Prefeito assina abertura da licitação para construção da Maternidade Municipal

O prefeito Marcus Melo assinou, nesta sexta-feira, 22/02/2019, a abertura do processo de licitação para construção da Maternidade Municipal, no Distrito de Braz Cubas, durante evento realizado no auditório do prédio sede da Prefeitura de Mogi das Cruzes. A futura unidade irá dobrar a capacidade de atendimento do município para a realização de partos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e garantirá ainda mais segurança, conforto e qualidade às gestantes e bebês.

A Maternidade Municipal terá capacidade para realizar até 500 partos por mês e ficará localizada na rua Francisco Afonso de Melo, nº 550, em Braz Cubas. O projeto prevê a construção de um prédio com aproximadamente 7 mil m² distribuídos em sete pavimentos (do subsolo ao quinto andar), e contará com 51 leitos, 10 leitos de UTI Neonatal, 10 leitos de cuidados intermediários, além da UTI Adulto, Centro Obstétrico e demais espaços especializados.

Projeto da futura Maternidade Municipal foi apresentado durante evento realizado nesta sexta-feira, 22. Foto: PMMMC

“A construção da Maternidade Municipal será mais um importante avanço da nossa cidade na área da saúde. O sistema público conta hoje apenas com a Santa Casa de Mogi, que mais de uma vez já precisou fechar suas portas devido à superlotação. Uma mãe que está no momento mais importante de sua vida merece toda atenção e carinho na hora do parto e para isso que estamos trabalhando com a implantação desse novo equipamento”, afirmou o prefeito.

Ele ressaltou, ainda, a importância do novo investimento para a cidade. “Mogi das Cruzes sempre foi uma cidade muito bem administrada e temos que nos orgulhar porque existe respeito no direcionamento do dinheiro público”, acrescentou Melo, destacando avanços conquistados desde as gestões passadas e que têm colocado o município em posição de destaque, principalmente na área da saúde.

Os avanços na saúde foram destacados pelas autoridades e técnicos presentes. “É mais uma obra importantíssima e que já vínhamos sonhando para Mogi das Cruzes. Um espaço especialmente planejado para recepcionar as famílias no momento mais especial, que é o nascimento de um filho, dotado de recursos modernos de acolhimento e atendimento”, comentou o vice-prefeito Juliano Abe. “Será uma obra grandiosa para a nossa cidade e que certamente contribuirá para melhorar a vida das pessoas”, acrescentou o presidente da Câmara Municipal, Rinaldo Sado Sakai.

O deputado estadual Marcos Damásio pretende endossar o pedido de apoio financeiro junto ao Governo do Estado para construção da Maternidade Municipal. Nesta semana, o prefeito Marcus Melo e o secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra, protocolaram o pedido durante encontro com o secretário estadual José Henrique Germann, em São Paulo. “A Saúde de Mogi tem avançado muito e já é uma referência estadual em diversos equipamentos e serviços prestados. Vamos buscar apoio para garantirmos mais essa importante obra para a nossa cidade”, adiantou.

Entre as referências citadas durante o evento estão o próprio Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, construído e equipado pela Administração Municipal em parceria com o Governo do Estado, a Unica – Unidade Clínica Ambulatorial, primeira clínica de especialidades da Administração Municipal, e o Samu – Serviço Móvel de Urgências, gerenciado por meio de um consórcio regional. Neste início de ano, o destaque é a implantação do CAPS – AD Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, que somente no primeiro mês já atendeu 220 pacientes. 

Entre as referências citadas durante o evento estão o próprio Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, construído e equipado pela Administração Municipal em parceria com o Governo do Estado, a Unica – Unidade Clínica Ambulatorial, primeira clínica de especialidades da Administração Municipal, e o Samu – Serviço Móvel de Urgências, gerenciado por meio de um consórcio regional. Neste início de ano, o destaque é a implantação do CAPS – AD Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, que somente no primeiro mês já atendeu 220 pacientes. 

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios

Dia D de Combate ao Aedes aegypti será realizado nesta sexta-feira, 30/11/2018

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio do Núcleo de Controle e Prevenção das Arboviroses, promove nesta semana uma série de vistorias de prevenção e orientação dentro da Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti. O Dia D está marcado para sexta-feira, 30/11/2018, com uma ação de mobilização e distribuição de material informativo no Largo do Rosário, das 9h00 às 16h00. Também será realizada a vacinação contra febre amarela.

Desde o início do mês, as equipes do Núcleo de Controle e Prevenção das Arboviroses estão percorrendo escolas, creches, unidades de saúde, hospitais e instituições para vistoriar e reforçar as orientações sobre como prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Nos prédios públicos, o trabalho conta com apoio dos grupos de brigadistas. Nesta sexta-feira, o trabalho será concentrado nos bairros quem registraram maiores índices de infestação, conforme a última Avaliação de Densidade Larvária (ADL).

As unidades costumam manter os cuidados necessários para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mas é importante ressaltarmos sempre as informações, principalmente em função da presença do mosquito em toda a cidade“, explica o coordenador do Núcleo de Controle e Prevenção das Arboviroses, Jefferson Renan de Araújo Leite. “Nos bairros, o cuidado precisa ser constante“, acrescentou.

Como o mosquito está presente em todo o território mogiano, os trabalhos de prevenção não podem parar. A principal orientação aos munícipes é eliminar todo e qualquer recipiente ou situação que possa facilitar o acúmulo de água e, consequentemente, a proliferação do Aedes aegypti.

Outra grande preocupação neste período do ano é a febre amarela. A principal orientação é a vacinação. “A vacina é indicada para todos, principalmente para quem pretende viajar para o Litoral neste final de ano. Quem ainda não tomou a vacina contra a febre amarela deve procurar uma unidade de saúde mais próxima e garantir a proteção”, explica a médica da Vigilância Epidemiológica Municipal, Tereza Nihei.

A dose é única e válida pela vida toda, mas é contraindicada para bebês menores de 9 meses de vida, gestantes, mães que amamentam bebês menores de seis meses e pessoas que apresentam algum tipo de imunossupressão por uso de medicamentos ou portadores de doenças imunossupressoras. Pessoas portadoras de doenças crônicas importantes devem consultar o médico.

Confira algumas dicas de prevenção:

  • Não acumule materiais desnecessários e sem uso. Se forem destinados à reciclagem, guarde-os em local coberto e abrigado da chuva.
  • Trate a piscina com cloro. Se ela não estiver em uso, esvazie-a completamente. Mantenha lagos, cascatas ou espelhos sempre limpos ou crie peixes que se alimentem de larvas.
  • Entregue pneus velhos para reciclagem ou guarde-os, sem água, em locais cobertos.
  • Verifique se os ralos da casa não estão entupidos. Limpe-os pelo menos uma vez por semana e, se não os estiver usando, deixe-os fechados.
  • Guarde as garrafas, baldes ou latas vazias de cabeça para baixo.
  • Lave com escova e sabão as vasilhas de água e comida de seus animais.
  • Retire a água da bandeja externa da geladeira e lave a bandeja com sabão.
  • Não deixe acumular água na parte debaixo das torneiras de bebedouros e filtros.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Cure 192 comemora sete anos com lançamento de aplicativo

A partir do dia 10 de outubro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Mogi das Cruzes poderá ser acionado pelos munícipes por um aplicativo de celular nas plataformas Android e IOS. Além de fazer um cadastro prévio da ficha médica do paciente, a tecnologia permite que o usuário seja “monitorado” pela central de regulação durante viagens na estrada, por exemplo. Em caso de forte impacto, o aplicativo aciona o Samu automaticamente.

A novidade foi apresentada no evento de aniversário de 7 anos da Central de Urgências, Remoções e Emergências da cidade – a Cure 192, nesta segunda-feira, 01/10/2018. “Trata-se de mais um importante avanço na qualidade e na facilidade de acesso. Sou testemunha da eficiência do Samu. No ano passado presenciei um atendimento que salvou a vida de um paciente. Há duas semanas, novamente precisamos acionar o serviço e mais uma vez presenciei um serviço de qualidade“, declarou o prefeito.

O aplicativo também atenderá os municípios que fazem parte do Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu): Salesópolis, Biritiba Mirim, Guararema, Arujá e Santa Isabel. A nova ferramenta é gratuita e não substituirá o atendimento pelo telefone 192.

Aplicativo estará disponível a partir do dia 10 de outubro. Foto: Guilherme Berti/PMMC

A tecnologia foi desenvolvida a custo zero para o município pela empresa Sys4web. O app permite que o usuário faça seu cadastro e inclua informações de mais 10 pessoas. Além dos dados pessoais, como endereço da residência, por exemplo, é possível incluir a ficha médica de cada paciente. Com isso, o médico da central de regulação, tem acesso mais rápido a informações no caso de ocorrências que envolvam pessoas com deficiência, diabéticos, hipertensos, entre outras condições.

Se houver necessidade, o munícipe pode acionar o Samu por meio do aplicativo e escolher o nome da vítima cadastrada. Feito isso, a informação e a localização no GPS do usuário chega ao médico da central de regulação em até 30 segundos.

Baixe o aplicativo 192 Online para Android

Outra novidade é a possibilidade do munícipe pedir para ser “monitorado” pela central de regulação, quando for pegar a estrada, por exemplo. “O perfil passa a ser monitorado via GPS. Se houver um impacto leve no celular, o aplicativo abre sozinho e pergunta pro usuário se aquilo é uma emergência ou não. Se o impacto for muito forte, o sistema entende que houve uma colisão e o usuário está desacordado, então ele aciona a Central de Regulação sozinho”, explicou a coordenadora do Cresamu, Marly Inês dos Reis.

Também é possível cancelar o acionamento, em caso de engano. “Com o aplicativo, as informações pulam uma etapa do atendimento convencional, via 192. Ao invés do atendente pegar as informações básicas, tudo isso já vai estar cadastrado, então o acionamento chega direto para o médico”, explicou Marly.

O Samu é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes. Em 2012, O Samu de Mogi foi o primeiro entre os 157 existentes no Brasil a ser qualificado pelo Ministério da Saúde com Selo de Serviço de Excelência, o que aumenta o valor do repasse do governo federal por viatura de R$ 13.125,00 para R$ 21.919,00.

Aniversário da CURE

De 2011 até agosto de 2018, a CURE 192 realizou mais de meio milhão de atendimentos (553.482), sendo 237.367 ocorrências de urgência e emergência; 88.695 eletivos (consultas e retornos médicos), 94.955 pacientes para consultas intermunicipais; 84.420 pacientes de hemodiálise, 41.071 remoções de Ubs, 2.336 eventos, 1.123 transportes de pacientes em tratamento de fissuras lábio-palatais (em Bauru).

A Cure conta atualmente com frota de 30 ambulâncias, sendo 14 do município (eletivas), nove de suporte básico, duas ambulâncias equipadas com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cinco de reserva técnica do Samu. Ela concentra todas as chamadas emergenciais dos municípios do Cresamu e as solicitações de ambulâncias para ações eletivas, num sistema que engloba também o Corpo de Bombeiros.

Instalada junto ao Corpo de Bombeiros, no bairro do Shangai, a Cure tem ainda duas bases descentralizadas, situadas em Braz Cubas e na UPA 24 horas do Oropó. A equipe é composta por 256 funcionários da Cure e 188 do Samu.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Hospital Dia da Unica inicia cirurgias de pequeno porte a partir de outubro

O prefeito Marcus Melo entregou na última sexta-feira, 21/09/2018, o Hospital Dia da Unica – Unidade Clínica Ambulatorial e também assinou a abertura do processo de licitação para construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Jundiapeba. Os eventos fazem parte da programação do 458º Aniversário de Mogi das Cruzes e representam importantes avanços para o desenvolvimento do Distrito.

São conquistas importantes que qualificam ainda mais os serviços de saúde ofertados à população, além de valorizarem essa região da cidade. Os avanços não param por aí. Vamos canalizar a rua Alício de Carvalho, implantar um Pólo de Segurança, novas escolas, a avenida das Orquídeas e também vamos realizar o esgotamento sanitário da Vila Nova Jundiapeba”, pontou o prefeito, destacando os principais investimentos previstos para o Distrito de Jundiapeba.

O Hospital Dia deverá passar por limpeza e higienização terminal nas próximas semanas e inicia os procedimentos cirúrgicos a partir do dia 15 de outubro. A nova unidade realizará cirurgias de pequeno porte, sem necessidade de internação dos pacientes, inicialmente nas áreas de Cirurgia Geral e Dermatologia, tais como extração de lipoma, lesão ou mancha de pele, cistos dermóides, entre outros procedimentos.

Hospital Dia foi construída anexo à Unica de Jundiapeba. Foto: Junior Lago/PMMC

O equipamento conta com 300 metros quadrados de área construída, distribuídos em estruturas diversas como sala de cirurgia, leitos pós-anestésicos, posto de enfermagem, sala de antissepsia e demais espaços necessários para realização dos procedimentos e recuperação dos pacientes. “Uma das principais vantagens será a liberação de vagas do Hospital Municipal para a realização de cirurgias mais complexas, como vesícula, por exemplo”, observou o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis, que já solicitou aos hospitais públicos da cidade um levantamento atual da demanda de pequenas cirurgias.

O projeto de implantação da UPA de Jundiapeba foi apresentado pelo secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Cláudio Rodrigues, e exposto à comunidade presente. O estudo prevê a construção de um prédio de aproximadamente 1,5 mil metros quadrados na rua Dr. Francisco Soares Marialva, esquina com a avenida José de Souza, organizado por setores: Pronto Atendimento; Apoio Diagnóstico e Terapia; Urgência; Observação; Apoio Administrativo; e Apoio Técnico e Logístico.

A nova unidade será uma UPA porte II e terá uma média de 8 mil pessoas por mês.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeito assina abertura de licitação para construção de um novo complexo de saúde

O prefeito Marcus Melo assina nesta sexta-feira, 14/09/2018, a abertura do processo de licitação para construção de um novo complexo multifuncional da Saúde que será implantado na avenida Pedro Romero, ao lado da UPA do Rodeio. No total, serão mais de 3 mil metros quadrados de área construída numa edificação de dois pavimentos para implantação da Clínica do Homem, Pró-Hiper e UnicaFisio, reunindo importantes serviços à comunidade numa instalação moderna e funcional.

A nova unidade oferecerá atendimento ambulatorial especializado na saúde dos homens, com consultas e exames especializados, além de atendimentos de promoção à saúde, convivência e prática esportiva para idosos e reabilitação fisioterápica. Serão dois pavimentos e área total de construção de 3.325,50m². “A área fica ao lado de outros equipamentos municipais em funcionamento como a UPA, Centro do Paradesporto, AACD e Creche Municipal”, explica o prefeito.

O projeto contempla três equipamentos no mesmo local – UnicaFisio, Pró-hiper e Clínica do Homem, num edifício contemporâneo que se organiza em forma de “u” ao redor de uma praça central. O espaço prevê, ainda, as futuras instalações da Delegacia do Idoso. Nos fundos, está projetada uma área de estacionamento para funcionários e público.

Futuro complexo de saúde terá 3 mil m² de área construída e abrigará a Clínica do Homem, Pró-Hiper e UnicaFisio. Foto: PMMC/Divulgação

A nova clínica Unica oferecerá o atendimento ambulatorial para a realização de exames (ultrasom, holter, teste ergométrico), consultas agendadas em especialidade diversas como endocrinologia, neurologia, vascular, geriatria, nutricionista, proctologia e cardiologia.
Dentro da parte ambulatorial será implantada, ainda, uma clínica especializada no tratamento do público masculino com dois consultórios para urologia, ultrassonografias e sala de estudo urodinâmico.

O bloco destinado ao Pró-Hiper abrigará academia, quadra de voleibol coberta, três piscinas cobertas (uma para uso terapêutico e duas para uso recreativo), contando com infraestrutura completa de sanitários e vestiários. Na parte de atendimento fisioterápico, além de sala de dança e “escola da coluna”, estão previstos espaços para tratamentos diversos como eletroterapia, termoterapia, mecanoterapia e cinesioterapia.

No piso térreo, numa grande área aberta e integrada, serão instaladas a recepção e as salas de artesanato, informática, jogos e leitura. O projeto também prevê um espaço de educação e demonstração em saúde para palestras e ensinos na área da saúde.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes