🏀 Novo Basquete Brasil 2016/2017 – rodada 17

Paulistano/Corpore e Mogi das Cruzes/Helbor fizeram uma partida emocionante na noite desta sexta-feira, 27/01/2017, e a decisão veio apenas no último segundo da prorrogação. Com arremesso do garoto Vithinho no estouro do cronômetro, o time mogiano levou a melhor, de maneira dramática, pelo placar de 78 a 77, e garantiu uma importante vitória no NBB CAIXA 2016/2017.

Com pouco mais de 15 segundos para o fim, Georginho virou o jogo para o Paulistano com uma cesta seguida de falta (77 a 76). Sem mais tempo para pedir, Mogi partiu para o ataque, Shamell infiltrou e tentou o passe no garrafão, mas após interceptação da defesa a bola sobrou para Vithinho, que não titubeou e decretou a vitória mogiana com um arremesso longo para dois pontos.

“Eu estava preparado para o arremesso. Na hora que a bola veio não deu nem tempo de pensar e arremessei. O que estou sentindo é uma emoção única e difícil de escrever. Logo que a bola caiu todo mundo veio em minha direção e fico arrepiado só de lembrar daquele momento”, disse Vithinho, de apenas 21 anos.

NBB 2016/2017
Vithinho, do Mogi. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

“Paulistano é uma equipe que corre bastante, usa muito a parte física, um time jovem que está muito bem no campeonato. Foi uma vitória muito importante para nos manter na briga pelo G-4, ainda mais do jeito que foi”, completou o herói da noite, que totalizou 13 pontos.

Com a vitória, Mogi se manteve no “bolo” do G-4, agora com dez triunfos em 16 jogos, mesma campanha de EC Pinheiros Gocil/Bauru Basket. Por conta dos critérios de desempate, os mogianos aparecem no quarto lugar, com os pinheirenses em terceiro e os bauruenses em quinto. Já o Paulistano conheceu sua oitava derrota também em 16 partidas e soma agora desempenho de 50% de aproveitamento.

Shamell esteve em noite inspirada no Ginásio Antonio Prado Junior. Com direito a lindas jogadas individuais, o norte-americano marcou 27 pontos e foi o grande cestinha da partida. Além disso, o jogador ainda contribuiu com cinco rebotes e quatro assistências.

O ala/pivô Tyrone foi outro personagem importante para o triunfo mogiano. O camisa 88 marcou 11 pontos, apanhou dez rebotes e registrou o único duplo-duplo do confronto.

Voltando de lesão, Georginho vinha fazendo partida discreta, mas entre os minutos finais do último quarto e a prorrogação, mostrou o porquê é uma das grandes joias do basquete nacional. Com dez pontos no tempo extra, o armador totalizou 17 pontos e foi o cestinha do Paulistano.

Outros dois jogadores do Paulistano tiveram atuações destacadas. O ala Lucas Dias marcou 16 pontos e igualou sua maior pontuação na temporada, enquanto que o também ala Jhonatan deixou a quadra com 13 pontos e oito rebotes.

Por conta de uma contusão muscular no adutor, o pivô Caio Torres desfalcou o Mogi nesta sexta. Já o armador Larry Taylor segue de fora com uma lesão no ombro. A previsão é de que o norte-americano naturalizado brasileiro volte à ação na próxima semana.

E agora? O Paulistano voltará à quadra na próxima terça-feira, 31/01, para enfrentar o Gocil/Bauru Basket, fora de casa. Dois dias depois, 02/02, será a vez do Mogi retornar à ação e enfrentar o Banrisul/Caxias Basquete, no “Hugão”, com transmissão ao vivo do #NBBnaWeb.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios