🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 3

O Mogi das Cruzes/Helbor voltou a vencer pelo NBB CAIXA 2018/2019. Em partida decidida no terceiro quarto, o Mogi bateu o Basquete Cearense, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, por 100 a 72, e alcançou seu segundo triunfo na competição.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL e Açúcar Guarani.

Após a ausência na última partida devido ao falecimento de seu irmão, Guerrinha retornou ao comando técnico da equipe do Mogi no triunfo sobre o Basquete Cearense.

Pelo Mogi/Helbor, o protagonismo ficou por conta do experiente pivô JP Batista, que anotou um duplo-duplo (24 pontos e 14 rebotes) e figurou como o jogador com o maior índice de eficiência na partida (30). Além dele, o ala Shamell, com 20 pontos, e o ala/pivô Gruber, com 10 pontos, também chamaram a atenção pelo jogo apresentado.

Arthur Pecos, do Mogi, e Dontrell Brite, do Basquete Cearense. Foto: LNB

Com o triunfo, o Mogi agora detém campanha de 66,7% de aproveitamento, com duas vitórias em três jogos. Já o Basquete Cearense, que conheceu sua terceira derrota, segue sem vencer na competição.

Durante toda a temporada o nosso treinador vem nos cobrando o lado defensivo. Ofensivamente conseguimos ir bem, mas com a defesa como um ponto fraco. Na partida de hoje fizemos um trabalho defensivamente sólido e com isso conseguimos dar um gás no ataque. A vitória fala por si só”, disse o pivô JP Batista, do Mogi.

Pelo lado do Basquete Cearense, quatro jogadores se destacaram: o ala/pivô Alex (14 pontos), os armadores Farad Cobb (15 pontos) e Dontrell Brite (12 pontos), e o Pivô Feliciano (12 pontos). Ao todo, o quarteto anotou 73,6% dos pontos do time no jogo.

Viemos com um plantel muito enxuto e limitado nas rotações. Pegamos uma equipe muito bem estruturada, já embalada do Campeonato Paulista e com muitos bons nomes no elenco. Foi um jogo muito difícil para nós, principalmente defensivamente”, afirmou o pivô Kurtz, do Cearense.

A partida começou quente, com duas bolas de três, uma do ala/pivô Alex, do Cearense, e uma do ala Shamell, do Mogi. O panorama não mudou e o jogo continuou parelho, mas com o Mogi à frente no placar durante boa parte da primeira parcial. Nos segundos finais, o ala Shamell mostrou mais uma vez do que é capaz e, com uma linda bola de três, abriu a maior vantagem do Mogi no período e deu números finais ao primeiro quarto (25 a 21).

O cenário não mudou no início do segundo quarto. O time mogiano conseguiu manter a postura ofensiva e, mesmo com o alto aproveitamento nas bolas de 3 do Basquete Cearense (60% de aproveitamento no período), foi para o intervalo com a vantagem no resultado (50 a 44).

Na volta dos vestiários, o Basquete Cearense tentou esboçar uma reação, mas após sentir o cansaço oriundo do primeiro tempo, não conseguiu segurar a blitz mogiana e foi para os últimos dez minutos do jogo atrás no placar (70 a 58). Já no quarto período, o Mogi conseguiu manter o mesmo ritmo, segurou as ações ofensivas do Cearense, abriu grande vantagem e alcançou sua segunda vitória na competição.

Próxima parada: Após alcançar o segundo triunfo no NBB CAIXA, o Mogi agora medirá forças com o Universo/CAIXA/Brasília na próxima sexta-feira, 26/10, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, às 21h10, com transmissão ao vivo do FoxSports. Já o Basquete Cearense, após a derrota, enfrentará o Paulistano/Corpore, nesta segunda feira, 22/10, no Ginásio Antônio Prado Jr, às 20h00, com transmissão ao vivo no Facebook.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 2

O EC Pinheiros venceu a terceira partida seguida pelo NBB CAIXA 2018/2019. Em um jogo de muito equilíbrio e alternância no placar, o time comandado por César Guidetti bateu o Mogi das Cruzes/Helbor, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, por 83 a 77, e manteve os 100% de aproveitamento na competição.

O NBBCAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL e Açúcar Guarani.

No duelo contra o Pinheiros, o Mogi sofreu com uma ausência importante. Guerrinha, treinador mogiano, não esteve à frente do comando técnico do time, devido ao falecimento de seu irmão. Quem assumiu foi Danilo Padovani, assistente técnico da equipe.

Pelo Pinheiros, um dos destaques foi o ala/armador Corderro Bennett, que anotou 21 pontos, pegou seis rebotes e distribuiu quatro assistências. Além dele, o ala Isaac, com 15 pontos, o armador Ruivo, com dez pontos,e o pivô Renato, com oito pontos e oito rebotes, protagonizaram uma bela partida.

Gui Deodato e Gruber, do Mogi, e Bennett e Toledo, do Pinheiros. Foto: LNB

Com o triunfo, o Pinheiros conseguiu sua terceira vitória seguida e manteve os 100% de aproveitamento na competição. Já o Mogi, após vencer o Paulistano no jogo de estreia, conheceu sua primeira derrota no campeonato.

O Mogi é uma excelente equipe e vai brigar lá em cima. Fizemos uma grande partida contra eles e agora vamos continuar com o pensamento do jogo a jogo, que assim os resultados positivos continuarão. Vamos manter o pé no chão, com a consciência de que isso é só o começo”, disse o pivô do Pinheiros.

Já pelo Mogi, quem se destacou foi o ala/pivô Gruber (23 pontos) e o pivô JP Batista (22 pontos e nove rebotes), com o maior índice de eficiência no jogo (32). Ao todo, os dois marcaram 54,2% dos pontos da equipe mogiana na partida.

Perdemos o jogo na primeira parte, quando deixamos eles muito livres para arremessar, principalmente para bolas de 3. No segundo tempo equilibramos, mas infelizmente não conseguimos tirar a vantagem do placar e perdemos por essa diferença de seis pontos”, afirmou o ala/pivô do Mogi.

A partida começou com muito equilíbrio dos dois lados. O Mogi tomou à frente e comandou o jogo por boa parte do primeiro quarto. No final da parcial inicial, o Pinheiros se portou bem na defesa, conseguiu encostar no placar e venceu o primeiro período por 21 a 20. O segundo quarto continuou equilibrado, mas com o Mogi no comando as ações ofensivas. Nos segundos finais, o ala Isaac, do Pinheiros, acertou uma bela bola de três, empatou o placar e deixou tudo igual na ida para o intervalo (44 a 44).

Na volta dos vestiários o panorama da partida mudou. A equipe comandada por César Guidetti mudou a postura e demonstrou muita versatilidade ofensiva, com infiltrações, bolas de 3 e bandejas. Nos segundos finais do terceiro período, o Pinheiros foi ao ataque e viu o pivô Ware tomar um lindo toco do pivô mogiano João Pedro. Na sequência da jogada, o time da capital paulista acertou um belo arremesso de 3 pontos, com o armador Dawkins, alcançou dez pontos de vantagem no placar e foi para o último período na liderança (71 a 61).

No último período o Mogi voltou com tudo, diminuiu a vantagem construída no terceiro quarto e encostou no placar. Com muita consistência defensiva, o Pinheiros conseguiu segurar a blitz mogiana, administrou bem a vantagem consolidada na penúltima parcial e saiu de quadra com mais uma vitória no NBB CAIXA 2018/2019 (83 a 77).

Próxima parada: O Mogi agora medirá forças com o Basquete Cearense, neste sábado, 20/10, no Ginásio Profº Hugo Ramos, às 19h00, com transmissão ao vivo no Facebook. Já o Pinheiros, enfrentará o Basquete Joinville, nesta segunda-feira, 22/10, no Centreeventos Cau Hansen, às 19h00.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo das Fatecs – 1º semestre/2019

As inscrições para o processo seletivo das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo para o 1° semestre de 2019 estão abertas.  Os candidatos devem se inscrever até às 15h00 do dia 13 de novembro pela internet. O exame será no domingo, 09/12/2018.

A unidade de Mogi das Cruzes oferece quatro cursos: Agronegócio, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Logística e Gestão de Recursos Humanos.

A Fatec é uma faculdade pública, mantida pelo Centro Paula de Souza, do governo estadual. O candidato paga somente a taxa de vestibular, de R$ 70, e, uma vez aprovado, não tem que se preocupar com mensalidade até a conclusão dos estudos. Os cursos têm duração de 3 anos e incluem aulas de inglês como diferencial no decorrer de toda a formação.

São quatro cursos superiores tecnológicos no campus de Mogi das Cruzes: Agronegócio, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Logística e Gestão de Recursos Humanos. Foto: Divulgação

Candidatos que se inscreveram para a gratuidade ou 50% de desconto na taxa do vestibular devem aguardar até o dia 25 de outubro, quando será divulgado o resultado da solicitação, para, a partir de então, fazer a inscrição para a prova.

As vagas no campus de Mogi estão distribuídas da seguinte forma: 80 para Agronegócio e 80 para Análise e Desenvolvimento de Sistemas, ambos com turmas à tarde e à noite, e 40 para Gestão de Recursos Humanos e 40 para Logística, sendo esses dois com turmas no período da manhã.

Para concorrer a uma das vagas do processo seletivo, o candidato deve ter concluído ou estar cursando o ensino médio ou equivalente, desde que no ato da matrícula comprove a conclusão do curso. As inscrições para o vestibular devem ser feitas no site vestibularfatec.com.br. É necessário preencher a ficha de inscrição e o questionário socioeconômico, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$ 70 em qualquer agência bancária.

Para mais informações sobre os cursos, datas, entre outros dados, interessados devem consultar o site vestibularfatec.com.br.

Manutenção interrompe abastecimento de água nesta terça, 16/10/2018

Para assegurar o bom funcionamento do sistema de captação, tratamento e distribuição de água pelas estações Centro e Leste, o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) precisará interromper o abastecimento na madrugada desta terça-feira, 16/10/2018, a partir das 4h00, para manutenção preventiva em suas instalações. A previsão é de que o serviço seja retomado às 20h00, mas a normalização do abastecimento será de forma gradativa, durante a madrugada e manhã de quarta-feira, 17.

A interrupção será para 97 bairros, totalizando cerca de 80 mil ligações (na soma de imóveis residenciais, comerciais, industriais e institucionais).

Estão previstos serviços de instalação de medidor de vazão na adutora de água bruta que vai da captação, no rio Tietê, às estações de tratamento; limpeza e desinfecção do reservatório da Estação de Tratamento Centro; manutenção preventiva e adequação das cabines de energia elétrica da ETA Centro e do reservatório da Vila Natal; além de manutenção no servidor de dados e de telefonia no prédio sede da autarquia.

Manutenção preventiva incluirá adequação das cabines de energia elétrica da ETA Centro. Foto: Julio Nogueira/Semae

O Semae recomenda economia de água, como reduzir o tempo de banho, evitar lavar carros e quintais e combater o desperdício ao executar as tarefas domésticas indispensáveis como a lavagem de louças e roupas.

Quem possui caixa d’água em casa não sentirá os efeitos da paralisação. Ter um reservatório é fundamental para evitar transtornos durante os trabalhos de manutenção da rede ou outras intervenções que exigem a interrupção do fornecimento de água, principalmente nos locais mais altos ou que trabalham por redes bombeadas, onde é necessário mais tempo para que o abastecimento seja normalizado.

A reserva de 200 litros diários para cada morador é suficiente. Assim, uma casa com cinco pessoas deve ter uma caixa com capacidade para, pelo menos, mil litros. Isso garante o abastecimento da residência por até 24 horas, mesmo sem fornecimento de água da rua.

Manutenção também suspende atendimento

Com a manutenção no servidor de dados e de telefonia, também será necessário suspender, no período da manhã, o funcionamento do telefone 115 e os serviços do Semae nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do prédio da Prefeitura, Braz Cubas e Centro Integrado de Cidadania (CIC) de Jundiapeba, e ainda da Agência Virtual (www.semae.sp.gov.br) e aplicativo Semae Conecta, no período da manhã. O atendimento telefônico, pela Agência Virtual e aplicativo será retomado às 11h. Nos PACs e no CIC, o serviço será prestado das 13h00 às 17h00.

Bairros onde o fornecimento de água será interrompido:

Alto da Boa Vista;
Alto da Glória;
Alto do Ipiranga;
Botujuru;
Caminho do Mar;
Centro;
Chácara das Flores;
Cidade Jardim;
Conjunto Habitacional Estância dos Reis;
Conjunto Habitacional Nova Bertioga;
Conjunto Habitacional São Sebastião;
Conjunto Habitacional Seki;
Conjunto Habitacional Thaysa;
Conjunto Habitacional Vereador Jefferson da Silva;
Conjunto Residencial Álvaro Bovolenta;
Conjunto Residencial Cláudia;
Conjunto Residencial Cocuera;
Conjunto Residencial Vila da Prata;
Jardim Aracy;
Jardim Armênia;
Jardim Avenida;
Jardim Bela Vista;
Jardim Camila;
Jardim Cíntia;
Jardim das Bandeiras;
Jardim do Paraíso;
Jardim Juliana;
Jardim Jussara;
Jardim Mogi;
Jardim Nair;
Jardim Nathalie;
Jardim Náutico;
Jardim Paulista;
Jardim Ponte Grande;
Jardim Primavera;
Jardim Rodeio;
Jardim Rubi;
Jardim Santa Carolina;
Jardim Santista;
Jardim São Francisco;
Jardim São Pedro;
Jardim Veneza;
Loteamento Alvorada;
Loteamento João Villanova;
Loteamento Nova Mogilar;
Loteamento Rio Acima;
Morada do Sol;
Nova Estância;
Parque Monte Líbano;
Parque Morumbi;
Parque Ponte Grande;
Parque Residencial Itapeti;
Real Park Jardim do Colégio;
Real Park Mogi;
Real Park Tietê;
Residencial Algarve;
Residencial Fazenda Rodeio;
Residencial Granja Anita;
Residencial Jardim Maricá;
Residencial Nair;
Residencial Veredas;
Sabaúna;
Socorro;
Vila Andrade;
Vila Áurea Maria;
Vila Avignon;
Vila Brasileira;
Vila Caputera;
Vila Celeste;
Vila Cidinha;
Vila Flávio;
Vila Horizonte;
Vila Jafet;
Vila Mathias;
Vila Melchizedec;
Vila Mogi Moderno;
Vila Mogilar;
Vila Nancy;
Vila Natal;
Vila Nova Aparecida;
Vila Nova União;
Vila Oliveira;
Vila Oroxó;
Vila Partênio;
Vila Pauliceia;
Vila Pomar;
Vila Ressaca;
Vila Rubens;
Vila São Francisco;
Vila São João;
Vila São Paulo;
Vila São Sebastião;
Vila Sarah Avignon;
Vila Socorro Velho;
Vila Sud Menuci
Vila Suíssa;
Vila Victória.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 1

A temporada 2018/2019 do NBB CAIXA não poderia ser aberta de uma maneira melhor. Em duelo de altíssimo nível e decidido somente nos segundos finais, o Mogi das Cruzes/Helbor levou a melhor na reedição da última final contra o Paulistano/Corpore, neste sábado, 13/10/2018, no Ginásio Antonio Prado Jr, por 85 a 75, e abriu a 11ª edição do maior campeonato do país com um resultado para lá de expressivo.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL e Açúcar Guarani.

O Mogi entrou em quadra com três importantes nomes da rotação: o ala Filipin e os alas/pivôs Fabrício e José Carlos, todos vetados pelo departamento médico. Desta forma, o “modo superação” foi ligado na equipe e o quinteto titular chamou a responsabilidade. Ao todo, os cinco iniciais (Shamell, Pecos, Gui Deodato, Gruber e JP) totalizaram 81 dos 85 pontos.

Dissecando as atuações dos cinco titulares, o destaque ficou por conta do ala Shamell, autor de 21 pontos, seis rebotes, cinco assistências e quatro roubos de bola (25 de eficiência), além da bola de 3 da vitória. O pivô JP Batista registrou 16 pontos, mesma marca de Gui Deodato, que anotou 11 deles no último quarto. Gruber, com 15 pontos, também se sobressaiu, mas o mais interessante ficou por conta de Arthur Pecos, que por pouco não guardou um triplo-duplo: 13 pontos, 11 rebotes e nove assistências.

Foi uma vitória na base da superação. Os meninos que entraram poucos minutos fizeram a função deles, jogadores experientes chamando a responsabilidade, como Shamell, JP e Gui (Deodato). O Gruber foi muito bem, Pecos ficou a uma assistência do triplo-duplo… Então todo mundo de um pouco a mais. Durante a partida ainda tivemos problemas com faltas, como com o Gruber no início do jogo. Aí tive que tirar ele e colocar o Shamell como ‘4’, é como se fosse tirar um centroavante e colocar de goleiro. Mas fomos levando, soubemos ganhar na hora certa contra um adversário fortíssimo, na casa deles, e com uma diferença de dez pontos, o que pode fazer a diferença”, declarou o técnico do Mogi, Guerrinha.

Arthur Pecos, do Mogi, e Yago, do Paulistano. Foto: LNB

Soubemos controlar o ritmo deles. Sabemos que o Yago é um jogador muito rápido e que dita o ritmo deles, então buscamos controlar essa velocidade deles. No final, o que prevaleceu foi a defesa. Ganhamos de dez pontos, mas o jogo foi apertado o tempo inteiro. Mas foi um belo início de temporada para nós. Agora espero que possamos usar esse jogo como motivação para o restante do campeonato”, declarou o pivô JP Batista.

O Mogi, de fato, é um outro time em relação à temporada anterior, e alguns números podem provar. Todos os atletas do quinteto titular (Pecos, Shamell, Gui Deodato, Gruber e JP Batista) registraram mais de dez pontos, além de anotarem 81 dos 85 pontos do time. Fora isso, o time totalizou 20 assistências, enquanto que o Paulistano distribuiu 15.

Tivemos muita vontade. Jogamos sem Filipin, Fabrício e Zé, mas fizemos um jogo muito coletivo, quem entrou do banco correspondeu bem. Encaixamos algumas defesas seguidas no fim, as bolas caíram no fim e conseguimos vencer. Foi um grande trabalho em equipe. Mas para mim o que fez a diferença foi a vontade. Também conseguimos abaixar a pontuação deles e não deixamos todo mundo entrar no jogo. O motor deles é o Yago e conseguimos reduzir a produção dele. Foram alguns detalhes que fizeram a diferença”, falou Shamell.

Roupa nova: Ambas as equipes estrearam no NBB CAIXA de uniforme novo: o Paulistano, de branco, com novo layout, e o Mogi, de rosa, em homenagem ao “Outubro Rosa”, campanha de conscientização e prevenção ao câncer de mama.

O Paulistano terá como próximo adversário no NBB CAIXA o Corinthians, na sexta-feira, 19/10, no Ginásio Wlamir Marques, às 21h10, com transmissão ao vivo do Fox Sports. Já o Mogi entrará em quadra na quinta-feira, 18, diante do EC Pinheiros, no Ginásio Hugo Ramos, às 20h45, ao vivo no Bandsports.

Fonte: Liga Nacional de Basquete