🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – semifinal – jogo 3

Com uma atuação espetacular, do começo ao fim do jogo, sem se importar com a pressão da torcida e o fator quadra, a jovem equipe do Paulistano/Corpore conseguiu mais uma vez surpreender. Derrotou o Mogi/Helbor por 89 a 84 (50 a 36 no primeiro tempo) em pleno ginásio “Professor Hugo Ramos”, em Mogi das Cruzes.

Com esse resultado, a série melhor de cinco partidas pela semifinal do Campeonato Paulista de Basquete fica 2 a 1 para o time mogiano e força a realização de um quarto jogo que será disputado nesta sexta-feira, 20/10/2017, a partir das 20h00, novamente no ginásio Hugão, em Mogi. O quarto encontro da série terá também transmissão ao vivo pela TV FPB, com narração de Jota Silva e comentários do jornalista Juarez Araújo.

Em Mogi das Cruzes, o jogo começou com domínio do time da Capital que chegou a abrir 9 a 3, obrigando o técnico Guerrinha a pedir tempo. O time mogiano reagiu, mas as bolas de três do ala Eddy caíram e a vantagem do time da capital voltou a subiu novamente para oito pontos (19 a 11), encerrando o primeiro período com cinco pontos na frente: 27 a 22.

O segundo período teve também grande domínio do Paulistano, que chegou a abrir a maior vantagem do jogo, atingindo 15 pontos (46 a 31), graças à uma defesa agressiva e muita velocidade no ataque para ter tranquilidade suficiente para ir ao intervalo com 14 pontos na frente: 50 a 36.

O americano Tyrone, bem marcado por Jhonatan, em lance do bom jogo disputado nesta quinta-feira, 19, em Mogi das Cruzes. Foto: Antônio Penedo/ Mogi Helbor

Motivado com os quase quatro mil torcedores presentes ao Hugão, o time de Mogi fez uma parcial de 20 a 15 no terceiro período, e chegou a abaixar para seis pontos (65 a 59) e colocar fogo no jogo. Porém, ainda no fim do período, o CAP liderava o placar por sete pontos (70 a 63), apesar do domínio do time mogiano que fez 27 a 20 no período.

O quarto período começou eletrizante, com o americano Shamell acertando uma cesta de três pontos, fazendo o ginásio Hugão ir à loucura. A reação do time da casa, fez a diferença ficar apenas dois pontos (70 a 68), com os últimos sete minutos sendo emocionantes. Com garra, velocidade e muita defesa, o Paulistano sustentava a vantagem até que em uma bola de três pontos, Tyrone empatou o jogo em 74 a 74.

Novamente com cinco pontos seguidos do armador Deryk Ramos, melhor jogador em quadra, o Paulistano abriu uma vantagem de sete pontos (87 a 80), faltando pouco mais de um minuto. Com a calma de um vice-campeão naciona, o vermelho e branco do Jardim América soube administrar a vantagem e chegou a importante vitória por cinco pontos (89 a 84), forçando o quarto jogo nesta sexta-feira (20)

A necessidade deles de vencer era maior que a nossa. Fizeram um grande jogo, em todos os períodos, souberam explorar nossos erros e tiveram méritos na vitória. Agora é pensar no quarto jogo, acertar detalhes para não cometer mais os erros de hoje para fechar a série”, disse o técnico Guerrinha.

Larry Taylor, com 20 pontos, sete rebotes e cinco assistências, foi o principal destaque do Mogi/Helbor, seguido por Shamell (18 pontos, cinco rebotes e quatro assistências) e Curnell Tyrone (14 pontos e dois rebotes).

Todos os jogadores sabiam que era possível vencer em Mogi. Todos jogaram com garra, com determinação e vontade de vencer. Mas só ganhamos um jogo. Amanhã (sexta) tem outro importante jogo e vamos buscar empatar a série levá-la para decidir em nosso ginásio. Nada está perdido e nada está decidido ainda”, disse o armador limirense, Deryk Ramos, melhor jogador em quadra. Ele marcou 20 pontos, algumas bolas que sustentaram o placar para sua equipe, além de um rebote e uma assistência.

Outro destaque do time da Capital, foi o americano naturalizado peruano, Kyle Fuller que marcou 15 pontos, deu 10 assistências e pegou três rebotes, além de Guilherme Hubner, com 15 pontos e 13 rebotes.

Fonte: Federação Paulista de Basketball

Anúncios

🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – quartas de final – jogo 2

Deu a lógica. Paulistano/Corpore, segundo melhor classificado na primeira fase, e Mogi/Helbor, terceiro melhor colocado, estão na semifinal do Campeonato Paulista de Basquete. Em partidas disputadas nesta segunda-feira, 09/10/2017, os dois favoritos venceram o América/UNIRP/Rodobens/Smel/3m e LSB/UNISO, respectivamente, e passaram à fase seguinte dos playoffs da competição. Os dois irão fazer uma série melhor de cinco jogos por uma semifinal do Paulista de 2017.

O Paulistano venceu o América por 101 a 83 (57 a 37 no primeiro tempo, enquanto que o Mogi superou a LSB/UNISO por 88 a 79 (43 a 38 no primeiro tempo).

Já o Mogi/Helbor contou novamente com ótimas atuações de Shamell, Larry Taylor e Caio Torres para vencer a LSB/UNISO por nove pontos. O jogo começou tenso e, mesmo com um parcial de 6 a 0, o Mogi teve dificuldades no primeiro período, quando a LSB/UNISO chegou a diminuir a vantagem do time da casa para cinco pontos (18 a 13), terminando com apenas cinco pontos na frente: 22 a 17. O segundo período continuou ainda mais equilibrado, com o time sorocabano exigindo muito do favorito Mogi e mantendo a difrença dos cinco pontos (32 a 27), faltando quatro minutos. E o equilíbrio marcou o segundo período, terminando 21 a 21, indo para o intervalo com seis pontos na frente: 43 a 38 a favor do time da casa.

Técnico Guerrinha, do Mogi/Helbor. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

O terceiro período foi dominado por Mogi que fez 24 a 14, segurando a vantagem adquirida até o intervalo. O quarto período também não mudou o ritmo, apesar da reação da equipe sorocabana que fez uma parcial de 8 a 2 nos primeiros minutos, depois 16 a 5, diminuindo para seis pontos (74 a 68). Mas as bolas de três pontos, especialmente de Shamell e quando estava três pontos, do ala/pivô Tyrone, seguraram a reação da LSB que mesmo vecendo o quarto período por 27 a 19, mas não conseguiu segurar os pontos que deram a vitória ao time mogiano, atual campeão paulista, por nove pontos: 88 a 79.

Shamell, com 24 pontos, sete rebotes e duas assistências e Larry taylor, com 22 pontos, nove rebotes, sete assistências e duas bolas recuperadas, mais Caio Torres, com 16 pontos, 10 rebotes e uma assistência, foram os principais destaques do Mogi. Os americanos Brite (32 pontos, seis rebotes e seis assistências) Cook (18 pontos, três rebotes e uma assistência), foram os principais destaques da LSB/UNISO.

Saio daqui muito esperançoso. Era um jogo muito difícil, mas nosso time mostrou fibra, mostrou porque somos conhecidos como time de guerreiros. Lutamos até o final contra o atual campeão na casa deles. E é isso que quero levar para o NBB”, disse Rinaldo Rodrigues. “Agora, a LSB/UNISO se concentra na preparação para o NBB que é o maior Campeonato do País, que começa em novembro”, disse o técnico Rinaldo Rodrigues, da LSB/UNISO.

Fonte: Federação Paulista de Basketball

🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – rodada 14

Nada mudou na classificação para os playoffs do Campeonato Paulista de Basquete 2017. Na noite desta terça-feira, 03/10/2017, aconteceu a última rodada da primeira fase da competição, com três partidas. No entanto, os resultados não alteraram os confrontos que já estavam definidos antecipadamente.

Com a última rodada acontecendo, as séries melhores de três partidas pelas quartas de final terão os seguintes confrontos nos playoffs: SESI Franca (1º) x Basquete Osasco (8º.); Paulistano/Corpore (2º) x América/UNIRP/Rodobens/Smel/3m (7º), Mogi/Helbor (3º) x LSB/UNISO (6º) e Pinheiros (4º) x Bauru (5º).

Wesley Sena, do Mogi, arremessando sob a marcação de Arthur (Pinheiros). Foto: Antônio Penedo/ Mogi Helbor

A equipe do SESI Franca, encerrou com uma vitória, no ginásio Pedrocão, em Franca, sobre o América/UNIRP/Rodobens/Smel/3m, por 93 a 70 (45 a 26 no primeiro tempo), e manteve o primeiro lugar (12 vitórias e duas derrotas). Já o Paulistano/Corpore também ganhou do Basquete Osasco por 88 a 72 (52 a 28), e se garantiu na segunda colocação.

A única esperança do Mogi/Helbor, atual campeão em ficar com a segunda colocação era vencer o Pinheiros e ficar torcendo por uma derrota do Paulistano, o que não aconteceu. Com isso, em jogo bem disputado, no Ginásio Hugão, em Mogi das Cruzes, o time mogiano venceu o ECP por 77 a 73 (32 a 33 no primeiro tempo), e ficou na terceira colocação, com o Pinheiros permanecendo na quarta colocação.

Wesley Sena, com 15 pontos e oito rebotes e o americano Tyrone Curnell (15 pontos, dois rebotes e uma assistência), foram os melhores de Mogi. O aniversariante do dia, Larry Taylor (14 pontos, cinco bolas recuperadas, três rebotes e uma assistência) e Vitinho (10 pontos, dois rebotes e duas assistências), foram outros destaques do time mogiano. Bennett (15 pontos, dois rebotes e duas assistências), Chris Ware (13 pontos, sete rebotes e uma assistência) e Arthur Bernardi (11 pontos, quatro rebotes, quatro assistências e duas bolas recuperadas), foram os melhores do Pinheiros.

O jogo de Mogi foi disputado em clima de playoff. “Não fizemos um bom jogo ao ponto de levar 34 pontos no terceiro período. Isso não pode acontecer daqui para frente. Ainda bem que na base da superação conseguimos buscar a vitória”, afirmou o pivô Caio Torres, do Mogi/Helbor.

Para Ansaloni, o jogo mostrou o que pode ser os playoffs. “Tivemos a felicidade de mandar no jogo por três períodos e fazer um jogo muito ruim no quarto período e perder o jogo, por méritos do time de Mogi. Foi bom para ver o que podemos melhorar e agora só pensar nos playoffs”, analisou.

Confrontos dos playoffs – quartas de final

SESI Franca (1º) X Basquete Osasco (8º)
Jogo 1 – 07/10, 16h00, em Osasco
Jogo 2 – 10/10, 20h00, em Franca
Jogo 3 – 11/10, 20h00, em Franca (se necessário)

Paulistano/Corpore (2º) X América/UNIRP/Rodobens/Smel/3m (7º)
Jogo 1 – 06/10, 20h00, em São José do Rio Preto
Jogo 2 – 09/10, 19h30, na Capital
Jogo 3 – 10/10, 19h30, na Capital (se necessário)

Mogi/Helbor (3º) X LSB/UNISO (6º)
Jogo 106/10, 20h00, em Sorocaba
Jogo 209/10, 20h00, em Mogi das Cruzes
Jogo 310/10, 20h00, em Mogi das Cruzes (se necessário)

EC Pinheiros (4º) X Basket Bauru (5º)
Jogo 1 – 05/10, 20h00, em Bauru
Jogo 2 – 07/10, 19h00, na Capital
Jogo 3 – 08/10, 18h00, na Capital (se necessário)

Fonte: Federação Paulista de Basketball

🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – rodada 13

Em mais um reencontro entre os finalistas da última temporada do Campeonato Paulista de Basquete, melhor para os donos da casa. Se no jogo de ida Bauru derrotou Mogi no Panela de Pressão, neste sábado, 30/09/2017, a equipe do Mogi/Helbor fez valer o mando de quadra e superou o Dragão por 88 a 62 (47 a 34 no primeiro tempo), em partida disputada no ginásio “Professor Hugo Ramos”, em Mogi das Cruzes.

O resultado não altera a classificação mogianos e bauruenses, que passa para os playoffs de quartas de final. Mogi deve ficar com a terceira colocação e irá enfrentar a LSB/UNISO, sexto colocado, enquanto que Bauru, com a quinta colocação, e vai medir forças com o Pinheiros (4º) na série melhor de três, que vai começar já na quinta-feira com o confronto de Pinheiros X Bauru, em Bauru.

O cestinha da partida foi o americano naturalizado brasileiro, Larry Taylor, com 22 pontos, além de cinco assistências e um rebote. Tyrone Curnell, com 18 pontos, cinco rebotes e duas assistências e Shamell, com 13 pontos, dois rebotes e cinco assistências foram os outros estaques do Mogi/Helbor.

Larry Taylor foi o cestinha do Mogi/Helbor na vitória contra o Bauru. Foto: Antônio Penedo/ Mogi Helbor

No confronto contra Mogi os destaques do Dragão foram o ala/pivô Renan Lenz, com 13 pontos, três rebotes e uma assistência e o pivô Rafael Hettsheimeir, também com 13 pontos e oito rebotes.

Não fizemos uma boa partida principalmente no segundo tempo, quando eles dominaram todas as ações de ataque e não conseguimos pontuar também. Agora é focar nos playoffs e corrigir rápido nossos erros”, disse Rafael Hettsheimeir.

Para o técnico Demétrius Ferracciú, a equipe precisa se ajustar para minimizar os erros antes do confronto contra o Pinheiros. “Não tivemos qualidade no jogo. Nosso time é qualificado, mas fizemos uma partida muito abaixo. Temos que corrigir isso, pois agora temos o confronto de playoff contra o Pinheiros”, declara o técnico.

Fonte: Federação Paulista de Basketball

🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – rodada 12

Não tem mais invicto no Campeonato Paulista de Basquete. Na noite deste domingo, 24/09/2017, o Mogi/Helbor acabou com a invencibilidade do SESI Franca, com uma vitória por 85 a 81 (46 a 46 no primeiro tempo). A partida, válida pelo returno da fase de classificação, foi disputada no ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes. O time francano venceu os 10 primeiros jogos e, apesar da derrota, continua líder da competição, com 10 vitórias e uma derrota. Já o time mogiano permanece com em terceiro lugar, só que agora com nove vitórias e três derrotas.

Os grandes destaques do time de Mogi foi novamente o americano Shamell, com 22 pontos, três rebotes e três assistências, seguido por Tyrone (16 pontos, seis rebotes e cinco assistências), Caio Torres (13 pontos, seis rebotes e quatro assistências) Larry Taylor (11 pontos, três rebotes e três assistências). Pelo lado de Franca, os destaques foram: Jefferson William, com 18 pontos e 10 rebotes, mais Pedro Lima (12 pontos, três assistências e um rebote), Léo Meindl (13 pontos, oito rebotes e duas assistências) e Alexey Borges (11 pontos, oito assistências e quatro rebotes).

O técnico Guerrinha, do Mogi/Helbor, enalteceu o desempenho de sua equipe e pela vitória. “Foi como se fosse o jogo 5 do playoff. Disputado, intenso e com qualidade. Tivemos tudo para agradar o que o basquete tem. Conseguimos a vitória em função da defesa no último quarto, da segunda bola dividida e principalmente da evolução do rendimento do Tyrone e do Jimmy. Mesmo estando abaixo na classificação, o campeonato está sendo muito bom para nós porque o time está sangrando mais e isso fortalece o elenco. As dificuldades exigem mais estudo, dedicação e doação. Agora não tem mais invicto na competição”, completou o técnico mogiano.

O ala Shamell foi o cestinha do Mogi/Helbor na vitória sobre o SESI Franca. Foto: Antônio Penedo/ Mogi Helbor

O americano Tyrone, que reforçou o Mogi/Helbor, depois de ter sido poupado pelo técnico Guerrinha, foi um dos melhores em quadra. “Desde que cheguei aqui, não estava jogando do meu jeito e então conversei com o Guerrinha e com o time, mas agora estou pegando ritmo e hoje consegui fazer meu jogo. Eu quero também mostrar meu jogo diante do time que estava invicto e hoje deu certo”, falou o ala e pivô, ídolo mogiano.

O técnico Helinho Garcia, do SESI Franca, reconheceu a vitória merecida de Mogi. “Foi uma partida muito equilibrada, decidida apenas nos dois últimos minutos. Tivemos algumas dificuldades nos passes e na posse de bola, o que proporcionou que Mogi tivesse maior controle dos ataques, o que foi fatal, devido ao alto poder ofensivos do adversário. Mas também tivemos méritos, como nos rebotes, o que deve ser valorizado. Agora é analisar os acertos e corrigir os erros para a sequência da competição”, disse o técnico Helinho, ao se referir que Franca apanhou 43 rebotes, sendo 12 de ataque, contra apenas 29 de Mogi (12 ofensivos).

O jogo contou com a presença de Tiago Conceição, de 28 anos, jovem tirado das drogas através do programa Anjos do Esportes, do ex-jogador André Brazolin, e que esteve no último sábado nas quadras do lago do Liceu Coração de Jesus, durante a Virada Esportiva. Tiago, que vai receber um curso gratuito da Federação Paulista, presente oferecido pelo presidente da FPB, Enyo Correia, promete ser em breve um oficial de quadra ou mesa. Nas atividades de sábado, ganhou também uma camisa do time de Franca e já virou fã do time francano.

Fonte: Federação Paulista de Basketball