🏀 Novo Basquete Brasil 2018/2019 – rodada 2

O EC Pinheiros venceu a terceira partida seguida pelo NBB CAIXA 2018/2019. Em um jogo de muito equilíbrio e alternância no placar, o time comandado por César Guidetti bateu o Mogi das Cruzes/Helbor, no Ginásio Prof. Hugo Ramos, por 83 a 77, e manteve os 100% de aproveitamento na competição.

O NBBCAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL e Açúcar Guarani.

No duelo contra o Pinheiros, o Mogi sofreu com uma ausência importante. Guerrinha, treinador mogiano, não esteve à frente do comando técnico do time, devido ao falecimento de seu irmão. Quem assumiu foi Danilo Padovani, assistente técnico da equipe.

Pelo Pinheiros, um dos destaques foi o ala/armador Corderro Bennett, que anotou 21 pontos, pegou seis rebotes e distribuiu quatro assistências. Além dele, o ala Isaac, com 15 pontos, o armador Ruivo, com dez pontos,e o pivô Renato, com oito pontos e oito rebotes, protagonizaram uma bela partida.

Gui Deodato e Gruber, do Mogi, e Bennett e Toledo, do Pinheiros. Foto: LNB

Com o triunfo, o Pinheiros conseguiu sua terceira vitória seguida e manteve os 100% de aproveitamento na competição. Já o Mogi, após vencer o Paulistano no jogo de estreia, conheceu sua primeira derrota no campeonato.

“O Mogi é uma excelente equipe e vai brigar lá em cima. Fizemos uma grande partida contra eles e agora vamos continuar com o pensamento do jogo a jogo, que assim os resultados positivos continuarão. Vamos manter o pé no chão, com a consciência de que isso é só o começo”, disse o pivô do Pinheiros.

Já pelo Mogi, quem se destacou foi o ala/pivô Gruber (23 pontos) e o pivô JP Batista (22 pontos e nove rebotes), com o maior índice de eficiência no jogo (32). Ao todo, os dois marcaram 54,2% dos pontos da equipe mogiana na partida.

“Perdemos o jogo na primeira parte, quando deixamos eles muito livres para arremessar, principalmente para bolas de 3. No segundo tempo equilibramos, mas infelizmente não conseguimos tirar a vantagem do placar e perdemos por essa diferença de seis pontos”, afirmou o ala/pivô do Mogi.

A partida começou com muito equilíbrio dos dois lados. O Mogi tomou à frente e comandou o jogo por boa parte do primeiro quarto. No final da parcial inicial, o Pinheiros se portou bem na defesa, conseguiu encostar no placar e venceu o primeiro período por 21 a 20. O segundo quarto continuou equilibrado, mas com o Mogi no comando as ações ofensivas. Nos segundos finais, o ala Isaac, do Pinheiros, acertou uma bela bola de três, empatou o placar e deixou tudo igual na ida para o intervalo (44 a 44).

Na volta dos vestiários o panorama da partida mudou. A equipe comandada por César Guidetti mudou a postura e demonstrou muita versatilidade ofensiva, com infiltrações, bolas de 3 e bandejas. Nos segundos finais do terceiro período, o Pinheiros foi ao ataque e viu o pivô Ware tomar um lindo toco do pivô mogiano João Pedro. Na sequência da jogada, o time da capital paulista acertou um belo arremesso de 3 pontos, com o armador Dawkins, alcançou dez pontos de vantagem no placar e foi para o último período na liderança (71 a 61).

No último período o Mogi voltou com tudo, diminuiu a vantagem construída no terceiro quarto e encostou no placar. Com muita consistência defensiva, o Pinheiros conseguiu segurar a blitz mogiana, administrou bem a vantagem consolidada na penúltima parcial e saiu de quadra com mais uma vitória no NBB CAIXA 2018/2019 (83 a 77).

Próxima parada: O Mogi agora medirá forças com o Basquete Cearense, neste sábado, 20/10, no Ginásio Profº Hugo Ramos, às 19h00, com transmissão ao vivo no Facebook. Já o Pinheiros, enfrentará o Basquete Joinville, nesta segunda-feira, 22/10, no Centreeventos Cau Hansen, às 19h00.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios