Campeonato Paulista de Basquete 2016 – final – jogo 1

O Mogi das Cruzes/Helbor saiu na frente na série melhor de três do playoff – final do Campeonato Paulista de Basquete ao derrotar o Gocil/Bauru Basket, no sábado, 22/10/2016, por 76 a 73 (33 a 38 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Municipal Panela de Pressão, na cidade de Bauru. O público compareceu em grande número, lotando as dependências do ginásio, abrilhantando ainda mais o espetáculo.

Apoiado pelo seu torcedor, o time da casa iniciou a partida em ritmo forte e logo conseguiu vantagem no marcador, mas aos poucos a equipe visitante foi diminuindo e deixou tudo equilibrado ao final do primeiro quarto (16 a 18). No segundo, o equilíbrio permaneceu, mas ainda assim, com o representante de Bauru na frente (17 a 20).

Na volta do intervalo, o Mogi das Cruzes se apresentou com outra postura, marcando melhor e conseguindo recuperar diversas bolas, com isso, conseguiu ficar à frente (23 a 17), empatando o jogo. Nos dez minutos finais, a emoção esteve presente, pois as duas agremiações lutaram bastante pela vitória, que ficou nas mãos do time do Alto Tietê, que aproveitou mais os lances capitais da partida para sair na frente na série (20 a 18).

Campeonato Paulista de Basquete 2016
Os pivôs Rafael Hettsheimeir e Caio Torres travaram um belo duelo de garrafão. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

Os destaques foram Alex Garcia (21 pontos, 05 rebotes, 03 assistências e 01 bola recuperada), Rafael Hettsheimeir (17 pontos, 05 rebotes e 02 bolas recuperadas) e o norte-americano Roy Booker Jr. (14 pontos, 04 rebotes e 01 assistência), pelo time da casa; os norte-americanos Shamell Stallworth (22 pontos, 09 rebotes, 01 assistência e 02 bolas recuperadas), Larry Taylor (20 pontos, 05 rebotes, 03 assistências e 05 bolas recuperadas) e Tyrone Curnell (12 pontos, 07 rebotes, 02 assistências, 01 bola recuperada e 01 bloqueios), em favor do visitante. A estatística completa da partida pode ser conferida neste link.

“As duas equipes brigaram cada bola, palmo a palmo, mas nós soubemos fechar o jogo melhor. Um rebote, como o Shamell pegou, decide a partida. Agora nós temos que esquecer da vitória e Bauru vai esquecer da derrota. Temos um jogo dois da série e será muita emoção pela frente. Para nós falta uma vitória”, salienta o técnico Jorge Guerra, do Mogi das Cruzes/Helbor.

A gente acreditou em cada um. É um jogo coletivo. A gente sabe da qualidade do Bauru, mas a pressão é nossa agora. É a mesma situação do ano passado. Um a zero para a gente, dois jogos em casa, mas para ganhar um a gente tem que continuar focado. Nada acabou”, acrescenta o lateral norte-americano Shamell Stallworth, também da equipe mogiana.

Foi uma partida muito disputada e erramos em momentos decisivos. Agora é trabalhar até quinta-feira e ir para Mogi para virar essa série“, comenta o ala/armador Alex Garcia, do Gocil/Bauru Basket.

Foi uma partida decidida nos detalhes e infelizmente erramos mais nos lances cruciais. Temos que corrigir nossos erros e ter muita concentração para vencer as duas partidas em Mogi das Cruzes“, completa o técnico Demétrius Ferracciú, também do time de Bauru.

O segundo jogo, que pode ser o decisivo, será jogado na quinta-feira, 27/10, às 20h00, no ginásio Municipal “Professor Hugo Ramos”, em Mogi das Cruzes. Um novo resultado positivo dá ao Mogi das Cruzes/Helbor o título do Campeonato Paulista.

Fonte: Federação Paulista de Basketball

Anúncios