Junho Verde: ecopontos começam a receber descarte de eletroeletrônicos e eletrodomésticos

Desde segunda-feira, 01/06/2020, os três ecopontos da cidade passam a receber o descarte de eletroeletrônicos e eletrodomésticos. A iniciativa marca o início da ampliação da política de logística reversa na cidade, por meio de parceria com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE) e também abre oficialmente o Junho Verde – um mês de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que é oficialmente celebrado em 5 de junho.

Em evento no ecoponto de Jundiapeba, Prefeitura e ABREE reafirmaram o Termo de Cooperação da parceria. A logística reversa é uma importante iniciativa da política de resíduos sólidos e ampliação da coleta seletiva e reciclagem de lixo. A solenidade foi realizada com restrições de público para evitar aglomeração de pessoas, devido à pandemia de Covid-19.

Atividade teve participação do vice-prefeito Juliano Abe; do secretário Daniel Teixeira de Lima, e da gerente executiva da ABREE, Mara Ballam. Foto: Divulgação/PMMC

A atividade teve a participação do vice-prefeito Juliano Abe; do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima; da gerente executiva da ABREE, Mara Ballam, e do supervisor ambiental da entidade, Bruno Moreno.

Os equipamentos que podem ser descartados são aparelhos de ar-condicionado, aspirador de pó, batedeira, ferro elétrico, fone de ouvido, liquidificador, máquina de costura, micro-ondas, purificador de água, televisão e torradeira, entre outros. O decreto federal nº 10.240/2020 define uma lista completa e detalhada de 215 produtos que podem ser destinados (veja relação no link no final deste texto).

Mogi das Cruzes tem três ecopontos (Jardim Armênia, Parque Olímpico e Jundiapeba). O atendimento é para pessoas físicas, não inclui, portanto, empresas e assistências técnicas. O projeto desenvolvido em Mogi das Cruzes é o primeiro exemplo de política reversa em toda região do Alto Tietê.

A iniciativa envolve também a CataSampa, cooperativa que atua na cidade e já é parceira da Prefeitura na coleta seletiva. A política municipal de logística reversa inclui os catadores como parte fundamental do processo.

Além dos três ecopontos, a ideia é ampliar gradativamente os locais de coleta.

É uma forma de estimular as pessoas a entregarem os eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Estruturas assim são importantes porque facilitam a destinação dos resíduos e oferecem opções aos cidadãos, atendendo a uma demanda crescente, que é a dos eletroeletrônicos”, destaca Lima.

A ABREE faz o recebimento dos produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos em fim de vida nos pontos de recebimento estabelecidos pela Prefeitura (inicialmente, os ecopontos), e dá a destinação final ambientalmente adequada ao material coletado.

Queremos ampliar cada vez mais o número de acordos como este, que temos com a Prefeitura de Mogi das Cruzes, para podermos avançar significativamente este ano com a implementação de um Sistema de Logística Reversa de eletroeletrônicos sustentável no Brasil”, afirma Mara Ballam.

Junho Verde

Nesta terça, 02/06, também dentro do calendário do Junho Verde, haverá o lançamento da coleta diferenciada de vidros nos ecopontos. Serão instaladas duas caçambas: uma para garrafas e outra para vidros planos, espelhos e vidros laminados (de veículos).

A Massfix (empresa mogiana do distrito industrial do Taboão), que vai colocar e retirar as caçambas, dará destinação final e reciclagem adequada para cada resíduo, sem custos para o município.

Os vidros serão o único tipo de resíduo que poderá ser descartado pelo setor comercial e empresarial da cidade – já que os ecopontos atendem somente pessoas físicas. A reciclagem do vidro poupa recursos naturais como a areia, que é extraída das várzeas e leitos dos rios, e deixa de produzir mais lixo nos aterros.

A programação completa do Junho Verde será divulgada nesta semana.

Relação de produtos eletroeletrônicos de logística reversa (decreto nº 10.240/2020) no site da Abree: http://abree.org.br/informacoes

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes