Parque Municipal receberá investimento em modernização e infraestrutura

A Câmara de Compensação Ambiental da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) aprovou, durante reunião por videoconferência realizada na segunda-feira, 14/12/2020, o Plano de Trabalho da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente que prevê investimento de R$ 193.816,54 na modernização da Infraestrutura do Parque Municipal Francisco Affonso de Mello – “Chiquinho Veríssimo”.

O projeto de melhoria no Parque Municipal tem como objetivo proteger os recursos naturais, assegurando a integridade dos ecossistemas. O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, explica que a aprovação foi muito importante: “Nosso plano de trabalho vai promover a segurança da unidade de conservação, permitindo a visitação de forma segura, tanto para o ambiente quanto para o visitante”, explica.

Com área de 352,3 hectares, o local é hoje ponto de referência para a comunidade científica e um referencial para a comunidade, que participa de visitas monitoradas. Foto: PMMC

O parque receberá sistema de cabos de energia elétrica subterrâneo, sistema de segurança por monitoramento remoto, além da manutenção e substituição da tubulação de água que abastece as edificações. O diretor da Secretaria do Verde, André Miragaia, e o engenheiro Emerson Mochizuki, que participaram da elaboração do Plano de Trabalho e da videoconferência, apontaram os benefícios para o parque:

É uma ação que pode deixar o Parque Municipal muito mais seguro e atrativo para uso dos espaços e trazer novas parcerias. O parque tem várias estruturas de imóveis que podem ser usadas para desenvolvimento de pesquisas científicas, museu sobre a história do abastecimento de água de Mogi, e tudo isso apresentado como novos atrativos para os visitantes. O turismo natural é uma das mais promissoras atividades econômicas para a cidade. O Parque, assim como a Ilha Marabá, são fontes inesgotáveis de atrativos naturais, informação para conscientização e integração entre o poder público e a sociedade”, disse Miragaia.

Para Mochizuki, o projeto contribuirá para melhorar a pontuação da cidade nas futuras edições. A cidade conquistou duas certificações do programa, em 2019 e 2020, além de três Prêmios André Franco Montoro.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes