Ônibus em Mogi vai subir para R$ 3,50

Durante reunião realizada nesta terça-feira (30/12/2014), a Prefeitura de Mogi das Cruzes definiu a tabela de tarifa para o transporte coletivo.

Não haverá reajuste para os estudantes, que continuarão pagando passagem no valor de R$ 1,50. Todas as gratuidades para terceira idade e portadores de necessidades especiais também serão mantidas, assim como a integração no período de 1h30. Para os demais usuários, o valor deverá receber o reajuste da inflação dos últimos anos, num total de 16,67%. O valor, portanto, passará de R$ 3,00 para R$ 3,50. Porém, ainda é preciso a validação do Conselho Municipal de Transportes, Trânsito e Mobilidade Urbana em reunião que será realizada na semana que vem.

O secretário municipal de Transportes, Nobuo Aoki Xiol, explica que os alunos que pagam passagem no valor de R$ 1,50 e o conjunto de benefícios e gratuidades existente em Mogi das Cruzes representam um volume de mais de 1,8 milhão de viagens mensais: “Cidades como São Paulo possuem subsídios significativos em dinheiro para complementar o funcionamento do sistema de transporte, mas Mogi das Cruzes não tem isso e mesmo assim ainda oferece um volume significativo de passagens gratuitas a parcelas e grupos da população que efetivamente necessitam do benefício, como idosos, pessoas com deficiência, além dos próprios estudantes“, diz.

Mogi das Cruzes possui um total de 7.747 estudantes que pagam R$ 1,50 na passagem de ônibus. Mensalmente, cada um deles faz uma média de 40 viagens, considerando-se duas por dia, durante 20 dias úteis. Com isso, chega-se a uma média 309.880 passagens gratuitas todos os meses. Estes estudantes utilizam o benefício a partir da apresentação de documentação que comprove seu registro escolar e cadastramento na Mogi Passes, empresa que administra do sistema de bilhetagem. A partir daí, o aluno recebe um cartão que o autoriza a viajar com a meia passagem.

onibus
Estudantes mogianos não terão aumento na passagem de ônibus. Foto: PMMC

Além disso, a Prefeitura possui outras gratuidades que beneficiam diversos segmentos da população mogiana. Uma delas é o Cartão Conforto, que proporciona a idosos com 65 anos ou mais viajarem gratuitamente em qualquer assento dos ônibus. Atualmente, existem 22.568 cartões do tipo emitidos no município. Como não há um limite de viagens para estas pessoas, a média mensal de passagens gratuitas chega a 213.673 – uma média de quase 9,5 viagens mensais feitas por cada um dos beneficiários.

Outro benefício garantido aos cidadãos mogianos é o Cartão de Portadores de Necessidades Especials (CNPE). Ele é dividido em duas modalidades – com acompanhante (5.898 cartões) e sem acompanhante (6.466), o que totaliza 12.364 documentos do tipo. Mensalmente, são realizadas uma média de 299.289 viagens com estes cartões, que são utilizados para que os portadores possam fazer tratamento de saúde em unidades de saúde e de recuperação.

O sistema de integração implementado pela atual Administração Municipal também inclui gratuidades, uma vez que o passageiro paga apenas uma passagem, mas faz mais de uma viagem no período de 1h30. De acordo com Xiol, mensalmente são feitas 371.456 integrações: “É um sistema que facilita o deslocamento dos passageiros e potencializa o alcance do sistema como um todo, baseado em um mecanismo que também possui gratuidades“, comenta Xiol.

Atualização (05/01/2015): O Conselho Municipal de Transportes aprovou o reajuste. O valor passará de R$ 3,00 para R$ 3,50 a partir da zero hora de quarta-feira (07/01/2015).

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios