Novo Basquete Brasil 2015/2016 – Rodada 16 (partida remarcada)

Mais uma vez o Mogi das Cruzes/Helbor fez bonito diante de sua torcida. Neste domingo (14/02/2016), a vítima foi o embalado Solar Cearense, que não resistiu à força caseira mogiana e teve sua sequência de oito vitórias seguidas interrompida com a derrota, por 78 a 73. Com terceiro quarto inspirado, os mogianos conseguiram reverter a desvantagem no marcador e agora seguem na briga pelo G-4.

Com o resultado, o Mogi chegou à sétima vitória em sete partidas dentro do Hugão neste NBB. A equipe do técnico Danilo Padovani é a única que não perdeu na condição de mandante nesta edição, e ainda tem uma diferença média de 10,29 pontos por partida para os rivais que atuam no “caldeirão”.

Após a derrota neste domingo, o Basquete Cearense acabou com uma invencibilidade de oito partidas neste NBB. A equipe tinha a segunda maior sequência ativa da atualidade, atrás apenas dos 10 triunfos consecutivos do Flamengo.

NBB 2015/2016
Davi, do Basquete Cearense, e Jimmy, do Mogi. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

Com a vitória o Mogi permanece na sexta colocação, mas se mantém colado no G-4, com 12 vitórias em 19 partidas. Já o Basquete Cearense ainda se faz presente entre os quatro líderes, com 13 resultados positivos e sete negativos, mesma campanha do UniCEUB/Cartão BRB/Brasília, que fica em quinto pelo critério de desempate de confronto direto.

Momento chave: Em desvantagem até o intervalo, o Mogi alcançou a virada no terceiro quarto da partida. No período, a equipe bateu o Basquete Cearense, por 25 a 15, com grande atuação de Paulão (8 pontos) e Shamell (7 pontos) e abriu diferença suficiente para segurar o resultado no quarto decisivo.

Os norte-americanos do Mogi foram os grandes destaques da partida deste domingo. A dupla Shamell e Tyrone combinou para 36 pontos, 11 rebotes e 6 assistências, e ambos saíram como cestinhas do jogo, com 18 pontos cada. Mesmo com aproveitamento inferior, os donos da casa chegaram à vitória por terem um volume de arremessos muito superior. Grande parte disto se deve a diferença nos roubos de bola por parte de cada equipe, foram 11 para o Mogi, contra apenas um do Basquete Cearense.

O Mogi voltará a jogar pelo NBB no dia 25/02 (quinta-feira), contra o Franca Basquete, em casa e com transmissão ao vivo do #NBBnaWeb. Já o Basquete Cearense medirá forças contra o Flamengo, no Rio de Janeiro, dia 17/02 (quarta-feira).

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios