Coronavírus: Câmara Municipal solicita reabertura da agência da EDP

Foi aprovado por unanimidade, na sessão ordinária desta terça-feira, 21/07/2020, o Requerimento 71/2020, de autoria do vereador Clodoaldo de Moraes, que pede apoio à Prefeitura para abertura da agência da EDP São Paulo, concessionária de energia elétrica em Mogi das Cruzes.

Moraes pede que seja restabelecido o atendimento presencial, respeitando as normas e exigências necessárias na pandemia.

No documento apresentado ao Plenário o vereador ainda justificou que há muitos munícipes encontrando dificuldades nos serviços da EDP, tanto pela falta de conexão com a internet quanto pela falta de habilidades com o sistema online.

Em função da situação mundial gerada pela Covid-19, ou Coronavírus, declarada como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 12 de março de 2020, a EDP Brasil decidiu paralisar temporariamente o funcionamento de suas agências de atendimento presencial ao cliente.

Dessa forma, os serviços que eram realizados somente nas agências de atendimento presenciais da EDP passaram a ser solicitados pelo site da empresa.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

EDP lança canal no WhatsApp para atendimento aos clientes

A EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Vale do Paraíba, Alto Tietê e Litoral Norte de São Paulo, acaba de lançar mais uma solução de relacionamento com seus clientes – um canal via WhatsApp. A ferramenta, que é de uso diário de grande parte da população, tem como objetivo viabilizar um atendimento digital ainda mais prático.

Ao adicionar o WhatsApp da EDP pelo número (11) 93465-2888, o cliente tem a possibilidade de solicitar os serviços mais demandados pelos usuários da Distribuidora: emissão de 2ª via de conta com código de barras; consulta a débitos; religação de energia e registro de falta de luz.

Serviços e solicitações podem ser realizados de forma simples e rápida pelo número (11) 93465-2888

Neste contexto da pandemia do coronavírus, os canais de atendimento virtual se tornaram ainda mais relevantes e, por isso, buscamos agregar ferramentas que, além da facilidade, vão oferecer um conjunto de informações e serviços, com qualidade e interatividade. O canal de Whatsapp tem a função de ampliar as possibilidades de contato do consumidor com a Companhia”, afirma Roberto Miranda, gestor executivo de relacionamento da EDP.

EDP Online

A Companhia já oferece atendimento aos clientes por meio do portal EDP Online, edponline.com.br e do aplicativo EDP Online para Smartphone. Com isso, todos os serviços podem ser solicitados de forma virtual. Também são disponibilizadas opções online para pagamento da conta de energia, como o débito automático e internet banking, que podem ser feitas a qualquer momento pelo EDP Online ou solicitadas diretamente na instituição bancária. O cliente tem a opção de receber a fatura de energia por e-mail.

Outros canais também contribuem para que o cliente não precise sair de casa. Para registro de falta de energia, é possível enviar SMS gratuito para 28037 com a mensagem Falta Luz. O consumidor pode optar pelo contato telefônico por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), no 0800 721 0123, disponível 24h por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados, para o qual as ligações são gratuitas.

EDP registra aumento de 80% nas ocorrências de pipas na rede elétrica do Alto Tietê durante a quarentena

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, alerta para o aumento expressivo de ocorrências relacionadas a pipas na rede elétrica durante o mês de abril e a primeira quinzena de maio, período que coincide com a recomendação das autoridades para o isolamento social e suspensão das aulas escolares, como prevenção ao contágio pela Covid-19. Para ter uma ideia, somente nos últimos 45 dias foi apontado aumento de 80% nos casos de pipas na rede comparando ao mesmo período de 2019. Foram registradas 222 ocorrências, impactando 15.036 clientes com falta de energia.

Neste contexto de pandemia que a energia elétrica se tornou ainda mais essencial, seja para unidades de saúde, hospitais, mercados e residências, o impacto da interrupção da energia se torna mais preocupante. Além disso, o aumento destas ocorrências traz outra preocupação: o risco de graves acidentes, já que em muitas ocasiões a prática é realizada próxima de redes elétricas.

Foram registradas 222 ocorrências entre 1 de abril a 15 de maio em 2020, impactando mais de 15 mil clientes com falta de energia. Foto: Aaron Burden/Unsplash

Luciano Cavalcante, gestor executivo de operação EDP, reforça a importância da prática segura da brincadeira e para o respeito às orientações do isolamento social. “Nossa preocupação maior é com a segurança. Trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, já que alguns minutos sem energia pode, inclusive, comprometer o tratamento de pacientes em hospitais, unidades de atendimento e centros médicos. Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa.

Para o atendimento das ocorrências com pipas na rede, geralmente, é necessário o deslocamento de equipes técnicas para o reparo da fiação danificada e recomposição do sistema. As linhas de pipas com cerol ou produtos cortantes causam desligamentos ao romper os cabos de energia e, também podem provocar curtos-circuitos ao ficarem presas na fiação e serem puxadas, interrompendo o fornecimento de energia para os moradores da região. “Sabemos que o cerol e linha chilena ainda são muito utilizados e, por ser compostos de pó de vidro, são materiais altamente condutores de energia, podendo causar sérios acidentes com quem está brincando e com outras pessoas da comunidade” finaliza o gestor.

Os municípios da região com maior quantidade de registro no período da quarentena são: Itaquaquecetuba com 87 ocorrências e 12.341 consumidores impactados com falta de energia, Suzano com 53 casos e 1.319 clientes afetados e Mogi das Cruzes com 35 ocorrências 611 consumidores impactados.

Orientações para empinar pipas de forma segura

  • Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa. Caso decida empinar pipas, evite locais como lajes e muros, já que a proximidade com os fios de alta tensão aumenta o risco de acidentes graves e fatais, além do perigo de quedas;
  • Além de serem proibidos, o cerol e a chamada “linha chilena” trazem risco para quem está empinando a pipa e também para terceiros, como motociclistas e pedestres, além de oferecem perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal. Somente técnicos da distribuidora, treinados para este trabalho, que exige o uso de equipamentos de segurança, estão aptos a manusear a rede.
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha), ou qualquer outro objeto, não devem ser lançados na rede;

Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e, em casos mais extremos, causar a morte. Para conscientizar a população e orientar crianças e adultos sobre como reduzir os riscos na hora de brincar, a EDP e o Instituto EDP realizam projetos com as comunidades dos municípios onde a concessionária atua. Mais informações sobre segurança com energia elétrica podem ser acessadas no site edp.com.br/seguranca.

Em caso de ocorrências com a rede elétrica, os clientes devem entrar em contato por meio do site edponline.com.br, aplicativo EDP Online para smartphone ou pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), no 0800 721 0123. Para registro de falta de energia, é possível também enviar SMS para 28037 com a mensagem Falta Luz.

Coronavírus: EDP realiza, de forma voluntária, obra elétrica do Hospital de Campanha em Mogi

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Vale do Paraíba, Alto Tietê e Litoral Norte de São Paulo, realizou de forma voluntária a obra elétrica de implantação dos hospitais de campanha de Guarulhos, Mogi das Cruzes e ampliação do hospital municipal de São José dos Campos. A Companhia arcou com 100% dos custos da instalação elétrica que vai assegurar o fornecimento de energia a estes locais, que receberão pacientes infectados pelo coronavírus. O trabalho foi desenvolvido em parceria com as prefeituras municipais.

Os projetos contaram com a implantação de postes e outros equipamentos do sistema elétrico, além da substituição da rede existente por cabeamentos mais robustos, para fornecer energia de forma segura a estes centros de saúde no menor tempo possível. É importante destacar que EDP atua com a priorização do atendimento emergencial a todos os hospitais, centros médicos e postos de saúde, o que permite uma rápida resposta por parte da Distribuidora.

Elaboramos um plano de ação específico para as unidades hospitalares de toda a área de concessão, que também contempla o reforço na inspeção do sistema elétrico que atende estas localidades, realizando manutenções preventivas e melhorias para o fornecimento de energia, sempre que necessário. Estamos atuando com força total para garantir a melhor energia, principalmente para quem mais necessita neste momento”, ressalta Marney Antunes, diretor da EDP.

Serviços incluíram implantação de postes e equipamentos, além de modernização da rede existente para abastecimento dos centros de saúde. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Estas ações da EDP se somam às doações realizadas pela EDP em todo o Brasil para o combate ao coronavírus, que já somam R$ 8,3 milhões. No início de abril, a EDP lançou o edital EDP Solidária – Covid 19, com o aporte de R$ 1 milhão para priorizar iniciativas de apoio a públicos vulneráveis, com prioridade para comunidades de baixa renda/carentes, idosos e comunidades indígenas ou suporte ao combate, detecção e prevenção da pandemia.

Em março, a EDP anunciou a doação de outros R$ 6 milhões para a compra de respiradores para as UTIs dos hospitais públicos do Estado de São Paulo, o mais afetado pela pandemia. A doação foi realizada por meio da organização social Comunitas, que arrecadou, no total, R$ 23,4 milhões, com 150 empresas. Dois hospitais de Guarulhos estão contemplados nesta ação.

Distribuidora realiza plano de ação com operação técnica diferenciada para hospitais.

No Espírito Santo, a empresa doou R$ 1 milhão ao Estado. Os recursos foram repassados à Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim para a compra de insumos de proteção individual, equipamentos e medicamentos para o atendimento a pacientes da Covid-19. No Ceará, a companhia fez a doação de R$ 130 mil em equipamentos médicos de proteção individual (EPIs) para a Secretaria de Saúde do Estado. Já no Maranhão, outros R$ 140 mil vão ser utilizados pelo Governo estadual para a compra de respiradores.

Comitê interno

A EDP possui um Comitê de Gestão de Crise para o coronavírus e desenhou um plano de contingência, antes mesmo da confirmação do primeiro caso no Brasil. Desde fevereiro, o comitê tem se reunido remotamente todos os dias, inclusive aos fins de semana, se necessário. Dentre as iniciativas já realizadas pela Companhia estão: antecipação da vacinação contra a gripe H1N1 e doação de máscaras para colaboradores, implantação de regime total de trabalho home office nos escritórios, escalonamento e descentralização das equipes de campo e reforço das campanhas internas de informação.

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 14 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Coronavírus: EDP interrompe atendimento presencial nas agências

A EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, acompanha continuamente a evolução do cenário referente ao Coronavírus e as recomendações sanitárias para manter a segurança dos seus colaboradores e da população. Diante disso, a partir da próxima segunda-feira, 23/03/2020, o atendimento presencial nas agências físicas será interrompido e os serviços e solicitações deverão ser realizadas pela internet através do site edponline.com.br, aplicativo EDP Online para smartphone ou pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) no 0800 721 0123. Esta medida busca evitar a aglomeração de pessoas nesses ambientes, de modo a prevenir a disseminação do Coronavírus.

Importante destacar também que, a partir da mesma data (23), 100% dos serviços poderão ser feitos pelo EDP Online, mesmo aqueles que necessitam de entrega de documentos, como pedidos de ligação de energia ou alteração de titularidade, através do site edponline.com.br.

Para quem não tem acesso à internet, a EDP mantém um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), 0800 721 0123, disponível 24h por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados, para o qual as ligações são gratuitas. Para registro de falta de energia, é possível também enviar SMS para 28037 com a mensagem Falta Luz.

Diariamente, a EDP avalia o cenário de evolução do Coronavírus a partir de um comitê interno formado por representantes de diversas áreas da empresa e adota medidas visando à segurança e saúde dos colaboradores e população, buscando o menor impacto possível nos serviços prestados pela Companhia” reforça Roberto Miranda, gestor executivo de relacionamento da EDP.

Outras ferramentas virtuais que contribuem para que o cliente não precise sair de casa são os canais digitais para pagamento, como o débito automático e internet banking. O cadastro da fatura de energia no débito automático pode ser feito a qualquer momento pelo EDP Online ou diretamente pela instituição bancária.

Comitê interno de crise contra o Coronavírus

Antes mesmo da confirmação do primeiro caso do Coronavírus no país, a EDP, criou um comitê de gestão de crise para tomar providências contra a propagação do vírus e alertar seus colaboradores sobre cuidados com a doença. O comitê de gestão da crise está se reunindo diariamente, inclusive aos fins de semana, quando necessário.

Desde meados de fevereiro, medidas de reforço à higienização vêm sendo implementadas pela Empresa. A limpeza de itens como botões de elevadores, maçaneta de portas e corrimões de escadas, além dos veículos operacionais, receberam incremento. Atualmente, os escritórios administrativos estão em regime de trabalho home office por tempo indeterminado.

Para garantir a qualidade e continuidade do fornecimento de energia e assegurar à segurança dos colaboradores que atuam diretamente nesta atividade, foi criado um plano estratégico específico. Como medida prioritária, os eletricistas que trabalham em campo foram descentralizados em diversas bases operacionais ao longo da área de concessão e realizam escalas diferenciadas de horários, além de reuniões e orientações por canais remotos. O Centro Integrado de Operação (COI) foi separado em três espaços físicos distintos e colaboradores que já atuaram na operação da EDP e estão atualmente em outras áreas da empresa estão recebendo treinamento para reforçar a equipe de operadores, em caso de necessidade.