Rodovia Mogi-Bertioga é liberada para o trânsito de veículos

A rodovia Mogi-Bertioga foi liberada ao tráfego na tarde desta quarta-feira, 02/05/2018. O anúncio foi feito durante vistoria do governador Márcio França ao quilômetro 89 da via. O prefeito Marcus Melo acompanhou a visita.

Foi feito todo o trabalho com calma para não ter problema e agora que a Defesa Civil e o Instituto Geológico fizeram a análise nós vamos liberar a pista. As pedras principais foram retiradas e será construído um muro de contenção. A gente espera que isso seja suficiente e o mais importante é a segurança do usuário”, afirmou o governador, ao lado do secretário estadual de Logística e Transportes, Mário Mondolfo.

As obras do DER no quilômetro 89 da rodovia continuarão a ser feitas durante a semana, mas serão interrompidas nos finais de semana, quando a movimentação de veículos é maior. A expectativa é que os serviços sejam concluídos em até quatro meses e, além das intervenções na encosta e a construção do novo muro, que ficará entre o atual muro de gabião e a pista, também estão previstas melhorias na curva existente no local.

O governador lembrou ainda que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) manterá, durante o período de obras, um monitoramento das condições climáticas na região. Quando o índice de chuvas chegar a 40 milímetros, as equipes ficarão em alerta e, caso haja chuvas superiores a 80 milímetros, o trânsito poderá ser interrompido por medida de precaução.

Tráfego de veículos na rodovia Mogi-Bertioga foi liberado na tarde desta quarta-feira. Trabalhos na encosta do quilômetro 89 da rodovia continuarão. Foto: Junior Lago/PMMC

Precisa ter um monitoramento e um acompanhamento diário, com atenção especial nos dias de chuva para saber como está este material que encontra-se acima do gabião. É preciso a construção deste muro de concreto. É importante que a segurança dos usuários esteja em primeiro lugar. Nós, dos municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga, estaremos acompanhando”, disse o prefeito Marcus Melo.

Ele destacou ainda que a reabertura da estrada será benéfica para os municípios, não só pela normalização do trânsito, mas pelo comércio existentes às margens da rodovia e a circulação de estudantes e trabalhadores entre o Alto Tietê e o Litoral.

Para o trabalho de acompanhamento das condições das Serra do Mar, o DER contratou um estudo que fará a análise de encostas de rodovias no Litoral e Grande São Paulo, no valor de cerca de R$ 3 milhões e financiamento pelo Banco Mundial. O trabalho será coordenado pelo Instituto Geológico.

A rodovia foi interditada no dia 11 de abril devido a um grande deslizamento que bloqueou a pista na altura do quilômetro 89. Equipes do DER trabalharam na limpeza do local, mas as fortes chuvas que atingiram a região nos dias 14 e 15 causaram novos desabamentos. Desde então, os funcionários trabalharam na limpeza das pistas, na reconstrução do muro de gabião e na contenção da encosta.

Também participaram da vistoria o superintendente do DER, Ricardo Volpi, o diretor técnico do DER, Deni Loretti Filho, os deputados estaduais Luiz Carlos Gondim Teixeira e André do Prado, e vereadores de Mogi das Cruzes, além de técnicos do Instituto Geológico e da Defesa Civil do Estado.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios