Programação do aniversário de 458 anos de Mogi é apresentada

A programação em comemoração ao aniversário de 458 anos de Mogi das Cruzes, que vai se estender durante todo o mês de setembro, foi oficialmente apresentada na manhã desta sexta-feira, 24/08/2018. Além de grandes eventos, como a Expo Mogi, que retorna neste ano, a agenda inclui inaugurações, abertura de licitações para importantes obras e certificações de equipamentos municipais.

A Expo Mogi 2018, que é a festa oficial de aniversário, será aberta na próxima quinta-feira, 30/08, no espaço do Pró-Hiper. O evento vai reunir feira de economia criativa, praça de alimentação, parque de diversões e shows todos os dias à noite, com artistas como a banda Onze:20, Rashid, Projota, Michel Teló e Banda Blitz. A entrada é totalmente gratuita.

Veja aqui a programação completa

A Expo Mogi é a festa da família mogiana. Estou muito feliz por poder retomá-la e o que espero é que todos compareçam, prestigiem e contribuam para engrandecer esse evento tão importante para a cidade”, destacou o prefeito Marcus Melo, que comandou a apresentação da programação.

A relação de entregas é extensa e começa com a entrega, na quinta-feira, 30/08, de 12 novas viaturas da Guarda Municipal. Além disso, no dia 29 de setembro, será entregue a Escola de Inovação e Empreendedorismo, na rua Senador Dantas.

Este será um espaço destinado ao jovem que busca capacitação, para que ali ele possa descobrir um interesse e uma vocação profissional. Vamos colocar ali cursos de diversas áreas, com foco em fomentar o empreendedorismo no jovem e qualificá-lo para integrar o mercado de trabalho”, enfatizou Melo.

A Prefeitura também vai retomar em setembro a agenda de inaugurações de Academias da Terceira Idade (ATI) e uma delas, no Parque Residencial Itapeti, será entregue no dia 11/09. Já a segunda será na Vila Cléo, entregue juntamente a um novo campo de futebol para o bairro.

Além disso, a Vila Brasileira vai ganhar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) no dia 18 e, no dia 21, acontece a inauguração do Hospital DIA, equipamento este que servirá para complementar o atendimento prestado na Unidade Clínica Ambulatorial (UNICA) em Jundiapeba.

Outra ATI será entregue no dia 22, no largo da feira de Cezar de Souza. Já no dia 24/09, acontecerá a inauguração do novo Arquivo Histórico da cidade, em um prédio anexo ao casarão neoclássico da rua Coronel Souza Franco, que foi construído especialmente para esta finalidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 30/09, mais um campo de futebol e mais uma ATI serão entregues, no Jardim Santa Tereza. Já no dia 27, o CAPS AD entrará em funcionamento. O prédio estava construído desde 2016, porém não havia entrado em operação, em razão da contenção de recursos. A unidade é uma demanda antiga da cidade e será destinada ao tratamento de dependentes em álcool e drogas.

Três importantes licitações também serão abertas em setembro. São elas: a licitação para a construção da terceira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, para a edificação da Unica Fisio, Pró-Hiper e Clínica do Homem e também para novos investimentos do Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae). Entre eles, destacam-se o projeto de duplicação da ETE Leste e o sistema de abastecimento da Chácara Guanabara.

Outro relevante acontecimento será a certificação ONA 2, que será concedida à UPA do Oropó no dia 05/09. “Será a primeira certificação ONA 2 entregue a uma UPA no país, então quero parabenizar toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde por essa conquista”, observou o prefeito.

Também será feita, no dia 06/09, a assinatura de contrato e ordem de serviço para a construção de um novo ginásio de esportes na cidade. O equipamento ficará ao lado do Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos, terá quadra com medidas oficiais para a prática de futsal e vocação para a formação esportiva em diversas modalidades.

Os investimentos na área de educação também serão retomados, com a apresentação das obras das novas creches no Mogi Moderno, Jardim Universo, Jundiapeba e também um novo Centro Municipal de Programas Educacionais (CEMPRE). Voltando à área de assistência social, outro projeto que será apresentado é o de construção de um Bom Prato em Jundiapeba.

Ainda fazem parte da programação o lançamento do programa Família Acolhedora, da Secretaria Municipal de Assistência Social, o aniversário de um ano do Polo Digital, a Marcha para Jesus, o 4º Food Truck Solidário, o lançamento da Lei de Incentivo Fiscal e o Seminário Nacional de Agentes e Dirigentes de Cultura. Este último, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, será um evento de três dias de duração, que contará com a participação de dirigentes culturais de todo o país e terá ainda shows musicais com artistas como o cantor e compositor Jorge Vercillo.

Além disso, a programação terá os tradicionais eventos de aniversário, como o desfile cívico-militar no dia 1º de setembro e, no dia seguinte, a caminhada e corrida de aniversário, na Avenida Cívica.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios

Operação Inverno amplia horário de atendimento e vagas de acolhimento

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou, nesta manhã de terça-feira, 29/05/2018, o lançamento da Operação Inverno 2018 e do Comitê Intersetorial da Política Municipal para as Pessoas em Situação de Rua, no auditório da Escola de Governo. O público-alvo foram coordenadores dos Cras e Creas, representantes de entidades sociais que prestam atendimentos para pessoas em situação de rua, técnicos de Assistência Social, equipe do Centro Pop e demais parceiros.

A secretária municipal de Assistência Social, Neusa Marialva, falou sobre a importância do diálogo e do planejamento de novas ações. “A chegada do período mais frio do ano exige um olhar mais atento e sensível de todos os nossos colaboradores. O que estamos formando hoje é um grande grupo de trabalho que vai pensar alternativas de atenção às pessoas em situação de rua”, pontuou.

O agente social e coordenador do Centro Pop, Osni Damásio da Silva, falou em seguida, e mostrou um panorama das pessoas em situação de rua que vivem atualmente em Mogi das Cruzes. “Se no passado esse grupo era formado por etilistas de idade mais avançada, hoje o encontramos nas ruas são jovens de 18 a 35 anos e dependentes químicos, em sua grande maioria”, explicou ele, que possui 15 anos de experiência na área.

Equipe técnica iniciou planejamento de novas ações para atendimento às pessoas em situação de rua. Foto: Guilherme Berti/PMMC

Ele apresentou a Operação Inverno e suas duas principais ações: a ampliação do número de vagas de acolhimento: de 156 para 176 e ampliação do horário de abordagens até 21h00, de 2ª a domingo.

Outra novidade é a implantação do Comitê Intersetorial da Política Municipal para as Pessoas em Situação de Rua, uma proposta do Governo Federal para avançar nas políticas e ações voltadas às pessoas em situação de rua, que envolve oito Secretarias Municipais: Assistência Social, Educação, Saúde, Habitação, Desenvolvimento Social, Segurança, Cultura e Esportes.

A Assistência Social coordena ações integradas de abordagem às pessoas em situação de rua na cidade. Atua em pontos estratégicos como Largo Bom Jesus e em outros pontos da área central, como Shangai e Praça Osvaldo Cruz e Avenida Francisco Rodrigues Filho, no Mogilar. Os assistentes e agentes sociais conversam com os homens e mulheres e fazem um trabalho de orientação ao Centro Pop, que realiza a triagem e o encaminhamento aos serviços de acolhimento.

Os interessados pelos encaminhamentos contam com quatro unidades: Abomoras; Maranathá (casa de passagem e abrigo); Acolhimento Mulheres e Famílias. Juntas, as entidades recebem um total de R$ 844.902,06, entre subvenções municipal, estadual e federal. Nestas instituições, as pessoas em situação de rua recebem todo o apoio imediato como banho, roupas novas e alimentação. Na sequência, os assistentes sociais também fazem contato com as famílias, com o objetivo de resgatar os laços familiares. No segundo momento, são oferecidos cursos profissionalizantes e outras ações que possibilitem o resgate do convívio social e da independência financeira.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes