Novos reservatórios atenderão 61 mil pessoas em Jundiapeba e região da Vila Oroxó

O prefeito Marcus Melo vistoriou, na manhã desta quinta-feira, 24/10/2019, as obras de instalação dos reservatórios que irão compor o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) Vila Oroxó. São duas caixas d’água com capacidade para 2 milhões de litros cada, erguidas na Via Benedito Ferreira Lopes e que atenderão 16 mil moradores. Os bairros beneficiados são a Vila Oroxó, Jardim Maricá, Rodeio, Bella Cittá, Residencial Itapeti, Jardim Aracy, Ponte Grande e Jardim Náutico. Também participaram da vistoria o vice-prefeito Juliano Abe e o diretor-geral do Semae, Glauco Luiz Silva.

A obra faz parte de um pacote de investimentos que inclui o Sistema de Abastecimento Jundiapeba, que terá um reservatório de 7 milhões de litros, numa área entre as avenidas Anchieta e Francisco Ferreira Lopes, no bairro Vila Cardoso, em Braz Cubas, onde a Prefeitura e o Semae estão construindo a base do reservatório. Serão 45 mil pessoas beneficiadas (em Jundiapeba e Nova Jundiapeba).

Os complexos atenderão, juntos, 61 mil pessoas. O investimento na primeira e segunda etapas é de R$ 9,8 milhões, sendo R$ 7,6 milhões nos reservatórios (R$ 4,1 milhões no Oroxó e R$ 3,5 milhões em Jundiapeba) e R$ 2,2 milhões para a construção das bases. As próximas etapas estão em fase de projeto.

A construção destes dois sistemas integram o Plano Municipal de Abastecimento de Água. Os reservatórios funcionarão como ‘pulmões’. Eles permanecerão cheios, principalmente no período noturno, quando o consumo diminui. Em situações em que houver necessidade de paralisações no fornecimento de água, para alguma manutenção, por exemplo, o abastecimento pode prosseguir com o uso dos reservatórios”, explicou o prefeito.

Os bairros beneficiados com os novos sistemas já são atendidos atualmente com abastecimento de água. Além da melhoria do serviço, o objetivo das obras é ter uma estrutura preparada para o crescimento populacional da cidade.

Além da demanda atual, os dois sistemas estarão prontos para abastecer uma população de até 145 mil pessoas (previsão para 2046), sendo 52 mil pelo SAA Jundiapeba e 93 mil pelo SAA Oroxó.

Muitas pessoas hoje procuram morar em Mogi das Cruzes pela estrutura que a cidade oferece em educação, saúde, segurança, e na qualidade de vida como um todo. Com essas obras, vamos suprir também a demanda futura”, conclui o prefeito.

A previsão é concluir as estruturas do Oroxó e de Jundiapeba no primeiro semestre de 2020.

Na área de abastecimento de água, também estão em andamento a construção do Centro de Reservação da Vila Moraes, Sistema Chácara Guanabara, reforma e modernização da Estação de Captação e construção de estação elevatória e rede de bombeamento no Botujuru.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Lançamento da Pedra Fundamental da Maternidade Municipal acontece neste sábado, 19/10/2019

A Prefeitura de Mogi das Cruzes realiza neste sábado, 19/10/2019, às 10h00, o lançamento da Pedra Fundamental para início da construção da Maternidade Municipal, na rua Francisco Affonso de Melo, nº 550, no Distrito de Braz Cubas. A futura unidade irá dobrar a capacidade de atendimento do município para a realização de partos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e garantirá ainda mais segurança, conforto e qualidade às gestantes e bebês.

Atualização (18/10/2019): Em face da denúncia apresentada pelo prefeito Marcus Melo sobre o desvio de recursos por um funcionário público, que levou à formação de um processo administrativo interno e de uma investigação criminal por parte da Justiça – que já resultou na prisão preventiva do servidor – a Prefeitura de Mogi Cruzes informa que o lançamento das obras da Maternidade Municipal será reagendado para outra data próxima. A alteração desta data não trará prejuízo ao início ou ao andamento dos trabalhos.

A futura Maternidade Municipal terá cerca de 8 mil m² distribuídos em sete pavimentos (do subsolo ao quinto andar) e contará com 51 leitos, 10 leitos de UTI Neonatal, 10 leitos de cuidados intermediários, além da UTI Adulto, Centro Obstétrico e demais espaços especializados.

A Saúde de Mogi tem avançado muito e já é uma referência em diversos equipamentos e serviços prestados. A implantação da Maternidade Municipal é meta da Administração para suprir as necessidades de assistência às gestantes e bebês, com todos os recursos e equipamentos necessários para oferecer atendimento qualificado e humanizado”, explica o prefeito Marcus Melo.

A futura Maternidade Municipal contará com 51 leitos, 10 leitos de UTI Neonatal, 10 leitos de cuidados intermediários, dentre outros espaços especializados.

O processo de licitação teve como vencedor o Consórcio CDG/Sahliah, que executará a obra pelo prazo de 30 meses com orçamento de R$ 35,1 milhões. A concorrência entre as empresas fez o custo da obra baixar em quase R$ 15 milhões diante do valor inicialmente estimado de R$ 50 milhões.

O projeto da futura Maternidade Municipal foi elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. Entre os espaços previstos estão a segunda unidade do Programa Mãe Mogiana, Pronto Atendimento de Obstetrícia, Berçário com Cuidados Intermediários e Intensivos (UTI), Parto Humanizado, Centro Cirúrgico, Pré-Parto e UTI Adulto, entre outros. A unidade contará com leitos para gestantes, puérperas, leitos especializados no sistema canguru, leitos para gestantes de alto risco, além de quartos para atendimento antes e depois do parto.

Atualmente, Mogi das Cruzes conta apenas com a Santa Casa para a realização de partos pelo sistema público e a unidade enfrenta constantes problemas de superlotação. Os problemas levaram à mobilização da Prefeitura que, em julho/2018, conseguiu a doação da área de 3 mil m² na rua Francisco Affonso de Melo, onde funcionou o antigo Fórum Distrital de Braz Cubas. “Com a nova Maternidade Municipal, nosso objetivo é suprir todas necessidades de assistência às gestantes e bebês, com recursos, equipamentos e equipe qualificada para o atendimento”, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Câmara aprova doação de área ao Sesc

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou, na sessão ordinária desta quarta-feira, 02/09/2019, o Projeto de Lei nº 112/19, de autoria do prefeito Marcus Melo, que autoriza o Poder Executivo a doar imóvel para o Sesc – Serviço Social do Comércio. A área de 27.288,07 metros quadrados está localizada na Rua Rogério Tácola, 118, na esquina com a Avenida Narciso Yague Guimarães e a Rua Antonio Vergaças, no bairro do Socorro. A matéria foi aprovada com voto contrário do vereador Iduigues Martins.

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

De acordo com o Projeto de Lei, o Sesc terá 18 meses contados a partir da entrega do imóvel para o início das atividades de ocupação e mais três anos para a apresentação do projeto arquitetônico referente à instalação da unidade de serviço, além de um prazo de cinco anos após aprovação do projeto pela Prefeitura para sua edificação.

O Sesc poderá perder a doação do imóvel caso não cumpra as exigências e prazos previstos no Projeto de Lei.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

‘Academia do Jovem’ será inaugurada neste domingo, 22/09/2019

Como parte da programação pelos 459 anos da cidade, a Prefeitura de Mogi das Cruzes fará neste domingo, 22/09/2019, às 10h00, a inauguração da ‘Academia do Jovem’. O equipamento de musculação foi instalado no Parque da Cidade e será a primeira do Brasil nesse estilo em uma cidade que não seja capital. Os outros locais que possuem academias do tipo são os municípios de São Paulo (com unidades no Parque Villa Lobos e Cidade Universitária), Rio de Janeiro e Fortaleza.

O prefeito Marcus Melo falou sobre a inovação do equipamento na cidade: “Oferecer algo desse porte aos mogianos é uma grande realização para o nosso governo. Mogi das Cruzes busca sempre inovar e trazer o melhor para os seus moradores e por meio desta academia pretendemos melhorar a qualidade de vida das pessoas”, comentou o prefeito.

A Academia do Jovem contará com 17 aparelhos de aço inox, além de disponibilizar halteres, barras e anilhas. Foto: PMMC

O equipamento contará com 17 aparelhos de aço inox, além de disponibilizar halteres, barras e anilhas. Para se cadastrar e participar da academia, basta ter idade maior que 14 anos, entrar no site da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (esportemogi.com.br) e realizar o cadastro clicando em “Entrar”, depois clicar em “tornar-se um aluno” e efetivar a inscrição.

Após o cadastro feito, o inscrito deverá anotar o número informado ou imprimi-lo e leva-lo sempre para utilizar a academia nos horários marcados no anexo abaixo.

O piso da academia será todo de grama sintética para melhorar o conforto dos usuários. Haverá também uma cobertura em forma de onda que protegerá os aparelhos e as pessoas, além de alambrado ao redor da academia. O valor de investimento na compra e implantação dos aparelhos foi de R$ 210 mil e os profissionais que vão atuar na academia são os professores que já atuam no Parque da Cidade. Além dos alunos, as equipes que participam dos Jogos Regionais e Abertos e que possuem preparadores físicos poderão usar a academia em dias e horários específicos.

O Parque da Cidade fica na Rua Jaderlina de Almeida Lopes, no Parque Santana, e funciona todos os dias, das 7h00 às 19h00.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Prefeitura assina contrato de R$ 6,5 milhões para obras no Mercado do Produtor, Mercadão e feiras

O prefeito Marcus Melo assinou na manhã desta segunda-feira, 12/08/2019, o contrato de financiamento de mais de R$ 6,5 milhões para reformas no Mercado do Produtor e Mercado Municipal, além da cobertura dos pátios de feiras em Braz Cubas, Jundiapeba e Vila Nova Aparecida. O próximo passo é a abertura do processo de licitação para as obras, que deverão ser concluídas em um ano. O contrato foi feito junto ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), da Caixa Econômica Federal.

O valor total do contrato é de R$ 6.597.415,96. “Temos feito um trabalho em conjunto com os permissionários e feirantes para organizar melhor espaços, como o Mercado do Produtor. Essa melhoria foi construída ouvindo os usuários e comerciantes e vai permitir não só a a ocupação das feiras, mas podemos pensar em outros eventos e outras atividades, como novas feiras noturnas”, disse o prefeito.

No Mercado do Produtor, os boxes da Plataforma I serão reformulados e também serão feitas adequações nos sanitários e de acessibilidade. O Mercado Municipal receberá adequação das instalações para o mezanino para que seja feita uma praça de alimentação e reforma nos sanitários e no teto. Os pátios de feiras de Braz Cubas, Jundiapeba e Vila Nova Aparecida receberão cobertura e gradil, além de sanitários e área para administração.

Feirantes, permissionários e comerciantes, além de representantes de entidades do setor agrícola, acompanharam a assinatura do contrato. Foto: PMMC

As propostas foram feitas em conjunto entre a Administração Municipal e feirantes e permissionários dos espaços. “O prefeito Marcus Melo sempre solicita que trabalhemos junto, que a gente construa junto e ouça as pessoas”, disse o secretário de Agricultura, Renato Abdo. Permissionária a 30 anos do Mercado do Produtor, Rosana de Penha Nascimento, destacou a parceria entre os permissionários e a Administração Municipal. “Nós nos reunimos e reformamos, no ano passado, a guarita e a Prefeitura colocou um guarda municipal para nos atender. Pela primeira vez temos essa abertura com a Prefeitura”, disse.

O vice-prefeito Juliano Abe destacou a parceria entre a Câmara Municipal e o poder executivo. “Estamos conseguindo atender pleitos antigos da população por meio de uma parceria efetiva com a Câmara Municipal. Esperamos transformar estes espaços em polos comerciais para o Alto Tietê”, disse. O presidente da Câmara, Sadao Sakai, destacou a valorização do setor agrícola na cidade e o comprometimento dos vereadores no andamento e aprovação dos projetos. Os vereadores Edson Santos, Antonio Lino, Mauro Araújo, Diego Martins, Protássio Nogueira e Marcos Furlan também prestigiaram o evento.

Nosso objetivo é cada vez mais ampliar o relacionamento com a Prefeitura e contribuir para a melhora na qualidade de vida, geração de empregos e desenvolvimento social do município”, disse Rodrigo Souza Pinto, gerente regional da Superintendência da Penha da Caixa Econômica Federal. Participaram do evento secretários municipais, representantes dos feirantes, permissionários, além da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (CDRS) e do Sindicato Rural.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes