Virada Cultural Paulista 2015 em Mogi terá 52 atrações

O secretário municipal de Cultura, Mateus Sartori, recebeu a imprensa na tarde desta quinta-feira (14/05/2015) para fazer a divulgação oficial da programação da Virada Cultural Paulista 2015 em Mogi das Cruzes. O evento, que é uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, chega neste ano à sua 7ª edição municipal e 8ª em todo o Estado. Na cidade, ela vai acontecer em 30 e 31 de maio, com um total de 52 atrações, distribuídas por oito palcos.

Veja aqui a programação completa da Virada Cultural Paulista 2015 em Mogi

Dessas 52, 12 foram contratadas pela Secretaria de Estado da Cultura e 40 pela Secretaria Municipal de Cultura. “O Governo do Estado, a cada ano que passa, entende que a cidade deixa de ser uma apoiadora e passa a ser uma realizadora. A Secretaria de Estado envia as atrações do palco externo, mas fazemos todas as contratações paralelas, além de montar toda a estrutura para que a Virada aconteça”, destacou o secretário, lembrando que a Virada Cultural de Mogi continua sendo considerada a maior do Estado, após a da capital paulista, em função da quantidade de atrações e número de palcos.

Os destaques da programação organizada pelo Governo do Estado neste ano são a banda Titãs, o rapper Kamau, a cantora Tiê e o cantor e compositor Renato Teixeira. A vinda dos Titãs, como explica Sartori, já era um pedido da cidade junto ao Governo do Estado e que agora está sendo atendido. A vinda do rapper Kamau também é um pleito da cidade, que sempre busca uma programação forte dentro da linguagem do hip hop. A cantora Tiê representa a nova música popular brasileira, enquanto Renato Teixeira traz a vertente do regionalismo e da música raiz.

Titãs
A banda Titãs se apresenta no sábado (30/05), no palco principal. Foto: Divulgação/ Internet

A programação deste ano está bem interessante e eclética. O Governo do Estado mandou dois headlines, como chamamos, que são artistas importantes da música brasileira, fazendo dois encerramentos do palco principal. O sábado será encerrado pelos Titãs e o domingo pelo Renato Teixeira, que acaba dialogando com esse período que estamos passando, com a festa do Divino, já que é uma música raiz”, detalha Sartori.

O palco externo deste ano, também chamado de principal, terá novo endereço; ele sai da avenida Cândido Xavier de Almeida e Souza e se transfere para o estacionamento do Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos. A mudança, como explicou o secretário, foi feita em virtude de uma série de fatores, mas principalmente com o intuito de causar o mínimo de transtorno possível ao trânsito, uma vez que, no novo endereço não haverá interferência nos trajetos dos ônibus do sistema municipal de transporte coletivo, nem serão necessárias interdições. Com isso, o público terá maior segurança e há ainda a vantagem da possibilidade de estacionamento de veículos nas proximidades.

Tiê
A cantora Tiê se apresenta no domingo (31/05), às 17h00, no palco principal. Foto: Divulgação/ Internet

Como em anos anteriores, a abertura oficial da Virada Cultural será no Theatro Vasques, às 18h30. A novidade é que, pela primeira vez, a atração inaugural será de Mogi das Cruzes, e não uma contratação do Governo do Estado. Quem toma o palco e recebe oficialmente o público do evento é a Orquestra Sinfônica Jovem de Mogi das Cruzes, comandada pelo maestro Lélis.

Mais uma novidade deste ano é o palco que será montado em frente ao prédio do futuro Centro Cultural de Mogi das Cruzes, na Praça Monsenhor Roque Pinto de Barros. A programação neste local terá como foco a música popular brasileira autoral e a estrutura local incluirá assentos e cobertura para a plateia. O palco ficará voltado para a Praça Coronel Benedito de Almeida.

Renato Teixeira
O cantor e compositor Renato Teixeira traz a vertente do regionalismo e da música raiz. Foto: Divulgação/ Internet

O Centro de Cidadania e Arte (Ciarte) será o palco da diversidade, reunindo atrações e performances voltadas ao público LGBT. Já a Casa do Hip Hop, naturalmente, será o palco do hip hop, com uma programação mais centrada no domingo (31/05), em virtude da apresentação do rapper Kamau no sábado (30/05), no palco principal. O Parque Botyra Camorim Gatti, assim como o Largo do Rosário, seguirá sua vocação, previamente identificada e já consolidada em edições anteriores da Virada. O primeiro, portanto, será o palco da música eletrônica, enquanto o segundo será o palco do rock autoral (sábado) e do reggae (domingo).

O Theatro Vasques também continua com a sua característica de espaço para apresentações do teatro e da dança. Já o Casarão do Carmo será utilizado como ponto de apoio para as equipes organizadoras do evento e terá, ainda, apresentações de literatura e música instrumental, sempre nas lacunas da programação do Theatro Vasques.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios