Próxima etapa da obra na Sacadura Cabral fechará a Av. Adhemar de Barros

A construção da passagem subterrânea da Praça Sacadura Cabral avança e o próximo passo na execução dos trabalhos será o fechamento da Avenida Governador Adhemar de Barros, o que causará interferências também no trânsito da Rua Tenente Manoel Alves dos Anjos. Em reunião com comerciantes nesta terça-feira (24/11/2015), o secretário municipal de Planejamento e Urbansmo, João Francisco Chavedar, disse que esta nova etapa terá início em até 40 dias. Ele aproveitou o encontro para detalhar o andamento dos trabalhos e responder dúvidas dos lojistas.

Temos 80% das paredes diafragma concluídas no túnel 2, no trecho entre a rua Dr. Ricardo Vilela e a Praça Sacadura Cabral. Já estamos com a segunda frente de escavação em operação, do outro lado da linha férrea. E, para que possamos executar as obras do túnel 1, temos de interditar a Adhemar de Barros e o primeiro quarteirão da Tenente Manoel Alves. Os trabalhos serão executados nas pontas – uma na Adhemar de Barros e outra na Cabo Diogo, que já está interditada”, disse Chavedar.

Praça Sacadura Cabral
A passagem subterrânea é um das principais obras previstas no programa Avança Mogi. Foto: PMMC

O fechamento da Adhemar de Barros será necessário para o início da construção do túnel 1, que ligará a Rua Cabo Diogo à Avenida Adhemar de Barros. Atualmente, as obras estão concentradas no túnel 2, que entre as ruas Dr. Ricardo Vilela e Hamilton da Silva e Costa. O secretário municipal de Transportes, Nobuo Aoki Xiol, também participou da reunião nesta terça-feira e informou vai estudar alternativas para assegurar a circulação de veículos naquela região.

Chavedar informou que a passarela sobre os trilhos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) será retirada, para que as obras do túnel 2 possam avançar. A retirada da parte dos degraus deve acontecer entre quinta e sexta-feira e, o vão central, na madrugada do dia 6 de dezembro. Essa última intervenção vai exigir a interrupção na circulação dos trens por um período de aproximadamente cinco horas.

Em decorrência do atraso na construção da nova estação da CPTM, sem prazo para ser executada, a Prefeitura terá de estudar a implantação de uma passarela, com acessibilidade para deficientes, para que os pedestres possam fazer a travessia na linha na região da Sacadura Cabral. Isso porque a CPTM exige que, tão logo os túneis fiquem prontos, a passagem de nível seja definitivamente fechada.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios