🏀 Liga das Américas 2018 – Final

Foi uma grande partida e o Mogi das Cruzes/Helbor jogou de igual para igual, mas o título da Liga das Américas 2018 ficou com o San Lorenzo (ARG). Neste domingo, 25/03/2018, o time brasileiro foi derrotado pela equipe argentina na grande decisão, pelo placar 79 a 71, e ficou com o vice-campeonato do maior torneio interclubes do continente.

Esta foi a segunda participação do Mogi na Liga das Américas e em ambas chegou ao Final Four. Em sua primeira vez no torneio, em 2016, o time paulista ficou com o terceiro lugar, após vitória sobre o Flamengo na disputa pelo bronze.

Mogi é a terceira equipe brasileira a se sagrar vice-campeã da Liga das Américas. As outras foram Bauru (2015) e Pinheiros (2013). O país tem quatro títulos – Brasília, Pinheiros, Flamengo e Bauru – é o mais vitorioso, ao lado da Argentina, que voltou a conquistar o torneio depois de sete anos.

O vice-campeonato, em uma disputa de igual para igual, representando o Brasil dentro da Argentina. Temos de ter muito orgulho desses jogadores, que o tempo todo estão jogando na superação, com muita dedicação, muita alma e sendo verdadeiros guerreiros. Tenho certeza que ser o segundo melhor das Américas vai incentivar mais os empresários de Mogi e região para investir no time para a gente continuar esse legado dentro e fora da quadra. É um projeto muito lindo”, destaca o técnico Guerrinha.

Mogi das Cruzes/Helbor x San Lorenzo: Foto: FIBA Americas

Tyrone e Larry Taylor tiveram grandes atuações e marcaram 59,6% dos pontos do Mogi na partida (42). O ala/pivô foi o cestinha, com 22 pontos (9/19 nos arremessos de quadra), e ainda pegou cinco rebotes. Já o “Alienígena” protagonizou lindos lances individuais e totalizou 20 pontos (8/15), cinco rebotes e cinco assistências.

O jogo foi muito bom. Graças a Deus chegamos até a final e representamos Mogi das Cruzes. A experiência foi muito boa para o Mogi e para o Brasil. Jogamos contra três times argentinos e ficamos em segundo. Isso é muito bom e a gente tem orgulho de representar o Brasil. Se Deus quiser, nós voltaremos aqui no próximo ano para disputar novamente. Agora, a gente vai mudar foco total para o NBB para tentar ser campeão”, disse Tyrone.

Foi uma luta constante. O time jogou muito bem ofensivamente no primeiro tempo, conseguindo trabalhar bem a rotação. Infelizmente, tivemos a contusão na panturrilha do Caio no início do jogo, o Wesley com 4 faltas e o Tyrone também, mas mesmo assim conseguimos levar o jogo de igual para igual e fomos administrando”, analisou o técnico Guerrinha.

Ficamos um pouco atrás e não conseguimos jogar dentro das nossas características por conta de todos esses problemas, mas chegamos no final do jogo com chances de conquistar o título. Mas eles com um número maior de jogadores, mais descansados, alguns até com mais qualidades, a gente não conseguiu dar este título tão sonhado para a cidade de Mogi”, completou.

Teve que sair: Um dos destaques do Mogi das Cruzes/Helbor na semifinal, no dia anterior, o pivô Caio Torres sentiu uma contratura na panturrilha direita e deixou a partida com apenas 12 minutos de quadra .O atleta passará por exames, mas deve ficar fora por uma semana.

O Caio sentiu a panturrilha direita no final do jogo contra o Regatas, mas deu para ele continuar. Hoje fizemos tratamento para ele ir para a partida, mas ele não suportou. Nós resolvemos tirá-lo do jogo, porque ele poderia romper e temos um outro campeonato pela frente. Ele vai passar por exames, mas deve ficar uma semana fora para se preparar para os playoffs”, ressalta o fisioterapeuta do clube, Atílio Suarti.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios

🏀 Liga das Américas 2018 – Semifinal

O Brasil está de volta à decisão da Liga das Américas. Na noite deste sábado, 24/03/2018, o Mogi das Cruzes/Helbor bateu o Regatas Corrientes, da Argentina, por 78 a 74, em plena Buenos Aires, e se classificou de forma inédita para grande final da principal competição da América Latina.

Com o resultado positivo, o Mogi chegou a sua primeira final de Liga das Américas na história. O time brasileiro terá o anfitrião San Lorenzo pela frente na busca do inédito título. A decisão já é neste domingo, 25, às 21h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV.com.

Após fechar o primeiro quarto com sete pontos de desvantagem (21 a 14), o Mogi fez oito pontos seguidos rapidamente e assumiu a frente do marcador, para não perder mais. Com ótimo desempenho ofensivo na parcial, os comandados de Guerrinha fizeram 28 a 14 e foram para o intervalo com devolvendo desvantagem de sete pontos, com 42 a 35 no placar.

Mogi das Cruzes/Helbor x Regatas Corrientes. Foto: FIBA Americas

Com altos e baixos na volta do intervalo, o Mogi conseguiu aplicar boa sequência na reta final do terceiro quarto e foi para os 10 minutos com dez pontos de frente (60 a 50). Depois de rápida reação do Regatas nos minutos iniciais, a parcial final se tornou bem tensa.

Vencendo por dois pontos, a 37 segundos do fim (76 a 74), o mogianos recuperaram a bola e, na sequência, Shamell sofreu falta. O ala foi à linha do lance livre, converteu os dois e deixou o time paulista com duas posses de vantagem pela primeira vez em muito tempo. O Quinteros ainda tentou recolocar a equipe argentina no jogo, mas errou arremesso de 3 pontos, o que deu números finais ao jogo.

Deixa com ele: Atleta de enorme experiência, Shamell já demonstrou seu talento em grandes jogos internacionais. Nesta noite, o norte-americano mais uma vez teve grande atuação em jogo desta altura. Além de protagonista de uma das jogadas decisivas, o camisa 24 anotou 19 pontos e deixou a quadra como cestinha da partida.

Além de Shamell, outros três nomes do quinteto titular mogiano tiveram grandes atuações e, de quebra, todos registraram um duplo-duplo. Tyrone foi responsável por 18 pontos e 11 rebotes; Larry Taylor anotou 13 tentos e pegou 10 sobras; enquanto Caio Torres contribuiu com 10 pontos e 10 rebotes.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Liga das Américas 2018 – segunda fase – rodada 3

O Mogi das Cruzes/Helbor está no Final Four da Liga das Américas 2018. Neste domingo, 04/03/2018, em Buenos Aires (ARG), a equipe paulista venceu o Fuerza Regia (MEX), por 75 a 69, e garantiu uma das duas vagas do Grupo E na fase decisiva do torneio continental, que acontecerá nos dias 24 e 25/03.

Para sair vencedor e se classificar, o time brasileiro contou com grande partida do pivô Caio Torres, que marcou 20 pontos e 11 rebotes. Com um “quase triplo-duplo” de oito pontos, 10 rebotes e oito assistências, Larry Taylor foi outro destaque mogiano, assim como Shamell, que somou 20 pontos e seis rebotes.

Estamos muito felizes, porque a gente sabe o sacrifício da cidade de Mogi para ter um time de basquete e fazer esporte a nível nacional, porque ainda tem muito pouco apoio. Os jogadores jogaram com a alma, muito comprometimento, porque nós estamos arrebentados de cansaço. Mas todo mundo se doou ao máximo, nem vou falar de parte tática e técnica. O grupo mostra que é fortíssimo e o Caio [Torres] foi excepcional nesta noite. Tanto na defesa, como no ataque, ele fez a diferença”, destacou o comandante Guerrinha.

12 Ricardo Auturo Powell (MEX) – 18 Jimmy Oliveira (BRA). Foto: Marcelo Endelli / FIBA Americas

Com a vitória do San Lorenzo sobre o Ferro Carril no segundo jogo deste domingo, Mogi ficou com o segundo lugar da chave – duas vitórias e uma derrota. Invicto, com três triunfos em três jogos, o San Lorenzo se classificou com a primeira posição. Agora, as duas equipes aguardam o desfecho do Grupo F para conhecerem seus adversários no Final Four.

Esta é a segunda vez que o Mogi chega ao Final Four da Liga das Américas e a equipe luta pelo título inédito. A primeira vez foi no ano de 2014 e a equipe acabou na terceira posição, após derrota para o Guaros de Lara (VEN) em uma das semifinais e vitória sobre o Flamengo na disputa pelo bronze.

Antes da disputa da fase decisiva da competição internacional, Mogi terá partidas importantes pelo NBB CAIXA 2017/2018. Na quarta posição, a equipe luta para confirmar uma vaga no G-4 e enfrentará Sesi Franca (3º), nesta quinta-feira, 08/03, e o Flamengo (2º), dois dias depois, ao vivo na Band. Além disso, a equipe ainda duelará com o Minas, no dia 12/03.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Liga das Américas 2018 – segunda fase – rodada 2

O Mogi das Cruzes/Helbor tem grandes chances de chegar ao Final Four da Liga das Américas 2018. Com uma vitória e uma derrota na conta, a equipe brasileira entra em quadra neste domingo, 04/03, na última rodada do Grupo E, diante do Fuerza Regia (MEX), com cenário favorável para a classificação. O duelo terá início às 19h15 (de Brasília).

Mogi depende apenas das próprias forças para chegar ao Final Four e, para isso, precisa de uma vitória simples sobre o time mexicano, que perdeu suas duas primeiras partidas na chave. O posicionamento final da equipe brasileira dependerá do duelo seguinte, entre o anfitrião e invicto San Lorenzo (ARG) e o Ferro Carril (ARG).

Para ser líder do grupo, os comandados de Guerrinha precisam, além de vencer seu jogo, torcer com uma vitória do Ferro por até sete pontos na segunda partida da rodada deste domingo. Já em caso de qualquer triunfo do San Lorenzo, o time paulista ficará com o segundo lugar da chave.

10 Fabricio De Oliveira (BRA), 2 Darquavis Tucker (ARG). Foto: Marcelo Endelli / FIBA Americas

Depois de dois jogos muito bons e equilibrados, como uma vitória e uma derrota, o time está muito cansado. A palavra é descansar. Temos de aproveitar esses jogos que nós fizemos para trazer para o jogo de amanhã. Uma vitória nos classifica para o Final Four, podendo até ser primeiro ou segundo. A equipe está com espírito de competição, quer ganhar e está jogando forte”, exaltou Guerrinha.

Depois de vencer o Ferro na primeira rodada, na sexta, Mogi acabou derrotado pelo San Lorenzo, no sábado, 03/03/2018, em partida muito equilibrada, por 68 a 64. No entanto, a baixa diferença no placar deixou a equipe com uma situação confortável na busca pela classificação ao Final Four.

A gente começou o jogo devagar, com seis pontos em 10 minutos, e esse não é o nosso jogo. Depois a gente foi se soltando e fomos para a guerra com sangue nos olhos. Infelizmente, faltou a vitória”, disse Tyrone, grande destaque da partida contra o San Lorenzo, com 25 pontos e nove rebotes.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Liga das Américas 2018 – segunda fase – rodada 1

O Mogi das Cruzes/Helbor abriu sua caminhada na segunda fase da Liga das Américas 2018 com um grande resultado positivo. Na noite desta sexta-feira, 02/03/2018, em Buenos Aires, o time brasileiro venceu o Ferro Carril (ARG), por 74 a 68, e largou na frente na briga por uma das duas vagas no Final Four.

E agora? Na segunda rodada do Grupo E, o Mogi duelará com o anfitrião San Lorenzo (ARG), às 21h30 (de Brasília). As duas equipes já se enfrentaram na primeira fase e os argentinos levaram a melhor, por 101 a 96. Já no domingo, a equipe encerrará sua participação na chave diante do Fuerza Regia (MEX), às 19h15. Os dois melhores colocados avançam à fase final do torneio continental.

O “Big 3” mogiano foi fundamental para a vitória nesta sexta. Recuperado de lesão no braço, Shamell foi o cestinha da equipe, com 18 pontos, seguido por Larry Taylor, que cresceu de produção no segundo tempo e marcou 17. Já Tyrone deixou a quadra com 13 pontos, nove rebotes e quatro assistências na conta.

13 Caio Torres (BRA) – 30 Mauro Cosolito (ARG). Foto: Marcelo Endelli/ FIBA Americas

Outro personagem crucial para o êxito dos brasileiros foi o ala Jimmy, autor de 12 pontos. Além de sua costumeira energia na defesa, o jogador foi responsável por uma cesta que praticamente selou o triunfo do Mogi. Com 14 segundos para o fim, o camisa 18 fez linda infiltração e colocou a vantagem da equipe em quatro pontos (72 a 68).

Fizemos um plano de jogo e conseguimos executá-lo. A única coisa que não estava prevista era, no último quarto, perder uma diferença de 10 pontos que não eram para perder dessa forma, que vem sendo uma tendência em todos os jogos. Mas nós tivemos muita força, muita inspiração, principalmente do Larry, para por o time de volta no jogo depois de estar a 10 pontos na frente, ficar com três e conseguir fechar o jogo”, disse o comandante Guerrinha.

Eu achei a equipe sólida, muito solidária, que errou, mas que acertou muito mais e teve muito mais jogadores participando do jogo. Está muito quente aqui e jogamos diante de uma equipe que também precisava da vitória, que tem condições, venceu a primeira fase com três vitórias e jogou muito bem hoje também”, completou.

Fonte: Liga Nacional de Basquete