🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 14

O Mogi das Cruzes/Helbor estreou no segundo turno do NBB CAIXA com o pé direito. Em um jogo de muito equilíbrio, o time comandado por Jorge Guerra derrotou o São José Basketball, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, por 88 a 82, e assumiu a quarta colocação do NBB CAIXA.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Com a vitória, o Mogi agora detém campanha de dez vitórias em 14 jogos e ocupa a quarta colocação na tabela de classificação do NBB CAIXA – 71,4 % de aproveitamento. Já o São José, com o revés, agora é o nono colocado, com cinco triunfos em 14 oportunidades – 35,7 % de aproveitamento.

O Mogi entrou na partida sem uma presença importante em quadra. Além dos desfalques do ala/pivô Fabricio e do pivô Zé Carlos, a equipe mogiana teve o desfalque de última hora do ala Filipin, que sofre com uma crise renal.

Mineiro, do São José e JP Batista, do Mogi. Foto: LNB

Gui Deodato foi o nome do jogo no time mogiano. Com grande atuação, principalmente no segundo tempo do jogo, o ala do Mogi teve noite de gala e foi o cestinha da partida com 22 pontos, além de distribuir 3 assistências. O pivô JP Batista, com 18 pontos e nove rebotes, o ala Shamell, com 16 pontos e seis rebotes, e o ala/pivô Gruber, com 16 pontos, nove rebotes, quatro assistências e cinco tocos, também se destacaram pelos números apresentados.

No São José o maior destaque ficou para o armador Sahdi. Com oito pontos, 15 assistências e seis rebotes, o jogador joseense foi o maior garçom da partida e ditou o ritmo ofensivo da equipe do interior paulista. Além dele, o ala/armador Pedro, com 14 pontos, terminou a partida como o cestinha do São José.

O primeiro tempo ficou marcado pela atuação de gala do experiente ala Shamell, do Mogi. O norte-americano sobrou em quadra e foi muito eficiente na tábua ofensiva, com 14 pontos em 16 minutos em quadra. Com isso, na ida para o intervalo, o placar apontava o empate, de 42 a 42.

Na volta dos vestiários, o panorama do confronto mudou, com o Mogi à frente das ações ofensivas. Com três minutos restantes para o final do terceiro quarto, a equipe mogiana vencia com oito pontos de frente, mas dali em diante o cenário mudou. O São José acordou e, com bela cesta de três pontos do ala/armador Pedro, empatou o placar.

Deodato, de muito longe: Após ambas equipes se revezaram na liderança no placar, o ala Gui Deodato, do Mogi, teve a oportunidade de chutar uma bola de 3 pontos do meio da quadra, que cirurgicamente caiu no estouro do cronômetro e deu a vantagem de quatro pontos de frente para os mogianos na ida para os dez minutos finais (64 a 60).

No último quarto do jogo, o time do Mogi comandou as ações ofensivas, com boa atuação do ala Gui Deodado, autor de 7 pontos na parcial, e venceu o confronto sem sustos, por 88 a 82.

Próxima parada: O Mogi voltará as quadras do NBB CAIXA já nesta quinta-feira, 10/01, diante do Joinville/AABJ, no Centreventos Cau Hansen, às 19h00, com transmissão ao vivo no Facebook do NBB. Já o São José medirá forças com o Life Fitness/Minas, na Arena Minas Tênis Clube, às 19h00.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios