🏀 Novo Basquete Brasil 2016/2017 – rodada 6 (partida remarcada)

O atual tetracampeão do NBB CAIXA Flamengo deu uma incrível prova de força nesta terça-feira, 17/01/2017. Em um Ginásio Hugo Ramos completamente lotado pela torcida mogiana, o time carioca dominou o anfitrião Mogi das Cruzes/Helbor do início ao fim e conquistou uma expressiva vitória pelo placar de 83 a 57 para se manter isolado na liderança da competição.

Devidamente reabilitado após a derrota sofrida no último sábado para o Brasília, o clube da Gávea garantiu a manutenção da ponta da tabela de classificação, agora com 12 vitórias em 14 jogos. Já o Mogi sofreu sua quinta derrota em 12 partidas disputadas, mas ainda assim segue no G-4.

Olivinha e Marquinhos foram os caras do Flamengo na partida. O primeiro anotou seu oitavo duplo-duplo na temporada, com 22 pontos e 12 rebotes. Já o camisa 11 marcou 17 pontos e ainda distribuiu seis assistências.

Recorde de público: A partida desta terça marcou o maior público desta edição do NBB CAIXA. Após Brasília cravar o recorde no último sábado, com 4.216 pessoas presentes, o Ginásio Hugo Ramos teve um público de 4.534 pessoas e a marca foi quebrada duas vezes em menos de uma semana.

NBB 2016/2017
Vithinho, do Mogi, e Marcelinho, do Flamengo. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

“A gente sabia que seria um jogo muito duro. Jogar aqui em Mogi é muito complicado, mas nossa equipe mostrou um foco muito grande. Mostramos um controle mental muito grande, nos 40 minutos, e isso foi determinante. Tenho certeza o que nos levou a essa vitória hoje foi o caráter dessa equipe. Esse grupo já superou dificuldades muitas vezes e isso é uma marca registrada nossa”, disse o técnico rubro-negro José Neto.

Esta foi a primeira derrota do Mogi no “Hugão” nesta temporada. Contabilizando Campeonato Paulista, Liga Sul-Americana e NBB CAIXA, a equipe tinha 19 vitórias em 19 jogos em seu ginásio até a partida desta terça.

Equipe que mais acerta bola de três na temporada, com 11,5 acertos por partida, Mogi viveu uma noite desastrosa nos tiros de longa distância. Foram 31 arremessos tentados e apenas quatro convertidos (12,9%). Do outro lado, o Flamengo teve 12 bolas convertidas em 27 tentativas (44,4%).

“Não dá para uma temporada tão bonita como a que estamos fazendo ser apagada por um resultado como esse. Temos que seguir confiantes. O time deles entrou muito bem e nossa equipe errou bolas bobas no começo do jogo. Depois tivemos dificuldades de reagir”, disse o pivô mogiano Caio Torres.

Shamell foi o único atleta do Mogi a ter bom desempenho no jogo. Com direito a belas infiltrações, o norte-americano marcou quase metade dos pontos da equipe (22) e foi o cestinha da partida.

E agora? No sábado, às 14h00, o Flamengo enfrentará o Franca Basquete, em casa, com transmissão ao vivo da Band. Já o Mogi fará dois jogos atrasados. Primeiro, na quinta-feira, 19/01, diante do Macaé, e depois no domingo, às 19h00, em um confronto direto diante do Universo/Vitória, terceiro colocado.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios