😷 Governo de SP anuncia a flexibilização das máscaras em todos os ambientes

O Governador João Doria anunciou nesta quinta-feira, 17/03/2022, a flexibilização do uso de máscaras em todos os ambientes, com exceção do transporte público – e seus respectivos locais de acesso, como estações de Metrô – e nos locais destinados à prestação de serviços de saúde.

Recebi hoje à tarde uma nota técnica do Comitê Científico que demonstra uma melhora consistente na situação epidemiológica no Estado. Por isso decidi, com respaldo desses cientistas e médicos, abolir imediatamente a obrigatoriedade do uso de máscara em todos os ambientes, com exceção de unidades de saúde, hospitais e transporte público”, disse Doria.

Decreto tem efeito imediato; proteção permanece obrigatória no transporte público e nas unidades médico-hospitalares. Foto por Anna Shvets em Pexels.com

O novo decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado hoje e terá efeito imediato. O uso agora torna-se opcional em ambientes como escritórios, comércios, salas de aula, academias, entre outros. A flexibilização em ambientes abertos já havia sido autorizada pelo Governador no último dia 9 deste mês.

A decisão foi baseada em análises técnicas do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo. Os especialistas levaram em consideração o índice de vacinação com duas doses no estado, que atingiu a meta definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS) de 90% da população elegível, ou seja, acima de 5 anos imunizada.

Entre as análises também foi considerado que após 14 dias do feriado de Carnaval, foi constatado uma manutenção da melhora dos indicadores epidemiológicos, indicando que a queda na transmissão da Sars-Cov 2 no Estado de São Paulo segue de maneira progressiva. Pela sexta semana seguida registra quedas de internações nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva e de enfermaria. Na última semana foi registrada a redução de 18,5% nas novas internações.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Faltas de pacientes às consultas e exames prejudica o atendimento na Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde solicita aos mogianos que não faltem às consultas, retornos ou exames confirmados. E, caso não possam comparecer, que informem pelo SIS 160 com pelo menos dois dias de antecedência para que a vaga possa ser direcionada para outra pessoa na espera.

Nos primeiros 10 dias de atendimento ampliado para consultas e retornos na Rede Básica, foram registradas 1.934 ausências de pacientes. “Estamos reforçando equipes e buscando diversas alternativas para atendermos à demanda reprimida gerada durante a pandemia, mas a população precisa colaborar. As faltas causam um enorme prejuízo ao serviço público e também aos pacientes que esperam por uma vaga”, lamenta o secretário municipal de Saúde, Zeno Morrone Junior.

Unidade Básica de Saúde Alto do Ipiranga

Entre os dias 1º e 12 de março, a Secretaria Municipal de Saúde agendou 8.841 consultas em 19 unidades, mas somente 6.907 pacientes compareceram. Foram ofertadas 3.297 vagas para Ginecologia e 5.544 para Clínica Médica, das quais compareceram 2.506 e 4.401 pacientes, respectivamente, resultando em 791 ausências em Ginecologia e 1.143 em Clínica Médica.

Os números representam uma média de 22% de absenteísmo, mas, dependendo da unidade, os índices chegam a 30%. O Posto de Saúde Santo Ângelo, por exemplo, abriu 208 vagas para Ginecologia em 10 dias, das quais somente 139 pacientes compareceram: foram 69 ausências, o que equivale a 33% de absenteísmo. Na Clínica Médica, das 449 vagas ofertadas, 319 pacientes compareceram e 130 faltaram (29%).

Na Unidade Nova Jundiapeba, foram 731 consultas agendadas somente em março, até o dia 12, das quais 535 foram realizadas e 196 foram perdidas por ausência dos pacientes. Foram desperdiçadas 93 vagas de Ginecologia e 103 de Clínica Médica.

As faltas aumentam o tempo de espera por agendamento. O SIS 160 envia mensagens com antecedência aos munícipes e, quem não puder comparecer, deve responder essas mensagens e disponibilizar a vaga para outra pessoa.

Exames

Somente na primeira quinzena de março, a Secretaria Municipal de Saúde já perdeu mais de mil vagas para exames de especialidades variadas como ultrassografias diversas, eletrocardiograma, tomografia, endoscopia e colonoscopia, entre outros. De 5.437 procedimentos agendados e previamente confirmados, 1.014 pacientes deixaram de comparecer sem qualquer aviso prévio que possibilitasse a disponibilidade da vaga para outra pessoa. Destes, 179 estavam marcados para os mutirões que estão sendo realizados em horários alternativos e finais de semana em diversos locais como Unica de Jundiapeba e o Hospital Municipal.

Atendimento Estendido

Com a reposição de médicos nas unidades de maior demanda e atendimento estendido aos sábados, a partir de Março a Secretaria Municipal de Saúde realizou a ampliação da oferta de vagas para consultas e retornos na Rede Básica de Saúde. Os novos atendimentos ocorrem por meio de um complemento no contrato já existente com o Cejam – Centro de Estudos e Pesquisa Dr. João Amorim, responsável pela contratação dos profissionais. No total, devem ser ofertadas 16 mil novas consultas por mês.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

😷 Governo do Estado de SP anuncia liberação de uso máscaras em locais abertos

O Governador João Doria confirmou a liberação do uso das máscaras em qualquer ambiente aberto do estado de São Paulo a partir desta quarta-feira, 09/03/2022. O uso da proteção continua obrigatório no transporte público e em todos os ambientes fechados de acesso público, como salas de aula, comércios e escritórios.

A decisão de hoje se deve fundamentalmente ao avanço da vacinação. São Paulo é o estado que mais vacina no Brasil. A decisão está respaldada na ciência, na saúde e no respeito pela vida”, afirmou Doria. “É um novo momento na vida e no trabalho. Depois de dois anos e dois meses de pandemia e de perdas, nós podemos tomar uma medida com esta importância e dimensão”, reforçou o Governador.

O decreto assinado por Doria tem efeito imediato, pois já foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br). Agora, o uso de máscara é opcional em locais como vias públicas, parques, ambientes escolares abertos, shows e eventos ao ar livre.

Decreto assinado pelo Governador tem efeito imediato; proteção permanece obrigatória em espaços fechados

A decisão é baseada em análises do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo. O grupo de especialistas levou em consideração a redução de 76,7% nas novas internações e 56% dos óbitos por Covid-19 no último mês.

Além da melhora nos indicadores da pandemia, São Paulo tem a maior cobertura vacinal do país, com mais de 101 milhões de doses aplicadas. O estado está próximo da meta de 90% da população elegível vacinada, conforme recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Nós estamos muito além da vacinação de muitos países. Nós temos hoje uma taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de 37,6%. Nos últimos 30 dias, nós tivemos queda de 54% no número de casos, as internações caíram 76% e o número de óbitos foi 56% menor”, afirmou o Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn. “É com segurança que vamos continuar protegendo a vida, mas precisamos que as pessoas continuem se vacinando”, acrescentou.

A apresentação com os dados epidemiológicos exibidos durante a entrevista coletiva desta quarta estão disponíveis na página https://issuu.com/governosp/docs/apresenta_o_sa_de_df95d61056b886.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

😷 Aprovada moção de apelo para transformar ginásio municipal em ponto de triagem da Covid-19

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou em sessão ordinária nesta terça-feira, 01/02/2022, a moção de apelo 1/2022 do vereador Clodoaldo de Moraes.

Por meio desse documento, o parlamentar pretende tornar o Ginásio Municipal de Esportes Hugo Ramos uma referência na testagem da Covid-19. “Em Mogi, só há três pontos de triagens como referência: as UBSs do Alto do Ipiranga e da Vila Suíssa e o Hospital Municipal. Sugerimos que utilizemos o Ginásio Hugo Ramos com atendimento 24 horas. O tratamento imediato e o diagnóstico rápido salvam vidas. Para muitas pessoas, essas unidades são fora de mão”.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

😷 Governo de SP anuncia 700 novos leitos para apoiar municípios no combate à pandemia

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 26/01/2022, a ativação de 700 novos leitos exclusivos para atendimentos COVID-19 na rede hospitalar do Governo de SP. A decisão é fundamental para apoiar os municípios diante do crescimento das estatísticas de internações e abrange leitos de enfermaria e de UTI. A Secretaria de Estado da Saúde reorganizou a rede para garantir a assistência à população em todas as regiões do estado.

Com o crescimento das internações pela COVID-19, o Governo do Estado tomou a decisão de ativar 700 novos leitos no decorrer dos próximos dez dias. Os leitos serão abertos em hospitais estaduais de todas as regiões de São Paulo”, disse Doria. “Neste momento, o foco da ampliação da rede estadual de Saúde está nos leitos de enfermaria já que, por conta dos elevados índices de vacinação aqui no Estado de SP, nós temos tido um agravamento menor da doença”, completou.

Coletiva de Imprensa com Área do Governo e Área da Saúde. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Os novos leitos vão auxiliar na absorção da nova demanda de casos em unidades hospitalares de 14 regiões do Estado, incluindo capital e municípios da Grande São Paulo e as regionais de saúde de Araraquara, Baixada Santista, Barretos, Bauru, Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.

Serão abertos 266 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 434 de enfermaria em hospitais de gestão estadual que receberão pacientes encaminhados por meio da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS).

A expansão é fruto do mapeamento e análise técnica das capacidades estruturais de cada hospital, aliado ao monitoramento do cenário da COVID-19 no território, visando salvar vidas e assegurar atendimento igualitário à população.

A Secretaria de Estado da Saúde também está à disposição dos municípios para auxiliar no financiamento de novos leitos, desde que possam ser abertos de forma imediata, de acordo com o atual cenário epidemiológico da pandemia.

Estamos monitorando diariamente a situação nas regiões e ampliamos a oferta de serviços e garantindo que a rede tenha condição de atender os novos casos detectados neste momento”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo