Parque Botyra recebe o 1º Festival do Porco & Cia

A partir desta sexta-feira, 10/12/2021, o Parque Botyra Camorim Gatti receberá  o 1º Festival do Porco & Cia. O evento, que tem apoio da Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo, vai se estender até o domingo, sempre das 12h00 às 22h00 e a proposta é oferecer às pessoas diversas opções gastronômicas do mercado suíno.

Assim, quem visitar o parque nesses três dias poderá degustar de opções como joelho de porco, leitão a pururuca, torresmo, torresmo de rolo, porco no rolete, costela fogo de chão, torresmo mineiro, costela suína, pernil e panceta. Os organizadores destacam que, a partir da parceria do food trucks, o festival também terá opções como hambúrguer e churros.

Além das delícias culinárias, o festival terá música ao vivo com a apresentação de artistas regionais, área kids com brinquedos e monitores, para garantir a segurança das crianças e também espaço pet friendly, para quem quiser levar seu animal de estimação.

A organização lembra ainda que todos os protocolos sanitários para conter a disseminação da Covid-19 serão respeitados. A entrada e o estacionamento serão gratuitos.

O Parque Botyra Camorim Gatti fica atrás do prédio-sede da Prefeitura. O melhor ponto de acesso é pela avenida Doutor Cândido Xavier de Almeida e Souza, onde também haverá vagas para estacionamento.

Mais informações podem ser obtidas pela página do evento no Facebook.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Governo de SP convoca 3,4 milhões de faltosos da 2ª dose da vacina de Covid-19

O Estado de São Paulo está convocando 3,4 milhões de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina de Covid-19 busquem os postos para se imunizar até sexta-feira, 10/12/2021, durante a mobilização especial organizada pelo Governo de SP para que as pessoas concluam esquemas vacinais antes do Natal e Ano Novo.

O balanço desta segunda-feira, 06, contabiliza 806,7 mil pessoas que ainda precisam completar o esquema vacinal com o imunizante do Butantan/Coronavac, outras 845,3 da Fiocruz/AstraZeneca/Oxford e 1,7 milhão da Pfizer/BioNTech.

Mobilização especial acontece até sexta-feira, 10, para incentivar população a completar o esquema vacinal antes das festas de final de ano. Foto: Pixabay

Para completar o esquema vacinal contra COVID-19, são necessárias duas doses para a vacina do Butantan (intervalo de 28 dias), da Fiocruz (8 semanas) e Pfizer (21 dias). Caso o prazo seja ultrapassado, é fundamental que o cidadão procure um posto assim que possível para orientações e para completar a imunização. O esquema vacinal da Janssen prevê apenas uma dose.

Desde o dia 1º de dezembro, o Governo de SP está intensificando a comunicação pra incentivar a população a completar o esquema vacinal e também tomar a dose adicional antes das festas de final de ano.

As Prefeituras são responsáveis pela busca ativa dos vacinados, mas o Governo de SP apoia a ação com o envio de mensagem via SMS e por e-mail à população para lembrar a data da segunda dose conforme pré-cadastro realizado no site Vacina Já ou no momento da aplicação da vacina.

Dose adicional

Toda a população adulta deve se vacinar com a dose adicional de COVID-19. A nova orientação do Plano Estadual de Imunização (PEI) segue a diretriz do Programa Nacional de Imunização (PNI) e vale para todas as pessoas que tomaram as duas doses da Coronavac, Astrazeneca e Pfizer há pelo menos quatro meses, conforme redução de intervalo anunciada na última semana pelo Governo de SP.

Quem tomou a vacina da Janssen, de dose única na primeira etapa da campanha, poderá receber a dose adicional do mesmo imunizante com intervalo a partir de dois meses. No entanto, na ausência da vacina da Janssen, que é o que acontece com estado de São Paulo já que o Ministério não disponibilizou doses adicionais deste imunizante, é possível ser administrada uma dose adicional da Pfizer (vacina de RNA mensageiro).

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Mogi Shopping anuncia unidade do Starbucks

Em continuidade a comemoração do aniversário de 30 anos, o Mogi Shopping, sob gestão da HBR Realty, segue ampliando a performance no varejo e reafirmando o compromisso de ser o maior e mais completo centro de compras e entretenimento e referência em gastronomia do Alto Tietê. Em breve, o shopping recebe a primeira Starbucks da região, que será instalada perto da Fast Shop.

Clientes poderão conferir novidades do Mogi Shopping em breve

Ter uma Starbucks perto de casa ou do trabalho é um desejo antigo da população que se tornará realidade no Mogi Shopping, no período em que o empreendimento completa 30 anos. A contagem regressiva já começou e nas próximas semanas, os clientes não precisarão mais sair da região para apreciar cafés arábica de alta qualidade, do Brasil e do mundo, além de bebidas artesanais e itens únicos do cardápio brasileiro, como o Starbucks Brigadeiro Frappuccino® e a coxinha de frango. Na nova loja, também poderão ser encontrados blends de cafés especiais como o Starbucks® Brasil Blend, que traz uma mistura de grãos brasileiros.

Outback Steakhouse

O Mogi Shopping anunciou recentemente que, no próximo ano, outra grande novidade será incorporada ao mix. O Outback Steakhouse será instalado no Boulevard, perto do parque de diversões AZE Games.

A novidade movimentou a região e agradou os clientes, fãs do restaurante inspirado na Austrália e famoso pelos cortes de carnes especiais e aperitivos icônicos como a Bloomin’ Onion, cebola gigante e dourada, além da Ribs On The Barbie, costela preparada em chama aberta que é marinada com um mix secreto de temperos e vai com as saborosas Cinnamon Apples.

Ao todo, são 122 restaurantes no Brasil, presentes em 16 estados e no Distrito Federal.

Fonte: Mogi Shopping

Governo atende Comitê Científico e mantém exigência de máscara em espaços abertos

O Governador João Doria decidiu nesta quinta-feira, 02/12/2021, atender recomendação do Comitê Científico para manter a exigência do uso de máscara em espaços abertos no estado. Após pedido de Doria na tarde da última terça, 30, o órgão técnico pediu a manutenção da obrigatoriedade com a confirmação da variante ômicron do coronavírus em São Paulo. O Governo do Estado previa a flexibilização da medida a partir do próximo dia 11.

Decidimos adotar essa medida por prudência com o cenário epidemiológico no estado. Todos os números demonstram que a pandemia está recuando em São Paulo, mas vamos optar pela precaução. O nosso maior compromisso é com a saúde da população”, disse Doria.

Recomendação de médicos veio após confirmação da variante ômicron do coronavírus no estado

Na recomendação feita ao Governo de São Paulo, o Comitê Científico apontou que há incertezas quanto ao impacto da variante ômicron às vésperas do fim de ano. Os períodos de Natal e do Réveillon costumam provocar grandes aglomerações, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias como a Covid-19.

São Paulo foi o primeiro estado a instituir um Centro de Contingência da Covid-19 no país, em 26 de fevereiro de 2020, imediatamente após a confirmação do primeiro caso da doença no Brasil. Além disso, São Paulo foi um dos primeiros estados a exigir o uso de máscara e a implantar a quarentena.

Vacinação em SP

Em São Paulo, a vacinação contra a Covid-19 prossegue em ritmo acelerado, com os maiores percentuais de população imunizada no país. Nesta quinta, o Vacinômetro (https://www.saopaulo.sp.gov.br/) registra 78 milhões de doses aplicadas nos 645 municípios paulistas, com 76,15% da população com esquema vacinal completo e 84,7% protegida por ao menos uma dose de imunizante.

Em comparação a países com população igual ou superior a 40 milhões de pessoas, São Paulo figuraria no quarto lugar entre as nações que mais vacinam no mundo, atrás apenas de Espanha (80,49%), Coréia do Sul (80,03%) e Japão (77,31%) e à frente de China (74,53%), Itália (73,03%), França (69,79%), Reino Unido (68,03%), Alemanha (68,06%), Brasil (62,92%) e EUA (58,23%) – os percentuais são atualizados periodicamente pelo portal Our World In Data, da Universidade de Oxford.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Prefeitura anuncia novo valor do transporte coletivo para 2022

A Prefeitura de Mogi das Cruzes anunciou nesta quarta-feira, 01/12/2021, o valor da tarifa do sistema municipal de transporte coletivo para 2022. A partir do dia 9 de janeiro, a passagem passará a custar R$ 5,00. O valor é o mesmo adotado por outras cidades da região, mas o índice de reajuste, considerando a atual passagem, é o menor do Alto Tietê.

A definição ocorreu após análise da equipe técnica da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana sobre o pedido das empresas que operam o serviço e dos índices de insumos que impactam no custo do sistema, como combustíveis, pneus, lubrificantes e folha de pagamento. O valor definido é bem inferior ao solicitado pelas concessionárias, que variava entre R$ 7,04 e R$ 7,08.

Mogi das Cruzes sempre teve a tarifa mais cara da região do Alto Tietê. As análises foram feitas de forma bem criteriosa para mudar esta realidade, com o menor índice de correção possível para definir um valor para que o sistema consiga se sustentar”, explicou o prefeito Caio Cunha. “O valor e a data estão sendo divulgados com antecedência para que os usuários do transporte possam se programar”, completou.

Novo valor da tarifa de ônibus em Mogi das Cruzes começará a valer em 9 de janeiro e o reajuste na cidade é o menor de toda a região do Alto Tietê. Pedro Chavedar/PMMC

O valor atual da tarifa do transporte coletivo é de R$ 4,50. A administração municipal também já havia anunciado que não irá renovar a isenção do ISS para as empresas, que vence em 31 de dezembro.

Mogi das Cruzes terá o menor índice de reajuste da região, que também fica abaixo da inflação registrada desde o último reajuste, há quase três anos”, afirmou a secretária municipal de Mobilidade Urbana, Cristiane Ayres.

O último reajuste do transporte coletivo em Mogi das Cruzes havia ocorrido em janeiro de 2019, quando o valor passou de R$ 4,10 para R$ 4,50.

Para que o processo tenha total transparência, a Prefeitura de Mogi das Cruzes disponibilizou uma página na internet com as informações sobre o transporte coletivo. O acesso pode ser feito pelo endereço onibus.mogidascruzes.sp.gov.br. No site, estão disponíveis os dados sobre a operação do sistema, o impacto da inflação nos custos, a cobrança do ISS, o número de passageiros transportados, o impacto da pandemia, as planilhas e contratos das empresas concessionárias.

Melhorias

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana está desenvolvendo estudos para a modernização e melhoria da qualidade do sistema de transporte coletivo. “O desenho das linhas em Mogi das Cruzes tem 15 anos e não acompanhou a evolução da cidade e as mudanças na mobilidade urbana deste período. Muitos atendimentos já não têm demanda de passageiros, o que traz custos para o sistema e perda de tempo para os usuários. Esta é uma realidade que os estudos buscam mudar”, explicou a secretária Cristiane Ayres.

A principal medida prevista será a redução do número de ônibus que passam pelo Centro da cidade, diminuindo o impacto do trânsito intenso da região sobre a circulação dos ônibus. Com isso, a previsão é que o ganho de tempo nas linhas possa chegar a até 40 minutos, contando os dois sentidos de circulação.

Esta economia de tempo abrirá a possibilidade da disponibilização de novos horários para os passageiros. Os benefícios e os detalhes das alterações estão sendo apresentados pela administração municipal às comunidades por meio do programa Participa Mogi Mobilidade. A população também poderá opinar sobre como os benefícios serão efetivados por meio de uma página na internet.

Os distritos de Biritiba Ussú e de Sabaúna deverão ser os primeiros a receber as melhorias e as consultas para estes bairros deverão começar na próxima semana.
A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana também já iniciou os serviços de manutenção nos Terminais Central e Estudantes. O trabalho começou pelos sistemas elétricos das duas estruturas, com uma revisão completa das instalações, o que inclui quadros de distribuição de energia, fiação, disjuntores e iluminação.

A próxima etapa deverá ser o reparo emergencial das coberturas e calhas dos terminais, com a substituição de estruturas que estão com problemas.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes