Vereadores recebem motoristas do Uber

Os vereadores Caio Cunha e Diegão Martins, membros da Comissão Permanente de Transportes e Segurança Pública, receberam na tarde desta quinta-feira, 09/02/2017, grupo de 40 motoristas do aplicativo Uber que atuam na Cidade. A categoria reivindica a regulamentação do serviço. Também participou do encontro o vereador Jean Lopes.

O diálogo desta tarde foi o primeiro de uma série de outros. Na próxima semana deverão ser ouvidos os taxistas, em data ainda não definida. Também está sendo articulado encontro com representantes da Uber Brasil. “O principal objetivo da reunião de hoje é ouvi-los e levantar quais são as principais dificuldades e anseios. Já passou da hora de discutirmos este tema”, disse Caio Cunha.

Diegão lembrou que o compromisso da Câmara é com os usuários. “Nós somos a favor do Uber e a favor dos taxistas, mas principalmente, estamos interessados no que é melhor para a população de Mogi”.

Uber
Profissionais reivindicam regulamentação para atuação na cidade. Foto: CMMC

Jean Lopes se colocou à disposição dos profissionais. “Sou integrante da Comissão de Justiça e Redação, que vai avaliar a possível regulamentação. Sou usuário e a favor do serviço, mas é preciso alguma forma de beneficiar o Município com arrecadação para os cofres públicos”.

Segundo os profissionais, há cerca de 300 motoristas de Mogi cadastrados no aplicativo. Os condutores do Uber pagam 25% por corrida à empresa de software, mas, sem uma regulamentação, não há arrecadação tributária do serviço na Cidade.

Queremos a regulamentação para trabalhar em paz e sem medo. Entendemos a posição dos taxistas, que pagam taxas, têm que adesivar seus carros e ainda passar por vistorias nos veículos. Queremos encontrar uma maneira de flexibilizar nossa atuação, como foi feito em São Paulo”, disse Alexandre Issa Sayão, um dos Ubers participantes do encontro.

Darli Guicciardi, outro motorista do Uber, diz que a regulamentação vai trazer tranquilidade. “Porque hoje a gente trabalha tenso, sempre de olho no retrovisor. Nos acusam de clandestinos. O que queremos é que a Prefeitura libere a gente para trabalharmos em paz”.

Célia Regina Maciel diz ter se sentido intimidada por taxistas. “Veio um pedido de corrida na rodoviária de Mogi e quando cheguei, três taxistas pararam perto do meu carro e pediram para eu descer. Fiquei com medo, não desci e fui embora”.

Os motoristas do Uber destacaram ainda outros benefícios que trariam à Cidade: redução nos congestionamentos, aumento de consumo de combustível em estabelecimentos mogianos, além da manutenção dos veículos, também feita junto a empreendimentos locais.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

Anúncios

Um comentário sobre “Vereadores recebem motoristas do Uber

Os comentários estão desativados.