🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 24

O Mogi das Cruzes/Helbor segue na cola do quarto colocado Paulistano/Corpore. Na noite desta sexta-feira, 15/03/2019, no Ginásio Hugo Ramos, a equipe venceu o Botafogo, por 89 a 72, e segue com chances de se classificar direto às quartas de final do NBB CAIXA 18/19.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Agora com 16 vitórias em 24 jogos, Mogi continua próximo do quarto colocado Paulistano/Corpore, que 15 triunfos, mas duas partidas a menos. Com dois jogos por fazer, os time mogiano precisa vencer e torcer por pelo menos uma derrota dos atuais campeões nos quatro duelos restantes para ficar com a quarta posição.

Mogi marca 60 pontos no segundo tempo, vence Botafogo de virada e segue colado no quarto colocado Paulistano. Foto: LNB

Cestinha do jogo, com 20 pontos, Gruber marcou 11 deles no terceiro quarto e comandou a reação mogiana. Outros nomes importantes do time vencedor foram Arthur Pecos (20 pontos e oito assistências) e Gui Deodato (18 pontos). Os dois marcaram 23 dos 33 pontos da equipe no último período.

O Botafogo ficou todo o primeiro tempo na liderança e foi para o intervalo vencendo por 40 a 29. Mas, na segunda etapa, o cenário mudou e Mogi foi dominante (60 a 32). A virada veio ainda no terceiro quarto e, depois, ampliou a vantagem para confirmar a vitória sem sustos no fim.

Para fechar o segundo tempo com a expressiva marca de 60 pontos, Mogi teve grande aproveitamento nos arremessos de quadra (17/29) e, principalmente, nos lances livres (20/24). Com apenas cinco erros, a equipe teve grande jogo coletivo e registrou 15 assistências nos 20 minutos finais.

Com 17 pontos, Cauê Borges foi o cestinha do Botafogo. Já o pivô Ansaloni somou 13 pontos e oito rebotes e foi o mais eficiente da equipe carioca (19). Outro a atingir dígitos duplos na pontuação foi o armador Coelho, autor de 11 pontos.

Mesmo com a derrota, o Botafogo segue em situação confortável para confirmar o mando de quadra nas oitavas de final. Atualmente no sexto lugar, o time carioca tem um total de 11 vitórias em 24 partidas e precisa de apenas um triunfo nos dois jogos restantes para confirmar a posição para os playoffs.

E agora? Mogi e Botafogo têm mais dois jogos na fase de classificação. De olho no G-4, os paulistas enfrentarão Sendi Bauru Basket e Sesi Franca Basquete fora de casa. Já os cariocas jogarão na capital paulista contra Paulistano/Corpore e Corinthains. As duas rodadas finais acontecerão nos dias 24 e 26/03.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 21

Todo jogo entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano/Corpore é especial e nesta sexta-feira, 15/02/2019, não foi diferente. Com grande atuação coletiva, o CAP venceu o rival em pleno Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP), por 91 a 89, e encerrou a série de três derrotas consecutivas no NBB CAIXA 2018/2019.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

O resultado no duelo desta sexta-feira não alterou a classificação das equipes no campeonato. Na quinta colocação, o Paulistano agora tem campanha de 13 triunfos e sete derrotas (65% de aproveitamento). Uma posição acima, o Mogi, quarto colocado, tem campanha de 15 vitórias em 21 oportunidades (71,4% de aproveitamento).

O jogo coletivo do Paulistano merece destaque. Seis atletas tiveram dois dígitos de pontuação: o ala Léo Meindl foi o cestinha da equipe com 15, seguido pelo pivô Guilherme Hubner (14); o armador Yago Mateus e os ala-armadores Georginho de Paula e Roquemore fizeram 13 pontos, e o ala/pivô Victão contribuiu com dez.

Com grande atuação coletiva, Paulistano supera rival Mogi fora de casa. Foto: LNB

Do lado do Mogi, os grandes destaques ficaram por conta dos alas Shamell e Gui Deodato. O norte-america foi o cestinha do jogo com 22 pontos, além de quatro rebotes e quatro assistências (22 de eficiência). Já Gui foi o mais eficiente (28), depois de anotar duplo-duplo de 20 pontos e dez rebotes, além de quatro rebotes e dois roubos de bola.

O Mogi começou melhor a partida e abriu 11 pontos em pouco tempo (17 a 6). Ainda no primeiro quarto, com dez pontos do ala/pivô Victão, o Paulistano reagiu e conseguiu virar a primeira parcial na frente (24 a 23). No segundo quarto, o CAP voltou mais atento e foi para o intervalo na frente por 48 a 40. Na volta dos vestiários, foi a vez do Mogi embalar no talento de Gui Deodato e levar a decisão da partida para os últimos dez minutos com o jogo em apenas quatro pontos (74 a 70 para o Paulistano).

Os últimos dez minutos de jogo foram ainda mais equilibrados. Nos minutos finais, as duas equipes alternaram a liderança do placar constantemente. Com um minuto para o fim, o jogo estava empatado em 87 a 87. O ala Léo Meindl teve dois lances livres, mas converteu apenas um. Na sequência, foi a vez de Shamell sofrer falta e, após converter os dois arremessos livres, colocar o Mogi na frente.

Foi aí que a estrela de Guilherme Hubner, MVP das últimas finais, justamente contra o Mogi, brilhou. Atrás no placar por um ponto, o pivô recebeu a bola perto do estouro do cronômetro de 24 segundos e acertou um lindo arremesso de 3 pontos, que deu vantagem para sua equipe (91 a 89). No ataques seguinte, JP Batista teve a chance de empatar, mas parou na marcação de Victão.

Próxima parada: As duas equipes voltarão a atuar apenas dia 28 de fevereiro. O Paulistano receberá o Vasco da Gama, no Ginásio Antonio Prado Jr, às 19h00, com transmissão ao vivo no Facebook. Já o Mogi vai até o Ginásio Wlamir Marques enfrentar o Corinthians, às 21h00, também com transmissão no Facebook do NBB.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 20

Que jogo, amigos e amigas. Na noite desta quarta-feira, 13/02/2019, o ala Gui Deodato, também conhecido como “Batman”, acertou um magistral arremesso de 3 pontos no estouro do cronômetro e deu a vitória heroica ao Mogi das Cruzes/Helbor sobre o Vasco da Gama, no Ginásio Hugo Ramos, por 90 a 88.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Quando o cronômetro apontava cinco segundos para o fim, o Mogi pegou o rebote de defesa e saiu em disparada com a bola com Gui Deodato. O jogador cruzou a quadra rapidamente e fez o arremesso de longe, dois passos atrás da linha de 3 pontos. Ela caiu, e de tabela, para delírio da torcida presente e frustração total dos vascaínos.

Autor da bola da vitória, Gui deixou a quadra com 14 pontos (3/6 nas bolas de 3 pontos), cinco rebotes e quatro assistências (17 de eficiência). Essa foi a nona partida consecutiva que o camisa 1 do Mogi registra dez ou mais pontos no NBB CAIXA.

Gui Deodato, do Mogi, e Rafael, do Vasco. Foto: NLB

Com o resultado, o Mogi permaneceu firme na quarta colocação, com 15 vitórias em 20 partidas (75% de aproveitamento). Por sua vez, o Vasco seguiu na 12ª posição, agora com campanha de cinco triunfos em 19 oportunidades (26,5% de aproveitamento).

O grande destaque individual do Mogi foi armador Arthur Pecos, que registrou 24 pontos (9/16 nos arremessos de quadra) e estabeleceu seu novo recorde da carreira no NBB CAIXA. Além da pontuação, o camisa 14 ainda registrou seis assistências e quatro rebotes, números que lhe renderam 27 de eficiência – também recorde.

Do outro lado, Duda Machado fez uma partida de encher os olhos e por pouco não se consagrou por completo no Hugo Ramos. O experiente ala/armador de 36 anos foi autor de expressivos 32 pontos (7/12 nas bolas de 3 pontos) e cravou sua melhor marca na temporada – seu recorde da carreira no NBB CAIXA é de 36, na temporada 2012/2013 pelo Flamengo contra o Pinheiros.

Ainda pelo Vasco, quem também se sobressaiu foi a dupla de garrafão formada pelo pivô Lupa e o ala/pivô Rafa Oliveira, ambos com 17 pontos, e o armador Vithinho Lersch, que em seu retorno a Mogi das Cruzes anotou 14 pontos, oito assistências e cinco rebotes contra o clube que defendeu nas últimas cinco temporadas.

Próxima parada: O Mogi terá como próximo adversário o Paulistano/Corpore, em reedição da decisão do último NBB CAIXA, nesta sexta-feira, 15/02, no Ginásio Hugo Ramos, às 21h10, com transmissão ao vivo pelo Fox Sports. Já o Vasco fará o clássico com o Botafogo no dia 23 de fevereiro (sábado), no Ginásio Oscar Zelaya, às 14h00, ao vivo na Band.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 19

O Flamengo conseguiu um importante resultado no NBB CAIXA 2018/2019. Neste sábado, 26/01/2019, o rubro-negro carioca venceu o Mogi das Cruzes/Helbor, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP), por 81 a 74, com grande atuação da dupla Balbi e Varejão, e subiu para a terceira colocação do campeonato.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Com o resultado positivo, o Flamengo alcançou sua 13ª vitória em 17 jogos na atual edição do NBB CAIXA (77,8% de aproveitamento) e subiu para a terceira posição. Já o Mogi, com a derrota, caiu para o quarto lugar, com campanha de 14 triunfos e cinco derrotas (73,7% de aproveitamento).

Mascote do Mogi, o Jaguá. Foto: LNB

O armador argentino Franco Balbi, do Flamengo, vive uma fase extraordinária. No triunfo deste sábado, o jogador foi responsável por 18 pontos, oito rebotes, cinco assistências e dois roubos de bola, totalizando 20 de eficiência. Além dos ótimos números, o argentino protagonizou lances espetaculares, com sua habilidade e gingado sul-americano.

Outro destaque rubro-negro foi o pivô Anderson Varejão, que dominou a área pintada ofensivamente e defensivamente. Ele foi o cestinha da partida com 23 pontos, além de 11 rebotes (duplo-duplo) e expressivos 29 de eficiência – maior marca do jogo.

Pelo lado do Mogi, quatro jogadores fizeram dez ou mais pontos no jogo: o ala Shamell foi o maior pontuador da equipe, com 20, além de sete rebotes e 19 de eficiência; o ala Gui Deodato anotou 14; o pivô JP Batista foi responsável por 13 pontos e sete rebotes; e o ala/pivô Gruber terminou a partida com dez pontos e sete rebotes.

Próxima parada: O próximo duelo do Flamengo será contra o Paulistano/Corpore, na próxima sexta-feira, 01/02, na Arena Carioca 1, às 21h10, com transmissão ao vivo no Fox Sports. Já o Mogi voltará a atuar pelo NBB CAIXA apenas dia 13 de fevereiro, contra o Vasco da Gama, no Ginásio Hugo Ramos, às 20h00, com transmissão ao vivo no Twitter do NBB (@NBB).

Fonte: Liga Nacional de Basquete

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 18

O Mogi das Cruzes/Helbor continua imparável no NBB CAIXA. Nesta segunda-feira, 21/01/2019, diante do Life Fitness/Minas, o time comandado por Guerrinha bateu a equipe mineira por 65 a 64, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, e emplacou sua oitava vitória seguida na competição.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Com a vitória, o Mogi emplacou a oitava vitória seguida no NBB CAIXA, e agora ocupa a terceira colocação da competição – 14 vitórias em 18 jogos; 77,8% de aproveitamento. Já o Minas, que vinha de vitória, sofreu mais um revés na competição. Na oitava colocação, o time mineiro, agora, detém campanha de sete triunfos em 18 partidas – 38,9% de aproveitamento.

JP Batista foi o nome do Mogi na partida. Com um duplo-duplo de dez pontos e incríveis 22 rebotes – recorde do atleta no NBB, com 11 rebotes ofensivos e 11 defensivos -, o pivô mogiano foi essencial para o triunfo sobre a equipe mineira.

Equipe do Mogi. Foto: LNB

Já na equipe mineira, Gegê foi quem mais se destacou. Ao todo, o armador da equipe mineira foi o autor de 16 pontos na partida e foi o cestinha do time comandado por Flávio Espiga no jogo.

O nome do primeiro quarto da partida foi o armador Gegê, do Minas. Titular durante todo o período, o atleta fechou o quarto com oito pontos e, de quebra, diminuiu a vantagem do Mogi na ida para o segundo quarto (18 a 16).

Se no primeiro período, Gegê conseguiu impor um bom ritmo e diminuir a vantagem do Mogi na partida, no segundo a história foi outra. Com ótima atuação do ala Shamell, com oito pontos, e também do pivô João Pedro, com seis, o Mogi conseguiu abrir sete pontos de frente na ida para o intervalo.

Na volta do intervalo o Minas esboçou uma reação e, sem sucesso, foi para o último período seis pontos atrás no placar (53 a 47).

Já no último quarto, o jogo ficou mais emocionante do que nunca. Após ambas equipes se revezaram na liderança do resultado, o Mogi assumiu a dianteira do placar com 12 segundos para o fim. A diferença, até então, era de um ponto (65 a 64) e a equipe comandada por Guerrinha se viu sem a posse da bola e com a missão de frear uma reação do time mineiro. Como esperado, a equipe comandada por Flávio Espiga foi com tudo para o ataque, mas após o passe de Gegê ser interceptado por Arthur Pecos, do Mogi, os números finais foram decretados no confronto.

O meu papel aqui é tentar dar o meu máximo para ajudar todo mundo e, caso eu não esteja bem, é mais difícil auxiliar a minha equipe. Temos que nos concentrar um pouco mais e tentar ajudar o clube da melhor forma e, felizmente, hoje deu certo”, disse o armador Pecos, do Mogi.

Próxima parada: Agora, após mais uma vitória, o Mogi somente entrará em quadra neste sábado, 26/01, diante do Flamengo, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, às 14h00, com transmissão da Band. Já o Minas, com o revés, irá atrás de uma recuperação no duelo com o Paulistano/Corpore, na próxima quarta-feira, 30/01, na Arena Minas Tênis Clube, às 20h00, com transmissão ao vivo no Twitter do NBB.

Fonte: Liga Nacional de Basquete