Cure 192 comemora sete anos com lançamento de aplicativo

A partir do dia 10 de outubro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Mogi das Cruzes poderá ser acionado pelos munícipes por um aplicativo de celular nas plataformas Android e IOS. Além de fazer um cadastro prévio da ficha médica do paciente, a tecnologia permite que o usuário seja “monitorado” pela central de regulação durante viagens na estrada, por exemplo. Em caso de forte impacto, o aplicativo aciona o Samu automaticamente.

A novidade foi apresentada no evento de aniversário de 7 anos da Central de Urgências, Remoções e Emergências da cidade – a Cure 192, nesta segunda-feira, 01/10/2018. “Trata-se de mais um importante avanço na qualidade e na facilidade de acesso. Sou testemunha da eficiência do Samu. No ano passado presenciei um atendimento que salvou a vida de um paciente. Há duas semanas, novamente precisamos acionar o serviço e mais uma vez presenciei um serviço de qualidade“, declarou o prefeito.

O aplicativo também atenderá os municípios que fazem parte do Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu): Salesópolis, Biritiba Mirim, Guararema, Arujá e Santa Isabel. A nova ferramenta é gratuita e não substituirá o atendimento pelo telefone 192.

Aplicativo estará disponível a partir do dia 10 de outubro. Foto: Guilherme Berti/PMMC

A tecnologia foi desenvolvida a custo zero para o município pela empresa Sys4web. O app permite que o usuário faça seu cadastro e inclua informações de mais 10 pessoas. Além dos dados pessoais, como endereço da residência, por exemplo, é possível incluir a ficha médica de cada paciente. Com isso, o médico da central de regulação, tem acesso mais rápido a informações no caso de ocorrências que envolvam pessoas com deficiência, diabéticos, hipertensos, entre outras condições.

Se houver necessidade, o munícipe pode acionar o Samu por meio do aplicativo e escolher o nome da vítima cadastrada. Feito isso, a informação e a localização no GPS do usuário chega ao médico da central de regulação em até 30 segundos.

Baixe o aplicativo 192 Online para Android

Outra novidade é a possibilidade do munícipe pedir para ser “monitorado” pela central de regulação, quando for pegar a estrada, por exemplo. “O perfil passa a ser monitorado via GPS. Se houver um impacto leve no celular, o aplicativo abre sozinho e pergunta pro usuário se aquilo é uma emergência ou não. Se o impacto for muito forte, o sistema entende que houve uma colisão e o usuário está desacordado, então ele aciona a Central de Regulação sozinho”, explicou a coordenadora do Cresamu, Marly Inês dos Reis.

Também é possível cancelar o acionamento, em caso de engano. “Com o aplicativo, as informações pulam uma etapa do atendimento convencional, via 192. Ao invés do atendente pegar as informações básicas, tudo isso já vai estar cadastrado, então o acionamento chega direto para o médico”, explicou Marly.

O Samu é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes. Em 2012, O Samu de Mogi foi o primeiro entre os 157 existentes no Brasil a ser qualificado pelo Ministério da Saúde com Selo de Serviço de Excelência, o que aumenta o valor do repasse do governo federal por viatura de R$ 13.125,00 para R$ 21.919,00.

Aniversário da CURE

De 2011 até agosto de 2018, a CURE 192 realizou mais de meio milhão de atendimentos (553.482), sendo 237.367 ocorrências de urgência e emergência; 88.695 eletivos (consultas e retornos médicos), 94.955 pacientes para consultas intermunicipais; 84.420 pacientes de hemodiálise, 41.071 remoções de Ubs, 2.336 eventos, 1.123 transportes de pacientes em tratamento de fissuras lábio-palatais (em Bauru).

A Cure conta atualmente com frota de 30 ambulâncias, sendo 14 do município (eletivas), nove de suporte básico, duas ambulâncias equipadas com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cinco de reserva técnica do Samu. Ela concentra todas as chamadas emergenciais dos municípios do Cresamu e as solicitações de ambulâncias para ações eletivas, num sistema que engloba também o Corpo de Bombeiros.

Instalada junto ao Corpo de Bombeiros, no bairro do Shangai, a Cure tem ainda duas bases descentralizadas, situadas em Braz Cubas e na UPA 24 horas do Oropó. A equipe é composta por 256 funcionários da Cure e 188 do Samu.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Samu de Mogi recebe novas ambulâncias

O prefeito Marcus Melo realizou na última sexta-feira, 22/12/2017, a entrega oficial das cinco novas ambulâncias para a renovação da frota do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgências de Mogi das Cruzes. Os novos veículos já chegaram à cidade, enviados pelo Ministério da Saúde, e devem entrar em operação na primeira quinzena de janeiro de 2018.

A renovação da frota possibilitará uma redução de custos com a manutenção e uma melhor prestação de serviços à comunidade. “Apesar da crise econômica, a cidade não parou. Ao contrário, estamos avançando com qualidade em diversos setores, como é o caso da saúde. Manter um serviço como o Samu, por exemplo, exige investimento mensal de R$ 1,4 milhão por mês”, explicou o prefeito, durante a cerimônia de entrega das ambulâncias.

As viaturas, da marca Mercedez Benz, são totalmente adaptadas para o transporte de pacientes. Elas possuem ano de fabricação 2017/2018 e estão avaliadas em R$ 176.286,00 cada, totalizando um investimento de R$ 881.430,00. Já as ambulâncias que serão renovadas foram fabricadas em 2010 e estão com uma média de 250 mil quilômetros rodados cada. Os veículos que deixarão a frota do Samu serão devolvidos à Prefeitura e serão utilizados para serviços de remoção eletiva de pacientes.

As ambulâncias recém-chegadas serão distribuídas entre as bases do Shangai, Braz Cubas e UPA 24 horas do Oropó. Em média, cada viatura circula cerca de 3 mil quilômetros por mês, mas o veículo que permanece em Braz Cubas chega a rodar entre 4,2 mil e 4,5 mil quilômetros/mês. “Nosso pedido para renovação da frota vinha tramitando desde o início do ano, quando estivemos em Brasília oficializando a solicitação. Felizmente, encerramos o ano com novas ambulâncias para o Samu”, comemorou o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

Considerado referência nacional, o Samu de Mogi é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde a sua abertura, em outubro de 2011, por meio de um contrato de gestão com o Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu).

O Cresamu reúne as cidades de Mogi, Salesópolis, Biritiba Mirim, Guararema e Arujá. Em maio deste ano, a cidade de Santa Isabel fez a adesão ao Cresamu e a operação da nova cidade deverá ter início no próximo ano. Com isso, a autarquia passa a atender um total de 646 mil habitantes. A inclusão de Santa Isabel elevará o número de bases descentralizadas para sete.

Em seis anos de atividades, o Samu realizou 328.426 atendimentos, entre os quais 240.199 de urgências e emergências. Os atendimentos em Mogi representam a grande maioria, com cerca de 78% do total, em média. Seguido pelas ocorrências atendidas em Arujá (10%), Biritiba (5%), Guararema (4%) e Salesópolis (3%).

A maior parte das chamadas ocorre de segunda-feira (17% do total), no período entre 12h00 e 18h59 (36%). Entre os três principais motivos dos chamados estão acidentes de trânsito, atropelamento e broncopneumonia. O perfil de paciente mais atendido pelo Samu é mulher, com idade de 61 anos ou mais.

Para quem precisa de atendimento do Samu, basta ligar no telefone 192.

Sanderos

A Secretaria Municipal de Saúde também recebeu três novos veículos Renault/Sandero. Os novos carros serão utilizados para intensificar as ações de supervisão na Rede Básica de Saúde, principalmente nos equipamentos gerenciados por Organizações Sociais de Saúde. Os novos veículos foram adquiridos com verba de emendas parlamentares dos deputados federais Junji Abe e Ivan Valente.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeitura inaugura base da Cure 192 em Braz Cubas neste sábado, 14/09/2013

A Prefeitura de Mogi das Cruzes inaugura neste sábado (14/09/2013), às 11h00, a base descentralizada da Cure 192 – Central de Urgências, Remoções e Emergências em Braz Cubas, evento que faz parte das comemorações pelo 453º Aniversário da Cidade, que se estendem ao longo do mês de setembro. A nova unidade deverá agilizar o atendimento aos chamados que se concentram naquela região da cidade. O serviço vai funcionar junto à unidade do Corpo de Bombeiros de Braz Cubas, que fica na Avenida Henrique Peres, nº 11.

A nova unidade funcionará de forma integrada com a Central de Regulação da Cure 192, no bairro do Shangai. “Atualmente, contamos com bases no Shangai e também nos municípios parceiros, que são Biritiba Mirim, Salesópolis, Arujá e Guararema. Quando ocorre algum acidente, mandamos viaturas das bases que estão mais próximas da ocorrência para que o atendimento seja agilizado. A base de Braz Cubas amplia essa facilidade de atendimento“, explica o secretário municipal de Saúde, Paulo Villas Bôas de Carvalho, que também preside o Cresamu – Consórcio Regional do Samu – Serviço Móvel de Urgência.

cure-braz-cubas
Foto: Coordenadoria Municipal de Comunicação

Segundo ele, o principal objetivo da unidade do Samu em Braz Cubas é reduzir o tempo de resposta de atendimento. Atualmente, a região de Braz Cubas recebe uma média de 700 chamados mensais, número que pode ser ainda maior considerando a região próxima ampliada e o Distrito de Jundiapeba. “Essa é uma ação de logística e planejamento criada para operacionalizar e melhorar o atendimento, reduzindo o tempo de espera por socorro”, acrescenta o secretário.

Outra vantagem será a integração dos chamados recebidos pelo Corpo de Bombeiros e Samu, a exemplo do que já ocorre na base do Shangai desde 2011, quando foi inaugurada a Cure 192. Com a interligação, ao ligar para o telefone 192 o cidadão é atendido por um técnico de regulação capaz de identificar o tipo de socorro mais adequado para cada ocorrência. Daí, parte da unidade, a regulação para o envio da viatura mais indicada para o atendimento de um caso clínico, acidente de trânsito ou incêndio.

base-cure-192-bc
Foto: Ney Sarmento

A Cure 192 integra os chamados e atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros, Samu e Setor de Ambulâncias da Prefeitura de Mogi das Cruzes. O serviço funciona por meio de um consórcio formado por cinco municípios: Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Salesópolis, Arujá e Guararema. O modelo de gestão adotado tem servido como exemplo para outros municípios, que têm solicitado visitas monitoradas para conhecer detalhes do trabalho.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Mogi receberá três novas ambulâncias para a Cure 192

A Prefeitura de Mogi das Cruzes receberá três novas ambulâncias para a Cure 192: uma equipada com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que será a segunda deste modelo no município, e duas unidades básicas, que serão utilizadas como reservas. A novidade foi anunciada pelo prefeito Marco Bertaiolli nesta manhã de quinta-feira (27/12/2012), durante reunião do Consórcio Regional do Samu – Serviço Móvel de Urgência, que contou com a presença de prefeitos e representantes dos cinco municípios consorciados: Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Salesópolis, Guararema e Arujá. Os dois últimos municípios também receberão uma ambulância cada.

Reunião do Consórcio Regional do Samu. Foto: Guilherme Berti

O Cresamu foi criado há pouco mais de um ano para garantir a implantação regional do atendimento móvel de urgência. “Em pouco mais de um ano foram mais de 65 mil ocorrências atendidas nos três municípios que já contam com o serviço. Estes números revelam o quanto este trabalho é fundamental para qualquer cidade“, disse o prefeito. De 1º de outubro de 2011 a 25 de dezembro de 2012, foram realizados 65.675 atendimentos, sendo 61.386 em Mogi das Cruzes, 2.670 em Biritiba Mirim e 1.619 em Salesópolis. Os acidentes de trânsito lideram os chamados.

O volume e a qualidade do atendimento já garantiram destaque ao serviço junto ao Governo Federal. Mogi das Cruzes foi o primeiro entre 157 Samus existentes no Brasil a ser qualificado pelo Ministério da Saúde atendendo à portaria 1.010 de 21 de maio de 2012. “Esta qualificação garantiu um aumento de 60% no repasse de verbas federais, passando de R$ 166 mil para R$ 270 mil por mês. Também garantiu o reconhecimento da excelência e qualidade dos serviços prestados e em total acordo com o que determina o Ministério da Saúde“, acrescenta o secretário municipal de Saúde e presidente do Cresamu, Paulo Villas Bôas de Carvalho.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeitura de Mogi inaugura a Cure 192 e integra os chamados de urgência da Cidade

A Prefeitura de Mogi das Cruzes inaugura neste sábado (17/09/2011) um dos maiores serviços de utilidade pública da história do município: a Cure 192Central de Urgências, Remoções e Emergências. Instalada junto ao Corpo de Bombeiros, no bairro do Shangai, a unidade irá concentrar e agilizar todas as chamadas emergenciais do município graças à integração dos atendimentos do Setor de Ambulâncias da Prefeitura Municipal, Corpo de Bombeiros e Samu – Serviço Móvel de Urgência. A solenidade está marcada para 10h00 e faz parte das comemorações pelos 451 anos da Cidade.

Com a implantação da nova Central, ao ligar para o telefone 192 o cidadão será atendido por um técnico de regulação capaz de identificar o tipo de socorro mais adequado para cada ocorrência. “Além de oferecer o atendimento certo, a Cure 192 chega para garantir mais tranquilidade e segurança aos mogianos em momentos delicados e de muita tensão como um acidente de trânsito, uma queda mais brusca, um infarto ou mau súbito. A criação da Cure é uma ação inédita no Estado de São Paulo que irá facilitar a vida das pessoas e mudar completamente o conceito de atendimento móvel na cidade”, afirma o prefeito Marco Bertaiolli. No total, o serviço reunirá 31 ambulâncias, sendo 20 da Prefeitura de Mogi das Cruzes, três do Corpo de Bombeiros e oito do Samu, uma delas equipada com UTI – Unidade de Terapia Intensiva.

Entre as vantagens garantidas pela agilidade na assistência está a redução dos óbitos, do tempo de internação hospitalar e das sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. “Muitas vezes o cidadão não sabe qual serviço acionar para determinado atendimento que precisa. Isso irá acabar com a chegada da Cure 192. Se for agendar uma ambulância para o transporte de um paciente para tratamento em outra cidade, as informações se concentram aqui. Se for um acidente, a regulação irá acionar um veículo do Corpo de Bombeiros. Se for um infarto, a equipe irá liberar uma viatura do Samu com UTI com médico e equipamento para o socorro necessário. Tudo isso significa otimização de recursos e planejamento”, completa o prefeito.

A Cure 192 traz como novidade o Samu, que funcionará por meio de um consórcio regional. Inicialmente serão atendidos e regulados os telefonemas de munícipes de Biritiba Mirim e Salesópolis, mas, até o final do ano, Arujá e Guararema também estarão integrados ao sistema, somando mais de 500 mil habitantes assistidos. “Outra novidade será a implantação de bases descentralizadas em locais estratégicos como Jundiapeba, Braz Cubas e Mogi-Bertioga. Somado aos municípios parceiros do Samu, que passarão a contar com o atendimento, o novo serviço irá oferecer 100% de cobertura das estradas”, acrescenta o prefeito.

O atendimento em menor tempo pode fazer toda a diferença e, inclusive, salvar vidas. “O primeiro atendimento é fundamental. Se o profissional consegue estabilizar, consegue ter diagnóstico formado, consegue também repassar o maior número possível de informações no hospital, o que faz toda a diferença no atendimento”, explica a coordenadora médica Sandra Bertaioli. O secretário municipal de Saúde, Paulo Villas Bôas de Carvalho, lembra que onde existe Samu há quedas significativas nos índices de mortalidade. “No caso de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), por exemplo, a resolução está diretamente ligada ao tempo de atendimento ao paciente”, explica.

ESTRUTURA
O novo serviço irá funcionar 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados, no imóvel de praticamente 400 metros quadrados de área construída distribuídos em diversas salas como regulação, administração e almoxarifado. Mas fica do lado de fora do novo prédio um sistema que tem chamado a atenção das autoridades. “Na área de limpeza das viaturas, foi instalada uma grelha que leva a água com material biológico para um tanque especial que realiza o pré-tratamento antes do despejo na rede de esgoto”, informa a coordenadora da Cure, Marly Inês dos Reis Monteiro. Segundo ela, técnicos do Ministério da Saúde elogiaram a iniciativa.

ATENDIMENTO
Embora a inauguração aconteça neste sábado, a Cure 192 entrará em operação efetivamente no dia 1º de outubro. “Este período será utilizado para uma fase experimental do atendimento, colocando todo o sistema em pleno funcionamento”, informa o secretário adjunto Marcello Cusatis. Cento e vinte e duas pessoas irão trabalhar na unidade, sendo que toda a equipe deve passar por uma rigorosa capacitação.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes