Prefeitura recua e teto para reajuste do IPTU 2018 será de 10%

O teto do reajuste do IPTU 2018 para os imóveis em situação regular em Mogi das Cruzes cairá de 60 para 10%. A decisão foi tomada após uma reunião realizada na noite desta segunda-feira, 05/02/2018, entre o prefeito Marcus Melo, o vice Juliano Abe com o presidente da Câmara Municipal,  Pedro Komura, e os vereadores Jean Lopes, Diegão, Pastor Carlos Evaristo, Otto, Cuco Pereira, Fernanda Moreno, Chico Bezerra,Mauro Araújo, Pedro Komura, Farofa, Antonio Lino, Sadao Sakai, Maurinho, Furlan, Edson Santos, Emerson Rong, Taubaté, Cláudio Miyake, Péricles Bauab e Protássio Nogueira.

Prefeito se reúne com vereadores para tratar do reajuste do IPTU 2018. Manifestações foram fundamentais para o recuo da prefeitura. Foto: PMMC

Para os imóveis com cadastro imobiliário desatualizado, será lançado o IPTU complementar. Nesta terça-feira, 06/02, a Prefeitura irá anunciar as orientações para que os contribuintes possam atualizar o carnê dos imóveis.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Contribuintes podem consultar valor do IPTU 2018 pela internet

Os contribuintes do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de Mogi das Cruzes já podem consultar o valor do tributo no exercício de 2018, no site da Prefeitura. Para verificação, é necessário preencher o formulário com os dados do imóvel, que constam da primeira página do carnê do IPTU dos anos anteriores, e o número do CPF do proprietário. A previsão é de que os carnês de 2018 sejam entregues até o fim deste mês.

As datas de vencimento da parcela única (que dá direito a desconto) ou da primeira parcela começam em 15 de fevereiro e vão até o dia 19 do mesmo mês, de acordo com a região – a cidade foi organizada em cinco áreas, considerando o Código de Endereçamento Postal (CEP), para evitar longas filas em agências bancárias e casas lotéricas.

Imóveis em Mogi das Cruzes terão IPTU mais caro em até 60% em 2018. Foto: PMMC

A estimativa de arrecadação do IPTU em 2018 é de R$ 153,1 milhões, já consideradas as isenções previstas na legislação, e a revisão da planta genérica aprovada no final de 2017, acarretando o IPTU mais caro para 93,6% dos imóveis. Os recursos arrecadados com o tributo são revertidos em benefícios diretos à população, como investimentos em educação, saúde, segurança, obras e outros serviços.

Para facilitar o pagamento, a partir de 2018 o imposto poderá ser quitado em até dez parcelas mensais (de fevereiro a novembro). Até 2017, o limite era de seis parcelas.

Datas de vencimento do IPTU 2018

O proprietário do imóvel que estava em dia com o imposto até 1º de novembro de 2017 tem 5% de desconto no tributo. E quem pagar o IPTU em parcela única tem direito a mais 5%, totalizando um abatimento de 10%. É bem vantajoso. O IPVA, por exemplo, que é um imposto estadual, oferece 3% de desconto para quem paga à vista.

A legislação prevê situações de isenção de tributo. Em alguns casos, é necessário o contribuinte solicitar o benefício. É o caso dos aposentados e pensionistas (dentro de algumas situações específicas).

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Vencimento da parcela única ou primeira parcela do IPTU 2014 começa nesta quinta (13/02)

A primeira parcela ou parcela única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Mogi das Cruzes começa a vencer nesta quinta-feira (13/02/2014). As datas para a quitação são definidas de acordo com o CEP de entrega do carnê. O contribuinte que não tiver débitos anteriores e optar pelo pagamento à vista do tributo terá um desconto de 10% sobre o valor.

Veja aqui as datas de vencimento do IPTU 2014

Os contribuintes podem fazer o pagamento do imposto em parcela única ou em seis parcelas bimestrais, com vencimentos em fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro. Quem optar por quitar o IPTU à vista tem 5% de desconto sobre o valor. Caso o contribuinte não possua dívidas até o dia 30 de outubro de 2013, tem direito a mais 5%, o que pode totalizar 10%.

Aposentados, pessoas de baixa renda e igrejas de qualquer culto que sejam locatárias dos prédios podem solicitar a isenção do tributo. Cada uma destas situações possui regras específicas que devem ser seguidas.

IPTU 2014
De acordo com o Orçamento Municipal, a previsão de arrecadação com IPTU para 2014 é de R$ 110 milhões. Foto: Ney Sarmento

Os contribuintes que não receberam os carnês dos imóveis podem retirar a segunda via pela internet ou nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), localizados no prédio da Prefeitura (Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, 277) e Braz Cubas (Rua Capitão Francisco de Almeida, 47), além do CIC de Jundiapeba (Alameda Santo Ângelo, s/nº).

Para o exercício de 2014, o tributo teve correção de 5,84%, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do período entre novembro de 2012 e outubro de 2013.

Dúvidas sobre o pagamento do IPTU 2014 podem ser sanadas pelo telefone 4798 5000, opção “2 – Impostos e taxas” e opção “2 – IPTU”.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes