Mogi terá novo restaurante do programa Bom Prato

Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, na capital, o governador Márcio França assinou, nesta quinta-feira, 27/12/2018, a autorização para a implantação de mais quatro unidades do restaurante popular Bom Prato no Estado. Os postos funcionarão na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e nos municípios de Jaú e Francisco Morato, além do distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes.

Tivemos essa ideia de ampliar o programa Bom Prato para as universidades, começando pela Unicamp. A intenção também é de fazermos na USP, Unesp e unidades do Centro Paula Souza, para que a iniciativa seja direcionada a pessoas que precisam mais, hospitais e alunos da rede pública”, ressalta o governador Márcio França.

O governador do Estado de São Paulo, Márcio França, participa da assinatura de autorizo para implantação do Bom Prato na Unicamp, Jaú, Francisco Morato e Jundiapeba e convênios do Condeca em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes. Foto: Governo do Estado de São Paulo

O evento de assinatura também contou com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento Jr., além dos prefeitos. Vale destacar que as unidades Unicamp e Jaú terão cota diária de 1.500 almoços e 300 cafés da manhã, enquanto Francisco Morato e Jundiapeba servirão 1.200 almoços e 300 cafés da manhã, de segunda a sexta-feira.

Encerramos nossa gestão à frente da pasta com chave de ouro, deixando um legado muito sério e eficaz de combate à fome no Estado. Investimos mais de R$ 80 milhões em 2018, pois a iniciativa já provou que funciona e consegue manter a qualidade dos alimentos e preços acessíveis, especialmente para pessoas de baixa renda e em vulnerabilidade social”, salienta o secretário Gilberto Nascimento Jr.

Refeições

O Bom Prato é o maior programa de segurança alimentar do Brasil. Atualmente, São Paulo tem 56 unidades em funcionamento: 22 na capital, dez na Grande São Paulo, 17 no interior e sete no litoral. O posto mais recente foi entregue à população do Dique Vila Gilda, em Santos, no dia 19 de dezembro. Assim, o Bom Prato passa a servir 92,3 mil refeições diariamente.

Desde a inauguração, no ano 2000, o Governo do Estado já entregou mais de 212 milhões de refeições e investiu mais de R$ 600 milhões no programa. Em 2018, foram servidas 20,8 milhões de refeições, entre almoço e café da manhã.

A rede de restaurantes populares oferece alimentação balanceada e de qualidade no almoço e café da manhã, com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social. No Estado, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.

Com 1.200 calorias, o almoço custa R$ 1,00 e é composto, em geral, por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa. No café da manhã, que tem valor tabelado de R$ 0,50, com 400 calorias em média, são oferecidos leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Anúncios

Secretário Gilberto Nascimento garante nova unidade do Bom Prato em Jundiapeba

O secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Gilberto Nascimento Junior, esteve em Mogi das Cruzes nesta terça-feira, 02/10/2018, para uma visita às entidades parceiras do Programa Viva Leite e ao Restaurante Bom Prato. O prefeito Marcus Melo o acompanhou no almoço e aproveitou a oportunidade para reforçar o pedido de implantação de uma unidade do Bom Prato em Jundiapeba e para apresentar o projeto da Casa do Idoso elaborado pela equipe técnica da Prefeitura.

O projeto do restaurante popular em Jundiapeba prevê uma construção de 300 m² incluindo cozinha industrial, despensa, vestiários, sanitários, caixa e refeitório com capacidade para 200 lugares. O Distrito de Jundiapeba foi escolhido pela alta vulnerabilidade e localização distante da área central, onde o município já conta com um Bom Prato.

Unidade mogiana distribui diariamente 1,4 mil refeições e 500 cafés da manhã

Estamos conversando com a Prefeitura para definirmos o layout da parceria, afinal, a proposta da Administração Municipal para construção da sede é um modelo novo. De qualquer forma, é uma demanda que será atendida, para a qual já temos parte do recurso reservado”, afirmou o secretário.

Atualmente, o Estado de São Paulo conta com 54 restaurantes Bom Prato e mais seis unidades devem ser implantadas até o final deste ano. Entre os mais antigos equipamentos está a unidade mogiana, que recebeu a visita das autoridades nesta terça-feira. “O Bom Prato presta um importante serviço para a população, oferecendo refeições saborosas e balanceadas a preços populares”, observou o prefeito.

Localizado na rua Professor Flaviano de Melo, o restaurante completou 12 anos no último mês de março, distribuindo diariamente 1,4 mil refeições e 500 cafés da manhã a preços populares: R$ 1,00 (almoço) e R$ 0,50 (café).

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Bom Prato oferece almoço especial de Dia das Mães nesta sexta, 11/05/2018

Em comemoração ao Dia das Mães, celebrado neste domingo, 13, as 53 unidades do Bom Prato no Estado de São Paulo terão um almoço especial nesta sexta-feira, 11/05/2018.

Em cada restaurante o cardápio será diferente, porém todos são compostos de arroz, feijão, pãozinho, farinha de mandioca, prato principal, guarnição, salada, suco e sobremesa, por apenas R$ 1 – crianças de até seis anos não pagam.

Veja aqui o cardápio completo de cada restaurante

O Bom Prato de Mogi servirá salada maravilhosa, bisteca suína acebolada e polenta simples cremosa, flan de morango e suco de uva. A unidade atende na Rua Prof. Flaviano de Melo, nº 378 – Centro.

Bom Prato de Mogi das Cruzes
O almoço começa a ser servido às 10h30 para o público prioritário (crianças, idosos e pessoas com deficiência) e às 11h00 para o público geral. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Social

Sobre o Bom Prato

Criada há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente cerca de 89 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 200 milhões de refeições e investiu mais de R$ 558 milhões no programa.

Há 53 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 16 no interior. O almoço tem custo de R$ 1, com alimentação balanceada de 1.200 calorias.

No café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

⚡️Curtas (09/08/2017)

– Prefeitura atualiza cadastro de imóveis da área urbana

A Prefeitura de Mogi inicia, na próxima semana, a notificação aos contribuintes cujos imóveis da área urbana passaram por algum tipo de ampliação nos últimos anos, mas sem a devida atualização no cadastro do município. O recadastramento imobiliário, realizado por meio de levantamento aéreo e fotográfico, identificou até agora cerca de 42 mil imóveis com informações desatualizadas.

Contratamos uma empresa que fez fotografias aéreas, com uma tecnologia a laser que consegue identificar diferenças externas de altura nas construções. O levantamento, bem detalhado, inclui fotos das fachadas dos imóveis“, explica o secretário municipal de Finanças, Aurílio Caiado, que destaca que a medida promove justiça tributária, já que cada um pagará pela área que está, de fato, construída.

É a primeira vez que este tipo de atualização é feita em Mogi das Cruzes. O estudo abrange toda a área urbana do município.

O trabalho ainda está em andamento e, até agora, foram identificados cerca de 42 mil imóveis com algum tipo de incoerência entre o que está registrado na Prefeitura e a construção, o que corresponde a aproximadamente 27% do total de 154 mil cadastros.

A notificação será feita ao longo de quatro semanas. “Se o contribuinte entender que a atualização está correta, é só aguardar a chegada do carnê complementar do IPTU, o que deve ocorrer até novembro. Se discordar, o prazo, de até 30 dias, para procurar qualquer unidade do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) e fazer sua contestação“, afirma o secretário. Para contestação, será necessário apresentar os documentos indicados na notificação.

– Passagem de nível na Deodato Wertheimer é liberada para veículos e pedestres

A Prefeitura de Mogi liberou no início da manhã desta quarta-feira, 09/08, o trânsito de veículos e pedestres na passagem de nível da Rua Doutor Deodato Wertheimer, no Centro. A decisão foi tomada pelo prefeito Marcus Melo na noite desta terça-feira, 08/08, após reunião com um grupo de comerciantes da via.

A passagem de nível estava fechada desde o dia 31 de julho, quando o quarteirão da Deodato Wertheimer entre as ruas Doutor Ricardo Vilela e Navajas foi interditado para a realização de obras pelo Semae e pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Passagem de nível da rua Doutor Deodato Wertheimer foi reaberta na manhã desta quarta-feira para a passagem de pedestres e de veículos. Foto: Guilherme Berti/ PMMC

Recebi um grupo de comerciantes da Deodato e decidi reabrir a circulação de veículos e pedestres pela passagem de nível. Sou empresário, sei que a situação não está fácil para ninguém, então tomei esta decisão neste momento, mesmo sendo contrária àquilo que havíamos acordado com a CPTM, porque é uma forma de tentar ajudar o comércio que, como outros setores, passa por muitas dificuldades”, afirmou o prefeito Marcus Melo.

O prefeito lembrou ainda que o fechamento definitivo da passagem de nível, como estava previsto, será inevitável no futuro. “É uma condição essencial para melhorar o sistema de trens que atende a nossa cidade e esta situação já havia sido discutida logo no início das audiências públicas que fizemos há alguns anos antes de iniciar a construção do túnel. Então, os comerciantes precisam se preparar para este momento”, disse.

Durante o período de interdição da Deodato Wertheimer, o Semae realizou serviços de implantação de redes secundárias para controle de perdas, substituição de ligações de água e desobstrução de redes de esgoto. Já a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos trabalhou na limpeza de redes de drenagem de águas pluviais e na manutenção de bocas de lobo.

– Bom Prato oferece almoço especial para o “Dia dos Pais”

Os restaurantes “Bom Prato” servirão cardápio especial de almoço para o Dia dos Pais nesta sexta-feira, 11/08. O custo mantém o mesmo a R$ 1,00. Crianças até seis anos não pagam pela refeição. O almoço começa a ser servido às 10h30 para o público prioritário (crianças, idosos e pessoas com deficiência) e às 11h00 para o público geral.

O serviço começa a funcionar a partir das 10h30 e segue até o término da cota diária de almoços. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Social

Cada unidade terá o cardápio diferenciado. Nesta data os pais e frequentadores em geral estão convidados a saborear pratos como strogonoff de carne, carne suína ao molho de abacaxi, pernil com molho de laranja, entre outros, além da salada, guarnição, a sobremesa e o suco (veja aqui o cardápio completo de cada restaurante).

A unidade mogiana atende na Rua Prof. Flaviano de Melo, nº 378 – Centro.

Bom Prato serve almoço especial de Ano-Novo nesta sexta (30/12/2016)

Os 51 restaurantes do Bom Prato vão oferecer almoço especial de Ano Novo nesta sexta-feira, 30/12/2016. As refeições começam a ser servidas às 10h30 (preferencialmente para idosos, gestantes e pessoas com deficiência) e às 11h00 para o público geral. Adultos pagam R$ 1 e crianças com até 6 anos têm a refeição gratuita.

Cada restaurante escolherá seu menu especial. Alguns vão servir como prato principal a carne assada, a copa lombo, o pernil assado, com acompanhamentos como batata gratinada, farofa festiva, macarrão primavera, entre outros.

Veja aqui o cardápio completo de cada restaurante

O Bom Prato de Mogi servirá salada virada de ano, copa lombo ao molho madeira, batata corada e arroz à grega, gelatina de abacaxi com pedaços da fruta e suco de morango. A unidade atende na Rua Prof. Flaviano de Melo, nº 378 – Centro (veja no mapa)

Bom Prato de Mogi das Cruzes
O serviço começa a funcionar a partir das 10h30 e segue até o término da cota diária de almoços. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Social

Sobre o Bom Prato

O programa de segurança alimentar do Governo do Estado de São Paulo foi criado em dezembro de 2000 com objetivo de oferecer à população de baixa renda, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível.

Atualmente há 51 unidades no Estado, sendo 22 localizadas na Capital, oito na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior. A rede de restaurantes Bom Prato serve diariamente mais de 84 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 170 milhões de refeições.

O almoço, com 1.200 calorias, feito de arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época) tem custo de R$ 1,00 para o usuário. O subsídio governamental é de R$ 5,19 para o almoço e de R$ 1,63 para o café da manhã.

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Social