Poupatempo realiza mutirão para emissão de RG no mês de outubro

O Poupatempo promove neste mês de outubro/2021 um mutirão de RG para atender às solicitações de Carteiras de Identidade. No total, serão ofertadas cerca 55 mil vagas distribuídas entre os 85 postos do estado de São Paulo, que vão operar em horário estendido durante todos os sábados do mês, das 13h00 às 17h00, e também na segunda-feira, 11/10/2021, véspera do feriado de Nossa Senhora Aparecida.

A ação é exclusiva para cidadãos que precisam emitir o RG e o atendimento nas unidades acontecerá mediante agendamento prévio, que estará disponível sempre nas quintas-feiras anteriores às datas dos eventos, pelo portal www.poupatempo.sp.gov.br ou aplicativo Poupatempo Digital.

Atendimento será feito mediante agendamento prévio em todos os sábados do mês, das 13h00 às 17h00; no total serão cerca de 55 mil vagas. Foto: Governo do Estado de SP

No dia do atendimento é necessário comparecer em um dos postos com a Certidão de Nascimento ou Casamento original e cópia simples, ou mesmo com o RG anterior, caso tenha sido emitido no estado de São Paulo. Menores de 16 anos devem estar acompanhados por um dos pais ou responsável legal, portando um documento de identificação com foto.

Caso não seja possível, basta o responsável assinar uma autorização, que pode ser acessada pelo link http://bit.ly/2txpHQY, para ser apresentada no ato do atendimento, junto com um documento de identificação do responsável, com a mesma assinatura.

Serviço – Mutirão para emissão de RG: 

Horário estendido de atendimentos nos postos da capital e interior aos sábados: das 13h00 às 17h00.

No dia 11/10, véspera do feriado de 12 de outubro, o mutirão será realizado no expediente normal de cada unidade.

Datas: 

– 02/10 (sábado)

– 09/10 (sábado) e 11/10 (segunda-feira), exceto unidade de Bebedouro

– 16/10 (sábado)

– 26/10 (sábado)

– 30/10 (sábado)

*Agendamento prévio obrigatório em www.poupatempo.sp.gov.br ou aplicativo Poupatempo Digital. Todas as informações, bem como endereços e horários de funcionamento das unidades, também podem ser consultadas nos canais digitais do programa.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

EDP reforça cuidados no plantio de árvores próximas à rede elétrica

O Dia da Árvore é comemorado no dia 21 de setembro, e a data é próxima ao início da Primavera, que chega trazendo mais vigor à vegetação. E para contribuir para uma melhor harmonia entre a arborização e as redes de distribuição de energia das cidades, a EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte, orienta a população a tomar cuidados especiais na hora de plantar árvores.

A queda de árvores e galhos sobre a rede elétrica é uma das principais causas de impacto na continuidade da energia. Este cenário reforça a necessidade do plantio adequado de novas árvores para que futuramente não haja interferência no serviço de energia elétrica para as residências, comércios, indústrias e, principalmente, neste contexto de pandemia da Covid-19, nas unidades de saúde, hospitais e centros médicos. Outras causas de ocorrências atendidas pela EDP envolvem, por exemplo, pipas na rede, colisão de veículo em postes, e intempéries climáticas (chuvas, ventos e descargas atmosféricas).

O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro. A criação da data surgiu da necessidade de conscientizar a população da importância das árvores para o meio ambiente, inclusive para a vida dos seres humanos. Foto por Skitterphoto em Pexels.com

A EDP investe continuamente em redes de energia mais protegidas para garantir um convívio mais harmonioso da vegetação com o sistema elétrico das cidades, porém, a queda de galhos e árvores inteiras nas redes tem potencial para causar rompimento de fios e quebra de postes, curto-circuito, além de provocar acidentes com passantes”, destaca Afonso Celso Ferreira, gestor de operação da EDP.

Para reduzir esse impacto de forma sustentável, a empresa sugere ações simples:

  • No momento do plantio, opte por árvores de menor porte e evite as espécies altas, como eucaliptos, palmeiras e similares, próximas ou embaixo da rede elétrica para que não ofereçam riscos de interferência no fornecimento da energia ao longo do seu crescimento.
  • O alerta vale também para as folhagens que podem ocultar a fiação. Elas são fator de risco, pois aumentam a probabilidade de contatos acidentais na rede, por exemplo, por crianças que brincam próximas da vegetação. Em zonas rurais, há ainda risco de incêndios com o tombamento de árvores sobre redes elétricas, ocasionado por reflorestamentos imprudentes.
  • Para realizar o plantio de árvores em área urbana é importante que a prefeitura do município seja acionada para a liberação ambiental e atendimento do plano de arborização do município.
  • A poda, manutenção e conservação da vegetação, caracterizada como limpeza urbana é responsabilidade do governo municipal. A solicitação do serviço deve ser realizada diretamente ao órgão competente da cidade.
  • A EDP atua no serviço de poda quando os galhos se encontram muito próximos da rede elétrica e podem interferir no funcionamento do sistema. O trabalho é realizado a partir de poda preventiva feita de forma contínua da vegetação próxima da fiação e reforçada no período que antecede o verão.

Importante destacar que a qualquer momento, o consumidor pode solicitar o serviço de poda de vegetação com impacto à rede elétrica diretamente nos canais de atendimento da EDP, pelo site www.edponline.com.br ou pelo aplicativo EDP Online. Nestes canais, o consumidor tem a possibilidade de inserir um registro fotográfico, facilitando a localização para a equipe de campo.

Cadastro na Tarifa Social de Energia Elétrica cresce 143% no Alto Tietê durante a pandemia

A taxa de desemprego no país segue alta – em torno de 14,7% segundo dados do IBGE, agravada pela pandemia da Covid-19. Nesse cenário, cresceu a busca por alternativas que ajudem a equilibrar as despesas familiares, como é o caso da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), que concede desconto na conta de energia e pode fazer grande diferença no final do mês. A EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, detectou nos últimos meses um aumento significativo no número de famílias cadastradas. Em comparação ao período pré-pandemia (janeiro de 2020), houve aumento de 143% na quantidade de clientes inscritos no benefício na região.

A EDP atua de forma proativa para o cadastramento de clientes com perfil a receber o benefício, entretanto se os dados do titular da conta e da pessoa inscrita no CadÚnico divergem, a inscrição automática no benefício fica impossibilitada. Na maioria dos casos, após a atualização do CadÚnico no CRAS do município, já é possível ter acesso ao desconto.

Para usufruir do benefício, é preciso estar com o Número de Identificação Social (NIS) ativo no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e se cadastrar no site da EDP, www.edp.com.br/tarifasocial. Após o cadastro no portal da EDP, a documentação é avaliada e, estando tudo correto, o benefício é aplicado a partir da fatura seguinte.  “A EDP realiza ações contínuas para ampliar sua base de beneficiários da Tarifa Social, para que as famílias consigam arcar com suas despesas de forma mais equilibrada”, afirma Roberto Miranda, gestor da EDP.

O desconto

A Tarifa Social é um desconto na conta de luz concedido para os primeiros 220 kWh consumidos mensalmente por clientes residenciais classificados como de baixa renda e varia de acordo com a faixa de consumo mensal (kWh/mês). “É importante frisar que o benefício é muito vantajoso para quem utiliza a energia de forma eficiente, pois quanto menor o consumo, maior o desconto”, explica Miranda.

O benefício é aplicado somente a uma unidade consumidora por família e é escalonado por faixa de consumo, sendo calculado de modo cumulativo, conforme a tabela abaixo:

Faixa de ConsumoDesconto
Até 30 kWh/mês65%
De 31 a 100 kWh/mês40%
De 101 a 220 kWh/mês10%
Acima de 220 kWh/mêsNão há desconto

Quem tem direito ao benefício:

  • Família inscrita no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita comprovadamente menor ou igual a meio salário mínimo nacional;
  • Idosos com 65 (sessenta e cinco) anos ou mais e pessoas com deficiência que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC;
  • Família inscrita no CadÚnico com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico requeira uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que dependam do consumo de energia elétrica;
  • Famílias indígenas ou quilombolas com inscrição no CadÚnico;

Se o morador se enquadrar em um dos critérios acima e não for o titular da conta de energia não é necessário fazer a alteração de titularidade. Basta informar o nº da instalação de onde reside (que consta na fatura de energia). Será criado um registro como inquilino (não é necessário apresentar contrato de locação). A conta de energia continuará sendo emitida em nome do titular/responsável pela unidade consumidora.

Documentos necessários para realizar o cadastramento na EDP:

  • Número de Identificação Social (NIS) – obtido na prefeitura municipal por meio do CRAS;
  • Conta de energia;
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física) e Carteira de Identidade (ou outro documento de identificação social com foto) ou apenas Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI);
  • Informar se a família é indígena ou quilombola, ou se há integrante na família que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC). Nesse caso, é preciso informar o Número do Benefício (NB);
  • Para o caso família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de equipamentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica, é necessário apresentar o relatório e atestado subscrito por profissional médico;

Mais informações

  • Cada família tem direito a somente uma instalação com o benefício da Tarifa Social;
  • Caso haja mudança de endereço é importante atualizar seu cadastro junto ao CRAS e informe à EDP o nº de instalação da nova residência.
  • A atualização do CadÚnico garante ao consumidor a manutenção do desconto na conta de luz, e deve ser feita nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) do município. O cadastro tem validade de dois anos e deve ser sempre atualizado. 
  • Por conta da pandemia da Covid-19, a Resolução Normativa 928/2021, da Agência Nacional de Energia Elétrica, que seguirá em vigor até 30 de setembro de 2021, proíbe o descadastramento da tarifa social de clientes com dados desatualizados, porém, é importante mantê-los em dia.

