😷 Uso de máscaras faciais volta a ser obrigatório em todos os estabelecimentos de ensino de Mogi

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informa que, a partir desta data (01/06/2022), o uso de máscaras faciais volta a ser obrigatório em todos os estabelecimentos de ensino da cidade, sejam públicos ou privados, de Educação infantil, fundamental, médio, técnico e superior.

O uso das máscaras permanece obrigatório no Transporte Público e estabelecimentos de Saúde.

Uso de máscaras volta a ser exigido em estabelecimentos de Ensino. Foto: Ney Sarmento/Arquivo PMMC

O novo decreto também estabelece que os servidores municipais contactantes com casos confirmados de Covid-19 em sua residência sejam afastados imediatamente das atividades por três dias, mediante atestado médico após o último contato, até que se confirme ou não o diagnóstico do servidor.

Confira o decreto aqui.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Governo de SP convoca 3,4 milhões de faltosos da 2ª dose da vacina de Covid-19

O Estado de São Paulo está convocando 3,4 milhões de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina de Covid-19 busquem os postos para se imunizar até sexta-feira, 10/12/2021, durante a mobilização especial organizada pelo Governo de SP para que as pessoas concluam esquemas vacinais antes do Natal e Ano Novo.

O balanço desta segunda-feira, 06, contabiliza 806,7 mil pessoas que ainda precisam completar o esquema vacinal com o imunizante do Butantan/Coronavac, outras 845,3 da Fiocruz/AstraZeneca/Oxford e 1,7 milhão da Pfizer/BioNTech.

Mobilização especial acontece até sexta-feira, 10, para incentivar população a completar o esquema vacinal antes das festas de final de ano. Foto: Pixabay

Para completar o esquema vacinal contra COVID-19, são necessárias duas doses para a vacina do Butantan (intervalo de 28 dias), da Fiocruz (8 semanas) e Pfizer (21 dias). Caso o prazo seja ultrapassado, é fundamental que o cidadão procure um posto assim que possível para orientações e para completar a imunização. O esquema vacinal da Janssen prevê apenas uma dose.

Desde o dia 1º de dezembro, o Governo de SP está intensificando a comunicação pra incentivar a população a completar o esquema vacinal e também tomar a dose adicional antes das festas de final de ano.

As Prefeituras são responsáveis pela busca ativa dos vacinados, mas o Governo de SP apoia a ação com o envio de mensagem via SMS e por e-mail à população para lembrar a data da segunda dose conforme pré-cadastro realizado no site Vacina Já ou no momento da aplicação da vacina.

Dose adicional

Toda a população adulta deve se vacinar com a dose adicional de COVID-19. A nova orientação do Plano Estadual de Imunização (PEI) segue a diretriz do Programa Nacional de Imunização (PNI) e vale para todas as pessoas que tomaram as duas doses da Coronavac, Astrazeneca e Pfizer há pelo menos quatro meses, conforme redução de intervalo anunciada na última semana pelo Governo de SP.

Quem tomou a vacina da Janssen, de dose única na primeira etapa da campanha, poderá receber a dose adicional do mesmo imunizante com intervalo a partir de dois meses. No entanto, na ausência da vacina da Janssen, que é o que acontece com estado de São Paulo já que o Ministério não disponibilizou doses adicionais deste imunizante, é possível ser administrada uma dose adicional da Pfizer (vacina de RNA mensageiro).

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Estado anuncia retomada obrigatória às aulas presenciais a partir de 18 de outubro

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 13/10/2021, a retomada obrigatória dos estudantes às aulas presenciais para as redes estadual, municipais e privada vinculadas ao Conselho Estadual de Educação a partir de 18 de outubro. Todos os protocolos sanitários serão mantidos até o final de outubro, assim como o esquema de revezamento planejado por cada escola, de acordo com sua capacidade física.

Tenho certeza que, como eu, pai de três adolescentes, todos aqueles que são mães e pais estão felizes com a possibilidade de seus filhos retomarem as aulas. Para garantir a segurança do retorno às aulas presenciais, todos os protocolos sanitários, como o distanciamento de um metro entre os alunos, uso obrigatório de máscara e álcool em gel, serão mantidos até o final de outubro”, afirmou Doria.

Distanciamento de um metro com revezamento entre os alunos, conforme a capacidade física das escolas, será mantido até o fim do mês

A partir de 3 de novembro, novas mudanças passarão a ser implementadas, como a não obrigatoriedade do distanciamento de um metro e, por consequência, a descontinuidade do revezamento entre os alunos nas aulas presenciais. A medida vai ampliar o acesso e a frequência dos estudantes da educação básica à unidade escolar para 100% dos estudantes presentes simultaneamente.

A imunização de 97% dos profissionais da educação, com esquema vacinal completo, garante maior segurança para a retomada por completo das aulas. Além disso, 90% dos adolescentes de 12 a 17 anos já tomaram a primeira dose da vacina contra a COVID-19.

A educação precisa ser prioridade da sociedade. Fizemos todos os investimentos necessários para o cumprimento dos protocolos e essa volta tem total respaldo do Comitê Científico do Estado”, destacou o Secretário da Educação, Rossieli Soares.

Linha do tempo

Desde o início da pandemia, o Governo de SP e a Seduc-SP vêm se empenhando para promover o avanço na retomada das atividades presenciais nas escolas de forma segura e assertiva.

Em 8 de setembro de 2020, as escolas foram abertas para atividades presenciais e no dia 3 de novembro foram autorizadas aulas regulares para Ensino Médio (EM) e Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Em janeiro de 2021, a recuperação aconteceu de forma presencial e facultativa e em 8 de fevereiro ocorreu a abertura das escolas para o ano letivo de 2021.

Em março, durante a fase emergencial do Plano São Paulo, as escolas abriram só para os estudantes mais vulneráveis, de acordo com o CadÚnico. No mês seguinte, em 14 de abril, já na fase vermelha do Plano São Paulo, a presença permitida era de até 35% dos alunos. Em julho também houve recuperação presencial.

No último dia 2 de agosto foi dado início ao segundo semestre letivo presencial e, hoje, anunciado o retorno total dos estudantes, com presença obrigatória em sala de aula, que antecede o último avanço na escalada para a retomada das atividades presenciais na educação – o retorno, sem revezamento, de todos os estudantes.

Exceção à obrigatoriedade

Poderão permanecer em atividade remota os seguintes grupos:

– Jovens pertencentes ao grupo de risco, com mais de 12 anos, que não tenham completado seu ciclo vacinal contra COVID-19;

– Jovens gestantes e puérperas;

– Crianças menores de 12 anos pertencentes ao grupo de risco para COVID-19 para as quais não há vacina contra a doença aprovada no país;

– Jovens com mais de 12 anos com comorbidades e que não tenham completado o ciclo vacinal contra COVID-19;

– Estudantes com condição de saúde de maior fragilidade à COVID-19, mesmo com o ciclo vacinal completo, comprovada com prescrição médica para permanecer em atividades remotas.

O resumo com as informações anunciadas pelo Governo de São Paulo está disponível na página
https://issuu.com/governosp/docs/coletiva_retomada_integral_da_educac_a_o_ba_sica_-_13.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Prefeitura amplia faixa etária para lista de encaixe da vacinação contra a Covid

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está ampliando a faixa etária para atendimento na lista de encaixe para vacinação contra a Covid-19. A partir desta quarta-feira, 30/06/2021, pessoas com 18 anos ou mais podem se cadastrar no site oficial www.cliquevacina.com.br, clicando no ícone “Lista de Encaixe”.

Os cadastrados serão atendidos com eventuais sobras de vacina, ou seja, com doses remanescentes de frascos abertos mas não totalmente utilizados pelas unidades de saúde.

Mogi das Cruzes adota o sistema de agendamento online para evitar filas e aglomerações. Foto: Divulgação/internet

É importante que a pessoa interessada se cadastre em uma unidade próxima de sua residência ou trabalho, de forma que consiga chegar ao local cerca de 20 minutos após o chamado telefônico”, explica a chefe da Vigilância Epidemiológica, Lilian Peres Mendes.

Apesar da ampliação da faixa etária, o sistema de encaixe classifica automaticamente as pessoas cadastradas de acordo com suas datas de nascimento, priorizando sempre os mais velhos.

Também é importante esclarecer que a lista de encaixe não é uma garantia de atendimento e não anula a necessidade do paciente realizar o agendamento quando abrirem vagas para o seu grupo de imunização. Neste caso, é possível excluir o cadastro do encaixe e liberar a vaga para outra pessoa.

CliqueVacina

Os agendamentos online continuam de acordo com o cronograma do Governo do Estado. Nesta quinta-feira, 01/07, serão liberadas vagas para pessoas com 40 anos ou mais sem comorbidades.

Para facilitar os trâmites, no intervalo entre novas aberturas, o interessado pode antecipar o seu cadastro, preenchendo o novo campo “Crie seu usuário” no site oficial.

Outro cadastro importante deve ser feito no vacinaja.sp.gov.br, sistema estadual que contabiliza e registra todas as doses contra a Covid-19 aplicadas nos municípios de São Paulo.

O cadastro e agendamento online foram criado justamente para evitar filas, reduzir tempo de espera e prevenir aglomerações presenciais. No dia marcado para aplicação da dose, basta comparecer ao local portando documento com foto, CPF, comprovante de endereço e de agendamento do Clique Vacina.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes