Comissão publica classificação de entidades para o gerenciamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

A Comissão Especial de Avaliação e Seleção publicou nesta sexta-feira (26/08/2011) a classificação das Organizações Sociais (OSs) participantes do chamamento público para celebração do termo de parceria mediante contrato de gestão para operacionalização das atividades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar foi classificada em primeiro lugar, enquanto o Cejam – Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim ficou com a segunda colocação. A homologação da vencedora deverá ocorrer na próxima semana.

De acordo com o presidente da Comissão Especial de Avaliação e Seleção e secretário adjunto de Saúde, Marcello Cusatis, o valor do contrato será de R$ 584 mil por mês. “O valor per capta ficará em R$ 1,10 por mês, considerando os 532 mil habitantes dos três municípios (Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis, valor abaixo da média registrada em outros municípios, normalmente girando entre R$ 1,30 a R$ 1,40 per capta”, comparou ele, lembrando que detalhes da contração devem ser divulgados pela entidade após a homologação e assinatura do contrato.

A Cure 192 – Central de Urgências, Remoções e Emergências, que reunirá os serviços do Samu, Setor de Ambulâncias da Prefeitura de Mogi das Cruzes e Corpo de Bombeiros, está praticamente pronta para receber os mobiliários e equipamentos necessários para a inauguração da unidade, marcada para o dia 17 de setembro, ás 10 horas, dentro da programação de aniversário da Cidade. A Cure fica ao lado do Corpo de Bombeiros e custou R$ 482,6 mil para ser erguida. Deste total, R$ 150 mil foram repassados pela União e o restante investido pela Prefeitura de Mogi das Cruzes.

No local, atuará a equipe responsável por toda a mediação dos atendimentos móveis de urgência na região. O serviço atenderá pelo 192 e será gerenciado pelo Consórcio Regional do Samu, composto pelos municípios de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis, que já haviam aderido ao consórcio. Posteriormente, os municípios de Arujá e Guararema demonstraram interesse e o pedido de inclusão foi enviado ao Ministério da Saúde. Se aprovada, a proposta garantirá o recebimento de mais três viaturas – duas básicas e uma avançada (UTI). No final do ano passado, Mogi recebeu oito viaturas do Governo Federal, sendo sete básicas e uma avançada.

Como reunirá outras bases de atendimento móvel, a Cure 192 contará com 30 viaturas no total, sendo as oito do Samu e o restante da própria Prefeitura de Mogi das Cruzes e também do Corpo de Bombeiros.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Atualização: Interessados no processo seletivo devem enviar currículo para o e-mail curriculo@humanizacao.com.br, com o cargo pretendido no campo “Assunto”. São oferecidas vagas para médicos, motoristas de ambulância e técnico de enfermagem, operador de rádio e telemarketing.

Prefeitura renova frota de ambulâncias

O prefeito Marco Bertaiolli apresentou nesta sexta-feira (26/11/2010), no pátio localizado em frente ao prédio da Prefeitura, 20 novas ambulâncias que irão prestar atendimento na cidade. São 12 veículos da Secretaria Municipal de Saúde e oito unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os prefeitos de Biritiba Mirim, Carlos Alberto Taino Júnior, e de Salesópolis, Antônio Adilson de Moraes, municípios que farão parte do consórcio do Samu ao lado de Mogi das Cruzes, participaram do evento.

São 12 veículos da Secretaria Municipal de Saúde e 8 do Samu

Na solenidade, o prefeito Marco Bertaiolli explicou que a apresentação das novas viaturas comemora três importantes ações: a implantação do Samu, a implantação da primeira ambulância UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na cidade e a substituição da antiga frota municipal, composta por veículos pequenos e inadequados para o transporte de todos os pacientes, independente da estatura ou porte físico. “Hoje estamos nos despedindo das ‘S-10’ e inaugurando uma nova fase no atendimento móvel de saúde na cidade”, disse o prefeito, enquanto a antiga viatura deixava o evento.

As 12 novas ambulâncias, da marca Sprinter, mais amplas e confortáveis, iniciam operação a partir deste sábado (27/11), com os transportes de urgência e emergência, tratamentos e transportes sociais, entre outras atividades. Já as viaturas do Samu aguardam liberação de documentos dos veículos, mesma situação na qual se encontram cerca de 600 ambulâncias de todo o País. “A demora deve estar ocorrendo por conta da transição no Governo Federal, o que naturalmente será resolvido no início de 2011”, comentou o prefeito.

As 12 novas ambulâncias são da marca Sprinter

A implantação da Central de Regulação do Samu em Mogi das Cruzes, que ficará ao lado do Corpo de Bombeiros, também depende da liberação de recursos do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. Dos R$ 482,6 mil que serão utilizados para a construção da unidade, R$ 274 mil serão repassados pela União e o restante será investido pela Prefeitura. “O projeto está pronto e a empresa contratada. Aguardamos somente a liberação do recurso”, informou o secretário municipal de Saúde, Paulo Villas Bôas de Carvalho.

A coordenadora do Setor de Ambulância da Prefeitura de Mogi das Cruzes, Marly Inês dos Reis, falou, em nome da equipe, sobre os benefícios que as novas ambulâncias garantirão ao atendimento da comunidade. “A implantação do Samu e as novas ambulâncias, maiores e mais adequadas, fazem parte de um sonho muito antigo e que a agora está se tornando realidade”, disse.

Novas ambulâncias são mais amplas e confortáveis

Mensalmente, o setor que conta com 54 motoristas realiza uma média de 2,8 mil remoções. A dona de casa Maria Cabral de Freitas, mãe do paciente Jeferson Cabral de Castro, de 12 anos, também comemorou a novidade. “Meu filho faz tratamento em São Paulo há um ano e os novos carros serão uma grande benção”, completou.

Fonte: Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes