Obras alteram intervalos da CPTM neste fim de semana​ (15 e 16/10/2016)

Neste sábado, 15/10/2016, à meia-noite, os relógios deverão ser adiantados para 1h00, para início do horário de verão. A operação comercial da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que se encerraria à 1h00, será prorrogada até as 2h00 da manhã de domingo, 16. Os intervalos no final de semana serão alterados em algumas linhas para prosseguimento das obras de modernização. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem.

Veja como fica a operação em cada linha da região:

Linha 11-Coral [Luz – Guaianases]: Sábado, 15/10, das 19h00 até meia-noite, ocorrerão serviços no equipamento de via permanente entre as estações Tatuapé e Itaquera. O intervalo médio entre os trens será de 20 minutos entre Luz e Guaianases.

Domingo, 16/10, das 4h00 à meia-noite, a circulação ficará interrompida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera para a continuidade dos trabalhos nos equipamentos de via permanente no trecho. Para prosseguir viagem, o usuário deverá utilizar os trens do Metrô. O intervalo médio entre os trens será de 15 minutos entre Luz e Tatuapé e entre Corinthians-Itaquera e Guaianases.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800-0550121.

Fonte: CPTM

Início do Horário de Verão: EDP orienta sobre uso consciente da energia

Diminuir a demanda de energia no horário de pico do sistema elétrico brasileiro. Essa é a principal função do horário de verão, que começa neste domingo, 16/10/2016, e se estende até 19 de fevereiro do ano que vem.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), no último horário de verão (2015/2016), houve a redução de 4,5% da demanda de energia no Brasil, o que representou uma economia de R$ 162 milhões para o País, já que não foi preciso acionar energia extra de usinas termelétricas de maior custo para garantir o abastecimento nos horários de pico.

O período de maior consumo de energia se dá quando as famílias chegam em casa, entre 18h00 e 21h00. Isso porque, ao entrarem em suas residências, possuem o hábito de acender luzes e ligar os eletrodomésticos, como TV e máquina de lavar. Além disso, no mesmo momento, entra em operação a iluminação pública das ruas.

Itaipu Binacional
De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), anualmente, a redução média varia entre 3,5% e 5%. Foto: Itaipu Binacional

O horário de verão serve para minimizar essa concentração de carga no horário de ponta, já que os dias se tornam mais longos e a iluminação pública e das residências começa a funcionar um pouco mais tarde”, explica Marcos Scarpa, relações institucionais da EDP.

Além da redução da demanda, o período é propício para mudança de hábitos que trazem economia na conta de luz. Para isso, a EDP orienta seus clientes com dicas simples que podem fazer uma grande diferença na fatura do fim do mês.

Iluminação

– Durante o horário de verão o dia tem mais tempo de iluminação solar, por isso, abra as cortinas e utilize menos as lâmpadas.

– A pintura das paredes e do teto dos cômodos influencia a iluminação do ambiente. O ideal é utilizar cores claras na pintura, aproveitando o reflexo das lâmpadas.

Chuveiro

– Sempre que possível, use o chuveiro na posição “verão” – a economia pode chegar a 30%.

– Limite seu tempo de banho. O ideal é de cinco a oito minutos.

– Não tente aproveitar uma resistência queimada, pois isso acarretará aumento no consumo de energia elétrica.

Refrigerador ou freezer

– O aparelho deve ser protegido dos raios solares e mantido o mais afastado possível do calor do fogão.

– Os alimentos, quando quentes, não devem ser guardados no refrigerador ou no freezer. Isso faz com que o motor do equipamento tenha de trabalhar por mais horas.

– A borracha de vedação da porta deve estar sempre em bom estado, evitando a fuga de ar frio.

– Não utilize a parte traseira do refrigerador para secar panos e roupas. Mantenha-o distante da parede, conforme instruções do manual (em média, 20 centímetros).

– Caso o equipamento tenha mais de dez anos, comece a pensar na possibilidade de substituí-lo, e na hora da compra verifique a existência do selo Procel, que garante economia e eficiência energética.

Ar-condicionado

– Utilize o equipamento somente em ambientes fechados. Janelas e portas devem estar bem vedadas.

– Na hora da compra, avalie a potência do equipamento de acordo com o tamanho do ambiente que será refrigerado.

– Mantenha sempre limpo o filtro do ar-condicionado para que não haja necessidade de esforço extra do equipamento.

Vale lembrar que manter a rede elétrica interna em bom estado e equilibrada é essencial para evitar fuga de corrente e desgaste na fiação elétrica.

EDP orienta sobre uso consciente da energia no Horário de Verão

Diminuir a demanda de energia no horário de pico do sistema elétrico brasileiro. Essa é a principal função do horário de verão, que começa neste domingo (18/10/2015) e se estende até 21 de fevereiro de 2016.

O período de maior consumo de energia se dá quando as famílias chegam a casa, após as 18h00, e vai até 21h00. Ao chegar, todos têm o hábito de acender luzes e ligar os eletrodomésticos, como TV e máquina de lavar. Além disso, no mesmo momento, entra em operação a iluminação pública das ruas e as indústrias continuam em serviço.

Itaipu Binacional
De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), anualmente, a redução média varia entre 3,5% e 5%. Foto: Itaipu Binacional

O horário de verão serve para minimizar essa concentração de carga no horário de ponta, já que os dias se tornam mais longos, e a iluminação pública e das residências começa a funcionar um pouco mais tarde, momento em que as fábricas já estão com produção reduzida”, explica Marcos Scarpa, relações institucionais da EDP, distribuidora de energia elétrica do Vale do Paraíba, Alto Tietê e Litoral Norte de São Paulo.

Neste período, as festas de final de ano também impulsionam o consumo de energia do comércio e da indústria. “Soma-se a isso, a utilização mais intensa do ar-condicionado, aparelho que consome muito, fazendo com que a redução da demanda seja ainda mais necessária para manter o equilíbrio do sistema elétrico”, finaliza o executivo.

Para incentivar o uso consciente de eletricidade, minimizando o desperdício, a EDP orienta seus clientes com dicas simples que podem fazer a diferença na conta de luz no fim do mês.

Iluminação

– Durante o horário de verão o dia tem mais tempo de iluminação solar, por isso, abra as cortinas e utilize menos as lâmpadas.

– A pintura das paredes e do teto dos cômodos influencia a iluminação do ambiente. O ideal é utilizar cores claras na pintura, aproveitando o reflexo das lâmpadas.

Chuveiro

– Sempre que possível, use o chuveiro na posição “verão” – a economia pode chegar a 30%.

– Limite seu tempo de banho. O ideal é de cinco a oito minutos.

– Não tente aproveitar uma resistência queimada, pois isso acarretará aumento no consumo de energia elétrica.

Refrigerador ou freezer

– O aparelho deve ser protegido dos raios solares e mantido o mais afastado possível do calor do fogão.

– Os alimentos, quando quentes, não devem ser guardados no refrigerador ou no freezer. Isso faz com que o motor do equipamento tenha de trabalhar por mais horas.

– A borracha de vedação da porta deve estar sempre em bom estado, evitando a fuga de ar frio.

– Não utilize a parte traseira do refrigerador para secar panos e roupas. Mantenha-o distante da parede, conforme instruções do manual (em média, 20 centímetros).

– Caso o equipamento tenha mais de dez anos, comece a pensar na possibilidade de substituí-lo, e na hora da compra verifique a existência do selo Procel, que garante economia e eficiência energética.

Ar-condicionado

– Utilize o equipamento somente em ambientes fechados. Janelas e portas devem estar bem vedadas.

– Na hora da compra, avalie a potência do equipamento de acordo com o tamanho do ambiente que será refrigerado.

– Mantenha sempre limpo o filtro do ar-condicionado para que não haja necessidade de esforço extra do equipamento.

Vale lembrar que manter a rede elétrica interna em bom estado e equilibrada é essencial para evitar fuga de corrente e desgaste na fiação elétrica.

EDP dá dicas para utilização eficiente da energia elétrica durante o horário de verão

Hoje (19/10/2014), os moradores dos estados das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país deverão adiantar o relógio em uma hora. O horário de verão, que vai até 22 de fevereiro de 2015, tem como objetivo principal a redução da demanda por energia no período de maior consumo, conhecido como horário de pico ou de ponta, que vai das 18h00 às 21h00. Para potencializar a ação, a EDP, distribuidora de energia elétrica em São Paulo, apresenta algumas dicas para a utilização eficiente da energia elétrica.

Com a medida, espera-se redução de 4,5% da demanda durante horário de pico nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Foto: Itaipu Binacional
Com a medida, espera-se redução de 4,5% da demanda durante horário de pico nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Foto: Itaipu Binacional

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com a medida, a demanda por energia no horário de pico no Sudeste e Centro-Oeste deve diminuir 4,5%. Isso significa que as usinas deixarão de gerar, no momento de maior carga, 1.970 MW, o que corresponde a quase duas vezes a carga no horário de pico de Brasília (2,6 milhões de habitantes).

Confira algumas ações que podem contribuir no combate ao desperdício da energia elétrica

Iluminação:

– Durante o horário de verão o dia tem mais tempo de iluminação solar, por isso, abra as cortinas e utilize menos as lâmpadas.

– Quando a iluminação natural não for suficiente, utilize lâmpadas fluorescentes. A incandescente tem custo menor, mas a fluorescente compacta é quatro vezes mais eficiente e dura de oito a dez vezes mais.

– Utilize somente lâmpadas de voltagem compatível com a rede local da concessionária.

– Dê preferência a cores claras na hora de pintar a parte interna da residência. As cores escuras exigem lâmpadas mais potentes.

– Mantenha a rede elétrica interna da residência em bom estado e equilibrada.

Chuveiro:

– Sempre que possível, use o chuveiro na posição “Verão” – a economia pode chegar a 30%.

– Limite seu tempo de banho. O ideal é de cinco a oito minutos.

– Não tente aproveitar uma resistência queimada, pois isso acarretará aumento no consumo de energia elétrica.

Refrigerador ou freezer:

– O aparelho deve ser protegido dos raios solares e mantido o mais afastado possível do calor do fogão.

– Os alimentos, quando quentes, não devem ser guardados no refrigerador ou no freezer.

– A borracha de vedação da porta deve estar sempre em bom estado, evitando a fuga de ar frio.

– Regule o termostato adequadamente às estações frias e quentes do ano. Consulte o manual do fabricante.

– Não utilize a parte traseira do refrigerador para secar panos e roupas. Mantenha-o distante da parede, conforme instruções do manual (em média, 20 centímetros).

– Caso o equipamento tenha mais de dez anos, comece a pensar na possibilidade de substituí-lo, e na hora da compra verifique a existência do selo Procel, que garante economia e eficiência energética.

Ar-condicionado:

– Utilize o equipamento somente em ambientes fechados. Janelas e portas devem estar bem vedadas.

– Na hora da compra, avalie a potência do equipamento de acordo com o tamanho do ambiente que será refrigerado.

Metrô, CPTM e EMTU têm esquema especial no início do Horário de Verão/2014

Os usuários do Metrô, da CPTM e EMTU poderão utilizar os serviços de transporte até às 2h00 de domingo (19/10/2014), quando começa o horário de verão. À meia-noite os relógios serão adiantados em uma hora, e passarão a marcar 1h00. O funcionamento destes serviços se estenderá por ainda mais uma hora, sendo encerrado excepcionalmente às 2h00.

Trens e ônibus vão circular normalmente até às 2h00, o equivalente à 1h00 do horário antigo. Foto: Sergio Andrade/Governo do Estado de SP
Trens e ônibus vão circular normalmente até às 2h00, o equivalente à 1h00 do horário antigo. Foto: Sergio Andrade/Governo do Estado de SP

A circulação dos trens será retomada no domingo, às 4h00 na CPTM e às 4h40 no Metrô, já no novo horário. Os relógios das estações serão alterados somente após o encerramento do expediente.

Linha 5-Lilás

Por causa dos serviços de manutenção programados para o domingo (19), as estações da Linha 5-Lilás do Metrô ficarão fechadas ao público até às 9h00. As demais estações metroviárias voltam a operar às 4h40 (novo horário).

Fonte: Portal do Governo do Estado