Vila Helio lança programação cultural gratuita aos domingos

A Vila Helio, espaço no Centro de Mogi das Cruzes administrado e revitalizado pelo Grupo Marbor, lançará no próximo domingo, 19/01/2020, o “Domingo na Vila Helio”, uma programação cultural que vai proporcionar diversão e lazer para mogianos e turistas.

Os eventos são gratuitos e o primeiro terá como tema “Férias na Vila Helio”. A partir das 10h00, o espaço terá diversas atrações voltadas para a família, em especial para as crianças, como brinquedos infláveis e recreação.

Os pequenos poderão se divertir no tobogã, na cama elástica, no futebol de sabão, na piscina de bolinhas, no tombo legal, big jump, kid play e muito mais.

Os estabelecimentos comerciais da Vila estarão abertos para receber o público e com desconto em seus produtos e serviços. O parklet também estará aberto para consumo, com gastronomia do Hotel Marbor – almoço, lanches, petiscos e bebidas estão entre as opções disponíveis a preços especiais. O estacionamento particular da Vila oferecerá desconto no valor da tarifa nos dias de evento.

O evento é aberto ao público e a entrada para o estacionamento será pela Rua Professor Flaviano de Melo. Mais informações e a programação completa do “Domingo na Vila Helio” nas redes sociais (Facebook e Instagram).

Próximos eventos:

O segundo “Domingo na Vila Helio” será no dia 16 de fevereiro, com o tema “Pré-carnaval na Vila Helio”. O próximo será em 8 de março, em homenagem ao Dia da Mulher.

Mogi promove a 7° edição do Festival de Verão

Começa, nesta terça-feira, 14/01/2020, a 7° edição do Festival de Verão de Mogi das Cruzes. O evento abre o calendário cultural do ano e serve como uma opção de lazer, entretenimento a acesso à cultura no período de férias escolares. A programação é extensa e permitirá aos mogianos uma imersão no no universo da arte, de diferentes maneiras. Cinema, música, dança, teatro e artes plásticas estão entre as atrações.

Do segmento de artes plásticas, o destaque do festival será a mostra “40 anos de arte de Lúcio Bittencourt”, que ocupará a Galeria de Artes Wanda Coelho Barbieri, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, até o dia 29 de fevereiro. O artista mogiano, que assina monumentos emblemáticos dentro e fora da cidade, também lançará, durante a programação do festival, um livro-documentário, que compila as quatro décadas de sua trajetória profissional.

O festival também será marcado por cinco lançamentos de obras gravadas no Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM). Ganharão as ruas os projetos “Cosmifalô”, do artista Celso Oliveira, conhecido como Ocre, “Todo Mundo Quer Amar”, do músico Léo Zerrah, “Misturadô”, do grupo Terra de Almofadas e dois CDS comemorativos, sendo um em homenagem a Seu Eurico do Cavaco e outro da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

O 7º Festival de Verão de Mogi das Cruzes começa nesta terça-feira, 14/01, com a abertura da exposição do artista plástico Lúcio Bittencourt, na galeria de artes do Centro Cultural

Apresentações musicais também terão destaque na programação. A cidade receberá, por exemplo, a Orquestra Yankees In Concert, com entrada solidária (doação de leite) e a 1ª Mostra de Música de Câmara, em que se apresentarão o Grupo Brassuka (quinteto de metais), o Quinteto de Sopros Ventos do Itapety, o Quarteto de Trompas do Itapety, Quarteto Iapó (quarteto de cordas) e o Quinta Essentia Quarteto.

Mogi também receberá um musical estrelado pela consagrada atriz Eva Wilma. Intitulado “Casos e Canções”, o espetáculo é oferecido pelo programa Circuito SP, numa parceria entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes e o Governo do Estado de São Paulo. Outra atração presente na programação do festival são as exibições de curtas-metragens infantis, que acontecerão em mais de uma ocasião, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes. Ainda do segmento do cinema, o filme nacional “Bacurau” será exibido no Theatro Vasques, no dia 30, às 20h00. A produção foi premiada pela crítica internacional, no Festival de Cannes e Festival de Cinema de Lima, no Peru.

O festival terá ainda atrações do hip hop, como uma edição especial de batalhas e trios, discotecagem com o DJ Pantera e Gilmar Fernandes no Parque Centenário, choro, com a Roda de Choro do Seu Julinho, uma edição do programa Vozes do Berimbau – Musicalidade e Capoeira, uma caminhada contemplativa no parque Municipal Chiquinho Veríssimo, com a apresentação da Dança: Imigra – Um Conto Descrito no Corpo, de Fernada Moretti, além de um esquenta para o Carnaval 2020, que está marcado para o dia 25 de janeiro, no Largo do Bom Jesus.

Para o encerramento, a Secretaria de Turismo está organizando uma grande intervenção artística no Centro da cidade, que reunirá artes visuais, circo, dança, música e crianças com giz, carvão e tijolos, desenhando por toda a extensão da rua Dr. Paulo Frontin. A ideia, como explica o secretário Mateus Sartori, é transformar o calçadão da área central em uma grande vivência artística, em um evento para todas as idades.

A programação do 7º Festival de Verão de Mogi das Cruzes será contínua e variada até o dia 8 de fevereiro. Após essa data, ela tem sequência com a mostra de Lúcio Bittencourt na Galeria de Artes Wanda Coelho Barbieri, que ficará até o dia 29 de fevereiro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-6900.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Parada de Natal e muita música animarão o Encanto de Natal Show neste sábado, 07/12/2019

Apresentações musicais, uma parada de Natal e a chegada do Papai Noel, além da Feira do Crescer e food trucks são atrações do Encanto de Natal. O evento promovido pela Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Educação e o Fundo Social, será neste sábado, 07/12/2019, a partir das 18h00, na Avenida Cívica, com acesso livre ao público.

Esta é a primeira vez que o evento será feito na cidade. A abertura será com a apresentação das escolas municipais Prof. Sérgio Hugo Pinheiro, destaque em educação artística e o espetáculo “O Quebra-Nozes” com o projeto A Arte do Balé da EM Profª Heliana Mafra Machado de Castro. O público também poderá conferir  food trucks e a Feira Cultural e Empreendedora do Crescer, em que 65 alunos, ex-alunos e monitores irão expor e vender suas criações.

Música e luz

Um coral de mil vozes com alunos do Projeto Pequenos Músicos… Primeiros Acordes na Escola, promovido pela Secretaria de Educação e administração da Sinfônica Mogi, e a Banda Sinfônica Infantojuvenil farão um grande show de Natal para o público. Clássicos natalinos tocadas pelos jovens talentos da cidade irão emocionar o público com canções que retratam essa época de união e harmonia.

Na avenida estarão presentes 14 escolas municipais, que integram o projeto, que atende 11 mil alunos na cidade com aulas de  musicalização e ensino sinfônico no contraturno das aulas. A banda do Cempre Prof. José Limongi Sobrinho, no Botujuru, foi tricampeã estadual e representará a cidade no  1º Campeonato Brasileiro de Bandas e Fanfarras da Liga Brasileira de Bandas e Fanfarras.

A noite também reserva um espetáculo de luz e beleza: a Parada de Natal. Composta por 50 personagens, entre fadas, duendes, reis e rainhas, príncipes e princesas, anjos natalinos, a parada irá encantar os participantes. As roupas são todas iluminadas e haverá pequenos show ao longo do trajeto na Avenida Cívica. Ao final da parada será a chegada do Papai Noel, que estará a disposição para fotos.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Ocupação da área do Centro Esportivo do Socorro pelo Sesc terá início em 2020

O prefeito Marcus Melo se reuniu com o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Abram Szajman e com o diretor regional do Serviço Social do Comércio em São Paulo (Sesc SP), Danilo Miranda, na sede da Federação, em São Paulo. Durante o encontro, Miranda explicou que o processo referente à instalação de uma unidade do Sesc em Mogi das Cruzes está com o departamento nacional da entidade e a expectativa é que, até o final deste ano, ele seja aprovado.

Segundo o diretor regional do Sesc, uma vez com a escritura da área em mãos, a intenção do Sesc é traçar um plano inicial para a ocupação da área do Centro Esportivo do Socorro. Havendo aprovação por parte do conselho nacional do Sesc ainda neste ano, a movimentação em torno dessa ocupação já deve acontecer no início de 2020.

Viemos aqui justamente para verificar como está o andamento do processo, porque a ansiedade é grande para a vinda do Sesc. Sabemos que a construção do prédio da unidade definitiva é uma etapa mais demorada, mas a unidade provisória queríamos poder trazer o quanto antes”, destacou o prefeito, lembrando ainda que no próximo ano Mogi das Cruzes completará 460 anos, portanto o Sesc serviria como um grande presente para a cidade.

Em reunião com o presidente do Fecomércio, Abram Szajman e o direto regional do Sesc, Danilo Miranda, prefeito falou sobre a expectativa em torno da vinda de um Sesc para Mogi. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Szajman lembrou que a vinda de um Sesc para Mogi sempre foi uma vontade da entidade, condicionada unicamente à oferta de uma área, o que agora enfim se concretizou. Lembrou ainda de Airton Nogueira, saudoso presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), que sempre lutou pela vinda de um Sesc para a cidade.

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori, também participou da reunião e lembrou que a área do Centro Esportivo do Socorro já passou por uma série de vistorias por parte das equipes técnicas do Sesc, razão pela qual ele crê que, após a assinatura efetiva da doação da área, a implantação da unidade provisória não deve levar muito tempo.

Em Mogi, a última medida em prol da vinda do Sesc foi a aprovação na Câmara Municipal da doação da área do Centro Esportivo do Esportivo do Socorro ao Sesc, no início de outubro último. A princípio, a proposta era fazer a concessão de direito real de uso da área por um período de 99 anos e o processo já estava em estágio avançado, porém uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo fez com que o município substituísse o instrumento jurídico, de concessão para doação. Assim, o processo foi novamente submetido à aprovação popular, por meio de audiência pública e depois encaminhado à apreciação do Legislativo Municipal.

Estudos feitos pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo apontam que a vinda de um Sesc para Mogi das Cruzes faria com que o número de pessoas atendidas na área do Centro Esportivo do Socorro saltasse de 1.200/mês para 30 mil/mês, com mais de 700 atividades disponibilizadas não só para pessoas ligadas ao ramo do comércio, como a população de uma forma geral. Além disso, a unidade geraria cerca de 500 empregos diretos e indiretos, movimento a economia da cidade e da região. O Sesc também serviria como instrumento de experimentação de novos projetos e atividades, possibilitando um maior acesso à cultura, esporte, lazer e serviços por parte dos cidadãos mogianos.

A reunião também contou com a participação do presidente da Câmara Municipal, vereador Sadao Sakai.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Câmara aprova doação de área ao Sesc

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou, na sessão ordinária desta quarta-feira, 02/09/2019, o Projeto de Lei nº 112/19, de autoria do prefeito Marcus Melo, que autoriza o Poder Executivo a doar imóvel para o Sesc – Serviço Social do Comércio. A área de 27.288,07 metros quadrados está localizada na Rua Rogério Tácola, 118, na esquina com a Avenida Narciso Yague Guimarães e a Rua Antonio Vergaças, no bairro do Socorro. A matéria foi aprovada com voto contrário do vereador Iduigues Martins.

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

De acordo com o Projeto de Lei, o Sesc terá 18 meses contados a partir da entrega do imóvel para o início das atividades de ocupação e mais três anos para a apresentação do projeto arquitetônico referente à instalação da unidade de serviço, além de um prazo de cinco anos após aprovação do projeto pela Prefeitura para sua edificação.

O Sesc poderá perder a doação do imóvel caso não cumpra as exigências e prazos previstos no Projeto de Lei.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes