedro, Loteamento João Paulo de Arruda, Loteamento Rio Acima, Real Park Mogi, Residencial Casa Linda, Residencial Colinas, Residencial João XXIII e Vila Nova Aparecida, com a coleta as quartas e sábados, das 7h00 às 14h00.

Nas duas primeiras fases, já em andamento e que incluem 17 bairros das regiões do Rodeio e Parque Olímpico, os resultados são expressivos. O volume médio de lixo reciclado cresceu 60% em cada área, o que contribuiu para o crescimento dos resultados gerais de reciclagem em Mogi, que aumentaram de 0,6% para 2,34% – um aumento de 390%. A meta do programa é que o município chegue a 2016 com 10% de reciclagem, índice existente em países de primeiro mundo.

Além disso, a Prefeitura instalará quatro novos ecopontos fixos, que funcionarão nas Administrações Regionais de Biritiba-Ussu, Quatinga, Taiaçupeba e Sabaúna, além de um ecoponto itinerante, que vai operar em quatro locais da área central: Largo do Rosário (às terças-feiras), Praça Francisco Ribeiro Nogueira (às quartas-feiras), Praça dos Imigrantes (às quintas-feiras) e Centro Cívico (aos sábados).

Outra ação importante é a capacitação do primeiro grupo de catadores pela Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente e Sebrae. Eles receberão Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), camisetas, bonés e crachás de identificação. As quantidades de lixo coletadas serão incluídas no Recicla Mogi.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coleta de lixo reciclável passará a ser realizada à tarde a partir de terça-feira (01/10/2013)

A partir da próxima terça-feira (01/10/2013), a coleta de lixo reciclável vai mudar de horário em Mogi das Cruzes. Os caminhões responsáveis pelo recolhimento do lixo seco, que posteriormente é separado e encaminhado para reciclagem, passarão a circular pelos bairros no período entre 14h00 e 21h00, e não mais das 19h00 às 2h00, como era feito até então.

A alteração tem por objetivo tornar o trabalho mais visível à comunidade e, assim, estimular mais pessoas a separarem o lixo reciclável e disponibilizá-lo para coleta. O coordenador do Departamento de Limpeza Pública do município, José Roberto Elias Rodrigues, acredita que, a partir do momento em que as pessoas avistarem o caminhão, o aumento na quantidade de material disponibilizado deve vir como um reflexo natural.

coleta-seletiva
A coleta seletiva será realizada diariamente das 14h00 às 21h00 em toda a cidade. Foto: Coordenadoria Municipal de Comunicação

Por conta do horário noturno da coletiva, muitas pessoas vinham nos dizer que nunca viam o caminhão na rua, então não acreditavam que o trabalho estava sendo realizado. Na verdade ele sempre foi feito, mas num horário não muito visível. Conversamos então com a empresa responsável pelo serviço e acordamos essa mudança de horário. Agora, com a transferência para o período da tarde, esperamos que mais cidadãos se sintam estimulados a separar o lixo e participar”, destaca.

A mudança não implica em alterações nas outras formas de coleta de lixo da cidade, como a coleta de lixo úmido e o programa Recicla Mogi. A coleta normal continuará sendo realizada de segunda a sábado em toda a zona urbana do município a partir das 7h00 horas e das 19h00. Já o Recicla Mogi continua atendendo 17 bairros, sempre pelas manhãs, das 7h00 às 14h00 horas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes