Vereadores e deputado anunciam verba de R$ 3,6 milhões para o Parque Leon Feffer

Em visita ao Parque Leon Feffer, o deputado federal Junji Abe, ao lado dos vereadores Mauro Araújo, Diegão Martins e Marcos Furlan e do vice-prefeito Juliano Abe, anunciou a conquista de uma verba extraordinária do Ministério do Turismo de R$ 3,6 milhões, que será destinada ao equipamento de lazer.

O dinheiro será usado para a construção de um Centro de Convenções (R$ 2,6 mi) e para a revitalização de uma das entradas do parque, que beneficiará, principalmente, os moradores da Vila Estação.

A maioria do público que frequenta este parque vem daquela região, por isso, em respeito a eles, vamos revitalizar aquela portaria”, ressaltou o vice-prefeito Juliano Abe.

Durante a visita, o secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira, com um mapa, mostrou aos demais representantes do poder público onde serão feitas as melhorias. Os vereadores também fizeram algumas sugestões, tais como pista de corrida, revitalização dos brinquedos do parque etc. No entanto, um dos maiores desafios, de acordo com os políticos, será atrair o comércio à região. Com as melhorias, uma base da Polícia Ambiental será instalada no local.

O dinheiro será usado para a construção de um Centro de Convenções e para a revitalização de uma das entradas do parque. Foto: CMMC

Como qualquer equipamento público, é importante fazer a manutenção do parque. Só de olhar a deterioração de alguns equipamentos aqui podemos ver o quanto o Leon Feffer precisa de atenção”, afirmou Junji.

O vereador Mauro Araújo enalteceu o trabalho de Junji Abe em conseguir a verba para revitalizar o parque e falou sobre novas possibilidades de levar melhorias ao lugar, entre elas a construção de um ginásio poliesportivo no parque, cujo convênio está em andamento, e equipamentos que deem ao local uma nova característica. “Acredito que o parque ainda precisa de uma identidade que atraia o público que a gente quer que frequente esse espaço. Acredito que turismo de aventuras seja uma ideia muito bacana para implementar aqui”, pontuou Araújo.

Há muitos anos as pessoas do distrito mais populoso de Mogi das Cruzes sentem que o parque está sendo deixado de lado. Com essa verba conseguiremos revitalizar e resgatar o público. Acredito até que ficará melhor que outros parques da cidade. Conseguiremos unir a família novamente nesse espaço”, comemorou o vereador Diegão.

O presidente da Comissão de Esportes da Câmara, vereador Marcos Furlan (DEM), exaltou a construção do centro de convenção. “Trará um novo público ao parque, que são aquelas pessoas interessadas em polos de negócios. Isso fará com que o parque seja mais visitado”, disse.

O Parque Leon Feffer foi inaugurado em agosto de 2004 pela Prefeitura de Mogi das Cruzes no Distrito de Braz Cubas, em uma área de aproximadamente 26 hectares, com o objetivo de dar uma maior integração da comunidade com a natureza. Inserido na Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê, o parque recebeu o plantio de 6 mil mudas.

Possui uma rica vegetação que margeia o Rio Tietê, que é conhecida como mata ciliar, responsável pela proteção das margens dos rios e pela formação de corredores ecológicos, ligando outros fragmentos de floresta. Entre as espécies encontradas estão ipês, maricá, ingá, aroeira, angico, araçá, cambuci e figueira-branca. A fauna local inclui várias espécies de aves, capivaras e ratão-do-banhado.

O Parque conta também com equipamentos para atividades físicas e artísticas. São quiosques, campo de futebol, campo de futebol de areia, quadras poliesportivas, quadras de voleibol, pista de skate, playgrounds, lago e trilha para caminhada.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

⚡️Curtas (09/06/2017)

– Passeio Ciclístico Interparques

Neste domingo, 11/06, os mogianos estão convidados a participar do Passeio Ciclístico Interparques, que incluirá também um plantio de mudas.

Os participantes que comparecerem ao Parque Centenário vão pedalar até o Leon Feffer, participar do plantio de mudas no local e retornar ao Centenário. O diretor da Universidade Livre do Meio Ambiente (UniLivre), André Miragaia, afirma que as inscrições podem ser feitas no dia do evento, no estacionamento do Parque Centenário, de onde partirá o passeio. Ele acrescenta que os 200 primeiros inscritos receberão camisetas alusivas ao evento e garrafas plásticas (squeezes). Para se inscrever, basta levar dois pares de meias, que serão doados para a Campanha do Agasalho do Fundo Social de Solidariedade.

O passeio terá concentração no estacionamento do Parque Centenário, às 8h00, e saída às 9h00 em direção ao Parque Leon Feffer.

– Mogianos ainda podem se vacinar contra a gripe

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina oficialmente nesta sexta-feira, 09/06, mas as doses continuarão disponíveis enquanto houver estoques nas unidades de saúde. Desde segunda-feira, 05/06, Mogi segue a orientação do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems), atendendo recomendações do Ministério da Saúde, com a liberação da vacina para o público em geral.

As crianças com indicação para a segunda dose têm até o dia 10 de julho para completar a imunização. A segunda dose necessária para crianças já foi reservada e precisa ser aplicada 30 dias após a primeira.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina oficialmente nesta sexta-feira, 09/06, mas as doses continuarão disponíveis enquanto houver estoque. Foto: Guilherme Berti/ PMMC

Até o início desta semana, foram vacinadas 85.882 pessoas em Mogi das Cruzes, o que equivale a 80,88% do público-alvo, em média. A meta para este ano estabelecida pelo Ministério da Saúde é atingir 90% de cobertura, o que só ocorreu, até o momento, entre nos grupos de idosos e trabalhadores da saúde.

A dose disponibilizada neste ano garante proteção para os tipos mais graves da Influenza, que são os tipos B, A H1N1 e A H3N2.

Quem ainda não tomou a dose pode procurar uma unidade de saúde mais próxima de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 16h30.

– Câmara aprova lei que obriga supermercados a fornecerem cadeiras motorizadas

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou em sessão ordinária nesta terça-feira, 06/06, o projeto de lei ordinária que obriga supermercados e hipermercados da Cidade a fornecerem cadeiras de rodas motorizadas para a clientes com deficiência ou mobilidade reduzida.

Caio Cunha disse que as cadeiras terão padrões a serem cumpridos. “O D’avó já oferece este benefício. O custo é irrelevante para esses empreendimentos comerciais já que uma cadeira dessas custa R$ 3.500,00”.

Vale destacar que não será qualquer cadeira motorizada. Será preciso estar adequada aos padrões da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

A nova legislação valerá para supermercados com área acima de 2.000 metros quadrados, sendo que aqueles estabelecimentos cujas dimensões não ultrapassarem os 5.000m² terão de oferecer uma cadeira motorizada com cesto para armazenamento de mercadorias. Caso a unidade comercial possua mais de 5.000m², serão exigidas duas cadeiras motorizadas, ambas do mesmo padrão.

Serão contados como áreas os espaços disponíveis aos consumidores, ou seja, a parte interna das lojas. Os lojistas terão ainda de fornecer funcionários que saibam orientar sobre o uso dos equipamentos. Placas avisando sobre a disponibilização das cadeiras terão de estar visíveis.

O projeto prevê que após a publicação da lei, serão concedidos dois meses de adaptação para os comerciantes e empresários.

Agenda Cultural: 09 a 11 de Outubro/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

09/10 – SEXTA-FEIRA

(Terminal Central)
Evento: Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri” [até 31/10]
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Dando continuidade à extensa programação em comemoração ao Mês do Idoso, a Prefeitura de Mogi das Cruzes inicia a tradicional Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri”. Neste ano, a exposição conta com 58 obras de artistas da terceira idade e pode ser visitada até o dia 31 de outubro no Terminal Central.
A escolha do Terminal Central para exposição dos trabalhos ocorreu devido ao espaço adequado e ao grande número de pessoas que circulam diariamente pelo local. “Envelhecer com Arte é ganhar uma sobrevida. Grata é a cidade que reconhece e valoriza o talento e a grandeza dos seus artistas idosos”, afirma o coordenador da Coordenadoria Municipal do Idoso, Nelson Albissú, lembrando que, mais uma vez, o número de inscrições superou as expectativas. A visitação é gratuita.

Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri”

Das 8h00 às 20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Interferência Urbana’ [até 18/10]
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Mesclando desenho, pintura, colagem e fotografia, a artista se volta para o mundo de seres vivos que, de forma inusitada e bela, fazem parte da vida das pessoas. Esses bichinhos passam despercebidos pela velocidade das grandes metrópoles e pela agitação do dia a dia. A proposta da fotógrafa é revelar a beleza plástica dessa fauna pouco explorada e quase invisível em seus mínimos detalhes – olhos, asas, antenas, caudas, textura, brilho, luz e outros elementos estéticos – e inseri-la no cenário urbano. A mostra é uma sutil alegoria sobre a fragilidade da existência, uma celebração visual das diferentes formas de vida.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

19h00 (Centro Cultural)
Evento: Encontro semanal do ‘Clube do Xadrez’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre

Centro Cultural

20h00 (Centro Cultural)
Espetáculo: ‘Mitos e Lendas’ (Cia do Liquidificador)
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 50 minutos
Os rios e mares estão repletos de mistérios e são fontes de histórias fantásticas, e assim como suas águas às vezes são cristalinas, outras vezes são turvas. Sua participação na vida das pessoas também pode ser boa ou ruim. Um rio pode dar alimento para uma aldeia, ou pode engolir um povoado. Essa dualidade está presente em diversos mitos e lendas como o surgimento do Rio Oiapoque ou o nascimento da Vitória Régia ou, ainda, para explicar o movimento das ondas do mar como no conto “Por que o mar tanto chora”.

10/10 – SÁBADO

(Terminal Central)
Evento: Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri” [até 31/10]
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Dando continuidade à extensa programação em comemoração ao Mês do Idoso, a Prefeitura de Mogi das Cruzes inicia a tradicional Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri”. Neste ano, a exposição conta com 58 obras de artistas da terceira idade e pode ser visitada até o dia 31 de outubro no Terminal Central.
A escolha do Terminal Central para exposição dos trabalhos ocorreu devido ao espaço adequado e ao grande número de pessoas que circulam diariamente pelo local. “Envelhecer com Arte é ganhar uma sobrevida. Grata é a cidade que reconhece e valoriza o talento e a grandeza dos seus artistas idosos”, afirma o coordenador da Coordenadoria Municipal do Idoso, Nelson Albissú, lembrando que, mais uma vez, o número de inscrições superou as expectativas. A visitação é gratuita.

Das 9h00 às 18h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Interferência Urbana’ [até 18/10]
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Mesclando desenho, pintura, colagem e fotografia, a artista se volta para o mundo de seres vivos que, de forma inusitada e bela, fazem parte da vida das pessoas. Esses bichinhos passam despercebidos pela velocidade das grandes metrópoles e pela agitação do dia a dia. A proposta da fotógrafa é revelar a beleza plástica dessa fauna pouco explorada e quase invisível em seus mínimos detalhes – olhos, asas, antenas, caudas, textura, brilho, luz e outros elementos estéticos – e inseri-la no cenário urbano. A mostra é uma sutil alegoria sobre a fragilidade da existência, uma celebração visual das diferentes formas de vida.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

17h00 (Centro Cultural)
Evento: Oficina de Circo
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 50 minutos
Uma iniciação às artes circenses, passando por diversas modalidades, como acrobacia individual, acrobacia em dupla e malabares. O estudo de circo trabalha o corpo todo, proporcionando maior consciência corporal, coordenação motora, força, condicionamento físico, elasticidade, foco, concentração, criatividade e o prazer de fazer atividade física, vencendo metas, desafios pessoais e se superando a cada aula.

Oficina de Circo

20h00 (Centro Cultural)
Espetáculo: ‘A princesa que tudo sabia, menos uma coisa’ (Cia do Liquidificador)
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 50 minutos
Diz a lenda que havia em um reino distante uma princesa que sabia sobre tudo: história, filosofia, matemática, física, astronomia, gramática, biologia, música… Essa princesa tinha respostas para todas as perguntas. Mas, nem tudo é perfeito, pois seu pai não via a hora de encontrar um pretendente para ela. Mas a princesa, que sabia de tudo, não queria saber de casamento, sendo assim propôs um desafio: só se casaria com aquele que conseguisse fazer uma pergunta da qual ela não saberia a resposta.

Foto: Divulgação/ Internet
Foto: Divulgação/ Internet

11/10 – DOMINGO

(Terminal Central)
Evento: Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri” [até 31/10]
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Dando continuidade à extensa programação em comemoração ao Mês do Idoso, a Prefeitura de Mogi das Cruzes inicia a tradicional Mostra de Arte 60 Mais Mogi “Wanda Coelho Barbieri”. Neste ano, a exposição conta com 58 obras de artistas da terceira idade e pode ser visitada até o dia 31 de outubro no Terminal Central.
A escolha do Terminal Central para exposição dos trabalhos ocorreu devido ao espaço adequado e ao grande número de pessoas que circulam diariamente pelo local. “Envelhecer com Arte é ganhar uma sobrevida. Grata é a cidade que reconhece e valoriza o talento e a grandeza dos seus artistas idosos”, afirma o coordenador da Coordenadoria Municipal do Idoso, Nelson Albissú, lembrando que, mais uma vez, o número de inscrições superou as expectativas. A visitação é gratuita.

Das 9h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato / Exposição ‘Uma expressão da criança’ [até 01/11]
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
A exposição tem como proposta divulgar a arte infantil e incentivar o desenvolvimento da expressão individual da criança através do trabalho artístico. No espaço expositivo do Casarão do Chá, as obras produzidas pelos alunos sobre o tema: “Dia-a-dia da minha família”serão apresentadas e os melhores trabalhos serão premiados com materiais artísticos da ACRILEX. O evento faz parte do projeto educativo e de revitalização do Casarão do Chá como um espaço de desenvolvimento e divulgação das atividades culturais.
Informações: Associação Casarão do Chá

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais, até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Rural, Religioso, Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: Festa de aniversário do Templo Mogi Hakone no Sítio Matsuo, localizado no bairro do Cocuera. O espaço, inaugurado em 7 de setembro de 1950, completa 65 anos. Neste dia será realizada uma missa para celebrar a data e pela paz mundial com a participação da comunidade e ainda, o culto aos antepassados.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

11h00 (Centro Cultural)
Espetáculo: ‘A Princesa que foi educada como homem’ (Cia do Liquidificador)
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 50 minutos
Nessa história, presente no grande poema épico hindu “Mahabharata”, acompanhamos a trajetória da princesa Chitrangada. Bem diferente das princesas dos contos de fadas, ela não é linda e nem delicada, mas feia e tem os modos de um homem. Chitrangada nasceu em um reino que vivia em guerra e foi educada como um homem, tornou-se a melhor guerreira entre todos da guarda do castelo. Com o passar do tempo, todos se esqueceram que ela era uma princesa, até que um dia o belo guerreiro Arjuna cruzou o seu caminho…

Agenda Cultural: 02 a 04 de Outubro/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

02/10 – SEXTA-FEIRA

Das 8h00 às 20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Interferência Urbana’ [até 18/10]
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Mesclando desenho, pintura, colagem e fotografia, a artista se volta para o mundo de seres vivos que, de forma inusitada e bela, fazem parte da vida das pessoas. Esses bichinhos passam despercebidos pela velocidade das grandes metrópoles e pela agitação do dia a dia. A proposta da fotógrafa é revelar a beleza plástica dessa fauna pouco explorada e quase invisível em seus mínimos detalhes – olhos, asas, antenas, caudas, textura, brilho, luz e outros elementos estéticos – e inseri-la no cenário urbano. A mostra é uma sutil alegoria sobre a fragilidade da existência, uma celebração visual das diferentes formas de vida.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

19h00 (Centro Cultural)
Evento: Encontro semanal do ‘Clube do Xadrez’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre

20h00 (Centro Cultural)
Espetáculo: Show com a cantora Vânia Bastos
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
Vânia Bastos passeará por várias fases de seus quase 30 anos de carreira musical. Acompanhada por Ronaldo Rayol ao violão e Moisés Alves ao piano, cantará Tom Jobim, Caetano Veloso, Edu Lobo, Clube da Esquina, Adoniran Barbosa e outras que não gravou ainda. Algumas das músicas são: Paulista, Canta Mais, Arrastão, Upa Neguinho, Você não entende nada, Nada será como antes, Paisagem da janela, Casaco Marrom, Tocar na Banda, Eu sei que vou te amar, Só danço samba… Um show para aquecer os corações!

Vânia Bastos. Foto: Divulgação/ Internet
Vânia Bastos. Foto: Divulgação/ Internet

03/10 – SÁBADO

Das 9h00 às 18h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Interferência Urbana’ [até 18/10]
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Mesclando desenho, pintura, colagem e fotografia, a artista se volta para o mundo de seres vivos que, de forma inusitada e bela, fazem parte da vida das pessoas. Esses bichinhos passam despercebidos pela velocidade das grandes metrópoles e pela agitação do dia a dia. A proposta da fotógrafa é revelar a beleza plástica dessa fauna pouco explorada e quase invisível em seus mínimos detalhes – olhos, asas, antenas, caudas, textura, brilho, luz e outros elementos estéticos – e inseri-la no cenário urbano. A mostra é uma sutil alegoria sobre a fragilidade da existência, uma celebração visual das diferentes formas de vida.

10h00 (Parque Leon Feffer)
Evento: Oficina de criação de fantoches
Projeto ‘Contos e Caraminholas’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
A oficina de criação de fantoches de retalhos é voltada para crianças de 4 a 12 anos, onde elas irão criar seus próprios personagens inspirados nas histórias de folclore, utilizando retalhos de tecidos e outros materiais. Assim, além de construir seu brinquedo, a criança pode continuar criando suas próprias narrativas em outros momentos.

Oficina de criação de fantoches. Foto: Cintia Antunes
Oficina de criação de fantoches. Foto: Cintia Antunes

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

15h00 (Centro Cultural)
Evento: Encontro Mario de Andrade
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
Sala Wilma Ramos e Biblioteca Municipal

Centro Cultural

15h00 (Parque Leon Feffer)
Evento: Contação de histórias
Projeto ‘Contos e Caraminholas’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
O Núcleo Interdisciplinar de Narradores e Agentes Culturais (NINA) e o contador de histórias Ulisses Junior utilizam a entonação da voz, o figurino e muita criatividade para envolver as crianças e despertar suas emoções, possibilitando transportá-las para o mundo da fantasia. A contação de histórias busca resgatar as lendas e mitos do Folclore Brasileiro e valorizar a rica cultura popular do país e trabalhar o desenvolvimento criativo das crianças e estimular a leitura, ampliando a linguagem e o senso crítico.

18h00 (Theatro Vasques)
Evento: Acústico Underground
Ingressos: R$ 12
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
Apresentação dos alunos da escola

Das 18h00 às 6h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: Vigília (texto de Cássio Pires)
Ingressos: Não Informado
Recomendação: 12 anos
Duração: 12 horas
Na peça com 12 horas de duração, espectador estabelece qual o seu tempo de relação com o espetáculo. O público pode entrar, sair e retornar livremente ao espaço de apresentação.
Um insone que não dorme há anos por um instante sequer. Ansioso por voltar a dormir, ora observando a cidade da janela de seu apartamento, ora perdendo-se por suas ruas e avenidas, ele se entrega a todas as tentativas que lhe ocorrem: toma remédios, procura por médicos e psicólogos, aborda estranhos e arrisca-se a experiências de extenuação a fim de voltar a dormir. É esse o ponto de partida da peça VIGÍLIA, texto de Cássio Pires encenado por André Capuano (colaborador do Tablado de Arruar), Carlos Canhameiro e Daniel Gonzalez (ambos da Cia Les Commediens Tropicales). A montagem estreou em setembro de 2013, na Oficina Cultural Oswald de Andrade em São Paulo, participou da IX Festival de Fortaleza e em 2014 foi contemplado pelo Proac do governo do estado de São Paulo para a circulação em cinco cidades paulistas. O texto de Cássio Pires surgiu em 2004, e ganhou uma nova versão em 2006. Ele já participou de um ciclo internacional de leituras em Florença, Itália, sendo traduzido para o italiano pela dramaturga Letizia Russo; em 2012, foi contemplado pelo Prêmio Myriam Muniz, do Ministério da Cultura
A encenação da montagem é assinada pelo trio de atores, juntamente com Cássio Pires: “quando pensei nesse projeto, busquei atores que pudessem também atuar como encenadores. A ideia era levar para a cena o diálogo entre nós quatro. Temos um trabalho que é efetivamente a tradução do seu processo de criação”, afirma o autor e encenador.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

Espetáculo: Vigília. Foto: Divulgação/ Internet
Espetáculo: Vigília. Foto: Divulgação/ Internet

19h00 (Fran’s Café)
Evento: Lançamento do livro ‘Houve um Tempo’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
Nessa era tecnológica, em que as brincadeiras, passatempos e amizades estão cada vez mais virtuais, o livro ‘Houve um Tempo’ (Editora Marca Página) traz à memória o mundo real das diversões e amizades, como era boa a época em que jogos e entretenimento aconteciam entre amigos, com coisas simples.
O texto empolgante vai mexer com as emoções dos pais e contar aos filhos como era feliz aquele tempo de infância.
Escrito por Bruno Freitas Oliveira, professor de Poá, e ilustrado pelo mogiano Tel Coelho.

livro 'Houve um Tempo'
Foto: Divulgação

04/10 – DOMINGO

Das 9h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato / Exposição ‘Uma expressão da criança’ [até 01/11]
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
A exposição tem como proposta divulgar a arte infantil e incentivar o desenvolvimento da expressão individual da criança através do trabalho artístico. No espaço expositivo do Casarão do Chá, as obras produzidas pelos alunos sobre o tema: “Dia-a-dia da minha família”serão apresentadas e os melhores trabalhos serão premiados com materiais artísticos da ACRILEX. O evento faz parte do projeto educativo e de revitalização do Casarão do Chá como um espaço de desenvolvimento e divulgação das atividades culturais.
Informações: Associação Casarão do Chá

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais, até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Rural, Religioso, Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: Fazenda Rio Grande, localizada na Estrada do Rio Grande, Distrito de Taiaçupeba. A propriedade ocupa uma área de 196 hectares e está a 1.050 metros do nível do mar, rodeada pela Mata Atlântica. O local possui cachoeiras, piscinas naturais, cavalos e trilhas. Com destaque para a maior trilha, a do rio Itatinga, realizada em uma hora de caminhada e a das águas, que pode ser percorrida em 20 minutos.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

Fazenda Rio Grande
Fazenda Rio Grande

11h00 (Centro Cultural)
Espetáculo: ‘Coisas de Criança’ (Fernanda Moretti Arte do Movimento)
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
O mundo das coisas de criança revisto através da dança. Brincadeiras, piadinhas, fábulas, cirandas e canções que se tornaram lendas no imaginário infantil. A alegria e diversão tomam conta deste espetáculo que foca o público infantil e também quem nunca esquece que um dia já foi, ainda é ou sempre será e terá uma criança ativa dentro de si. Divertido para pequenos e talvez nostálgico para gente grande.

Espetáculo: Coisas de Criança. Foto: Divulgação/ Internet
Espetáculo: Coisas de Criança. Foto: Divulgação/ Internet

ACONTECE EM MOGI:

Das 11h00 às 22h00 (Mogi Shopping)
Evento: Agito Food Truck (02 a 04/10)

Agenda Cultural: 07 a 09 de Agosto/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

07/08 – SEXTA-FEIRA

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

Das 8h00 às 20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição fotográfica ‘12.000 Km de Chile e Argentina’ [até 30/08]
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Aprecie a cordilheira dos Andes, a arquitetura de El Caminito, em Buenos Aires (Argentina), as vinícolas de Mendoza (Argentina), o vulcão Lanin (Argentina) e a beleza de Valparaíso (Chile). Esses e outros takes revelam a fascinante viagem dessa dupla de fotógrafos Christian Montagna e Marcelo Pontes cujos olhares desnudam uma América Latina de paisagens naturais e humanas inesquecíveis.

08/08 – SÁBADO

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

09/08 – DOMINGO

Das 9h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
Informações: Associação Casarão do Chá

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais, até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Rural, Religioso, Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: Rural – Chácara Santo Antonio, em Biritiba Ussú. Os visitantes poderão conferir uma área de 21 mil m², envolta por mata nativa, com fundos para a represa de Taiaçupeba. No local há trilhas, espaço para camping, horta, pomar, além de estrutura para eventos e hospedagem.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

11h00 (Parque Centenário)
Espetáculo: ‘Meu Sonho Era…’ (Cooperativa Paulista de Teatro)
Projeto Teatro nos Parques
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 45 minutos
O espetáculo trata do amor, com cenas repletas de lirismo e humor. A personagem Maria Eugenia, uma bailarina, começa a inventar histórias tragicômicas, manipulando objetos retirados de sua mala. Coisas como rolo de papel higiênico, um sobretudo, uma rosa são o mote para a criação de oito números que se encadeiam.

15h00 (Leon Feffer)
Espetáculo: ‘O Ponto Alto da Festa’ (Cooperativa Paulista de Teatro)
Projeto Teatro nos Parques
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 70 minutos
A peça conta a história de dona Adelaide do Rego Penteado, uma milionária excêntrica que decidiu improvisar uma festa para comemorar o fim da reforma da praça do bairro Ponto Alto. Durante os preparativos para as duas festas, ciladas, brincadeiras, armações e conversa mole agitam a tarde dos divertidos moradores.

17h00 (Galpão Arthur Netto)
Evento: Show Musical ‘Bico do Corvo & Carta na Manga – Na Rua’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
A proposta do show no Galpão Arthur Netto, com a participação do Coletivo Carta na Manga, é colocar em prática um conceito presente no projeto “Escute Música Nova”, defendido pelo Bico do Corvo e que vem promovendo encontros e parcerias entre artistas da nova cena musical de São Paulo e região.
No repertório, músicas autorais como “Herói” e “Online” (da primeira formação da banda) e novas composições, como “Enfrente” e “A Flor Que Te Penteia”, entre outras. Também haverá releituras de outros compositores: da clássica música de raiz caipira (Rio de Lágrimas) ao rock nacional de Rita Lee (Mamãe Natureza).
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

Bico do Corvo & Carta na Manga