Gratuidade do Bom Prato vai até 30 de abril para moradores em situação de rua

O Governador João Doria determinou a prorrogação da gratuidade das refeições oferecidas na Rede Bom Prato aos moradores em situação de rua até o dia 30 de abril de 2021. A decisão foi publicada nesta quarta-feira, 30/12/2020, no Diário Oficial e passa a valer a partir de hoje.

Jantares e refeições aos finais de semana e feriados serão servidos pela rede até 28 de fevereiro, conforme decisão publicada no DO. Foto: Governo do Estado de São Paulo

A prorrogação da gratuidade nas refeições é uma das nossas ações de proteção social para amparar as pessoas em situação de maior vulnerabilidade social”, diz a Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

A gratuidade nas refeições da Rede Bom Prato para pessoas em situação de rua teve início em junho, mediante cadastramento das Prefeituras e apresentação do cartão com QR Code pelos beneficiários.

Desde o início da pandemia da COVID-19, os 59 restaurantes Bom Prato adaptaram o atendimento, passando a servir três refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar) em embalagens descartáveis e para retirada, inclusive aos finais de semana. São servidas cerca de 3,2 milhões de refeições por mês. Neste período, já foram servidas mais de 23 milhões de refeições, somando mais de 500 mil servidas gratuitamente para a população em situação de rua cadastrada.

Jantares e finais de semana

A oferta de jantares e refeições aos finais de semana e feriados na Rede Bom Prato também foi prorrogada pelo Governo de São Paulo até o dia 28 de fevereiro. A medida será adotada nas unidades condicionadas a critérios técnicos, à região em que estão instaladas e à demanda apresentada.

A relação das unidades e horários de funcionamento será divulgada no site da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Jundiapeba recebe prédio da segunda unidade do Restaurante Popular na cidade

O prefeito Marcus Melo entregou nesta terça-feira, 22/12/2020, o prédio da segunda unidade do Restaurante Popular de Mogi das Cruzes. O novo equipamento está instalado na esquina da Avenida João de Souza Branco com a Rua Dr. Francisco Soares Marialva, ao lado da nova Unidade de Pronto de Atendimento 24 horas de Jundiapeba.

Trata-se de um importante investimento da Prefeitura para garantir segurança alimentar para uma região populosa e com muitas famílias em situação de vulnerabilidade social”, explicou a secretária Neusa Marialva.

O novo restaurante tem 300 metros quadrados de área construída, com amplo salão para 200 lugares. O objetivo é ampliar a rede de atendimento social já existente em Jundiapeba para atender às demandas da população local. O investimento da Prefeitura na obra foi de R$ 1.033.666,60. Com o prédio pronto, o próximo passo será a montagem e instalação do restaurante em parceria com o Governo do Estado.

Pandemia

Durante a pandemia, o Restaurante Bom Prato, localizado na área central, tem sido um importante aliado da população. Com a quarentena e os inevitáveis impactos no orçamento dos cidadãos, as unidades de todo o Estado passaram a servir também jantar, além de funcionar nos finais de semana e feriados. As refeições são servidas em embalagens descartáveis, já que não é possível se alimentar nas unidades.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Bom Prato: confira o horário de funcionamento no mês de dezembro/2020

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo encerrou o funcionamento de atendimento do Bom Prato aos finais de semana a partir do início do mês de novembro.

A Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (COSAN), responsável pelo programa Bom Prato, realiza constantemente estudos e análises de demanda de refeições em cada uma das 59 unidades.

O almoço começa a ser servido às 10h30 para o público prioritário (crianças, idosos e pessoas com deficiência) e às 11h00 para o público geral. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Social

O monitoramento contínuo, durante a pandemia da Covid-19, garante a segurança alimentar da população, especialmente de pessoas em maior situação de vulnerabilidade social.
Em todas as unidades, cafés da manhã são servidos pelo valor de 0,50 centavos, enquanto almoço e jantar são servidos por 1 real.

Horários de funcionamento (apenas dias úteis)

  • Café da manhã: das 7h00 às 9h00.
  • Almoço prioritário (pessoas com deficiência, idosos e acompanhante de criança): 10h30.
  • Almoço: das 11h00 até o fim das refeições.
  • Jantar: das 17h00 às 19h00.

O Bom Prato de Mogi atende na Rua Prof. Flaviano de Melo, nº 378 – Centro.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

Saiba os horários de funcionamento do Bom Prato nos fins de semana

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado reorganizou o funcionamento de atendimento do Bom Prato, nos fins de semana, durante o mês de outubro de 2020. Os ajustes são baseados nos estudos, feitos em cada uma das 59 unidades, pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (COSAN), responsável pelo programa Bom Prato.

Alterações foram feitas após estudos realizado por profissionais da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional

O monitoramento contínuo, durante a pandemia de COVID-19, garante a segurança alimentar da população, especialmente de pessoas em maior situação de vulnerabilidade social.

Horários de funcionamento dos restaurantes Bom Prato nos fins de semana:

Sábado – café da manhã, almoço e jantar

Capital: Brás, Campos Elíseos, 25 de Março, Santana, Santo Amaro, Lapa, Guaianases, Brasilândia, Capão Redondo e São Mateus.

Interior: Carapicuíba, Campinas, Santos I – Mercado, Bauru, Taubaté, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Franca, São Vicente, Quarentenário, Rio Claro, Ferraz de Vasconcelos e Suzano.

Domingo – café da manhã, almoço e jantar

Todas as unidades deixam de operar aos domingos.

Jantar

O jantar em dias úteis, das 17h30 às 19h30, continuará servido normalmente em 53 unidades, com exceção de Botucatu, Barretos, Guarujá, Guarulhos, Santos lll – Morros e Sorocaba.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

Coronavírus: Governo de SP amplia atendimento do Bom Prato para jantar e aos fins de semana

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira, 30/03/2020, a ampliação do serviço em todas as 59 unidades Bom Prato no Estado, com oferta de jantar e abertura aos finais de semana e feriados.

A partir de 1º de abril, a rede passará a servir 1,2 milhão de refeições a mais por mês, com o objetivo de atender principalmente pessoas em situação de rua e famílias em extrema vulnerabilidade social durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A partir desta quarta-feira, todos os 59 restaurantes do Bom Prato vão passar a servir café da manhã, almoço e jantar. São 2,4 milhões de pessoas alimentadas a R$ 1 no almoço e no jantar e a R$ 0,50 no café da manhã. O investimento total é de R$ 18 milhões para atender pessoas que mais precisam, em situação de rua, desempregadas, sem renda ou com uma renda mínima”, afirmou Doria.

A medida vale pelos próximos 60 dias, até o dia 1º de junho. Serão 60% a mais em refeições, em um investimento de R$ 18 milhões do Governo do Estado. As refeições serão servidas em embalagens descartáveis, já que não é possível se alimentar nas próprias unidades.

Rede vai servir 1,2 milhão de refeições a mais por mês nos próximos 60 dias em todas as 59 unidades do Estado

Outra decisão anunciada é a compra das verduras e legumes de pequenos produtores rurais do Estado. Serão destinados R$ 1,5 milhão do investimento total nas refeições do Bom Prato para garantir o fornecimento e a segurança socioeconômica dos pequenos ruralistas.

Faço um apelo ao setor do agronegócio em São Paulo para que possam fornecer também verduras e frutas de qualidade para melhorarmos ainda mais a oferta nutritiva dos almoços, jantares e cafés da manhã”, disse o Governador.

As 59 unidades passarão a servir café da manhã das 7h00 às 9h00, almoço das 10h00 às 15h00 e jantares das 17h30 às 19h30.

Com o fechamento de outros restaurantes e muitas organizações sociais em quarentena, precisamos duplicar nossos esforços. Pelos próximos 60 dias, vamos garantir três refeições balanceadas e de qualidade todos os dias”, afirmou a Secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo