Coronavírus: Governo de SP anuncia mais R$ 150 milhões em crédito para microempreendedores

O Governador João Doria anunciou nesta quinta-feira, 02/04/2020, a liberação de R$ 150 milhões para aquecer a economia do Estado e auxiliar os microempreendedores no enfrentamento ao impacto econômico da pandemia do coronavírus.

Serão disponibilizados R$ 100 milhões do Banco do Povo e R$ 50 milhões do Sebrae-SP, por meio do programa Empreenda Rápido. A linha emergencial estará disponível a partir de hoje.

São medidas de ordem econômica para apoiar microempreendedores em todos os setores da nossa economia, serviços, comércio, indústria, tecnologia, educação e todos os outros que estão dentro desse patamar de microempresas”, disse o Governador.

Com este anúncio, o Governo do Estado já injetou mais de R$ 650 milhões para aquecer a economia, por meio do Banco do Povo e Desenvolve SP. A medida foi elaborada pela Comissão Econômica, criada especialmente para enfrentar os efeitos adversos do coronavírus na geração de emprego e renda.

Deste valor, R$ 15 milhões serão disponibilizados a juro zero em parceria com o Sebrae-SP. Terão acesso ao crédito juro zero somente os microempreendedores que concluíram o curso de qualificação no programa Empreenda Rápido e no programa Super MEI, do Sebrae-SP, e não possuam restrições cadastrais no CNPJ e CPF. Além disso, a linha de crédito será de até R$ 15 mil, com até 24 meses para pagamento e carência de um a três meses.

Já o montante de R$ 135 milhões oferece linha de microcrédito nas condições especiais anunciadas no dia 13 de março. A linha de microcrédito, que já é competitiva, está com redução da taxa de juros de 1% para 0,35% ao mês.

O prazo para pagamento passou de 24 para até 36 meses, já incluindo o prazo de carência, que aumentou de 30 para até 60 dias. Pedidos de concessão de crédito sem avalista passam de R$ 1 mil para R$ 3 mil. As linhas de crédito vão de R$ 200 até R$ 20 mil.

Além disso, haverá prorrogação do prazo de vencimento das parcelas de dívidas, de 30 para 90 dias, de clientes com contratos vigentes em dia e limitados aos valores já utilizados.

Mediante análise de crédito e comprovação de endereço, o Banco do Povo financia micros e pequenos negócios formais (MEIs, MEs, LTDAs e EIRELIs) e também microempreendedores urbanos e rurais, inclusive os do setor informal.

Nova plataforma do Banco do Povo

O Governo de São Paulo está lançando hoje a nova plataforma do Banco do Povo (bancodopovo.sp.gov.br), que disponibiliza a relação atualizada com todas as unidades e canais de atendimento de todo o Estado, inclusive sobre as unidades que estão realizando atendimento presencial. A partir de segunda-feira, 06/04, estará disponível a solicitação de crédito online pelos empreendedores.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

Mogilínguas oferece cursos gratuitos online de inglês, francês e espanhol

A plataforma Mogilínguas, uma parceria entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Secretaria de Educação e a empresa belga Altissia, é uma opção para aprender um novo idioma neste período de isolamento social devido às medidas preventivas ao coronavírus. Mogianos a partir dos 13 anos podem se inscrever pelo site mogilinguas.com.br e aprender inglês, francês e espanhol de acordo com o seu tempo e sem sair de casa.

O projeto foi implantado na cidade a partir do convênio de cidades-irmãs entre Mogi das Cruzes e Tournai, na Bélgica, que foi assinado em outubro de 2016, após a seleção da Bélgica ter se hospedado no município durante a Copa do Mundo de 2014. Para se inscrever é preciso informar o nome completo, CPF, CEP, data de nascimento, e-mail e cadastrar uma senha.

Após o cadastro, o aluno responderá a um questionário linguístico e um teste de nível de aprendizagem. A plataforma irá traçar um percurso personalizado de aprendizado para cada estudante. A evolução é de acordo com o desempenho do aluno. Mais informações pelo e-mail mogilinguas@se-pmmc.com.br.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Via Rápida Virtual abre inscrições para 18 mil vagas para cursos gratuitos online

Entre esta quinta-feira, 26/03/2020, e o dia 5 de abril, o programa Via Rápida Virtual abre inscrições para 18 mil vagas para cursos gratuitos de qualificação profissional nas áreas de gestão e tecnologia de informação. Essa é uma boa alternativa para estudar e aprender algo novo durante o período de recomendação de isolamento social no enfrentamento ao coronavírus, causador da doença COVID-19.

As inscrições e as aulas são realizadas de forma online pelo site viarapida.sp.gov.br. Para se inscrever, o candidato precisa ter idade mínima de 16 anos e residir no Estado de São Paulo.

Caso o número de inscritos seja superior ao número de vagas, serão priorizadas as pessoas desempregadas, com baixa renda e com deficiência. A convocação dos candidatos selecionados ocorrerá por e-mail.

As aulas têm previsão de início no dia 13 de abril e os cursos virtuais deverão ser concluídos em até dois meses. Para receber o certificado, o aluno deve completar a carga horária completa do curso virtual.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

Coronavírus: Tire suas dúvidas sobre as medidas anunciadas pelos bancos

A Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN – e seus bancos associados anunciaram na última segunda-feira, 16/03/2020, medidas de estímulo à economia para amenizar os efeitos negativos do coronavírus no emprego e na renda. Os cinco maiores bancos associados – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander – estão abertos e comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas para os contratos vigentes em dia e limitados aos valores já utilizados. Saiba mais como proceder e tire suas dúvidas sobre o assunto.

1– Como eu faço para solicitar a prorrogação de uma dívida que tenho com meu banco?

R: Os clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas devem entrar em contato com seu banco, expor seu caso para saber das condições para prorrogar a dívida por até 60 dias. A medida vale para os contratos que estejam em vigência, com pagamentos em dia. Cada instituição irá definir o prazo e as condições dos novos pagamentos.

2– É necessário ir presencialmente até a agência para pegar esta informação e renegociar o prazo de uma dívida?

R: Não é necessário ir presencialmente na agência bancária. O cliente pode ligar para seu gerente e usar os canais eletrônicos para entrar em contato com seu banco. Saiba mais abaixo.

3– A prorrogação de dívidas é automática?

R: Não. Primeiramente, o cliente deve procurar o banco para renegociar o prazo, que poderá ser estendido por até 60 dias.

4– A medida vale para quais bancos?

R: A medida vale para Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander.

5– As medidas anunciadas pelos bancos são válidas para quais tipos de dívidas?

R: Valem para todos os contratos de crédito feitos pelo cliente com o banco. Não se estende às dívidas no cartão de crédito e cheque especial. Para mais informações, o cliente deve entrar em contato com o seu banco.

6– A medida vale para boletos de consumo?

R: Não, a medida não inclui boletos de consumo geral – água, luz, telefone – e tributos, porque se referem a serviços prestados por concessionárias de serviços públicos e governos.

7– Após renegociar uma dívida de um empréstimo que tenho com o banco, a instituição pode me cobrar juros?

R: Cada banco irá estabelecer seu procedimento, e cada caso será avaliado de forma individual.

8– Tenho garantia de conseguir uma prorrogação de um prazo de 60 dias?

R: O prazo é de até 60 dias. O cliente precisa entrar em contato com o seu banco.

Nota FEBRABAN/Bancos – Medidas

A Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN – e seus bancos associados, sensíveis ao momento de preocupação dos brasileiros com a doença provocada pelo novo coronavírus, vêm discutindo propostas para amenizar os efeitos negativos dessa pandemia no emprego e na renda. Entendem que se trata de um choque profundo, mas de natureza essencialmente transitória.

Os bancos estão engajados em continuar colaborando com o País com medidas de estímulo à economia. Nesse sentido, os cinco maiores bancos associados, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander estão abertos e comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas para os contratos vigentes em dia e limitados aos valores já utilizados.

A rede bancária e os seus canais de atendimento ficarão à disposição do público e prontos para apoiar todos os que estejam enfrentando dificuldades momentâneas em função do atual contexto.

Fonte: FEBRABAN

Edital para Concurso Público em Mogi é divulgado

A Prefeitura de Mogi das Cruzes divulgou, nesta terça-feira, 21/01/2020, os editais do Concurso Público para vagas no serviço público da cidade. As provas serão feitas pelo Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp). As inscrições poderão ser feitas entre os dias 27 de janeiro e 27 de fevereiro, de forma online, por meio do site da Fundação Vunesp, que é o vunesp.com.br.

Confira neste link os editais

Ao todo, são 38 cargos, com opções para ensino fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 1.642,97 a R$ 7.825,26. O número de vagas e as funções em que será disponibilizado o cadastro reserva constam dos editais.

As inscrições poderão ser feitas do dia 27 de janeiro até 27 de fevereiro, no site da Vunesp

Após o preenchimento de dados no site da Vunesp, o candidato deverá pagar uma taxa que varia de acordo com a vaga desejada. Se a vaga exigir apenas o ensino fundamental, o valor é de R$ 38,00. Para o ensino médio, o valor será de R$ 50,00. Já para vagas que exijam curso superior, a taxa de inscrição será de R$ 70,00. A efetivação da inscrição será concluída após a confirmação de pagamento do boleto bancário.

As datas das provas serão agendadas pela Vunesp. Para saber sobre horário, data e local do exame o candidato deverá consultar o site da fundação.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes