Alterações no trânsito da região do Shangai passam a valer na terça, 05/02/2019

O trânsito na região do Shangai terá alterações na próxima terça-feira, 05/02/2019, com o início de operação do novo cruzamento criado entre as ruas Olegário Paiva e Navajas. A medida faz parte das intervenções planejadas pela Secretaria Municipal de Transportes para a melhoria da fluidez e segurança viária da região.

Abertura do canteiro da rua Olegário Paiva, implantação de semáforos e inversão nas ruas Navajas e Major Pinheiro Franco devem melhorar o trânsito no Shangai. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Com a abertura do canteiro central da rua Olegário Paiva, os motoristas que estiverem no Centro poderão fazer a conversão à esquerda para acessar a passagem subterrânea Engenheiro Osvaldo Crespo de Abreu ou a região do Centro Cívico. Isso será possível porque a rua Navajas terá a mão de direção invertida, passando a operar no sentido Centro-Bairro. Para quem estiver no Shangai e desejar ir ao Centro, a opção será a rua Major Pinheiro Franco, que também terá sua mão de direção invertida a partir desta terça-feira.

Como parte das mudanças, o retorno atualmente existente em frente ao prédio do INSS será fechado e o cruzamento das ruas Navajas e Doutor Antonio Cândido Vieira também receberá semáforo, que está sendo instalado pela Secretaria Municipal de Transportes.

Mapa das alterações no trânsito da região do Shangai

“Foi feito um estudo neste local e verificou-se que por este local passam 54,9 mil veículos por dia. É um número muito expressivo e, nos horários de pico, o retorno atualmente existente complica a fluidez. As simulações mostram que a medida deverá representar um ganho significativo para o trânsito”, disse o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário destacou ainda que, como parte dos serviços preparatórios para a alteração, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está realizando serviços de recuperação em vias da região. Na manhã desta quinta-feira, 31/01, o encontro da rua Olegário Paiva com a avenida Vereador Narciso Yague Guimarães recebeu o serviço.

Outra providência adotada pela secretaria foi a colocação de faixas nas ruas Navajas e Major Pinheiro Franco para informar os motoristas sobre a mudança na mão de direção. As sinalizações horizontal e vertical também estão recebendo um trabalho especial de revitalização.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios

Nova empresa assume o serviço de remoção e guarda de veículos

A empresa Alves e Yoshi Comercial e Distribuidora assumiu nesta segunda-feira, 28/01/2019, o serviço de recolhimento e guarda de veículos em Mogi das Cruzes. O novo pátio municipal fica na avenida João XXIII, na área que já recebeu os Laboratórios Griffith no distrito de Cezar de Souza.

O início dos trabalhos da nova empresa foi possível com a decretação da caducidade do contrato com a Octagono Serviços, que operava o serviço até então. Com isso, os veículos que estão sob a guarda da antiga concessionária deverão ser encaminhados à nova empresa.

Novo pátio de veículos de Mogi das Cruzes funciona na avenida João XXIII, em área que já recebeu as instalações dos Laboratórios Griffith, em Cezar de Souza. Foto: Divulgação

Já os veículos que forem recolhidos a partir desta segunda-feira já serão encaminhados ao novo pátio. O atendimento aos proprietários também será feito no novo local.

A empresa Alves e Yoshi Comercial e Distribuidora foi a vencedora do processo de licitação realizado pela Prefeitura no ano passado. A principal novidade é a modernização do serviço, buscando um atendimento mais eficiente para a população, inclusive com a disponibilização de canais eletrônicos para consultas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Travessias iluminadas são implantadas e melhoram a segurança dos pedestres

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está implantando faixas de pedestres iluminadas em locais com grande movimentação de pessoas. Ao todo, 45 pontos receberão o benefício que faz parte de um convênio entre a administração municipal e o Detran, por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, para a melhoria da segurança das ruas e avenidas na cidade. Oito pontos já estão em funcionamento.

Já estão em funcionamento seis pontos de travessia iluminada na avenida Francisco Rodrigues Filho. Eles estão em frente ao Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, na altura da avenida Lourenço Della Nina Tavares, em frente ao Parque Centenário, próximo ao encontro com a avenida Ricieri José Marcatto e em pontos em que a avenida cortam a Vila Suíssa e o Botujuru. Os outros pontos já beneficiados estão na avenida Lothar Waldemar Hoehnne, na altura dos números 3.000 e 3.139, no Rodeio.


Travessias iluminadas aumentam a segurança dos pedestres no período noturno e estão sendo instaladas em locais como a avenida Francisco Rodrigues Filho. Foto: Divulgação

“As faixas iluminadas são um avanço para o trânsito de Mogi das Cruzes, uma vez que dão mais visibilidade para a travessia e mais segurança para os pedestres atravessarem no período noturno. Foram escolhidos locais com grande movimentação de veículos e pessoas e, assim, conseguimos diminuir o risco de acidentes”, destacou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que as faixas iluminadas são inéditas em Mogi das Cruzes e que nas demais travessias que receberão a iluminação estão em andamento os trabalhos de implantação dos postes e da preparação do sistema elétrico.

A implantação faz parte de uma série de investimentos da Prefeitura para ampliar a segurança dos pedestres e a acessibilidade em Mogi das Cruzes. Já foram implantadas 54 rampas de acessibilidade de um total de 86 locais que serão beneficiados, entre o convênio assinado com o Detran e recursos de emenda parlamentar, e 11 lombadas.

Além disso, a cidade já ganhou 6 lombofaixas que ficam na rua Professor Álvaro Pavan, na avenida Anchieta, nas praças Sacadura Cabral e da Bandeira e no largo Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira. Além disso, outras cinco serão implantadas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Câmara aprova regulamentação de transporte por aplicativo

O Projeto de Lei 82/2018, que regulamenta a atividade de transporte individual por aplicativo no Município, foi aprovado por unanimidade na sessão ordinária desta terça-feira, 06/11/2018, na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes. A propositura, de autoria do Executivo, foi aprovada em plenário com emendas modificativas e supressivas, apresentadas pela Comissão Permanente de Justiça e Redação e pelo vereador Caio Cunha.

A aguardada regulamentação atingirá as Operadoras de Tecnologia de Transporte Remunerado Privado (OTTs), ou seja, as empresas que oferecem serviços de transporte individual por aplicativo, como Uber, 99 Taxi, Cabify, entre outras.

Para explorar a malha viária municipal, as OTTs, dentre outras exigências, terão de recolher uma taxa mensal no valor de 0,5 UFM (Unidade Fiscal do Município) por veículo cadastrado na cidade, o equivalente a R$ 83,64 por veículo. O Projeto também deixa claro que o pagamento da taxa não isenta as OTTs de recolherem os demais encargos tributários.

Já os motoristas que prestam o serviço terão de se adequar a uma série de normas para circular de forma legal em Mogi das Cruzes. Algumas delas são a apresentação de comprovante de residência atualizado ou declaração com firma reconhecida em nome do motorista na cidade e a Certidão Negativa de Execuções Criminais da Comarca e Fóruns de Mogi das Cruzes e de Braz Cubas, expedidas em até 90 dias.

O Projeto aprovado será encaminhado para o prefeito Marcus Melo, que tem 15 dias para vetar ou sancionar.

Outras exigências aos motoristas foram definidas ou adequadas por meio das emendas apresentadas pelos parlamentares ao Projeto de Lei. O Projeto original, enviado pela Prefeitura, exigia que os veículos regularizados fossem emplacados em Mogi das Cruzes e determinava que os motoristas parceiros das OTTs apresentassem um prontuário da CNH, atestando não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, ou reincidência em infrações médias no período de doze meses. As duas exigências, no entanto, foram eliminadas pelas emendas apresentadas pela Comissão de Justiça e Redação e aprovadas pelo Plenário.

A gente gostaria que todos os carros tivessem a placa de Mogi das Cruzes, mas isso não pode ser uma regra. A pessoa pode muitas vezes estar com o carro financiado ou ter se mudado. Em nossa visão essa imposição iria gerar uma ilegalidade”, justificou o vereador Mauro Araújo (MDB), relator do parecer da Comissão de Justiça e Redação.

A Comissão de Justiça e Redação também apresentou uma emenda modificativa que alterou de cinco para seis anos a idade máxima permitida dos veículos a serem utilizados para transporte individual de passageiros.

O plenário também aprovou duas emendas do vereador Caio Cunha. Uma delas, aditiva, inseriu um novo artigo ao Projeto, dando um prazo de ano para que os motoristas se adequem à exigência da idade máxima do veículo. “Uma boa parte dos motoristas seriam prejudicados, pois muitos deles ainda têm os carros com a idade acima de seis anos, portanto, pensando nisso, apresentei essa emenda dando uma carência de um ano para que eles se adaptem a isso”, explicou.

Já a emenda modificativa altera o item X, do Anexo II do Projeto de Lei, dando aos motoristas a possibilidade de utilizar veículos de terceiros, desde que haja declaração ou contrato autorizando. “Com isso os motoristas poderão alugar carros, como acontece no caso de alguns. Se fosse aprovado do jeito que estava eles só poderiam ter o carro no próprio nome ou arrendado”, justificou Cunha.

O vereador do Partido dos Trabalhadores, Rodrigo Valverde, apesar de ter votado favorável às emendas e ao Projeto, afirmou na sessão que faltou diálogo da Prefeitura com os cidadãos. “Muitas pessoas trabalham e vivem disso e não tiveram informação suficiente sobre a elaboração do Projeto, deveria ter sido mais divulgado para ter uma participação maior”, pontuou.

Ao final da votação muitos parlamentares fizeram o uso da palavra para ressaltar a importância da regulamentação para a cidade e enaltecer o trabalho da Câmara na aprovação do Projeto “Parabéns a esta Casa que ouviu e procurou um meio termo para melhorar a Propositura. Parabéns a todos os que trabalharam nisso. Espero que o transporte em nossa cidade possa melhorar cada dia mais”, desejou Protássio Nogueira.

Esta regulamentação já vem sido discutida há muito tempo. A Câmara e a Prefeitura estão fazendo o que muitos no Brasil não fizeram“, completou Chico Bezerra.

Os vereadores Antonio Lino, Francimário Vieira Farofa, Diegão Martins, Cuco Pereira e Jean Lopes também se manifestaram para enaltecer a aprovação da Propositura.

A Matéria ainda contou com os pareceres das Comissões Permanentes de Transportes e Finanças e Orçamento. Ambos os pareceres opinaram pela normal tramitação da Propositura.

Com a aprovação unânime das emendas e do Projeto de Lei, as exigências para o credenciamento de motoristas e veículo são:

Credenciamento de motoristas

  • Cédula de Identidade ou Registro de Estrangeiros (RNE);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Na categoria “B” ou superior;
  • Comprovante de residência atualizado ou declaração com firma reconhecida em nome do motorista, no Município de Mogi das Cruzes;
  • Atestado de Antecedentes Criminais;
  • Certidão Negativa de Execuções Criminais da Comarca de Mogi das Cruzes – Fóruns de Mogi das Cruzes e de Braz Cubas, expedidas em até noventa dias;
  • Inscrição do motorista como contribuinte individual do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Atestado de Sanidade Física e Mental;

Credenciamento de veículos

  • Todos os veículos deverão possuir quatro ou cinco portas e capacidade para, no mínimo cinco e no máximo sete lugares;
  • IPVA recolhido no exercício em vigor;
  • Não manter película protetora instalada nos vidros, fora dos parâmetros permitidos por Lei;
  • Veículo com idade máxima de seis anos, a contar do ano de fabricação;
  • Veículos que não tenham sofrido alterações de suas características de fábrica;
  • Não poderão apresentar nenhum tipo de modificação visual em sua carroceria;
  • Manter a contratação de Seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros nos mesmos valores exigidos para o Serviço de Transporte Público Individual;
  • Contratação de Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos de vias terrestres (DPVAT);
  • Veículo em nome do condutor a ser cadastrado como motorista parceiro ou contrato de leasing no qual configure o condutor como único arrendatário perante a instituição financeira;
  • Aprovação em vistoria, realizada por local homologado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – InMetro.
  • Veículo com idade máxima de 6 anos.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

Ruas da Vila Industrial terão mudança de trânsito nesta terça, 09/10/2018

O trânsito nas ruas Borges Vieira e Vereador Doutor Abílio de Mello Pinto, na Vila Industrial, terá alterações nesta terça-feira, 09/10/2018. O objetivo da Secretaria Municipal de Transportes é melhorar a mobilidade urbana na região e oferecer uma nova opção para os motoristas que desejam acessar o Centro, sem a necessidade de utilização da passagem de nível da avenida Cavalheiro Nami Jafet.

A rua Borges Vieira terá sua mão de direção invertida, passando a circulação a ser feita em direção ao Mogilar. Com isso, a via será uma opção para os motoristas de veículos leves que estão na avenida Cavalheiro Nami Jafet ou na avenida Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar e desejam chegar ao Centro. Veículos pesados, como caminhões e ônibus, não terão a circulação permitida. Já a rua Vereador Doutor Abílio de Mello Pinto terá sentido em direção à avenida Cavalheiro Nami Jafet. Com isso, será formado um sistema binário com a rua Borges Vieira.

Alteração no trânsito das ruas Borges Vieira e Vereador Abílio de Mello Pinto acontecerá nesta terça-feira, 09/10, e a intenção é melhorar a mobilidade urbana. Fonte: Guilherme Berti/PMMC

Hoje, quem está na avenida Tenente Onofre e deseja acessar o Centro precisa ir até pela passagem em nível, acessar as avenidas Governador Adhemar de Barros e Voluntário Fernando Pinheiro Franco e fazer uma volta para chegar a seu destino. Com a alteração, os motoristas poderão seguir em frente até a região do Mogilar. Com isso, pretendemos melhorar o trânsito da região e desafogar significativamente a passagem em nível”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Com a intervenção no trânsito, o transporte coletivo também terá mudança. O atendimento da linha E802 (Terminal Estudantes – Vila São Francisco) à Vila Industrial será ampliado e os ônibus passarão a atender um número maior de ruas, facilitando o acesso dos passageiros.

A linha passará a cumprir trajeto pelas ruas Presidente Campos Salles, Capitão Alexandre Grecco, Antonio Ferreira de Souza, Professora Ana Maria Bernardes, Jurandir Bino Ferreira e avenida Cavalheiro Nami Jafet, seguindo trajeto normal pela avenida Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar.

A Secretaria de Transportes também vai implantar novos pontos de parada em dois locais da rua Professora Ana Maria Bernardes e em um da avenida Cavalheiro Nami Jafet. Eles substituirão os dois pontos que funcionam na rua Borges Vieira. Outra opção para os passageiros é a utilização do ponto existente na rua Antonio Ferreira de Souza.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes