Junho Verde: ecopontos começam a receber descarte de eletroeletrônicos e eletrodomésticos

Desde segunda-feira, 01/06/2020, os três ecopontos da cidade passam a receber o descarte de eletroeletrônicos e eletrodomésticos. A iniciativa marca o início da ampliação da política de logística reversa na cidade, por meio de parceria com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE) e também abre oficialmente o Junho Verde – um mês de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que é oficialmente celebrado em 5 de junho.

Em evento no ecoponto de Jundiapeba, Prefeitura e ABREE reafirmaram o Termo de Cooperação da parceria. A logística reversa é uma importante iniciativa da política de resíduos sólidos e ampliação da coleta seletiva e reciclagem de lixo. A solenidade foi realizada com restrições de público para evitar aglomeração de pessoas, devido à pandemia de Covid-19.

Atividade teve participação do vice-prefeito Juliano Abe; do secretário Daniel Teixeira de Lima, e da gerente executiva da ABREE, Mara Ballam. Foto: Divulgação/PMMC

A atividade teve a participação do vice-prefeito Juliano Abe; do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima; da gerente executiva da ABREE, Mara Ballam, e do supervisor ambiental da entidade, Bruno Moreno.

Os equipamentos que podem ser descartados são aparelhos de ar-condicionado, aspirador de pó, batedeira, ferro elétrico, fone de ouvido, liquidificador, máquina de costura, micro-ondas, purificador de água, televisão e torradeira, entre outros. O decreto federal nº 10.240/2020 define uma lista completa e detalhada de 215 produtos que podem ser destinados (veja relação no link no final deste texto).

Mogi das Cruzes tem três ecopontos (Jardim Armênia, Parque Olímpico e Jundiapeba). O atendimento é para pessoas físicas, não inclui, portanto, empresas e assistências técnicas. O projeto desenvolvido em Mogi das Cruzes é o primeiro exemplo de política reversa em toda região do Alto Tietê.

A iniciativa envolve também a CataSampa, cooperativa que atua na cidade e já é parceira da Prefeitura na coleta seletiva. A política municipal de logística reversa inclui os catadores como parte fundamental do processo.

Além dos três ecopontos, a ideia é ampliar gradativamente os locais de coleta.

É uma forma de estimular as pessoas a entregarem os eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Estruturas assim são importantes porque facilitam a destinação dos resíduos e oferecem opções aos cidadãos, atendendo a uma demanda crescente, que é a dos eletroeletrônicos”, destaca Lima.

A ABREE faz o recebimento dos produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos em fim de vida nos pontos de recebimento estabelecidos pela Prefeitura (inicialmente, os ecopontos), e dá a destinação final ambientalmente adequada ao material coletado.

Queremos ampliar cada vez mais o número de acordos como este, que temos com a Prefeitura de Mogi das Cruzes, para podermos avançar significativamente este ano com a implementação de um Sistema de Logística Reversa de eletroeletrônicos sustentável no Brasil”, afirma Mara Ballam.

Junho Verde

Nesta terça, 02/06, também dentro do calendário do Junho Verde, haverá o lançamento da coleta diferenciada de vidros nos ecopontos. Serão instaladas duas caçambas: uma para garrafas e outra para vidros planos, espelhos e vidros laminados (de veículos).

A Massfix (empresa mogiana do distrito industrial do Taboão), que vai colocar e retirar as caçambas, dará destinação final e reciclagem adequada para cada resíduo, sem custos para o município.

Os vidros serão o único tipo de resíduo que poderá ser descartado pelo setor comercial e empresarial da cidade – já que os ecopontos atendem somente pessoas físicas. A reciclagem do vidro poupa recursos naturais como a areia, que é extraída das várzeas e leitos dos rios, e deixa de produzir mais lixo nos aterros.

A programação completa do Junho Verde será divulgada nesta semana.

Relação de produtos eletroeletrônicos de logística reversa (decreto nº 10.240/2020) no site da Abree: http://abree.org.br/informacoes

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Coronavírus: Coleta seletiva é suspensa, mas coleta de lixo funciona normalmente

Como parte das ações de combate à pandemia do novo Coronavírus, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente definiu um conjunto de medidas na área de coleta de resíduos sólidos. A coleta seletiva, realizada pelo Programa Recicla + Mogi e com caminhões de cor laranja, está suspensa. Os resíduos devem ser incorporados ao lixo normal, uma vez que a coleta de lixo é um serviço essencial e continua funcionando normalmente. Além disso, os ecopontos de Mogi das Cruzes estão abertos para o recebimento de materiais recicláveis.

É uma medida para preservar a saúde dos catadores que fazem a separação dos materiais na Usina de Triagem da Vila São Francisco. É difícil determinar que os materiais recicláveis sejam descartados como lixo comum, afinal a reciclagem é uma prática nobre e em defesa da natureza, mas neste momento é uma decisão que precisa ser tomada em nome da saúde pública”, explica o secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima. Ele acrescentou que a reciclagem de lixo enchia uma média de nove caminhões por dia.

Coleta de lixo acontece normalmente em toda a cidade, somente a coleta seletiva foi suspensa por tempo indeterminado. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Por outro lado, os três ecopontos de Mogi das Cruzes continuarão funcionando normalmente, de segunda a sábado, das 8h00 às 18h00. Eles estão instalados no Jardim Armênia, Parque Olímpico e Jundiapeba. Os ecopontos recebem pneus, entulho de construção, madeira, móveis usados e eletrônicos, mas atendem apenas os cidadãos, com limite de um metro cúbico por pessoa – as empresas são responsáveis pela destinação de seus resíduos.

O secretário Daniel Teixeira de Lima explica que os catadores da Cata Sampa, que atuam na coleta seletiva, estão nos ecopontos fazendo a triagem dos materiais e dando-lhes a destinação correta. Ele está percorrendo pessoalmente os ecopontos, desde sábado, para orientar os funcionários: “É importante reforçar as informações, para que elas cheguem de forma correta às pessoas. A coleta de lixo na cidade está normal, somente a seletiva foi interrompida e os ecopontos abrem normalmente”, salientou.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Mogi promove Semana de Recolhimento de Pneus para Combate ao Aedes aegypti

Mogi das Cruzes promove nesta semana uma ação especial para recolhimento de pneus sem uso. A campanha é uma iniciativa da Sucen – Superintendência de Controle de Endemias do Governo do Estado de São Paulo com objetivo de prevenir o Aedes aegypti, que será realizada no município por meio de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde e de Serviços Urbanos.

Entre os dias 14 e 18/05/2018, a população poderá descartar pneus inservíveis, sem quantidade restrita, nos três Ecopontos: Jardim Armênia, Parque Olímpico e Jundiapeba e nas Administrações Regionais de Sabaúna, Quatinga, Taiaçupeba e Biritiba Ussú. No dia 18 (sexta-feira), dois caminhões estarão na Rua Thuller, no Jardim Universo, e na Avenida Ricieri Marcatto, em Cezar de Souza, como pontos móveis para recolhimento de pneus.

Um dos principais cuidados necessários para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya, é com o descarte de lixo e materiais recicláveis. “O pneu guardado nas residências pode ser um criadouro preferencial do mosquito transmissor das arboviroses urbanas, por isso a importância de descartá-los sempre que não houver mais utilidade”, explica o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

Pneus recolhidos pelos Ecoponto, Administrações Regionais e caminhões estratégicos serão encaminhados para reciclagem. Foto: Arquivo/PMMC

A última Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada pelo Núcleo de Prevenção e Controle de Arboviroses, realizada em janeiro, foi constatado que o principal problema ainda são os recipientes encontrados nas vistorias como materiais armazenados para reaproveitamento (reciclagem), inservíveis (lixo), pratinho de plantas e materiais de construção. “Esse tipo de material tem sido acumulado cada vez mais nos imóveis residenciais como fonte de renda familiar”, explica a coordenadora do Núcleo, Débora Murakami.

No primeiro quadrimestre de 2018, Mogi das Cruzes registrou 68 notificações suspeitas de dengue, das quais três casos foram confirmados (dois autóctones e um importado) e um caso importado de Febre Chikungunya.

Semana de Mobilização para Descarte de Pneus
De 14 a 18 de maio

Ecoponto Jardim Armênia: Rua Júlio Perotti, 56
Ecoponto Pq. Olímpico: Av. Pref. Maurílio de Souza Leite Filho, s/nº
Ecoponto Jundiapeba: Rua Manoel Fernandes, 44 (esquina com av. João de Souza Franco)
Administração Regional Sabaúna: Rua Antônio Castilho Gualda, 43
Administração Regional Quatinga: Rua Antônio Rosendo de Lima, 373
Administração Regional Taiaçupeba: Rua Seis de Junho, 191
Administração Regional Biritiba Ussú: Rua Thiago Silvestre Furtado, 153

No dia 18 (sexta-feira) caminhões estarão:

Rua Thuller, no Jardim Universo
Avenida Ricieri Marcatto, em Cezar de Souza

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

⚡️Curtas (29/08/2017)

– Fundo Social promove 2º Food Truck Solidário

O Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes promove nos dias 02 e 03/09, das 10h00 às 21h00, o 2º Food Truck Solidário, no Parque da Cidade. O evento terá cerca de 30 opções de cardápios, seis deles na moderna versão de “Bike Food”, incluindo hambúrguer, cachorro-quente, pizza, pastel, crepe, açaí, batata rosti, temaki, milk shake e diversos tipos de sobremesas.

Primeira edição do Food Truck Solidário, realizada no Parque da Cidade, foi um sucesso de público. Foto: Ney Sarmento/ PMMC

Nesta edição, que fará parte da programação pelo 457º Aniversário de Mogi das Cruzes, 20% da renda do evento será repassada para o Fundo Social de Solidariedade, que desenvolve vários projetos ao lado de entidades cadastradas em todo o município. “A primeira edição foi um sucesso, por isso estamos ampliando as opções de cardápio e o horário de funcionamento”, explica a presidente do Fundo Social, Karin Melo.

O Parque da Cidade tem entrada pela Avenida Jardelina de Almeida Lopes, em frente à Praça Deputado Paulo Kobayashi (Praça do Oito). O Parque da Cidade funciona todos os dias, das 7h00 às 19h00, mas terá funcionamento especial nos dias 02 e 03 de setembro para o Food Truck Solidário.

– Terceiro ecoponto de Mogi começa a funcionar em Jundiapeba

Mogi ganhou nesta segunda-feira, 28/08, seu terceiro ecoponto, que funciona no distrito de Jundiapeba, na esquina entre as ruas João de Souza Franco e Manoel Fernandes. A unidade possui um novo padrão construtivo, é dividido em dois imóveis – um em frente ao outro – e conta com uma baia de concreto que facilita o descarte dos materiais nas caçambas.

Os dois ecopontos existentes na cidade, localizados no Jardim Armênia e no Parque Olímpico recebem, juntos, cerca de 350 toneladas de resíduos por mês. O volume era de 170 toneladas até janeiro deste ano, mas dobrou com o funcionamento das unidades aos finais de semana. A medida tem como objetivo estimular as pessoas a descartarem os materiais aos sábados e domingos, quando estão em casa e possuem mais tempo par fazer esta separação.

Ecoponto receberá materiais recicláveis como sofás, restos de construção civil e madeira, entre outros. Foto: Ney Sarmento/ PMMC

Todo o material recolhido nos ecopontos segue o caminho da reciclagem. Os resíduos vão para a Usina de Triagem da Vila São Francisco, onde a cooperativa Cata-Sampa atua com catadores cadastrados, dando o destino correto a cada tipo de material. A usina é equipada com esteira para separação de materiais, além de alojamento e sanitários para os funcionários.

No ecoponto de Jundiapeba serão recebidos materiais como pneus, entulho de construção, madeira, móveis usados e eletrônicos. O secretário Daniel Lima lembra que a unidade não receberá materiais recicláveis, como plástico, papel, metais, vidro, que já são recebidos pelo Programa Recicla Mogi, que atende o distrito de Jundiapeba duas vezes por semana, assim como acontece com toda a cidade.

– Nogueirão receberá Jogo das Estrelas de futebol

Mogi receberá no dia 24/09, a partir das 10h00, o Jogo das Estrelas, com a participação de ex-jogadores de futebol e personalidades. O evento, que tem apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), acontecerá no estádio municipal Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira, a Arena Nogueirão, e fará parte das comemorações pelos 467 anos do município.

Nogueirão receberá o Jogo das Estrelas, que reunirá ex-atletas e personalidades, no dia 24/09, a partir das 10h00. Foto: Guilherme Berti/ PMMC

Já estão confirmadas as participações dos ex-jogadores Amaral, Amoroso e Aloísio Chulapa, o árbitro Margarida e o craque mogiano do futebol de amputados Rogerinho, destaque da seleção brasileira da modalidade. A entrada será gratuita.

O Nogueirão fica na Rua Professora Ana Maria Bernardes, s/nº, na Vila Industrial.

⚡️Curtas (16/02/2017)

– Passeio Ciclístico da Cidade

Neste domingo, 19/02/2017, a prefeitura realizará o Passeio Ciclístico da Cidade, aberto para toda a população. A concentração acontece às 7h30, em frente ao Ginásio Municipal de Esportes “Professor Hugo Ramos”. A participação é gratuita e o percurso terá cerca de 9 quilômetros.

Às 8h00, os participantes seguirão em direção ao Parque da Cidade, onde haverá aula de alongamento e atividades físicas. Já o retorno para o Ginásio Municipal será às 10h00. O roteiro passará pelas principais ruas do centro de Mogi das Cruzes (veja aqui o mapa do percurso).

Passeio Ciclístico da Cidade

As Secretarias Municipais de Esporte e Lazer e de Transportes montaram uma estrutura especial para atender os participantes, que contarão com veículo de apoio, presença de agentes de trânsito e ponto de hidratação em frente ao Centro Cultural de Mogi das Cruzes.

Durante todo o percurso, as vias serão interditadas durante a passagem dos ciclistas, sendo liberadas em seguida. A estrutura do projeto Pedala Mogi, que atende ruas da região central, também estará montada.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4798-6319.

– Incêndio no Ecoponto do Parque Olímpico

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Ecoponto do Parque Olímpico na noite de terça-feira, 14/02. As chamas, que começaram a se alastrar às 21h30, só foram totalmente controladas por volta das 2h30 desta quarta-feira. Não houve vítimas. A orientação da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente é para que os moradores levem os recicláveis e descartes para o Ecoponto do Jardim Armênia.

Segundo o secretário municipal do Verde, Daniel Teixeira de Lima, que acompanhou todo o trabalho dos bombeiros e coordenou equipes de apoio de outras secretarias da prefeitura no combate ao fogo, as causas do incêndio serão investigadas.

Incêndio no Ecoponto do Parque Olímpico
Imagem mostra o que restou do incêndio que atingiu o Ecoponto do Parque Olímpíco. Foto: Paulo Roberto Madureira Sales/ PMMC

As chamas destruíram cerca de 100 toneladas de material reciclável que seria separado para uso de cooperativa. O material destruído será agora levado para o transbordo. Pneus, que não foram atingidos, serão levados para o Reciclanip“, afirmou.

Para auxiliar o trabalho do Corpo de Bombeiros, que rapidamente chegou ao ecoponto, a prefeitura acionou várias secretarias e disponibilizou máquinas para remoção de material que ainda não havia sido atingido e caminhão-pipa.

– EDP lança ‘Conta Extrato’

A EDP, distribuidora de energia elétrica para as regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, acaba de disponibilizar mais uma facilidade aos consumidores. Trata-se da Conta Extrato, que permitirá aos clientes com baixo consumo fazer o pagamento da fatura apenas no mês seguinte.

A Conta Extrato funciona da seguinte maneira: residências com conta de luz com valor menor ou igual a R$ 30 receberão, automaticamente, a Conta Extrato – um demonstrativo de consumo sem código de barras e data de vencimento – apenas informando o valor gerado para o período. E, no mês subsequente, será emitida uma fatura normal para pagamento, com o valor somado dos dois meses, sem nenhum acréscimo.

O novo serviço da EDP oferece ainda mais comodidade, pois o cliente não precisará se deslocar mensalmente para realizar os pagamentos em agências bancárias e outras organizações autorizadas. Com a Conta Extrato, será necessário fazer o pagamento apenas a cada dois meses, evitando filas e diminuindo os deslocamentos.

EDP

A implantação da Conta Extrato é uma iniciativa que acompanha o comportamento do consumidor, que cada vez mais busca ferramentas que proporcionem praticidade para o dia a dia”, afirma Douglas Viana, gestor executivo de Atendimento Comercial da EDP.

O executivo lembra ainda que a Conta Extrato é um benefício, por exemplo, para clientes que decidem viajar por 30 dias ou mais e desligam todos os aparelhos eletrodomésticos da residência, ou, ainda, para aqueles que possuem casas de veraneio que ficam fechadas por meses.

Caso o cliente queira efetuar o pagamento da Conta Extrato recebida, independentemente do valor de emissão, basta solicitar a segunda via da fatura, que é expedida na hora, pela Agência Virtual ou na Agência de Atendimento Presencial.