Campanha do Agasalho 2016 é lançada e pede doação de cobertores

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Mara Bertaiolli, lançou nesta terça-feira, 29/03, pela manhã, na Casa São Vicente de Paulo, a Campanha do Agasalho 2016 e adiantou que para este ano o pedido especial aos mogianos será para que doem cobertores. O evento contou com a presença do prefeito Marco Bertaiolli e lideranças comunitárias que trabalham com o Fundo Social no processo de distribuição das roupas, que vai até o dia 27 de julho e é reconhecido por sua eficiência.

No ano passado, pedimos que as pessoas doassem roupas para bebês e houve uma resposta muito positiva da sociedade, tanto que conseguimos atender toda a demanda que existia. Neste ano, nossa solicitação será para que os mogianos procurem doar cobertores, pois são peças que ajudam as famílias. Tenho certeza absoluta de que a solidariedade da população vai se manifestar mais uma vez, aliás, como acontece todos os anos, e teremos um ótimo resultado”, disse Mara.

Nos últimos sete anos, a campanha foi responsável pela arrecadação e distribuição de 1.763.125 peças de roupas e cobertores a idosos, adultos e crianças de todos os bairros. Para impulsionar a ação, o Fundo Social tem uma programação já conhecida – e muito eficiente – e ações que são realizadas em toda a cidade, como carreatas e apoio de empresas, além de uma estrutura de funcionamento que agiliza o processo de entrega das roupas.

Campanha do Agasalho 2016
Presidente do Fundo Social, Mara Bertaiolli, durante o lançamento da Campanha do Agasalho 2016. Foto: Ney Sarmento/ PMMC

O prefeito Marco Bertaiolli comentou os números e disse que, anualmente, a campanha se supera com base em um sentimento de amor ao próximo: “Vou dar um exemplo: uma peça de roupa que não é usada durante um ano já não faz mais parte dos hábitos de uma pessoa e pode perfeitamente ser doada. A Campanha do Agasalho de Mogi das Cruzes tem exatamente este sentimento: receber roupas em bom estado, que estão em excesso nos guarda-roupas e que podem perfeitamente ajudar as pessoas que precisam”, disse Bertaiolli, ao lado do presidente da Câmara, Mauro Araújo, e do representante da Casa São Vicente de Paulo, Benedicto de Lima, além da secretária municipal de Educação, Maria Aparecida Cervan Vidal, e da dirigente regional de Ensino, Rosânia Morrone.

A campanha contará com pontos de arrecadação espalhados por toda cidade, como escolas, supermercados, comércios, igrejas e prédios da Prefeitura mogiana. Paralelamente, o Fundo Social monta uma estrutura de separação e distribuição no Tiro de Guerra, responsável por receber as peças, separá-las e preparar kits para homens, mulheres e crianças. Antes de serem distribuídas, as roupas são lavadas e aquelas que precisam, passam por pequenos reparos, como trocas de botões ou de zíperes.

Assim que as roupas passam pelo Tiro de Guerra e são separadas em kits, já seguem para as entidades cadastradas – são mais 300 em toda a cidade. Este processo faz com que a distribuição seja rápida e as pessoas recebam as roupas e agasalhos durante os meses mais frios do ano. Cada entidade informa ao Fundo Social e número de kits que precisa e eles são repassados – dando funcionalidade a esta rede de apoio.

Com o lançamento da campanha, as pessoas já poderão se movimentar e fazer doações de roupas. Mais informações sobre a campanha e os postos de arrecadação podem ser obtidas no telefone 4798-5143.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios