Bom Prato garante refeições grátis a moradores em situação de rua até o fim do ano

O Governador Rodrigo Garcia anunciou, nesta terça-feira, 07/06/2022, a prorrogação da oferta de refeições gratuitas a moradores de rua até 31 dezembro de 2022. A medida inclui todas as 63 unidades do programa e mais as 17 unidades do Bom Prato Móvel.

Quem tem fome tem pressa. Autorizei a prorrogação até 31/12 de todas as refeições aos finais de semana nas unidades do Bom Prato. As pessoas em situação de rua cadastradas pelo município também seguirão, pelo mesmo período, recebendo comida de graça do Bom Prato”, afirmou Rodrigo Garcia.

Para participar do serviço, os municípios devem solicitar à Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado os cartões gratuidade desde que identifiquem e cadastrem a demanda de beneficiários que estejam em situação de vulnerabilidade social.

Medida inclui todas as 63 unidades do programa; desde maio de 2020, já foram servidas mais de 1,8 milhão de refeições gratuitas

A partir daí os cartões são emitidos e enviados às prefeituras, que irão distribuí-los aos moradores de rua. Com os cartões em mãos, o portador deve apresentá-lo à unidade e poderá se servir com qualidade e sem custo algum. Até o momento foram disponibilizados 24,8 mil cartões gratuidade aos municípios.

Estender a política da gratuidade aos moradores de rua é um esforço e um dever do governo do estado. Um esforço porque precisamos continuar a subsidiar e custear essas refeições integralmente; e um dever porque a pasta de desenvolvimento social tem de focar sempre na vulnerabilidade. Nosso olhar está voltado constantemente para garantir esse direito, que é a refeição de qualidade, gratuita e em ambientes seguros e agradáveis”, declarou Laura Machado, secretária de Desenvolvimento Social.

A iniciativa das refeições gratuitas surgiu a partir da fase mais aguda da pandemia, a partir de maio de 2020. A princípio a política pública da gratuidade seguiria até 31 de julho. O Estado já financiou e forneceu mais de 1,8 milhão de refeições gratuitas.

Diante da continuidade da pandemia e da sensibilidade socioeconômica causada pela pandemia da Covid-19, as unidades do Programa também continuarão a abrir para o serviço de jantar e também aos finais de semana. Dessa forma o governo continua a subsidiar integralmente essas refeições nas seguintes unidades aos sábados: Brás, Campos Elísios, Lapa, 25 de Março, Campinas, São Mateus, Guaianases, Santana, São José dos Campos, Santos I – Mercado, Taubaté, Rio Claro, Bauru, Carapicuíba e Franca. Aos domingos, abrem: Brás, Campos Elísios, Lapa, 25 de Março, São Mateus, Guaianases.

A abertura das unidades aos finais de semana e o serviço de jantar é feita de acordo com um estudo de demanda e consumo.

Sobre o Bom Prato

O Programa consegue atender estrategicamente todas as regiões do estado de São Paulo com as suas 63 unidades fixas: são 15 estão na RMSP, 22 na capital, 8 no litoral e 18 no interior. Há também mais 17 unidades do Bom Prato Móvel.

Entre almoço (R$ 1) e jantar (R$ 0,50) são servidos diariamente 103.530 refeições e; mais 18,8 mil cafés da manhã (R$ 0,50). Desde o início do Programa, no ano 2000, foram servidas cerca de 310 milhões de refeições. Sendo que somente neste ano foram 10,2 milhões até o início do mês de maio.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo