Rua Cabo Diogo Oliver terá interdição parcial

A rua Cabo Diogo Oliver será interditada para o trânsito de veículos a partir desta sexta-feira, 24/01/2020, no trecho entre a rua Engenheiro Gualberto e a linha férrea, no Mogilar. A medida, que valerá até domingo, 26/01, será necessária para a realização de obras que fazem parte da construção da praça Diego Leme Chavedar. O acesso ao túnel do Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio permanecerá aberto.

As intervenções que serão executadas durante os dias em que a via será interditada tem como objetivo melhorar a segurança dos pedestres que circularão entre a futura praça e a travessia da linha férrea e a rua Américo Rodrigues Da San Biagio.

A alternativa para os motoristas que estão na rua Cabo Diogo Oliver e desejam acessar a região da rua Américo Rodrigues Da San Biagio ou a avenida Francisco Rodrigues Filho é a utilização das ruas Casarejos e José Alves dos Anjos. Já quem estiver circulando pela rua Engenheiro Gualberto poderá utilizar a rua Afonso Pena para chegar à rua Casarejos. Agentes municipais de trânsito farão a orientação dos motoristas.

Interdição acontecerá entre sexta-feira e domingo (24 e 26/01) e será necessária para obras que fazem parte da construção da praça Diego Leme Chavedar. Foto: Divulgação

Os ônibus do transporte coletivo que circulam pela região também utilizarão, durante o período de interdições, as ruas Casarejos e José Alves dos Anjos. A medida valerá para as linhas municipais e intermunicipais, em um total de 360 passagens por dia. A Secretaria Municipal de Transportes também remanejou provisoriamente os pontos de ônibus localizados nos trechos que serão afetados pela interdição.

A construção da praça Diego Leme Chavedar faz parte do projeto de renovação urbanística da região central de Mogi das Cruzes. Ela está sendo construída no espaço entre as ruas Cabo Diogo Oliver, Hamilton da Silva e Costa e Engenheiro Gualberto, no Mogilar. O projeto completo de requalificação da região tem investimento de R$ 3.930.632,99 e também inclui a reforma das praças Sacadura Cabral e Oswaldo Cruz.

As obras estão baseada em três eixos. O primeiro é o urbanístico, que prevê a priorização de pedestres, novos mobiliários, arborização e pisos drenantes. O segundo é o social e incluirá a nova base de monitoramento da Guarda Municipal, a iluminação pública com luminárias LED, o monitoramento com câmeras e a instalação de rede wi-fi. Já o terceiro será o de mobilidade urbana, que contemplará toda a reorganização do sistema viário.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Região da rotatória do Nova Mogilar terá alteração

A Secretaria Municipal de Transportes apresentou, na manhã desta quarta-feira, 16/10/2019, a segunda etapa de alterações na região da rotatória da praça Kazuo Kimura, próximo ao Habib’s, no Mogilar. As intervenções compreendem a ampliação da capacidade de tráfego na rotatória, remanejamento de semáforos para controlar o acesso dos veículos em todas as entradas da rotatória, a implantação de lombofaixas e o deslocamento das faixas de pedestres para locais mais seguros.

A equipe da Secretaria Municipal de Transportes fez uma série de estudos e levantamentos para buscar a melhor solução para melhorar a fluidez dos veículos e a segurança dos pedestres na rotatória, que é um dos pontos mais críticos de trânsito em Mogi das Cruzes. Foram feitas também simulações que mostraram resultado positivo”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, que também explicou as alterações durante reunião com os vereadores Jean Lopes, Rodrigo Romão e Protássio Nogueira.

Detalhes do projeto para a rotatória da Vila Nova Mogilar também foram explicados pelo secretário José Luiz Freire de Almeida durante reunião com vereadores. Foto: Luiz Maritan/PMMC

O secretário lembrou ainda que as intervenções não serão a solução definitiva para a questão do trânsito na região, mas que deverá apresentar uma melhoria viária estimada em 70% na circulação. Dentro do programa Mogi+Ecotietê existe um projeto para a transformação da atual rotatória em cruzamento, inclusive com a construção de novos acessos para facilitar a circulação. A Prefeitura busca financiamento para o programa, que abrangem ainda outras intervenções e a criação de novas vias em Cezar de Souza.

Já a primeira fase das intervenções realizadas pela Secretaria de Transportes foi a abertura do canteiro central da avenida Francisco Rodrigues Filho no encontro com a avenida Antonio de Almeida, criando um novo acesso para os motoristas que desejam ir em direção à Cezar de Souza. A medida busca desafogar a chegada à rotatória pela avenida Yoshiteru Onishi.

Alterações

Nas intervenções divulgadas nesta quarta-feira, o destaque será a ampliação de uma faixa na rotatória, que passará de duas para três. O mesmo acontecerá no sentido bairro da avenida Francisco Rodrigues Filho em frente ao Terminal Rodoviário Geraldo Scavone.

As entradas da avenida Francisco Rodrigues Filho, em frente ao Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, e da avenida Yoshiteru Onishi ganharão semáforos, que serão sincronizados com os já existentes nos outros acessos. “A operação dos semáforos permitirá que um maior ordenamento da circulação, acabando com os conflitos existentes atualmente na rotatória”, lembrou José Luiz.

Apresentação – Projeto Nova Mogilar

Os semáforos para pedestres em frente ao Terminal Rodoviário e na avenida Manoel Bezerra de Lima Filho serão remanejados. Para garantir a segurança da travessia dos pedestres uma lombofaixa e gradis serão implantadas na avenida Manoel Bezerra de Lima Filho, enquanto uma nova faixa para pedestres será criada na Francisco Rodrigues Filho.

A Secretaria Municipal de Transportes também criará um espaço para embarque e desembarque na via marginal da avenida Francisco Rodrigues Filho, no lado oposto do Terminal Rodoviário. Já o ponto de ônibus que fica em frente ao Terminal Rodoviário será transferido em alguns metros, para próximo ao clube Comercial.

De acordo com os dados da SMT, 73.893 veículos passam por dia pela rotatória. O movimento é de 8.925 veículos/hora em horário de pico. A previsão é que as intervenções sejam concluídas até o mês de dezembro.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Zona Azul de Mogi tem novidades a partir desta terça, 25/06/2019

A partir desta terça-feira, 25/06/2019, um novo sistema de estacionamento controlado passará a operar em Mogi das Cruzes. Dez novos parquímetros passarão a operar, aceitando, além de moedas, o pagamento com cartões de débito e crédito. O usuário digitará a placa do veículo, não precisando retornar para deixar o comprovante no painel.

Os primeiros parquímetros a operarem com o novo sistema ficam  na avenida Doutor Cândido Xavier de Almeida e Souza, rua Capitão Manoel Rudge (praça Norival Tavares), rua Barão de Jaceguai, rua Major Pinheiro Franco com rua Doutor Antonio Cândido Vieira, rua Coronel Cardoso de Siqueira, rua Padre João com rua Coronel Souza Franco, rua Braz Cubas com rua Barão de Jaceguai, rua Braz Cubas com rua José Éboli, rua Santana, rua Rui Barbosa e avenida Vereador Narciso Yague Guimarães. A previsão é que em cerca de 15 dias todos os 47 parquímetros estejam operando no novo sistema.

Novo sistema permitirá o pagamento da tarifa de Zona Azul com cartão de débito e crédito e não precisará que recibo seja colocado no painel do veículo. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Ao chegar no parquímetro, o usuário digitará a placa do veículo e o setor em que está estacionando. Os setores serão informados nas placas de sinalização de trânsito. Com este procedimento, não será preciso que o recibo de pagamento fique no interior do veículo, uma vez que a conferência da regularidade do estacionamento será feita eletronicamente.

Será feita uma implantação gradativa do novo sistema, com a colocação de sinalização e orientação que será feita por funcionárias da empresa concessionária. Além disso, a fiscalização feita pelos agentes de trânsito também passará a ser eletrônica, com a conferência das placas no sistema para verificar a regularidade. Assim, é importante que os motoristas estejam atentos durante este período de transição e que, em caso qualquer dúvida, o usuário procure uma das orientadoras”, afirmou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que os parquímetros que não estiverem operando no novo modelo continuam com o trabalho no sistema antigo, em que não é feita a digitação da placa e é necessária a colocação do recibo.

Outra novidade do novo sistema é que o pagamento do estacionamento controlado passa a também ser possível com as orientadoras do sistema de Zona Azul. A medida vale a partir desta quarta-feira, 19/06, e o pagamento pode ser feito com cartão de débito ou crédito ou com dinheiro. Outra opção para os motoristas é a utilização do aplicativo Vaga Inteligente, em que a regularização pode ser feita via internet, com a utilização de créditos. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Encontro apresenta novidades do sistema de Zona Azul

O sistema de estacionamento rotativo foi tema de uma reunião realizada na manhã desta terça-feira, 23/04/2019, entre o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, e comerciantes. O encontro aconteceu na sede da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) e contou com discussões sobre a ampliação no número de vagas de Zona Azul em Mogi das Cruzes e as novidades do sistema prevista com o novo contrato do serviço.

Temos a possibilidade de ampliar o número de vagas de Zona Azul na cidade, mas nossa intenção é que os comerciantes, que vivem o dia a dia das regiões, nos indiquem locais onde há interesse. Além disso, teremos a modernização do sistema”, afirmou José Luiz.

Entre as regiões que têm a possibilidade de receber vagas de Zona Azul estão o distrito de Braz Cubas, o Centro, o Mogilar, o Centro Cívico, o Parque Monte Líbano e o Jardim Santista. Neste último caso, por conta do grande número de clínicas médicas, a Secretaria Municipal de Transportes estuda a possibilidade de adotar um tempo diferenciado no local, possibilitando o estacionamento por até quatro horas.

Entre as novidades previstas está a visualização de vias com vagas livres por meio do aplicativo. Foto: PMMC

Atualmente, o sistema de estacionamento rotativo de Mogi das Cruzes conta com 1.092 vagas. O valor da Zona Azul não terá alteração e no começo de maio será iniciado o trabalho de revitalização das vagas existentes e a troca dos parquímetros atuais por outros, mais modernos.

Entre as novidades previstas com o novo contrato estão os parquímetros sustentáveis, com energia solar, a possibilidade de pagamento com cartões de débito e crédito, a visualização de vias com vagas livres por meio do aplicativo, postos de venda móveis (com as orientadoras) e fixos (no comércio). Além disso, o motorista não precisará deixar o comprovante de pagamento no painel. Com o novo sistema, no momento do pagamento, será digitada a placa do veículo e a conferência será informatizada, da mesma forma como já acontece com o aplicativo.

Outra novidade é que as vagas para idosos e pessoas com deficiência ficarão mais próximas aos parquímetros. Esta é a demanda da população e também facilitará a circulação destas pessoas”, explicou José Luiz.

No último dia 12, o secretário fez uma reunião com vereadores para explicar o sistema que será implantado em Mogi das Cruzes.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Equipamento fixo substitui radar móvel na avenida Francisco Ribeiro Nogueira

A Secretaria Municipal de Transportes está implantando um novo equipamento fixo de fiscalização de velocidade na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira, próximo ao Conjunto Primavera. O equipamento substitui o ponto de fiscalização existente no local com equipamento estático, popularmente conhecido como radar móvel.

Os estudos e monitoramentos realizados apontam que este é um local com riscos de acidentes, com grande movimentação de veículos e também de pedestres, com o crescimento habitacional daquela região. Com a substituição do ponto de fiscalização com radar estático por um equipamento fixo, a segurança viária deve aumentar”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Equipamento de fiscalização eletrônica está sendo implantado na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira e substituirá ponto de fiscalização com radar móvel. Foto: Divulgação

A aferição do equipamento deverá acontecer na próxima semana e o início da operação está prevista para o dia 1º de março. Para alertar os motoristas, um banner foi colocado no ponto de instalação. “A função da fiscalização eletrônica, antes de tudo, é a prevenção de acidentes e educação do motorista sobre o perigo que o excesso de velocidade causa”, completou o secretário.

O equipamento de fiscalização da avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira completa a implantação de novos radares fixos instalados recentemente e que começaram a funcionar em janeiro. Os equipamentos foram colocados em locais considerados de risco nas avenidas Francisco Ferreira Lopes, Prefeito Carlos Alberto Lopes, Júlio Simões e Japão, além da rua Doutor Deodato Wertheimer.

O acompanhamento que é realizado mostrou um aumento da segurança viária nos pontos, com o respeito dos motoristas ao limite de velocidade. Durante o mês de janeiro, estes novos equipamentos registraram a passagem de 2,6 milhões de veículos e apenas 0,09% deste total passaram acima do limite de velocidade”, disse José Luiz.

A implantação dos novos pontos de fiscalização eletrônica faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Mogi das Cruzes dentro do programa Mogi pela Vida, que busca o aumento da segurança viária, prevenção de acidentes e diminuição no número de mortes no trânsito na cidade. A iniciativa também abrange ações de sinalização, engenharia de tráfego e educação para o trânsito.

A relação com todos os pontos de fiscalização eletrônica em Mogi das Cruzes está disponível no site da Prefeitura, no link: www.mogidascruzes.sp.gov.br/servico/transporte-e-transito/pontos-de-fiscalizacao-radares-de-transito.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes