Coronavírus: Estado faz acordo também com farmácias para oferta de álcool em gel a preço de custo

O Governador João Doria anunciou, nesta sexta-feira, 20/03/2020, um acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) para que as unidades de redes ofereçam álcool em gel a preço de custo em todo o Estado de São Paulo. O produto é um dos principais itens recomendados por autoridades de saúde para prevenção e combate ao novo coronavírus.

Negociação com Abrafarma fará unidades venderem produto ao valor de custo; medida vale para todo o Estado a partir de segunda, 23/03. Imagem de Adriano Gadini por Pixabay

As redes de farmácia, igualmente aos supermercados, a partir de segunda-feira, dia 23 de março, venderão álcool em gel a preço de custo, oferecendo condições de acessibilidade à população”, afirmou Doria. O limite máximo por pessoa será de dois frascos, com objetivo de evitar o acúmulo individual e excessos, o que acaba prejudicando outras pessoas que também queiram fazer uso do produto.

Comitê

A medida foi viabilizada por um comitê executivo sob coordenação da Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, e formado por representantes do Estado e empresários. O setor de farmácias foi representado pela Abrafarma.

Isso é fruto de uma negociação do Governo do Estado de São Paulo com as duas principais entidades que atuam na área supermercadista e na área das drogarias”, disse Doria, lembrando do anúncio feito nesta quinta-feira, 19, em parceria com a Associação Paulista de Supermercados (APAS).

Especialistas em saúde recomendam o uso frequente do produto para higiene das mãos e também de objetos, móveis e superfícies que possam ter sido contaminados pelo coronavírus.

Todas as medidas que tivermos que adotar, revisar, ampliar e muitas vezes endurecer, adotaremos sem nenhuma hesitação, mas faremos baseados em dados, fatos e circunstâncias. Não precipitaremos medidas, faremos que sejam aparadas pela área da saúde e da segurança pública, para proteger os brasileiros de São Paulo, para salvar vidas, nossa prioridade absoluta”, ressaltou João Doria.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo