🏀 Novo Basquete Brasil 2016/2017 – rodada 1 (partida remarcada)

Foram 18 dias longe do NBB CAIXA para o Mogi das Cruzes/Helbor. Com o título da Liga Sul-Americana na bagagem, a equipe paulista retornou ao maior campeonato de basquete do país nesta terça-feira, 06/12/2016. E com uma dramática vitória. Atuando em casa, os comandados de Guerrinha foram mais eficientes no fim e venceram a Liga Sorocabana/Uniso, por 81 a 77.

Dia de homenagem: Mogi utilizou uniforme na cor verde no jogo desta terça. Em homenagem às vítimas do acidente aéreo da última semana, a equipe paulista usou uma vestimenta especial, inclusive com o escudo da Chapecoense ao centro da camiseta.

Mogi disputou sua quarta partida na competição, conquistou a terceira vitória e segue na quarta posição, com 75% de aproveitamento. Já a Liga Sorocabana conheceu sua sexta derrota em oito jogos realizados e segue na parte de baixo da tabela de classificação.

A torcida mogiana só conseguiu respirar aliviada nos instantes finais da partida. Restando pouco menos de um minuto para o fim, a equipe da casa conseguiu abrir cinco pontos de frente (75 a 70). Depois, apesar de todas as tentativas dos visitantes, a equipe segurou a liderança e venceu.

NBB 2016/2017
Vithinho Lersch, do Mogi. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

Os norte-americanos Shamell e Tyrone comandaram a vitória do Mogi e deixaram a quadra com 21 e 17 pontos, respectivamente. Autor de 14 pontos, sendo todos eles no segundo tempo, o armador Larry Taylor foi outro nome importante pela equipe vencedora.

A gente sabia que ia ser um jogo duro, mas a ‘ressaca’ pós-título foi bem intensa e nos atrapalhou um pouco. Estávamos ainda com aquela felicidade com nossa grande conquista e isso é natural. Ao decorrer da partida entendemos nossos erros, nos acertamos e soubemos fechar o jogo”, analisou Larry Taylor.

Alexandre Paranhos, da Liga Sorocabana, teve um desempenho espetacular nesta terça. Dono de grande início de temporada, o ala/pivô foi um verdadeiro “leão” no garrafão e deixou a quadra com o mais expressivo duplo-duplo do campeonato até agora, 21 pontos e 17 rebotes, sendo dez deles ofensivos. A atuação gigante deu a Paranhos alguns recordes no NBB CAIXA. Além de quebrar suas marcas pessoais em pontos e rebotes, o jogador de 24 anos estabeleceu o recorde de rebotes desta temporada e também igualou a maior marca de rebotes de ataque da história da competição.

Outro jogador da Liga Sorocabana teve grande atuação nesta terça. Com direito a quatro arremessos certeiros de três pontos, o armador argentino Enzo Cafferatta marcou 27 pontos – sua maior marca em solo brasileiro – e foi o cestinha da partida.

O confronto foi para lá de parelho o tempo todo. Com as duas equipes jogando de maneira intensa, a liderança trocou de lado 16 vezes ao longo dos 40 minutos iniciais e o placar ainda ficou empatado em outras 11 oportunidades.

Poupado durante todo o primeiro tempo, por conta de dores no joelho que o incomodaram durante a final da Liga Sul-Americana, o pivô Caio Torres foi à quadra durante o terceiro quarto. Ao todo, o jogador ficou em quadra pouco mais de 12 minutos e marco dois pontos.

O próximo compromisso do Mogi no NBB CAIXA será neste sábado, 10/12, às 19h00, novamente em casa, diante do Solar Cearense. Já a Liga Sorocabana voltará à quadra na próxima segunda-feira, 12/12, para enfrentar o EC Pinheiros, como visitante.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios