Agenda Cultural: 24 a 26 de Abril/2015

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

24/04 – SEXTA-FEIRA

Das 08h00 às 18h00 (Casarão do Carmo)
Evento: Exposição ‘NEGRAÍZ 2’
Festival de Arte Popular
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
Pinturas em telas e esculturas do artista plástico Jorge Solyano

Festival de Arte Popular

Das 08h00 às 20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Flores e Liquens dos Campos de Altitude’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
A pedido do monge zen budista Koguen Gouvea, que queria uma foto para a capa de seu livro, o fotógrafo Juvenal Pereira partiu, em janeiro de 2008, para a região do Pico das Agulhas Negras, na divisa dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, e para a Pedra da Macela, fronteira entre São Paulo e Rio de Janeiro. Numa madrugada do outono chegou ao cume do Pico, para registrar o nascer do sol. Fez então várias fotos deslumbrantes, e na descida viu as flores orvalhadas, que foi fotografando durante o caminho de volta. A mostra é a síntese desse ensaio, fruto da observação sensível da natureza e de sua beleza exuberante.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

Das 16h00 às 20h00 (Galpão Arthur Netto)
Evento: Rumo ao Bojador (Exposição do artista plástico mogiano Guilherme Cota) [até 26/04]
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
A exposição tem características muito próprias, pois além de contar com a apreciação das obras, o público, iniciado ou não, poderá ter contato com o processo de criação e produção do artista. Isso porque haverá 04 oficinas de impressão de gravuras em metal, nos dias 06, 13, 20 e 27 de março, coordenadas pelo próprio Guilherme, que tem o objetivo de aproximar as pessoas do universo das artes plásticas. “O sistema de produção e exposição de artes plásticas é muito elitista e excludente, ficando muito restrito sempre a um grupo de pessoas. Por isso escolhi para essa exposição obras que despertem a curiosidade de comoção das pessoas, e decidi também não expor qualquer objetivo ou pensamento conceitual explícito na exposição“, explica Guilherme. “A ideia é aproximar o público da produção de maneira simples e direta, colocando literalmente a mão na massa“, finaliza o artista.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

Rumo ao Bojador – Guilherme Cota from pedrozappa on Vimeo.

25/04 – SÁBADO

Das 09h00 às 18h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Evento: Exposição ‘Flores e Liquens dos Campos de Altitude’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
A pedido do monge zen budista Koguen Gouvea, que queria uma foto para a capa de seu livro, o fotógrafo Juvenal Pereira partiu, em janeiro de 2008, para a região do Pico das Agulhas Negras, na divisa dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, e para a Pedra da Macela, fronteira entre São Paulo e Rio de Janeiro. Numa madrugada do outono chegou ao cume do Pico, para registrar o nascer do sol. Fez então várias fotos deslumbrantes, e na descida viu as flores orvalhadas, que foi fotografando durante o caminho de volta. A mostra é a síntese desse ensaio, fruto da observação sensível da natureza e de sua beleza exuberante.

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Espetáculo: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

Das 16h00 às 20h00 (Galpão Arthur Netto)
Evento: Rumo ao Bojador (Exposição do artista plástico mogiano Guilherme Cota) [até 26/04]
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
A exposição tem características muito próprias, pois além de contar com a apreciação das obras, o público, iniciado ou não, poderá ter contato com o processo de criação e produção do artista. Isso porque haverá 04 oficinas de impressão de gravuras em metal, nos dias 06, 13, 20 e 27 de março, coordenadas pelo próprio Guilherme, que tem o objetivo de aproximar as pessoas do universo das artes plásticas. “O sistema de produção e exposição de artes plásticas é muito elitista e excludente, ficando muito restrito sempre a um grupo de pessoas. Por isso escolhi para essa exposição obras que despertem a curiosidade de comoção das pessoas, e decidi também não expor qualquer objetivo ou pensamento conceitual explícito na exposição“, explica Guilherme. “A ideia é aproximar o público da produção de maneira simples e direta, colocando literalmente a mão na massa“, finaliza o artista.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

Das 17h00 às 22h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Circuito SESC de Artes – Conectando lugares, circulando ideias
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Realizado pelo SESC São Paulo, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, o Circuito SESC de Artes, chega a sua edição de 2015 como o maior realizado até hoje e traz em sua programação apresentações de música, dança, teatro, circo, cinema, artes visuais, literatura e cultura digital.
Programação:

Literatura
Banho de Leitura
MUDA Práticas de Leitura (SP) – No Banho de Leitura, encontre uma seleção de livros de poesia, conto, crônica e livros ilustrados

Artemídia
Roda Viva
Raphael Escobar (SP) – O artista Rafael Escobar apresenta sua invenção: uma caixinha de música com uma hélice que funciona como um cata-vento

Teatro
São Jorge Menino
Cia. São Jorge de Variedades (SP) – Diante de portas, janelas e do asfalto da rua desenvolve-se a história da legendária figura de São Jorge, numa criação do dramaturgo Ilo Krugli, feita especialmente para Cia. São Jorge

Música
Rael
Ex-integrante do grupo de rap Pentágono, o rapper Rael apresenta o seu mais recente trabalho, Diversoficando, em que concretiza um desejo de seus fãs: músicas em formato acústico, como no caso de Ser Feliz e o hit Envolvidão

Rael
O rapper Rael apresenta o seu mais recente trabalho, Diversoficando. Foto: Divulgação/ Internet

Circo
Malabarismo É Música para os Olhos
Cia Super Circo (SP) – Um malabarista de farol, que chegou a se apresentar na Broadway. Essa é a história que serve de fio condutor para um belo espetáculo interativo de malabares

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: Sabiás do Sertão – Teatro musical brasileiro em um ato (Cia Cênica)
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
Duração: Não Informada
Eleito pelos públicos do Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte (2014) e do Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa (2014) como o melhor espetáculo nacional, escolhido neste último como o melhor espetáculo de rua, elogiado pela crítica e premiado em outros festivais brasileiros, Sabiás do Sertão – Teatro musical brasileiro em um ato, uma chegança e uma andança trata dos expoentes maiores da música caipira, Cascatinha & Inhana, primeira dupla sertaneja formada por marido e mulher que, em sua trajetória, reverencia com primazia a cultura de raiz, o ser, estar e viver artista, o prazer da canção e do encantamento. O circo e o rádio, presentes na trajetória da dupla, são trazidos à cena por uma companhia ambulante de teatro, com artistas rapsodos que contam, vivem, tocam, dançam e cantam um pouco da vida e muito do rico repertório de toadas, guarânias, rasqueados, boleros, rancheiras e canções imortalizadas nas vozes destes “sabiás do sertão”.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

26/04 – DOMINGO

Das 09h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Turismo Rural, Turismo Religioso, Turismo Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: sítio Querência, na Volta Fria. O local possui uma grande área cercada por muito verde com trilhas para caminhadas ecológicas e espaço reservado para realização de eventos, como aeromodelismo e campeonato de pipas artesanais. Além disso, conta com mirantes, uma muralha romana e a possibilidade de demonstrações informativas sobre a criação de ovinos. Com 50 mil m² de pura natureza e tranquilidade, oferece ao visitante toda infraestrutura necessária para um passeio agradável.
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no CIT – Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

16h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: ‘Nos Embalos do Rock’ (Studio de Dança Nathália Souza)
Ingressos: R$ 2 (preço único)
Recomendação: Não Informada
Duração: Não Informada
Apresentação com a finalidade de demonstrar os trabalhos desenvolvidos com os alunos em 2014.

Das 16h00 às 20h00 (Galpão Arthur Netto)
Evento: Rumo ao Bojador (Exposição do artista plástico mogiano Guilherme Cota) [último dia]
Ingressos: Gratuito 🙂
Recomendação: Livre
A exposição tem características muito próprias, pois além de contar com a apreciação das obras, o público, iniciado ou não, poderá ter contato com o processo de criação e produção do artista. Isso porque haverá 04 oficinas de impressão de gravuras em metal, nos dias 06, 13, 20 e 27 de março, coordenadas pelo próprio Guilherme, que tem o objetivo de aproximar as pessoas do universo das artes plásticas. “O sistema de produção e exposição de artes plásticas é muito elitista e excludente, ficando muito restrito sempre a um grupo de pessoas. Por isso escolhi para essa exposição obras que despertem a curiosidade de comoção das pessoas, e decidi também não expor qualquer objetivo ou pensamento conceitual explícito na exposição“, explica Guilherme. “A ideia é aproximar o público da produção de maneira simples e direta, colocando literalmente a mão na massa“, finaliza o artista.
Informações: facebook.com/galpaoarthurnetto

Anúncios