Novo Basquete Brasil 2015/2016 – Rodada 4

O Mogi das Cruzes/Helbor se manteve quente na temporada 2015/2016. Atuando novamente ao lado de seu torcedor, no Ginásio “Professor Hugo Ramos”, o time comandado pelo técnico Danilo Padovani venceu o Pinheiros em partida dura, por 86 a 83, e conquistou a sexta vitória consecutiva contra a equipe do capital paulista.

Mesmo sem terminar o jogo como o cestinha do Mogi, o ala Jimmy foi o cara da vitória mogiana. Autor de 16 dos 20 pontos que tentou nesta noite (80% de aproveitamento), o camisa 18 foi o grande responsável pelo grande desempenho de sua equipe durante o período que marcou a virada no placar, com oito pontos anotados.

Dono da segunda melhor atuação ofensiva na atual temporada do NBB, com 27 pontos, o ala norte-americano Shamell também teve atuação importante para o Mogi fechar a partida com mais um resultado positivo no NBB.

Ao terminar a partida com a vitória, o Mogi das Cruzes estendeu sua série invicta em jogos contra o Pinheiros, que agora são de seis triunfos consecutivos. O último triunfo pinheirense no duelo aconteceu no dia 09 de abril no ano passado, pela fase oitavas de final do NBB 2013/2014.

NBB 2015/2016
Tyronne, do Mogi. Foto: Antonio Penedo/ Mogi-Helbor

O Pinheiros perdeu o jogo por apenas uma posse de bola, muito pelo grande desempenho da dupla do jovem ala/pivô Lucas Dias, dono de 20 dos 27 pontos que tentou (74,1% de aproveitamento) e também do ala/armador norte-americano Cordero Bennett, autor de duplo-duplo de 23 pontos e dez rebotes.

A alta diferença nos roubos de bola entre as duas equipes acabou fazendo diferença ao final da partida. Enquanto a equipe mogiana fechou o jogo com dez roubos de bola, o Pinheiros roubou apenas quatro bolas durante todo o duelo.

Começamos o jogo meio truncado, com os dois times se estudando, mas no segundo quarto encaixamos uma boa defesa e saímos do primeiro tempo tomando 25 pontos apenas. O que não pode acontecer é levar 26 e 29 pontos depois. Não podemos tomar tanto ponto assim”, comentou o treinador do Mogi, Danilo Padovani.

A gente está trabalhando bastante e o NBB é um outro campeonato. Eu comecei o campeonato bem, com as mãos calibradas e as bolas caindo. O time já me procura nas bolas que eu gosto, no cantinho, na zona morta e umas bandejas de contra-ataque”, comentou o ala Jimmy, um dos destaques do Mogi.

Com a terceira vitória consecutiva no NBB 15/16, o Mogi agora tem campanha de três vitórias em quatro partidas (75% de aproveitamento) e se manteve na parte alta da tabela de classificação. Já a equipe pinheirense possui 50% de aproveitamento, com duas vitórias em quatro jogos.

Mais embalado do que nunca, o Mogi só volta a atuar no NBB 15/16 no dia 27/11, no duelo contra o Rio Claro, às 20h00, novamente no Ginásio “Professor Hugo Ramos”, em Mogi das Cruzes.

Em busca da final: Embalado pelas vitórias consecutivas no NBB, o Mogi se prepara para o segundo quadrangular semifinal da Liga Sul-Americana, que acontecerá na Venezuela, entre os dias 17 e 19 de novembro, e conta com a presença do Mogi, Franca Basquete, San Martín Corrientes (ARG) e do anfitrião Guaros de Lara (VEN). Quem vencer este grupo garante vaga na decisão da competição continental, que já tem o UniCEUB/Cartão BRB/Brasília confirmado.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios