🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 21

Todo jogo entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano/Corpore é especial e nesta sexta-feira, 15/02/2019, não foi diferente. Com grande atuação coletiva, o CAP venceu o rival em pleno Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP), por 91 a 89, e encerrou a série de três derrotas consecutivas no NBB CAIXA 2018/2019.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

O resultado no duelo desta sexta-feira não alterou a classificação das equipes no campeonato. Na quinta colocação, o Paulistano agora tem campanha de 13 triunfos e sete derrotas (65% de aproveitamento). Uma posição acima, o Mogi, quarto colocado, tem campanha de 15 vitórias em 21 oportunidades (71,4% de aproveitamento).

O jogo coletivo do Paulistano merece destaque. Seis atletas tiveram dois dígitos de pontuação: o ala Léo Meindl foi o cestinha da equipe com 15, seguido pelo pivô Guilherme Hubner (14); o armador Yago Mateus e os ala-armadores Georginho de Paula e Roquemore fizeram 13 pontos, e o ala/pivô Victão contribuiu com dez.

Com grande atuação coletiva, Paulistano supera rival Mogi fora de casa. Foto: LNB

Do lado do Mogi, os grandes destaques ficaram por conta dos alas Shamell e Gui Deodato. O norte-america foi o cestinha do jogo com 22 pontos, além de quatro rebotes e quatro assistências (22 de eficiência). Já Gui foi o mais eficiente (28), depois de anotar duplo-duplo de 20 pontos e dez rebotes, além de quatro rebotes e dois roubos de bola.

O Mogi começou melhor a partida e abriu 11 pontos em pouco tempo (17 a 6). Ainda no primeiro quarto, com dez pontos do ala/pivô Victão, o Paulistano reagiu e conseguiu virar a primeira parcial na frente (24 a 23). No segundo quarto, o CAP voltou mais atento e foi para o intervalo na frente por 48 a 40. Na volta dos vestiários, foi a vez do Mogi embalar no talento de Gui Deodato e levar a decisão da partida para os últimos dez minutos com o jogo em apenas quatro pontos (74 a 70 para o Paulistano).

Os últimos dez minutos de jogo foram ainda mais equilibrados. Nos minutos finais, as duas equipes alternaram a liderança do placar constantemente. Com um minuto para o fim, o jogo estava empatado em 87 a 87. O ala Léo Meindl teve dois lances livres, mas converteu apenas um. Na sequência, foi a vez de Shamell sofrer falta e, após converter os dois arremessos livres, colocar o Mogi na frente.

Foi aí que a estrela de Guilherme Hubner, MVP das últimas finais, justamente contra o Mogi, brilhou. Atrás no placar por um ponto, o pivô recebeu a bola perto do estouro do cronômetro de 24 segundos e acertou um lindo arremesso de 3 pontos, que deu vantagem para sua equipe (91 a 89). No ataques seguinte, JP Batista teve a chance de empatar, mas parou na marcação de Victão.

Próxima parada: As duas equipes voltarão a atuar apenas dia 28 de fevereiro. O Paulistano receberá o Vasco da Gama, no Ginásio Antonio Prado Jr, às 19h00, com transmissão ao vivo no Facebook. Já o Mogi vai até o Ginásio Wlamir Marques enfrentar o Corinthians, às 21h00, também com transmissão no Facebook do NBB.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios