🏀 Campeonato Paulista de Basquete 2017 – semifinal – jogo 3

Com uma atuação espetacular, do começo ao fim do jogo, sem se importar com a pressão da torcida e o fator quadra, a jovem equipe do Paulistano/Corpore conseguiu mais uma vez surpreender. Derrotou o Mogi/Helbor por 89 a 84 (50 a 36 no primeiro tempo) em pleno ginásio “Professor Hugo Ramos”, em Mogi das Cruzes.

Com esse resultado, a série melhor de cinco partidas pela semifinal do Campeonato Paulista de Basquete fica 2 a 1 para o time mogiano e força a realização de um quarto jogo que será disputado nesta sexta-feira, 20/10/2017, a partir das 20h00, novamente no ginásio Hugão, em Mogi. O quarto encontro da série terá também transmissão ao vivo pela TV FPB, com narração de Jota Silva e comentários do jornalista Juarez Araújo.

Em Mogi das Cruzes, o jogo começou com domínio do time da Capital que chegou a abrir 9 a 3, obrigando o técnico Guerrinha a pedir tempo. O time mogiano reagiu, mas as bolas de três do ala Eddy caíram e a vantagem do time da capital voltou a subiu novamente para oito pontos (19 a 11), encerrando o primeiro período com cinco pontos na frente: 27 a 22.

O segundo período teve também grande domínio do Paulistano, que chegou a abrir a maior vantagem do jogo, atingindo 15 pontos (46 a 31), graças à uma defesa agressiva e muita velocidade no ataque para ter tranquilidade suficiente para ir ao intervalo com 14 pontos na frente: 50 a 36.

O americano Tyrone, bem marcado por Jhonatan, em lance do bom jogo disputado nesta quinta-feira, 19, em Mogi das Cruzes. Foto: Antônio Penedo/ Mogi Helbor

Motivado com os quase quatro mil torcedores presentes ao Hugão, o time de Mogi fez uma parcial de 20 a 15 no terceiro período, e chegou a abaixar para seis pontos (65 a 59) e colocar fogo no jogo. Porém, ainda no fim do período, o CAP liderava o placar por sete pontos (70 a 63), apesar do domínio do time mogiano que fez 27 a 20 no período.

O quarto período começou eletrizante, com o americano Shamell acertando uma cesta de três pontos, fazendo o ginásio Hugão ir à loucura. A reação do time da casa, fez a diferença ficar apenas dois pontos (70 a 68), com os últimos sete minutos sendo emocionantes. Com garra, velocidade e muita defesa, o Paulistano sustentava a vantagem até que em uma bola de três pontos, Tyrone empatou o jogo em 74 a 74.

Novamente com cinco pontos seguidos do armador Deryk Ramos, melhor jogador em quadra, o Paulistano abriu uma vantagem de sete pontos (87 a 80), faltando pouco mais de um minuto. Com a calma de um vice-campeão naciona, o vermelho e branco do Jardim América soube administrar a vantagem e chegou a importante vitória por cinco pontos (89 a 84), forçando o quarto jogo nesta sexta-feira (20)

“A necessidade deles de vencer era maior que a nossa. Fizeram um grande jogo, em todos os períodos, souberam explorar nossos erros e tiveram méritos na vitória. Agora é pensar no quarto jogo, acertar detalhes para não cometer mais os erros de hoje para fechar a série”, disse o técnico Guerrinha.

Larry Taylor, com 20 pontos, sete rebotes e cinco assistências, foi o principal destaque do Mogi/Helbor, seguido por Shamell (18 pontos, cinco rebotes e quatro assistências) e Curnell Tyrone (14 pontos e dois rebotes).

“Todos os jogadores sabiam que era possível vencer em Mogi. Todos jogaram com garra, com determinação e vontade de vencer. Mas só ganhamos um jogo. Amanhã (sexta) tem outro importante jogo e vamos buscar empatar a série levá-la para decidir em nosso ginásio. Nada está perdido e nada está decidido ainda”, disse o armador limirense, Deryk Ramos, melhor jogador em quadra. Ele marcou 20 pontos, algumas bolas que sustentaram o placar para sua equipe, além de um rebote e uma assistência.

Outro destaque do time da Capital, foi o americano naturalizado peruano, Kyle Fuller que marcou 15 pontos, deu 10 assistências e pegou três rebotes, além de Guilherme Hubner, com 15 pontos e 13 rebotes.

Fonte: Federação Paulista de Basketball

Anúncios