Em caso de dúvidas, a EDP orienta a entrar em contato pelos canais de atendimento: 

–  Site EDP: www.edp.com.br/tarifasocial

– WhatsApp EDP: 11 93465-2888

– Central de Atendimento ao Cliente: 0800 721 0123 (ligação gratuita, 24 horas/sete dias por semana)

Pedale pelo bem! O GAPC está com inscrições abertas para o Desafio Virtual Julho Verde

Com a pandemia e o fechamento das academias, o ciclismo ganhou espaço entre os adeptos a esportes. Os grupos de pedal deram um salto nos números de novos participantes. Paralelamente, no mesmo período, a demanda de portadores de câncer aumentou e as doações diminuíram. O momento se tornou essencial para abordar a prevenção e a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce, ao mesmo tempo em que é necessário ajudar instituições como o GAPC a manter seu funcionamento.

As inscrições para o Desafio Julho Verde (Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço) estão abertas até o dia 30 de junho, com valores diferenciados, de acordo com o kit escolhido pelo participante R$ 39,90 ou R$ 65,00, além dos itens a parte que são opcionais. Toda a renda revertida para a compra de itens essenciais (suplemento alimentar, medicamentos, fraldas geriátricas) aos pacientes oncológicos atendidos pelas 5 unidades do GAPC.

O desafio deverá ser realizado entre os dias 01 a 31 de julho/2021 e os participantes deverão enviar um comprovante para a organização após completar a prova.

Para realizar a inscrição acesse o site: http://bit.ly/gapc4x1

CATEGORIAS

Individual – 300 / 400 ou 500 Km

Grupo de 5 integrantes – 2.500 Km

Grupo de 10 integrantes – 5.000 Km

GAPC

O GAPC – Grupo de Apoio à Pessoas com Câncer – é uma Entidade Civil sem fins lucrativos que sobrevive unicamente de doações.

O principal objetivo da instituição é amenizar o sofrimento de pacientes oncológicos, suprir suas necessidades básicas e melhorar sua qualidade de vida.A entidade fornece, gratuitamente, medicamentos, suplementos alimentares, próteses, fraldas geriátricas, terapias alternativas e atendimento social,psicológico, fisioterapêutico, nutricional, dentre outros.

Em 2021, o GAPC completa 20 anos, conta com 5 unidades no Brasil e já atendeu mais de 20.000 portadores de câncer.

Para mais informações acesse: gapc.org.br ou ligue: 4726-6575

EDP inicia feirão de negociação com condições especiais para acordo de débitos

Entre 14 e 30 de junho/2021 a EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, realiza o Feirão de Negociação EDP com condições especiais de acordo para pagamento de débitos em aberto. As regras do Feirão incluem os clientes residenciais, rurais, comerciais e industriais.

No período, os consumidores com contas atrasadas terão facilidades como a negociação em até 36 vezes, além da redução na entrada. Excepcionalmente durante todo o período do feirão, os clientes que já possuem débitos de parcelamentos de negociações anteriores também encontrarão facilidades para o acerto e renegociação de suas contas.

Condições diferenciadas estarão disponíveis entre 14 e 30 de junho, em todos os canais de atendimento da Distribuidora. Clientes poderão pagar seus débitos em até 36 vezes

As facilidades para pagamento, ofertadas durante o Feirão de Negociação da EDP, têm como objetivo auxiliar o cliente que sofreu com os impactos econômicos, em decorrência do período da pandemia e acabou acumulando contas de energia”, ressalta Vanessa Lugon, gestora da EDP. Para optar pela melhor solução, a dica é preparar-se, colocando na ponta do lápis todas as despesas já assumidas e previstas pela família. Assim, será possível avaliar com mais precisão quais condições e formas de pagamento se encaixam no orçamento doméstico.

Negociação sem sair de casa

A realização de acordos pela internet já é uma realidade para Companhia. No portal EDP Online, www.edponline.com.br, ou pelo aplicativo EDP Online, disponível para todas as plataformas de smartphone ou tablets, ou por meio do 0800 721 0123 o cliente pode negociar e optar pela forma mais conveniente para quitar os débitos em aberto. Basta ter em mãos o número de instalação e o CPF do titular da fatura.

Para facilitar ainda mais o contato do cliente, a empresa disponibiliza um contato via WhatsApp, por meio do número (11) 93465-2888 para a consulta de débitos e solicitação de código de barras para pagamento.

A negociação poderá ser realizada em todos os canais de atendimento da EDP. Lembrando que, para evitar aglomeração de pessoas nas agências de atendimento presencial, a escolha da data e horário do atendimento deve ser feita pelo site www.edp.com.br/agendamento.