EDP registra aumento de 80% nas ocorrências de pipas na rede elétrica do Alto Tietê durante a quarentena

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, alerta para o aumento expressivo de ocorrências relacionadas a pipas na rede elétrica durante o mês de abril e a primeira quinzena de maio, período que coincide com a recomendação das autoridades para o isolamento social e suspensão das aulas escolares, como prevenção ao contágio pela Covid-19. Para ter uma ideia, somente nos últimos 45 dias foi apontado aumento de 80% nos casos de pipas na rede comparando ao mesmo período de 2019. Foram registradas 222 ocorrências, impactando 15.036 clientes com falta de energia.

Neste contexto de pandemia que a energia elétrica se tornou ainda mais essencial, seja para unidades de saúde, hospitais, mercados e residências, o impacto da interrupção da energia se torna mais preocupante. Além disso, o aumento destas ocorrências traz outra preocupação: o risco de graves acidentes, já que em muitas ocasiões a prática é realizada próxima de redes elétricas.

Foram registradas 222 ocorrências entre 1 de abril a 15 de maio em 2020, impactando mais de 15 mil clientes com falta de energia. Foto: Aaron Burden/Unsplash

Luciano Cavalcante, gestor executivo de operação EDP, reforça a importância da prática segura da brincadeira e para o respeito às orientações do isolamento social. “Nossa preocupação maior é com a segurança. Trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, já que alguns minutos sem energia pode, inclusive, comprometer o tratamento de pacientes em hospitais, unidades de atendimento e centros médicos. Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa.

Para o atendimento das ocorrências com pipas na rede, geralmente, é necessário o deslocamento de equipes técnicas para o reparo da fiação danificada e recomposição do sistema. As linhas de pipas com cerol ou produtos cortantes causam desligamentos ao romper os cabos de energia e, também podem provocar curtos-circuitos ao ficarem presas na fiação e serem puxadas, interrompendo o fornecimento de energia para os moradores da região. “Sabemos que o cerol e linha chilena ainda são muito utilizados e, por ser compostos de pó de vidro, são materiais altamente condutores de energia, podendo causar sérios acidentes com quem está brincando e com outras pessoas da comunidade” finaliza o gestor.

Os municípios da região com maior quantidade de registro no período da quarentena são: Itaquaquecetuba com 87 ocorrências e 12.341 consumidores impactados com falta de energia, Suzano com 53 casos e 1.319 clientes afetados e Mogi das Cruzes com 35 ocorrências 611 consumidores impactados.

Orientações para empinar pipas de forma segura

  • Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa. Caso decida empinar pipas, evite locais como lajes e muros, já que a proximidade com os fios de alta tensão aumenta o risco de acidentes graves e fatais, além do perigo de quedas;
  • Além de serem proibidos, o cerol e a chamada “linha chilena” trazem risco para quem está empinando a pipa e também para terceiros, como motociclistas e pedestres, além de oferecem perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal. Somente técnicos da distribuidora, treinados para este trabalho, que exige o uso de equipamentos de segurança, estão aptos a manusear a rede.
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha), ou qualquer outro objeto, não devem ser lançados na rede;

Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e, em casos mais extremos, causar a morte. Para conscientizar a população e orientar crianças e adultos sobre como reduzir os riscos na hora de brincar, a EDP e o Instituto EDP realizam projetos com as comunidades dos municípios onde a concessionária atua. Mais informações sobre segurança com energia elétrica podem ser acessadas no site edp.com.br/seguranca.

Em caso de ocorrências com a rede elétrica, os clientes devem entrar em contato por meio do site edponline.com.br, aplicativo EDP Online para smartphone ou pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), no 0800 721 0123. Para registro de falta de energia, é possível também enviar SMS para 28037 com a mensagem Falta Luz.

Coronavírus: EDP realiza, de forma voluntária, obra elétrica do Hospital de Campanha em Mogi

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Vale do Paraíba, Alto Tietê e Litoral Norte de São Paulo, realizou de forma voluntária a obra elétrica de implantação dos hospitais de campanha de Guarulhos, Mogi das Cruzes e ampliação do hospital municipal de São José dos Campos. A Companhia arcou com 100% dos custos da instalação elétrica que vai assegurar o fornecimento de energia a estes locais, que receberão pacientes infectados pelo coronavírus. O trabalho foi desenvolvido em parceria com as prefeituras municipais.

Os projetos contaram com a implantação de postes e outros equipamentos do sistema elétrico, além da substituição da rede existente por cabeamentos mais robustos, para fornecer energia de forma segura a estes centros de saúde no menor tempo possível. É importante destacar que EDP atua com a priorização do atendimento emergencial a todos os hospitais, centros médicos e postos de saúde, o que permite uma rápida resposta por parte da Distribuidora.

Elaboramos um plano de ação específico para as unidades hospitalares de toda a área de concessão, que também contempla o reforço na inspeção do sistema elétrico que atende estas localidades, realizando manutenções preventivas e melhorias para o fornecimento de energia, sempre que necessário. Estamos atuando com força total para garantir a melhor energia, principalmente para quem mais necessita neste momento”, ressalta Marney Antunes, diretor da EDP.

Serviços incluíram implantação de postes e equipamentos, além de modernização da rede existente para abastecimento dos centros de saúde. Foto: Ney Sarmento/PMMC

Estas ações da EDP se somam às doações realizadas pela EDP em todo o Brasil para o combate ao coronavírus, que já somam R$ 8,3 milhões. No início de abril, a EDP lançou o edital EDP Solidária – Covid 19, com o aporte de R$ 1 milhão para priorizar iniciativas de apoio a públicos vulneráveis, com prioridade para comunidades de baixa renda/carentes, idosos e comunidades indígenas ou suporte ao combate, detecção e prevenção da pandemia.

Em março, a EDP anunciou a doação de outros R$ 6 milhões para a compra de respiradores para as UTIs dos hospitais públicos do Estado de São Paulo, o mais afetado pela pandemia. A doação foi realizada por meio da organização social Comunitas, que arrecadou, no total, R$ 23,4 milhões, com 150 empresas. Dois hospitais de Guarulhos estão contemplados nesta ação.

Distribuidora realiza plano de ação com operação técnica diferenciada para hospitais.

No Espírito Santo, a empresa doou R$ 1 milhão ao Estado. Os recursos foram repassados à Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim para a compra de insumos de proteção individual, equipamentos e medicamentos para o atendimento a pacientes da Covid-19. No Ceará, a companhia fez a doação de R$ 130 mil em equipamentos médicos de proteção individual (EPIs) para a Secretaria de Saúde do Estado. Já no Maranhão, outros R$ 140 mil vão ser utilizados pelo Governo estadual para a compra de respiradores.

Comitê interno

A EDP possui um Comitê de Gestão de Crise para o coronavírus e desenhou um plano de contingência, antes mesmo da confirmação do primeiro caso no Brasil. Desde fevereiro, o comitê tem se reunido remotamente todos os dias, inclusive aos fins de semana, se necessário. Dentre as iniciativas já realizadas pela Companhia estão: antecipação da vacinação contra a gripe H1N1 e doação de máscaras para colaboradores, implantação de regime total de trabalho home office nos escritórios, escalonamento e descentralização das equipes de campo e reforço das campanhas internas de informação.

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 14 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

3ª edição do “Domingo na Vila Helio” terá serviços de cuidado e beleza grátis para mulheres

A terceira edição do “Domingo na Vila Helio”, no Centro de Mogi das Cruzes, será no dia 08/03/2020, das 13h00 às 18h00, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O Grupo Marbor, administrador do espaço, preparou uma série de serviços gratuitos para oferecer às mogianas e turistas neste dia especial.

Várias tendas serão montadas no local, separados por setor, para que as participantes possam aproveitar todas as áreas de forma organizada e confortável. Em uma das tendas haverá massagem relaxante e hidratação facial; em outra, as mulheres poderão cuidar das sobrancelhas, fazer esmaltação e penteados; também haverá um local com aula de automaquiagem com produtos da Mary Kay. Estes serviços serão oferecidos gratuitamente e não é necessário se inscrever ou agendar, basta comparecer.

Durante todo o evento, haverá música ao vivo na praça e sorteio de brindes no intervalo. O parklet estará aberto para consumo para toda a família. Além disso, haverá aula de relaxamento às 14h00, aula de pilates às 15h30 e aula de zumba às 17h45.

Seguimos com o propósito de ‘devolver’ a Vila aos mogianos. Queremos trazer as famílias para cá e oferecer a elas diversão e cultura gratuitas em um espaço agradável, aconchegante e seguro”, diz Fabiola Trovatto, gestora de Comunicação e Marketing do Grupo Marbor.

Mães

As mães que quiserem aproveitar o dia na Vila Helio na companhia de seus filhos também contarão com atrações para as crianças. Haverá cama elástica e piscina de bolinhas com monitores, além de maquiagem e pintura facial infantis.

Estabelecimentos

Durante o “Domingo na Vila Helio”, alguns estabelecimentos comerciais também estarão abertos para receber o público e o estacionamento do local oferecerá desconto na tarifa. Mais informações nas redes sociais (Facebook e Instagram).

Campanha Troco Solidário arrecada R$ 86 mil para entidade de Mogi das Cruzes

A Campanha Troco Solidário da Havan arrecadou em Mogi das Cruzes R$ 86 mil. O cheque simbólico para a Rede Feminina de Combate ao Câncer será entregue no dia 19 de fevereiro de 2020, às 13h30, na sede da entidade.  A presidente da instituição, Antonia Nogueira, conta que o valor será utilizado para a compra de medicamentos e suprimentos. “Estamos muito felizes. Este dinheiro veio em boa hora”, declara.

Em 2019, as 141 unidades da Havan, hoje já são 143, arrecadaram R$ 11,4 milhões, que beneficiaram 206 entidades.  A Campanha Troco Solidário existe desde 2010 e auxilia semestralmente entidades presentes em cidades onde há lojas Havan. A iniciativa conta com a solidariedade dos moradores e cientes, que doam seu troco, ou parte dele, diretamente nas caixas das lojas.

Valor arrecadado no segundo semestre de 2019 em toda a rede Havan

O diretor-presidente da rede, Luciano Hang, afirma que a campanha é uma forma de a empresa, seus colaboradores e clientes retribuírem às entidades e aos seus voluntários, pelo trabalho realizado nas comunidades. “É com muito prazer que entregamos este valor para as entidades. O Troco Solidário é um trabalho de quatro mãos, em que os colaboradores conscientizam os clientes sobre a importância da doação, que tem o objetivo de auxiliar as instituições onde a Havan tem lojas. De pouco em pouco é que se consegue muito para ajudar quem faz bastante”, finaliza. Desde 2010 foram arrecadados mais de R$ 21 milhões em todo o Brasil, em benefício de mais de 800 instituições.

Vila Helio lança programação cultural gratuita aos domingos

A Vila Helio, espaço no Centro de Mogi das Cruzes administrado e revitalizado pelo Grupo Marbor, lançará no próximo domingo, 19/01/2020, o “Domingo na Vila Helio”, uma programação cultural que vai proporcionar diversão e lazer para mogianos e turistas.

Os eventos são gratuitos e o primeiro terá como tema “Férias na Vila Helio”. A partir das 10h00, o espaço terá diversas atrações voltadas para a família, em especial para as crianças, como brinquedos infláveis e recreação.

Os pequenos poderão se divertir no tobogã, na cama elástica, no futebol de sabão, na piscina de bolinhas, no tombo legal, big jump, kid play e muito mais.

Os estabelecimentos comerciais da Vila estarão abertos para receber o público e com desconto em seus produtos e serviços. O parklet também estará aberto para consumo, com gastronomia do Hotel Marbor – almoço, lanches, petiscos e bebidas estão entre as opções disponíveis a preços especiais. O estacionamento particular da Vila oferecerá desconto no valor da tarifa nos dias de evento.

O evento é aberto ao público e a entrada para o estacionamento será pela Rua Professor Flaviano de Melo. Mais informações e a programação completa do “Domingo na Vila Helio” nas redes sociais (Facebook e Instagram).

Próximos eventos:

O segundo “Domingo na Vila Helio” será no dia 16 de fevereiro, com o tema “Pré-carnaval na Vila Helio”. O próximo será em 8 de março, em homenagem ao Dia da Mulher.