Ordem de serviço é assinada e empresa deverá operar Terminal Rodoviário no dia 1º

A ordem de serviço para a concessão do Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, no Mogilar, foi assinada na manhã sexta-feira, 05/10/2018, pelo prefeito Marcus Melo e pelo secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida. A empresa Atlântica Construções, Comércio e Serviços, vencedora do processo licitatório, será a responsável pela administração do local pelos próximos 20 anos.

Demos a ordem de serviço e a empresa deu como previsão o dia 1º de novembro para assumir o terminal. Esperamos que ela possa fazer as melhorias necessárias para os nossos usuários, com a modernização e a utilização dos recursos tecnológicos. É um terminal com 30 anos e esperamos que a operação desta concessão seja para melhorar a vida dos usuários”, destacou Marcus Melo.

O prefeito lembrou ainda que estão previstos 54 itens de melhorias e modernização para o Terminal Geraldo Scavone. Os serviços englobam o saguão (balcão de informações, guichês, área de espera, salas comerciais, etc), plataformas, áreas de embarque, banheiros, cobertura e pavimentação das áreas de circulação dos ônibus e estacionamento.

Entre os destaques das intervenções, os banheiros serão totalmente reformados, o prédio e o estacionamento receberão câmeras de segurança e os acessos também deverão ganhar portas de vidro. Também serão construídos um espaço de convivência para motoristas, a administração e sala de apoio operacional.

Nova empresa deverá assumir a administração do Terminal Geraldo Scavone no dia 1 de novembro e realizar melhorias em até 15 meses. Foto: Guilherme Berti/PMMC

O cronograma prevê que os projetos executivos das intervenções sejam apresentados em 90 dias e que a conclusão das intervenções aconteça em até 15 meses. A estimativa é que as melhorias previstas requeiram investimento de R$ 2.392.886,25, que será feito pela empresa concessionária.

A empresa Atlântica Construções, Comércio e Serviços já administra o terminal rodoviário de Anápolis, em Goiás. Além disso, ela também já atuou nas cidades de São Luiz, no Maranhão, e de São Carlos. Durante o processo licitatório em Mogi das Cruzes, que foi pelo modelo de concessão onerosa, a empresa apresentou como proposta a remuneração à Prefeitura de 26,18% sobre a receita a bruta mensal, que são os valores obtidos com tarifas de embarque, locação de espaços, estacionamento, exploração publicitária, guarda-volumes, entre outros.

O Terminal Geraldo Scavone recebe as linhas rodoviárias que fazem a ligação com a Capital, cidades do litoral, Vale do Paraíba e de fora do estado, em um total de 37 destinos.

Também acompanharam a assinatura da ordem de serviço o presidente da Câmara Municipal, Pedro Komura, e os vereadores Protássio Nogueira, Sadao Sakai e Mauro de Assis Margarido.

Melhorias previstas para o Terminal Geraldo Scavone:

  • Reforma e tratamento do piso, com nova aplicação de um piso industrial, implantação de piso tátil direção e atenção, para que o terminal fique completamente adaptado a pessoas com deficiência;
  • Adequação dos guichês de atendimento e instalação de novos;
  • Reforma completa dos sanitários;
  • Instalação de três portas de vidro nas entradas de acesso principais ao saguão;
  • Sala de convivência com copa para os motoristas;
  • Ampliação das áreas comerciais;
  • CCO – Centro de Controle Operacional câmeras de vigilância e sistema de CFTV capaz de processar e gravar as imagens em tempo real;
  • Construção de uma sala de apoio operacional nas dependências do terminal capaz de abrigar os equipamentos de apoio operacional, como macas, cadeira de rodas, cadeira de transbordo, etc;
  • Recuperação e recapeamento asfáltico de toda a área da pista de rolagem de ônibus e onde dá-se o acesso dos mesmos às plataformas do Terminal;
  • Ampliação do sistema de água fluvial da pista de rolamento;
  • Troca do alambrado que cerca o Terminal, por telas e grades, incluindo a pintura;
  • Revitalização da cobertura, de todo o terminal, incluindo a substituição de telhas, rufos e calhas que apresentarem algum tipo de defeito;
  • Recuperação das calçadas no entorno do Terminal, com a remoção do concreto existente, nivelamento do piso, instalação de tela de ferro e concretagem do piso;
  • Recapeamento da área de estacionamento;
  • Troca de todas as luminárias existentes;
  • Instalação de catraca e dispositivos de contenção para controle de acesso às áreas de embarque e desembarque pelos usuários;
  • Instalação de cancela na entrada dos ônibus, para controle, fiscalização e proibição de acesso por veículos não autorizados;
  • Pintura nas paredes internas e externas do Terminal;
  • Aquisição de 20 novas lixeiras do tipo coleta seletiva;
  • Troca da manta isolante da caixa d´água;
  • Aquisição de uma lavadora de piso de alta pressão, um cortador de grama com alimentação elétrica, quatro relógios digitais, duas telas de 50” para informações de embarque e desembarque e dois bebedouros adaptados para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida;
  • Nova comunicação visual.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios