Prefeito assina abertura de licitação para construção de um novo complexo de saúde

O prefeito Marcus Melo assina nesta sexta-feira, 14/09/2018, a abertura do processo de licitação para construção de um novo complexo multifuncional da Saúde que será implantado na avenida Pedro Romero, ao lado da UPA do Rodeio. No total, serão mais de 3 mil metros quadrados de área construída numa edificação de dois pavimentos para implantação da Clínica do Homem, Pró-Hiper e UnicaFisio, reunindo importantes serviços à comunidade numa instalação moderna e funcional.

A nova unidade oferecerá atendimento ambulatorial especializado na saúde dos homens, com consultas e exames especializados, além de atendimentos de promoção à saúde, convivência e prática esportiva para idosos e reabilitação fisioterápica. Serão dois pavimentos e área total de construção de 3.325,50m². “A área fica ao lado de outros equipamentos municipais em funcionamento como a UPA, Centro do Paradesporto, AACD e Creche Municipal”, explica o prefeito.

O projeto contempla três equipamentos no mesmo local – UnicaFisio, Pró-hiper e Clínica do Homem, num edifício contemporâneo que se organiza em forma de “u” ao redor de uma praça central. O espaço prevê, ainda, as futuras instalações da Delegacia do Idoso. Nos fundos, está projetada uma área de estacionamento para funcionários e público.

Futuro complexo de saúde terá 3 mil m² de área construída e abrigará a Clínica do Homem, Pró-Hiper e UnicaFisio. Foto: PMMC/Divulgação

A nova clínica Unica oferecerá o atendimento ambulatorial para a realização de exames (ultrasom, holter, teste ergométrico), consultas agendadas em especialidade diversas como endocrinologia, neurologia, vascular, geriatria, nutricionista, proctologia e cardiologia.
Dentro da parte ambulatorial será implantada, ainda, uma clínica especializada no tratamento do público masculino com dois consultórios para urologia, ultrassonografias e sala de estudo urodinâmico.

O bloco destinado ao Pró-Hiper abrigará academia, quadra de voleibol coberta, três piscinas cobertas (uma para uso terapêutico e duas para uso recreativo), contando com infraestrutura completa de sanitários e vestiários. Na parte de atendimento fisioterápico, além de sala de dança e “escola da coluna”, estão previstos espaços para tratamentos diversos como eletroterapia, termoterapia, mecanoterapia e cinesioterapia.

No piso térreo, numa grande área aberta e integrada, serão instaladas a recepção e as salas de artesanato, informática, jogos e leitura. O projeto também prevê um espaço de educação e demonstração em saúde para palestras e ensinos na área da saúde.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios

Prefeito anuncia investimentos em segurança pública

O prefeito Marcus Melo anunciou, na manhã desta terça-feira, 24/07/2018, uma série de investimentos da Prefeitura para melhoria da segurança pública em Mogi das Cruzes. As medidas compreendem a contratação de 40 novos guardas municipais, a aquisição de 20 novas viaturas, a ampliação de 1.000 novos pontos de iluminação pública e a instalação de 22 novas câmeras de monitoramento em diversas regiões da cidade.

São investimentos para melhorar a vida da população e para tornar a nossa cidade um lugar mais seguro e tranquilo para que possamos viver com nossa família, cuidar dos nossos filhos. E é importante este trabalho conjunto da Prefeitura com as Polícia Militar e Civil para trazer mais segurança para a população”, destacou o prefeito Marcus Melo.

Mogi das Cruzes vai ganhar 22 novas câmeras, que serão instaladas em locais definidos após estudos que foram realizados pela Prefeitura em conjunto com as Polícias Militar e Civil e participação dos Conseg. Os equipamentos serão instalados em áreas da Vila Nova Mogilar, Mogilar, Jardim Aeroporto, Vila Municipal, Jardim Camila, Ponte Grande, Alto do Ipiranga, Jardim Rubi, Vila Cintra, Rodeio, Vila São Francisco, Volta Fria, Centro Cívico, Socorro, Jundiapeba, Jardim Aracy, Caputera, Jardim Armênia, Jardim Santa Tereza e no Quatinga.

Marcus Melo destacou que os investimentos anunciados visam fazer de Mogi das Cruzes uma cidade mais segura e tranquila para a vida da população. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Além disso, já está em fase de testes a integração de câmeras particulares de comércios e residências à Ciemp. Neste trabalho, que não terá custos para a administração municipal, a Prefeitura terá acesso às imagens de câmeras externas dos imóveis, que podem ser utilizadas para investigação.

O monitoramento ajuda as polícias na investigação das ocorrências. A Prefeitura também está fazendo testes com empresas e comércios, que a câmera e a internet são da empresa e a Ciemp tem acesso. Não é que os guardas farão o monitoramento dos imóveis particulares, mas as imagens serão armazenadas em uma nuvem e poderão ser utilizadas em caso de necessidade”, explicou o prefeito.

Uma demonstração ao vivo do sistema foi realizada durante o evento e contou com uma mostra de como funciona a tecnologia para leitura de placas de veículos, que poderá ser feita e acessada por meio de celulares autorizados. “O principal objetivo deste trabalho é a localização de veículos que tiveram participação em crimes ou que foram furtados ou roubados“, afirmou o secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales.

Iluminação

O sistema de iluminação pública de Mogi das Cruzes também receberá investimentos para modernização e ampliação. As entradas e saídas da cidade receberão lâmpadas de LED, mais modernas, econômicas e eficientes. Com isso, as cerca de 1.000 luminárias a serem retiradas serão implantadas em pontos escuros, principalmente em bairros mais afastados e na zona rural, ampliando o sistema e levando mais segurança para a população destas regiões.

Serão beneficiadas com as novas lâmpadas de LED a rodovia Mogi-Guararema (incluindo a avenida Francisco Rodrigues Filho, até o cruzamento com a rua Dr. Deodato Wertheimer), a rodovia Mogi-Salesópolis (incluindo a avenida Engenheiro Miguel Gemma, a rua Julio Perotti e um trecho da avenida João XXIII, até o cruzamento com a avenida Narciso Yague Guimarães), a rodovia Mogi-Suzano (incluindo as avenidas Lourenço de Souza Franco e Francisco Ferreira Lopes, até o encontro com a avenida Fernando Costa) e a rodovia Mogi-Dutra (desde o Jardim Aracy, incluindo a rua Cabo Diogo Oliver, até a entrada do Complexo Viário Tirreno Da San Biagio).

Guarda Municipal

Durante o evento, prefeito assinou a autorização para a contratação de 40 novos guardas municipais. Estes profissionais deverão começar o treinamento no dia 3 de setembro, com duração de cerca de seis meses. Atualmente, a Guarda Municipal conta com 183 profissionais que realizam o patrulhamento da cidade, trabalham no monitoramento feito por câmeras da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) e em grupamentos especiais, como a Ronda Escolar, a Patrulha Maria da Penha e a Patrulha Rural.

Nesta terça-feira, a corporação recebeu oficialmente as chaves do veículo que atuará na Patrulha Rural. O grupo será formado por quatro guardas municipais que atuarão na zona rural da cidade, principalmente nas estradas vicinais, trazendo benefícios para os moradores e produtores rurais.

Mogi das Cruzes é a segunda cidade com maior extensão territorial da Grande São Paulo, depois da Capital. São 721 km² de área e cerca de 700 quilômetros de estradas vicinais para serem percorridos. Para os próximos anos, pretendemos ampliar este atendimento da Patrulha Rural, com mais veículos”, disse Marcus Melo.

A Guarda Municipal também receberá 20 novas viaturas, sendo 12 automóveis que já estão em fase de preparação e 8 motos, cuja compra foi autorizada pelo prefeito durante o evento desta terça-feira. A corporação ainda terá duas novas bases, uma no Parque da Cidade, que deverá começar a operar em agosto, e na praça Oswaldo Cruz, que será construída e terá uma central de monitoramento regionalizada para as câmeras do Centro.

Duas outras estruturas importantes também serão construídas pela Prefeitura. Em Jundiapeba, será implantado o Polo Municipal de Segurança, que ficará na avenida Lourenço de Souza Franco e terá uma base da Guarda Municipal, o que deverá agilizar o atendimento de ocorrências para o distrito e para Braz Cubas.

Já na avenida Engenheiro Miguel Gemma, no Socorro, será construída a Central de Inteligência da Guarda Municipal. A estrutura receberá a sede da Guarda Municipal, a Ciemp, Defesa Civil e demais serviços municipais de segurança.

O prefeito Marcus Melo também visitou a Ciemp, que foi recentemente reformada para a melhoria das condições de trabalho dos guardas municipais.

Também participaram do evento, o presidente da Câmara Municipal, Pedro Komura, os vereadores Cláudio Miyake, Mauro de Assis Margarido, Edson Santos, Carlos Evaristo da Silva e José Francimário Vieira de Macedo, o secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales, a comandante da Guarda Municipal, Thais Nascimento, o comandante do CPAM-12, coronel Wagner Prado, o comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Ary Kamiyama, o delegado seccional Boanerges Braz de Melo, o comandante interino do 17º Batalhão do Corpo de Bombeiros, capitão Denilson Ostroski, além de secretários municipais e representantes da área de segurança.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Santa Casa receberá R$ 2,4 milhões para custeio e ampliação da maternidade

A Santa Casa de Misericórdia receberá R$ 2,4 milhões para a melhoria dos serviços de saúde oferecidos à população. Serão R$ 1,8 milhão do Governo do Estado, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Marcos Damásio, e mais R$ 600 mil da Prefeitura de Mogi das Cruzes. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 19/07/2018, pela manhã, durante evento realizado no hospital, que contou com a presença do prefeito Marcus Melo, do presidente da Câmara, Pedro Komura, e vereadores.

A saúde é uma prioridade em Mogi das Cruzes e todos os investimentos que forem feitos na área são importantes. Aumentamos a quantidade de equipamentos nos bairros e passamos a contar com duas UPAs, além do Hospital Municipal e da própria Santa Casa, isso sem falar no Luzia de Pinho Melo. A manutenção desses equipamentos é necessária e exige recursos, e hoje estamos recebendo um importante apoio neste sentido”, disse Marcus Melo, ao lado do secretário municipal de Saúde, Marcello Cusatis, e do provedor da Santa Casa, Austelino Pinheiro de Mattos.

Direção da Santa Casa realizou evento e apresentou os recursos que serão recebidos pelo hospital, no total de R$ 2,4 milhões. Foto: Júnior Lago/PMMC

A verba estadual de R$ 1,8 milhão será usada no custeio e possibilitará a realização das obras de ampliação da Maternidade e UTI Neonatal. Já os recursos da Prefeitura – R$ 600 mil – auxiliarão na aquisição de equipamentos para a Maternidade e UTI Neonatal. O projeto de ampliação da Maternidade da Santa Casa de Mogi foi protocolado em agosto do ano passado e validado pela equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde em junho deste ano.

A proposta prevê a ampliação de 38 para 55 leitos obstétricos e de 9 para 20 leitos de UTI Neonatal. Os números são necessários para minimizar os problemas enfrentados com a falta de leitos obstétricos e cuidados ao recém-nascido no Alto Tietê. No total, cerca de 800 metros quadrados passarão por reforma e adaptação, o que possibilitará a realização de mais 100 partos por mês.

O espaço hoje utilizado pela Ortopedia, que conta com 17 leitos, será liberado para a Maternidade, enquanto a Ortopedia passará a ocupar a ala onde atualmente está a Pediatria. Com isso, a internação de Pediatria vai para o Hospital Municipal, em Braz Cubas. Dessa forma, a Santa Casa passará a contar com um andar exclusivo para Maternidade e outro para Ortopedia. A Santa Casa de Mogi é referência em Maternidade, Gestação de Alto Risco, UTI Neonatal e faz cerca de 450 partos/mês. Com as obras de ampliação, o número será de 560 partos/mês, em média.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Av. Cavalheiro Nami Jafet terá interdição para obras a partir desta quarta, 04/07/2018

A avenida Cavalheiro Nami Jafet será interditada no sentido centro-bairro a partir desta quarta-feira, 04/07/2018, para a realização de obras que fazem parte do Corredor Leste-Oeste. Os trabalhos serão realizados no trecho entre a passagem de nível e o novo acesso para a avenida Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar e a previsão é que ocorram até o dia 9 de agosto.

A avenida receberá serviços de pavimentação e recuperação da viária. Além disso, no trecho próximo à passagem de nível, terá intervenções de correção de base, para as quais serão necessárias escavações. Todos os trabalhos serão feitos em uma pista por vez, deixando o trânsito no sentido bairro-centro liberado.

Av. Cavalheiro Nami Jafet será interditada no sentido centro-bairro para a realização de obras de pavimentação e recuperação viária. Foto: Junior Lago/PMMC

É importante que o motorista fique atento para os desvios que serão adotados durante o período de obras. Tivemos uma reunião com o consórcio responsável pelos serviços para que os transtornos para os motoristas e para os moradores sejam os menores possíveis. No entanto, como em todas as obras que interferem no sistema viário, pedimos paciência aos motoristas e pedestres”, destacou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

Veja aqui a opção de desvio da Av. Cavalheiro Nami Jafet

Para os veículos que precisarem utilizar a passagem de nível da avenida Cavalheiro Nami Jafet para acessar a Vila Industrial, o desvio será feito pelas ruas Professora Norma Picolomini de Vicente, João Cardoso dos Santos e Firmino Ladeira. Também há a opção de os motoristas utilizarem as ruas Presidente Campos Salles e Borges Vieira.

A Secretaria Municipal de Transportes e o consórcio responsável pelos serviços farão a sinalização da obra e a implantação de faixas para avisar os motoristas. Agentes municipais de trânsito também serão deslocados para pontos chaves para orientação aos motoristas e controle da passagem de tráfego.

Trânsito sentido bairro-centro da Cavalheiro Nami Jafet continuará normalmente durante o período em que as obras forem realizadas. Foto: Junior Lago/PMMC

As obras na avenida Cavalheiro Nami Jafet serão divididas em três etapas. A primeira compreenderá o trecho entre a passagem de nível e a avenida Firmino Ladeira, a segunda entre esta via e avenida Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar e a terceira até o novo acesso.

As obras do Corredor Leste-Oeste estão com 60% de seu cronograma concluído. Além da frente que trabalha na avenida Cavalheiro Nami Jafet, os trabalhos na avenida das Orquídeas estão em andamento. A via ligará os distritos de Braz Cubas e Jundiapeba, sendo uma alternativa para o corredor das avenidas Francisco Ferreira Lopes e Lourenço de Souza Franco. A via terá pistas com 10 metros de largura cada, corredor exclusivo para o transporte coletivo no canteiro central, ciclovia e calçada para a circulação de pedestres.

A previsão de entrega das obras de todo o Corredor Leste-Oeste é dezembro de 2018.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Câmara aprova concessão do Terminal Rodoviário à iniciativa privada

Na sessão ordinária desta quarta-feira, 06/06/2018, a Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou o Projeto de Lei Ordinária 29/2018, de autoria do prefeito Marcus Melo, que autoriza o Executivo a conceder o Terminal Rodoviário Geraldo Scavone à iniciativa privada por meio de concorrência pública. A concessão terá um prazo de 20 anos e será onerosa, ou seja, a empresa vencedora da licitação pagará ao Poder Público para explorar os serviços do Terminal.

A empresa vencedora da concorrência pública também poderá explorar a parte comercial do terminal, o que inclui as áreas para agências e bilheterias dos operadores, o estacionamento, a infraestrutura para despacho de encomendas, o serviço de guarda-volumes e a publicidade local.

É um projeto muito importante, pois pelo Terminal Rodoviário conseguimos fazer a ligação com diversos pontos de São Paulo. Estamos há mais de um ano sem nenhuma empresa cuidando do Terminal, o que gerou um alto custo a Prefeitura”, ressaltou Antonio Lino, que também pediu que o Executivo passe os outros terminais rodoviários da cidade para a iniciativa privada.

O Terminal recebe as linhas rodoviárias que servem Mogi. Foto: Guilherme Berti/ PMMC

O vereador Cuco Pereira também defendeu a necessidade do Projeto e sugeriu ao Executivo que determine que a empresa vencedora amplie o Terminal. “É uma estação rodoviária muito acanhada para uma cidade que tem uma população próxima a 500 mil habitantes. Há necessidade de expandir”, argumentou.

Dentre as principais obrigações da futura concessionária está a garantia dos direitos dos usuários em relação aos serviços prestados. Nesse caso, entre outras coisas, a empresa concessionária terá que oferecer um serviço adequado, disponibilizando aos usuários informações para defesa de interesses individuais ou coletivos, além de oferecer liberdade de escolha à população com uma variedade de prestadores de serviços.

Quanto à política tarifária, o artigo 24 do Projeto de Lei prevê que “os valores a serem cobrados nas viagens intermunicipais serão sempre estabelecidos em função do cálculo da distância do destino de cada viagem em relação ao Terminal, conforme normas das agências oficiais reguladoras do transporte terrestre, tanto em âmbito estadual quanto nacional”.

A matéria aprovada em Plenário também contou com os pareceres da Procuradoria Jurídica e das Comissões Permanentes de Justiça e Redação, Finanças e Orçamento e de Transportes e Segurança Pública. Todos os relatórios opinaram pela normal tramitação do projeto.

Com 37 destinos, o terminal possui uma área total de 22.390,03 metros quadrados e recebe linhas rodoviárias que, além de Mogi das Cruzes, atendem a Capital, cidades do litoral e Vale do Paraíba e algumas cidades fora do estado de São Paulo. A estrutura foi inaugurada pela Prefeitura em 1987.

Em março de 2017 a Prefeitura reassumiu a administração do terminal por conta do fim do contrato com a antiga concessionária, a empresa Socicam.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes