Secretário estadual garante a vereadores novas obras para segurança na Mogi-Bertioga

A fim de garantir mais segurança aos usuários da Rodovia Mogi-Bertioga (SP-98) a Secretaria de Estado de Logística e Transportes decidiu realizar mais obras de contenção na Serra no Mar, às margens da rodovia, principal acesso dos mogianos e paulistas ao litoral. As obras emergenciais devem ocorrer nas próximas semanas, segundo anunciou o secretário-adjunto do Estado de Logística e Transportes, José Luiz Eroles Freire, aos vereadores Francimário Vieira, o Farofa e Antônio Lino da Silva – membros da Comissão Especial de Vereadores (CEV) da Câmara de Mogi das Cruzes, que estuda melhorias de tráfego e segurança na SP-98.

Na reunião de trabalho, realizada na capital na manhã desta terça-feira, 23/10/2018, os parlamentares de Mogi das Cruzes tinham por objetivo definir junto ao Governo do Estado uma nova data para vistoria na Mogi-Bertioga (SP-98), além de alinhar ações e medidas de benfeitorias na estrada dentre as quais a realização de uma audiência pública na Câmara de Mogi das Cruzes.

A Secretaria (de Logística e Transportes) está totalmente empenhada em resolver esta questão de segurança na Mogi-Bertioga. As obras estão acontecendo há alguns meses no trecho onde houve deslizamento de terra e pedras no primeiro semestre, com um monitoramento constante dos técnicos e geólogos”, afirmou Freire, admitindo que o incidente – deslizamento de uma pedra – no último feriado, chamou ainda mais a atenção dele e secretário estadual Mário Mondolfo.

Trabalhos na encosta do quilômetro 89 da rodovia continuarão. Foto: Junior Lago/PMMC

É bem preocupante a situação da Mogi-Bertioga”, reforçou José Luiz Eroles Freire. “Requer, inclusive, uma atenção especial e diferenciada. Tanto, que estamos com obras em andamento e prestes de contratar um estudo geológico específico para a Serra do Mar, onde está a Mogi-Bertioga, a fim de entender esses incidentes e tentar antecipar na aplicação de medidas que garantam de vez por todas a segurança na Serra”, completou. Segundo o secretário-adjunto, a concorrência pública deve ser aberta nos próximos dias.

Enquanto isso, segundo Freire, as obras de construção de um muro de arrimo no km 89 (onde caiu a rocha de 200 toneladas, em abril deste ano) seguem ininterruptas. Além disso, segundo ele, novas obras de contenção de encosta no trecho de serra da Mogi-Bertioga (SP-98) devem ocorrer, nos km: 83 e 87. “Vamos construir muros de arrimo nestes dois pontos também já que durante vistorias e um pré-estudo, foi possível identificar risco de deslizamento nestas regiões, em razão da grande concentração de umidade”, explicou

O presidente da CEV da Mogi-Bertioga, Francimário Vieira, o Farofa, aprovou a medida paliativa anunciada pela Secretaria de Estado de Logística e Transportes e ainda assim propôs a realização de uma nova vistoria na SP-98 com a presença dos secretários estaduais e técnicos da pasta, além do Instituto Geológico. “É importante avaliar ‘in loco’ toda a situação atual da Serra e definir prazos para a obra e orientação aos motoristas”, ponderou. Outro pleito do parlamentar republicano foi a realização de Operações especiais no período de fim de ano (novembro – dezembro). “Criar um canal de comunicação direta com o usuário e verificar rotas alternativas para os moradores de bairros às margens da Mogi-Bertioga como Biritiba Ussu, por exemplo, é essencial”, reforçou.

O relator da CEV, vereador Antonio Lino da Silva concordou e propôs a realização e obras de duplicação no trecho que antecede a Serra, chamado de planalto. “É onde hoje ocorre o maior gargalo de trânsito” argumentou. “Até lá poderiam ser feitas operações especiais em conjunto com Prefeitura e Policia Rodoviária; Descida – liberando de duas a três faixas no sentido Litoral por um tempo determinado; e no retorno de feriados, a operação subida”, sugere.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

Anúncios