Flaviano de Melo e Paulo Frontin retomam configuração original e terão ajustes no tráfego

A Prefeitura de Mogi das Cruzes promoverá ajustes na circulação de veículos na rua Professor Flaviano de Melo, a partir de quinta-feira, 12/08/2021. Com o objetivo de reduzir o volume de automóveis e motocicletas, a via não receberá veículos das 10h00 às 17h00, aumentando assim a segurança dos pedestres que caminham pelo local. É um retorno à origem da via, em uma configuração pensada e ajustada às necessidades provocadas pela pandemia.

Desde 2015, quando as obras da Flaviano de Melo foram entregues, a rua sempre foi fechada para veículos, naquela época das 9h00 às 18h00. Essa foi uma característica que marcou a via desde que ela recebeu sua atual configuração, priorizando os pedestres. Houve uma flexibilização causada pela pandemia e, agora, existe o entendimento de que é importante retomar a restrição aos veículos porque o movimento tem sido muito intenso.

Ruas Professor Flaviano de Melo e Dr. Paulo Frontim terão ajustes no tráfego de veículos a partir desta quinta-feira, dia 12 de agosto

Esse retorno ocorre com um horário mais flexível em comparação como o que foi definido em 2015 e será acompanhado de um compromisso da Administração Municipal para estudar o Centro e as ruas do entorno de uma forma mais ampla, com o objetivo de analisar alternativas de tráfego e deslocamento de pedestres, em um diálogo permanente com o comércio.

A decisão foi construída de forma conjunta entre as Secretarias Municipais de Desenvolvimento e Transportes, os comerciantes, vereadores, o Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial. A medida foi tomada a partir de um diálogo com os segmentos que fazem parte do comércio na região, sempre buscando a proteção das vidas e prevenção de acidentes.

No período mais intenso da pandemia, ficou acordado de manter a rua aberta, em função das medidas de restrição, até o final do ano, monitorando-a continuamente para avaliar a necessidade de mudanças. Porém, com o avanço da vacinação e o aumento considerável no tráfego de veículos e pedestres na região central, a Flaviano de Melo vem apresentando um volume crescente de carros e motos, o que exige atenção por parte das secretarias.

Com a flexibilização das medidas de controle de isolamento social do Governo do Estado e por consequência a abertura do comércio, os sistemas de “drive-thru” e de “take away” não tem sido mais demandados na área central, fazendo com o que o fluxo de pessoas e veículos tenha retornado a patamares anteriores ao momento pandêmico.

Paulo Frontin

Na rua Dr. Paulo Frontin, que teve a liberação de estacionamento em período integral, será retomada a proibição de estacionamento no período das 10h00 às 20h00. A medida também valerá a partir desta quinta-feira, 12/08, preservando apenas o embarque e desembarque nos pontos já previstos para esta finalidade. “Serão realizados os estudos para compatibilizar aspectos urbanísticos, de mobilidade e econômicos, pensando na harmonia que o centro deve ter para todos aqueles que o utilizam”, afirma a secretária municipal de Transportes, Cristiane Ayres.

Os estudos têm como objetivo melhorar a circulação e acessibilidade de idosos e de pessoas com mobilidade reduzida, propondo reconstruir a identidade do Centro como uma área multiuso, de maneira que, além das funções de comércio, serviços e moradia, já presentes, a área contemple também o lazer, o turismo e a preservação urbanístico-paisagística do núcleo histórico.

Houve e há disposição permanente para o diálogo com todos os interessados. É assim que temos feito desde o final do ano passado antes de assumirmos a pasta. Assim, o compromisso de elaborar um estudo que busque a adequação da rua Flaviano de Melo e de todo o centro para o tráfego de veículos e pedestres, preservando a convivência segura e harmoniosa, bem como potencializando os comércios ali estabelecidos, é o nosso objetivo e alinhamento junto à Secretaria de Transportes“, pontua Gabriel Bastianelli, secretário municipal de Desenvolvimento.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coronavírus: Acessos a Mogi passam a contar com barreiras sanitárias

A Prefeitura de Mogi das Cruzes inicia nesta quarta-feira, 31/03/2021, a implantação de barreiras sanitárias nas principais entradas do município. A medida terá caráter de orientação aos motoristas que chegam à cidade e faz parte das ações da administração municipal para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O trabalho terá participação de equipes das Secretarias Municipais de Segurança, de Transportes, de Saúde e de Serviços Urbanos, além da Guarda Municipal e da Vigilância Sanitária. Os veículos que passarem pelos locais terão medição de temperatura de seus ocupantes, além de serem orientados sobre as restrições sanitárias e sociais que estão em vigor em Mogi das Cruzes para o enfrentamento da pandemia.

As barreiras sanitárias serão montadas em cinco acessos à cidade, com funcionamento alternado. Elas estarão na avenida Francisco Ferreira Lopes (prolongamento da SP-66), avenida Engenheiro Miguel Gemma (acesso para o motorista que segue pela rodovia Mogi-Salesópolis), na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira (o trecho municipal da rodovia Mogi-Bertioga), no trecho da rodovia Mogi-Dutra que passa pelo Jardim Aracy e na avenida Francisco Rodrigues Filho (o trecho municipal da rodovia Mogi-Guararema).

Barreiras sanitárias serão implantadas nos acessos ao município e os veículos terão medição de temperatura dos ocupantes e orientações sobre a situação da cidade. Foto: PMMC/Divulgação

Com a montagem da barreira sanitária na avenida Francisco Ferreira Lopes, o acesso a Mogi das Cruzes pela avenida das Orquídeas será interrompido, com o trânsito sendo desviado pela avenida Lourenço de Souza Franco. O acesso da rotatória da Vila Nova Jundiapeba para a avenida Anchieta, sentido centro, também será interditado. Já na rodovia Mogi-Dutra, a passagem de caminhões pela estrada do Pavan continuará sendo obrigatória.

Mogi das Cruzes vem enfrentando o momento mais difícil no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Nesta terça-feira, 30/03, a cidade completou 19 dias com ocupação de 100% nos leitos de UTI. Por conta disso, leitos de reserva estão sendo usados. Além disso, o município adotou fases mais restritivas de movimentação social antes mesmo do Governo do Estado, com o objetivo de combater as aglomerações, reduzir a transmissão e com isso buscar uma folga na disponibilidade de leitos para atendimento.

A gravidade da atual situação é evidenciada em números. Entre os dias 15 e 28 de março, foram registrados 59 óbitos, na pior quinzena da pandemia. Na semana de 1º a 7 de março deste ano, foram registrados 1.277 novos casos (aumento de 20,35% em relação à pior semana de todo o ano de 2020). Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde reforça o apelo à população, para que siga as medidas restritivas e que cumpra as regras sanitárias.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coronavírus: Vagas de Zona Azul têm utilização liberada

A Prefeitura de Mogi das Cruzes irá liberar o estacionamento de veículos nas vagas de estacionamento controlado da cidade, conhecidas como Zona Azul, a partir desta quinta-feira, 24/03/2021. A medida valerá até o dia 31 de março, quando a situação será reavaliada pela Secretaria Municipal de Transportes.

Mogi das Cruzes está na Fase Crítica para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 na cidade. Ela prevê medidas mais rígidas para o funcionamento de estabelecimentos comerciais e restrições para a circulação de pessoas durante todo o dia.

Vagas do sistema de Zona Azul de Mogi das Cruzes terão utilização liberada até o dia 31 de março, quando a medida será reavaliada pela Secretaria Municipal de Transportes. Foto: Divulgação/PMMC

Durante a semana passada, a Prefeitura de Mogi das Cruzes já havia autorizado a utilização das vagas de Zona Azul para a realização de entregas de produtos pelo sistema de drive-thru. A medida havia sido solicitada pela Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), pelo Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio) e pela Câmara de Dirigente Lojista (CDL). Com a entrada em vigor da Fase Crítica, a medida é possível apenas para os serviços essenciais.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Sistema de transporte coletivo terá mais ônibus a partir desta sexta, 12/06/2020

O sistema municipal de transporte coletivo terá ampliação no número de ônibus em operação a partir desta sexta-feira, 12/06/2020. A medida faz parte da preparação da Prefeitura de Mogi das Cruzes para a reabertura de setores do comércio e de serviços, possibilitada pela reclassificação do município para a Fase Laranja do Plano São Paulo. Já o serviço de Zona Azul voltará a operar na segunda-feira, 15/06.

A partir desta sexta-feira, 166 ônibus estarão em operação nas linhas de Mogi das Cruzes, o que representa um aumento de 50,9% frente à frota que vinha sendo utilizada. Os técnicos da Secretaria Municipal de Transportes acompanharão o serviços e, se necessário, farão adequações na circulação.

Os horários serão atualizados no site da Secretaria Municipal de Transportes e no aplicativo Mogi no Ponto. Para os passageiros que quiserem se programar, basta acessar o site da SMT e consultar os horários de sábado. O endereço é smtonline.pmmc.com.br.

A partir desta sexta-feira, 166 ônibus estarão em operação no sistema municipal de transporte coletivo e a Prefeitura manterá o acompanhamento do serviço

A Secretaria de Transportes já vem fazendo o acompanhamento da circulação de passageiros e promovendo adequações nas linhas com maior movimentação. Com o retorno das atividades do comércio, teremos mais ônibus atendendo a população e o acompanhamento continuará sendo feito para que novas intervenções possam ser feitas, se necessário”, explicou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que, desde o início da quarentena para combater a disseminação do novo coronavírus, estão sendo adotadas medidas preventivas. Os Terminais Central e Estudantes vêm recebendo uma atenção especial da Prefeitura de Mogi das Cruzes nos serviços de limpeza e higienização, que foram intensificados.

Os ônibus também vêm recebendo serviços de higienização após as viagens. Além disso, as empresas concessionárias estão cumprindo medidas sanitárias para segurança dos funcionários e dos passageiros.

Zona Azul

O sistema de estacionamento controlado voltará a funcionar na próxima segunda-feira, 15/06. A medida busca oferecer maior rotatividade nas vagas na região central com a reabertura do comércio. O serviço estava suspenso na cidade desde o dia 24 de março.

O serviço de Zona Azul contará com cuidados especiais. A concessionária responsável adotará medidas de prevenção e segurança para seus colaboradores e motoristas, para evitar a disseminação do novo coronavírus. Os agentes da empresa trabalharão com máscaras de pano e com uma proteção que cobre todo o rosto, além de ter frascos individuais com álcool em gel para higienização das mãos.

A empresa também deverá fazer a higienização dos parquímetros quatro vezes ao dia, duas na parte da manhã e as outras no período da tarde. O atendimento aos usuários, na central da concessionária, seguirá as medidas de distanciamento e segurança.

Mogi das Cruzes conta atualmente com 1.092 vagas de estacionamento controlado, distribuídas na região central e bairros próximos. Os valores de estacionamento são R$ 0,75 (30 minutos); R$ 1,50 (60 minutos); R$ 2,25 (90 minutos); R$ 3,00 (120 minutos).

O pagamento pode ser feito nos 47 parquímetros instalados na cidade, que contam com o sistema que aceita moedas, cartões de débito e crédito. Nele, o usuário digita a placa do veículo e o setor em que está estacionando. Com este procedimento, não é preciso que o recibo de pagamento fique no interior do veículo, uma vez que a conferência da regularidade do estacionamento é feita eletronicamente. O pagamento também pode ser feito com as orientadoras do sistema de Zona Azul, com dinheiro e cartões de débito e crédito.

Outra opção que facilita aquisição de créditos e a regularização é a utilização do aplicativo Vaga Inteligente, em que a regularização pode ser feita via internet, com a utilização de créditos. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente. Ainda há a opção de pagamento com o cartão pré-pago, que pode ser feito junto aos parquímetros.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coronavírus: Transporte coletivo de Mogi tem novas alterações nesta segunda, 30/03/2020

O sistema de transporte coletivo de Mogi das Cruzes terá uma nova alteração em sua operação a partir desta segunda-feira, 30/03/2020. Fora dos horários de pico, os ônibus passarão a cumprir as tabelas horárias de domingo. Já nos horários de maior procura pelas pessoas que estão indo ou voltando do trabalho, os horários continuam sendo os adotados na última semana.

Na prática, das 5h00 às 9h00 e das 16h30 às 19h30, os ônibus permanecerão cumprindo as tabelas horárias usadas aos sábados. Já fora destes períodos, os horários serão os de domingo. As alterações já foram atualizadas na página da Secretaria Municipal de Transportes.

A medida faz parte do acompanhamento realizado no sistema de transporte coletivo da cidade. Na última semana, com o início da quarentena decretada pelo Governo do Estado para o combate à propagação do novo Coronavírus, o volume de passageiros nos ônibus caiu em 75%, com relação aos dias normais. No dia 9 de março, quando o acompanhamento começou a ser feito, foram transportados 142.603 passageiros, enquanto na última sexta-feira, 27/03, passaram pelos ônibus 35.622 passageiros.

Desde o início do combate à pandemia de Covid-19, o número de passageiros do sistema de transporte coletivo em Mogi das Cruzes vem caindo. Foto: PMMC

Por outro lado, com a redução, o número de ônibus nas ruas terá uma queda de 42% com relação aos dias normais de operação. Serão 129 veículos transportando os mogianos, contra 223 ônibus nos dias úteis. Com relação ao que já vinha sendo operado pelo sistema desde a última terça-feira, 24/03, a redução foi de 37 ônibus.

Além da adequação do número de ônibus à movimentação de passageiros transportados, a Prefeitura também adotou medidas para desestimular a circulação dos idosos, o grupo de risco mais vulnerável à pandemia de Covid-19. O Cartão Conforto, que permite a viagem gratuita em qualquer lugar do ônibus para pessoas com mais de 65 anos, teve a utilização suspensa no transporte municipal. Apenas em situações de urgência, como os idosos que forem a unidades de saúde ou se vacinar contra a gripe, é permitida a utilização de todos os espaços do ônibus.

A Secretaria Municipal de Transportes vem monitorando também as condições dos Terminais Central e Estudantes, com intensificação dos trabalhos de limpeza e disponibilização de produtos de higiene pessoal para os passageiros, como sabonete e álcool em gel. Equipamentos furtados ou danificados por usuários estão sendo substituídos. Os terminais também recebem serviços de desinfecção, que são feitos por equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Desde o início da crise, as empresas concessionárias do transporte coletivo intensificaram os trabalhos de limpeza nos ônibus, além da orientação aos operadores do sistema sobre os procedimentos que devem ser adotados.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes