Festival de Inverno Serra do Itapety 2017 começa no próximo sábado, 01/07

O Festival de Inverno Serra do Itapety 2017 vai se estender de 1º de julho a 1º de agosto. Ao longo deste um mês de programação, o público poderá conferir um total de 55 atrações, distribuídas por 14 palcos. São eles: Centro Cultural, Cemforpe, Parque da Cidade, sede da Banda Santa Cecília, Theatro Vasques, Museu Taro Konno, Museu Guiomar Pinheiro Franco, Praça Monsenhor Roque Pinto de Barros, Casarão do Carmo, Largo do Carmo, Ciarte, Estação Sabaúna, Largo do Rosário e Pinacoteca.

Estão presentes na programação do festival deste ano os tradicionais segmentos da música, teatro, dança, literatura e cinema. A programação também inclui eventos de capoeira, visitas a museus da cidade, pelo segmento de patrimônio, evento que vai falar sobre a tatuagem como expressão artística, feira de antiguidades, feira de livro, alguns cursos, como de manuseio e cuidado com orquídeas e há também o convite aberto para visitas à Pinacoteca de Mogi das Cruzes.

Um dos destaques da programação é a entrega, no dia 19 de julho, das obras de reforma e conservação do Casarão do Carmo. Os trabalhos, iniciados em janeiro deste ano, tiveram como intuito manter a edificação histórica em boas condições e compreenderam trabalhos de revisão e manutenção geral do prédio, mais restauro de algumas estruturas, em respeito às suas características originais. Foram seis meses de trabalho e um investimento total de R$ 115.703,80.

Outro destaque da programação será o ciclo de lançamentos de CDs gravados no Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM). Serão 10 obras lançadas, de artistas locais e também de grupos e programas da cidade, como o Arena MC e a Orquestra Sinfônica Jovem, por meio do Quarteto de Cordas e Quinteto de Metais. Além de CDs musicais, também serão lançados dois audiolivros, outra categoria que o estúdio também contempla.

Além das ações pontuais, o Festival de Inverno também abarca programas que já fazem parte da agenda semanal da Secretaria de Cultura e eventos com maior tempo de duração. Entram neste rol as sessões de cinema do programa Pontos MIS, a Roda de Choro do Seu Julinho, a Pinacoteca, que ficará aberta durante todo o mês para livre visitação, a exposição “Além da Tatuagem”, que ocupara o Centro Cultural de 03 a 29 de julho e a Feira do Livro, que vai durar um mês (de 1º de julho a 1º de agosto), sempre de segunda a sábado, das 8h00 às 18h00, no Largo do Rosário.

Toda a programação do Festival de Inverno Serra do Itapety é gratuita. Mais informações podem ser obtidas no telefone 4798-6900.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura

Anúncios

Festival de Verão 2016 oferecerá dez dias de atrações

A partir do dia 21 de janeiro de 2016, Mogi das Cruzes passa a receber as atrações artísticas e culturais do Festival de Verão 2016. Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, o evento vai oferecer, ao longo de dez dias, shows musicais, exposições de arte, feira de artesanato, contação de história, encontros de literatura, roda de choro e também hip hop. É uma programação eclética, que visa entreter pessoas de todas as idades no período de férias escolares e verão, sempre com entrada gratuita.

Veja aqui a programação completa

O show musical que abre o Festival de Verão 2016 é um dos destaques da programação. Filho de Elis Regina e de Cesar Camargo Mariano, o cantor e intérprete Pedro Mariano sobe ao palco do Theatro Vasques auditório do Cemforpe no dia 21 de janeiro, a partir das 20h30. Mariano iniciou a carreira no ano de 1995 e, desde então, vem colecionando sucessos, como “Voz no Ouvido” de Jair Oliveira, “De repente” de Lulu Santos e Nelson Motta, “Pode ser” de Jorge Vercilo, “Livre pra viver” de Claudio Zoli e Bernardo Vilhena e “Tem dó” de Baden Powell e Vinicius de Moraes. Ao longo dos 20 anos de carreira, que completou agora em 2015, lançou um total de nove álbuns.

O show com o músico Pedro Mariano, que tem grande expectativa de público, não será mais no Theatro Vasques e sim no auditório do Cemforpe, na Vila Nova Mogilar.
O show com o músico Pedro Mariano não será mais no Theatro Vasques e sim no auditório do Cemforpe, na Vila Nova Mogilar. Foto: Divulgação/ Internet

Quem também fará show em Mogi das Cruzes pela programação do Festival de Verão é Luana Camarah, cantora que ficou conhecida no país após participar, em 2013, do programa The Voice Brasil, da Rede Globo. Conhecida pela voz e estilo rock´n´roll, Luana vai se apresentar, no dia 23 de janeiro, no palco que será montado no Parque Centenário.

Luana Camarah
Luana Camarah ficou conhecida após participar do programa The Voice Brasil. Foto: Divulgação/ Internet

Este mesmo palco receberá, no dia 30 de janeiro, a banda Pedra Letícia, que vem se destacando nacionalmente com seu pop rock irreverente e malicioso. Formada por Fabiano Cambota nos vocais, Thiago Sestini na percussão, Pedro Torres na bateria, Kuky Sanchez no baixo e Xiquinho Mendes na guitarra, a banda já agitou platéias em 17 estados brasileiros, em mais de 400 shows e tem músicas de sucesso, como “Lá Lá Lá”, “Me Provoca” e “Libertas Quae Sera Tamen”.

O palco do Centenário recebe ainda a Roda de Samba com a Comunidade Samba Mogi, no dia 24 de janeiro e a atração de encerramento do Festival de Verão, no dia 31 de janeiro. Quem fecha a programação é o reggae – Ubaldo Waru e Guerrilheiros do Jah, com o show “Reggae Resistência”, a partir das 14h, e o Clã Roots, com o show “Até todos estarem livres”, a partir das 16h00.

O Centro Cultural de Mogi das Cruzes também vai ser palco para diversas atrações da programação do Festival de Verão Mogi das Cruzes 2016. Alguns destaques são o show musical “Brega sim, Trash não”, de Big Charles and a Little Band, no dia 22 de janeiro, “Não sei pousar”, de Gui Cardoso, no dia 23, “Matuto Baião”, no dia 29, além da apresentação de humor de Márcio Pial no dia 28 e a contação de histórias “De Bem com o Planeta”, da Cia. Duo Encantado, no dia 24.

Outros palcos do Festival de Verão Mogi das Cruzes 2016 são a Praça Oswaldo Cruz, o Parque Botyra Camorim Gatti, a Casa do Hip Hop e a Biblioteca Municipal “Benedicto Sérvulo de Santana”, além do próprio Theatro Vasques.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-6900.

Abertura

Os mogianos interessados em assistir ao show de abertura do Festival de Verão, com o cantor Pedro Mariano, devem fazer, a partir da próxima segunda-feira, 18/01, a doação de uma lata de leite em pó, diretamente no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, das 8h00 às 17h00. O processo de troca do alimento pelos ingressos está previsto para se estender até a quarta-feira, 20/01, porém será encerrado assim que os ingressos estiverem esgotados. A Secretaria de Cultura pede apenas para que as pessoas fiquem atentas à data de validade dos produtos doados.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Agenda Cultural: 22 a 24 de maio/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

22/05 – SEXTA-FEIRA

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Os adultos estão na sala’
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 14 anos
A violência contra a mulher e a sexualização do corpo feminino são temas expostos pelo espetáculo ‘Ser Outra’, montagem do grupo Na Companhia das Meninas. A peça une teatro e dança.

Os adultos estão na sala

20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: ‘Ensaio de Naipe’ (Música)
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 60 minutos
O quarteto, formado em 2013, apresenta de um modo bem-humorado, mas sem abrir mão do compromisso com a qualidade, o universo da viola de orquestra, instrumento pouco conhecido pelos brasileiros e cuja característica é um som aveludado. A ideia de formar esse grupo de música de câmera, inédito no país, surgiu a partir da convivência dos instrumentistas, que partilhavam suas histórias e experiências, e do objetivo que eles têm em comum: desenvolver esse tipo de conjunto, como a França e o Japão já fazem. A proposta é apresentar o repertório especial para quatro violas eruditas e colocar o Brasil como uma das primeiras nações a explorar o formato. Os músicos, com larga experiência no cenário orquestral e camerístico, interpretam Johann Sebastian Bach (1685-1750), Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e Niccolò Paganini (1782-1840), entre outros compositores, com obras de diferentes períodos e gêneros.

23/05 – SÁBADO

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Espetáculo: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Na solidão dos campos de algodão’
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 12 anos
No espaço vazio de qualquer grande cidade, o encontro entre dois homens de naturezas opostas faz brotar um diálogo de palavras cruas, sonoras, duramente poéticas, com as quais cada um procura compreender o espaço que ocupa e a direção em que seu desejo, ou a falta dele, o conduz. ‘Na solidão dos campos de algodão’ é uma experiência cênica realizada a partir do texto de Bernard-Marie Koltès, dramaturgo francês, com direção de Isabel Setti.

Na solidão dos campos de algodão

24/05 – DOMINGO

Das 09h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato / Exposição ‘Inspirações’, da artista plástica Ana Rafful
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
A exposição sediada pelo Casarão do Chá contará com 35 trabalhos entre desenhos aquarelas e ilustrações da artista plástica Ana Rafful, 60 trabalhos do Urban Sketchers São Paulo e a participação com 11 trabalhos das artistas plásticas Marion Th. Bremaud Boumans, Marion Rivolier, Tula Moraes et Brigitte Lannaud Levy, de Paris, que enviaram suas obras especialmente para o evento. Estará aberta ao público todos os domingos, até o dia 26 de Julho.

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Turismo Rural, Turismo Religioso, Turismo Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: visita ao Sítio Matsuo e ao Casarão do Chá, ambos no bairro do Cocuera.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no CIT – Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

19h00 (Cemforpe)
Espetáculo: ‘Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio’
Circuito Cultural Paulista
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 60 minutos
Espetáculo musical em homenagem ao rádio, aos seus reis e rainhas, como Dalva de Oliveira, Herivelto Martins, Emilinha, Francisco Alves e Nelson Gonçalves, entre outros, nas inesquecíveis composições de Cartola, Ataulfo Alves, Zé Keti, Dorival Caymmi, Assis Valente, Lupicínio Rodrigues, Ary Barroso, Chocolate e Noel Rosa.
Com direção de Elias Andreato e direção musical e arranjos de Jonatan Harold, no espetáculo a dupla Carlos Moreno e Mira Haar se transformou em trio, com a entrada da atriz Patrícia Gasppar, e agora convida o público a fazer um passeio pelos anos de ouro do rádio, as décadas de 30, 40 e 50.

Nas Ondas do Rádio
Espetáculo: ‘Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio’. Foto: Divulgação/ Internet

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Não vejo Moscou da janela do meu quarto’
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 14 anos
O premiado ‘Não vejo Moscou da janela do meu quarto’ será uma das atrações da Mostra de Artes Cênicas de Mogi das Cruzes em maio. O espetáculo venceu o Prêmio Shell nas categorias Direção (Silvana Garcia) e Iluminação (Beto Bruel).

Não vejo Moscou da janela do meu quarto

ACONTECE EM MOGI:

Festa do Divino Espírito Santo

Agenda Cultural: 15 a 17 de maio/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

15/05 – SEXTA-FEIRA

Das 08h00 às 18h00 (Casarão do Carmo)
Evento: Exposição ‘NEGRAÍZ 2’
Festival de Arte Popular
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
Pinturas em telas e esculturas do artista plástico Jorge Solyano

Festival de Arte Popular

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

A partir das 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Programação Musical
Festival de Arte Popular
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
16h00 – Sandra, Tuta e Os Trutas – Show: “Isso Não Vai Ficar Assim, Meu Bem” / 17h00 – Dani Anjos, Memeu Cabral E Danilo Meireles – Show “Oriki – Cantos e Rezas” / 18h30 – Grupo Coco De Oyá convida Mestre Nico / 20h00 – Alessandra Leão – Show “Pedra de Sal”

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: Ser Outra
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 14 anos
A violência contra a mulher e a sexualização do corpo feminino são temas expostos pelo espetáculo ‘Ser Outra’, montagem do grupo Na Companhia das Meninas. A peça une teatro e dança.

Ser Outra

16/05 – SÁBADO

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Espetáculo: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

A partir das 15h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Programação Musical
Festival de Arte Popular
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
15h00 – Banda God Knock Down / 16h00 – Banda Cirilo Amém / 17h30 – A Terra Nunca Pareceu Tão Distante / 19h00 – Fuka 69 / 20h30 – Ratos de Porão / Discotecagem – Dj Chris Campos

20h00 (Terminal Central)
Evento: II Show da Diversidade LGBT
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre

II Show da Diversidade LGBT

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: Ledores no breu
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 14 anos
O poder transformador da alfabetização, as causas e as consequências do analfabetismo. ‘Ledores no breu’ é o contraponto entre os cheios de sabedoria e os letrados pouco sábios. O espetáculo, inspirado nas obras do poeta Zé da Luz, do ficcionista Guimarães Rosa e do educador Paulo Freire, aborda as relações entre o homem da leitura das letras e do mundo a sua volta.

Ledores no breu

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: ‘Algumas Histórias’, com Bruno Fracchia
Ingressos: R$ 15 (meia entrada para estudantes, professores, classe artística e maiores de 60 anos) / R$ 10 (antecipado)
Recomendação: 12 anos
Duração: 60 minutos
Inspirado no livro Memórias Substantivas, de Tânia Carvalho, ‘Algumas Histórias’ leva aos palcos a vida e a obra de Paulo José, apresentadas por um Jovem Aprendiz que, ao também compartilhar sua identificação com este grande artista, acaba por falar de um encontro de gerações entre atores que tem em comum o amor aos palcos.
Algumas Histórias é um obra-homenagem onde, num clima intimista, instaura-se uma atmosfera de riso e lágrimas. Um espetáculo que emociona e que deixa ao seu final uma mensagem de esperança e uma lição de vida.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

17/05 – DOMINGO

Das 09h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato / 2° Encontro de Urban Sketchers
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
A exposição sediada pelo Casarão do Chá contará com 35 trabalhos entre desenhos aquarelas e ilustrações da artista plástica Ana Rafful, 60 trabalhos do Urban Sketchers São Paulo e a participação com 11 trabalhos das artistas plásticas Marion Th. Bremaud Boumans, Marion Rivolier, Tula Moraes et Brigitte Lannaud Levy, de Paris, que enviaram suas obras especialmente para o evento.

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Turismo Rural, Turismo Religioso, Turismo Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: distrito de Sabaúna. Os visitantes poderão conhecer o Museu Ferroviário de Sabaúna e a Fazenda 5 Pedras.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no CIT – Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

A partir das 10h00 (Parque Centenário)
Evento: Circo e Música
Mostra de Artes Cênicas
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Oficina de Aéreos com Edson Suckow / Oficina de Malabares com Alê Sales / Oficina de Técnicas Circenses com Erich Sant’ana e Thiago Cardoso / Música com Charanga AJPS

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: ‘Algumas Histórias’, com Bruno Fracchia
Ingressos: R$ 15 (meia entrada para estudantes, professores, classe artística e maiores de 60 anos) / R$ 10 (antecipado)
Recomendação: 12 anos
Duração: 60 minutos
Inspirado no livro Memórias Substantivas, de Tânia Carvalho, ‘Algumas Histórias’ leva aos palcos a vida e a obra de Paulo José, apresentadas por um Jovem Aprendiz que, ao também compartilhar sua identificação com este grande artista, acaba por falar de um encontro de gerações entre atores que tem em comum o amor aos palcos.
Algumas Histórias é um obra-homenagem onde, num clima intimista, instaura-se uma atmosfera de riso e lágrimas. Um espetáculo que emociona e que deixa ao seu final uma mensagem de esperança e uma lição de vida.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

ACONTECE EM MOGI:

Festa do Divino Espírito Santo

Agenda Cultural: 08 a 10 de maio/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

08/05 – SEXTA-FEIRA

Das 08h00 às 18h00 (Casarão do Carmo)
Evento: Exposição ‘NEGRAÍZ 2’
Festival de Arte Popular
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
Pinturas em telas e esculturas do artista plástico Jorge Solyano

Das 08h00 às 20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Flores e Liquens dos Campos de Altitude’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
A pedido do monge zen budista Koguen Gouvea, que queria uma foto para a capa de seu livro, o fotógrafo Juvenal Pereira partiu, em janeiro de 2008, para a região do Pico das Agulhas Negras, na divisa dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, e para a Pedra da Macela, fronteira entre São Paulo e Rio de Janeiro. Numa madrugada do outono chegou ao cume do Pico, para registrar o nascer do sol. Fez então várias fotos deslumbrantes, e na descida viu as flores orvalhadas, que foi fotografando durante o caminho de volta. A mostra é a síntese desse ensaio, fruto da observação sensível da natureza e de sua beleza exuberante.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Comunicação a uma academia’
Mostra de Artes Cênicas de Mogi das Cruzes
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 16 anos
Duração: Não Informada
O tênue limite entre humanos e animais é o enredo de ‘Comunicação a uma academia’, peça que abre a Mostra de Artes Cênicas. O monólogo dramático é uma adaptação do conto de Franz Kafka (1883-1924) feita pelo dramaturgo e diretor Roberto Alvim e interpretado por Juliana Galdino, indicada ao Prêmio Shell de Melhor Atriz por sua atuação no espetáculo.

Comunicação a uma academia

09/05 – SÁBADO

Das 09h00 às 18h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Flores e Liquens dos Campos de Altitude’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
A pedido do monge zen budista Koguen Gouvea, que queria uma foto para a capa de seu livro, o fotógrafo Juvenal Pereira partiu, em janeiro de 2008, para a região do Pico das Agulhas Negras, na divisa dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, e para a Pedra da Macela, fronteira entre São Paulo e Rio de Janeiro. Numa madrugada do outono chegou ao cume do Pico, para registrar o nascer do sol. Fez então várias fotos deslumbrantes, e na descida viu as flores orvalhadas, que foi fotografando durante o caminho de volta. A mostra é a síntese desse ensaio, fruto da observação sensível da natureza e de sua beleza exuberante.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Espetáculo: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

20h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘A Pior Banda do Mundo’ (Cia. Dos Outros)
Mostra de Artes Cênicas de Mogi das Cruzes
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: 14 anos
Duração: Não Informada
Imagine uma banda que ensaia há dez anos sem sequer ter feito um show durante o período. A exaustiva rotina de ensaios desse grupo faz parte da comédia ‘A pior banda do mundo’.

A Pior Banda do Mundo

10/05 – DOMINGO

Das 09h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato / Exposição ‘Inspirações’ da artista Ana Rafful & Urban Sketchers de São Paulo
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.
A exposição contará com 35 trabalhos entre desenhos aquarelas e ilustrações da artista plástica Ana Rafful, 60 trabalhos do Urban Sketchers São Paulo e a participação com 11 trabalhos das artistas plásticas Marion Th. Bremaud Boumans, Marion Rivolier, Tula Moraes et Brigitte Lannaud Levy, de Paris, que enviaram suas obras especialmente para o evento.

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Turismo Rural, Turismo Religioso, Turismo Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: Fruticultura Hoçoya, no Cocuera e Igreja Nossa Senhora do Socorro, no Socorro.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no CIT – Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

19h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Se Tivéssemos Tempo’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Não Informada
Duração: Não Informada
Sem controle e permissão o tempo passa, injusto e temido deixando apenas lembranças de um passado duro. Laura revive suas lembranças e conflitos numa explosão de sentimentos dos tempos da infância, e também da realidade que enfrenta, causando nela uma revolta desmedida. Ao lado do velho moribundo Eugênio, abandonado pelos filhos, Laura expõe sua vida com toques de drama, sarcasmo e indignação.
Eugênio, sua única companhia e apoio, empresta os ouvidos que ainda os resta e emocionalmente mais equilibrado do que a companheira também divide momentos de uma vida que viveu com honra. Debilitado enfrenta as sequelas de um derrame que o deixa com dificuldades de visão e com os movimentos das pernas e dos braços comprometidos.

Se Tivéssemos Tempo