Liga Sul-Americana de Basquete 2014 – Semifinal

O Mogi das Cruzes/Helbor está na final da Liga Sul-Americana 2014. Nesta terça-feira (25/11/2014), o time paulista superou o Boca Juniors, da Argentina, por 87 a 85, na primeira semifinal do Final Four da competição realizada no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

O time comandado pelo técnico espanhol Paco Garcia teve uma missão dificílima em quadra e só conseguiu superar a equipe argentina na prorrogação. No tempo normal, a partida terminou com uma reação do Boca Juniors, que, com uma cesta de 3 do pivô ex-NBB Pedro Calderón, empatou o confronto por 75 a 75. Só que nos cinco minutos extras, foi a vez do Mogi conseguir se recuperar e virar o placar nos segundos finais.

O ala norte-americano Shamell foi o grande nome da partida. Autor de 29 pontos, o número 24 do Mogi das Cruzes foi decisivo nos momentos cruciais da partida. Além dele, seu compatriota Tyrone Curnell também se destacou com um duplo-duplo de 16 pontos e 15 rebotes.

Liga Sul-Americana de Basquete 2014
Elinho, do Mogi, e Sosa, do Boca Juniors. Foto: Gaspar Nóbrega/ FIBA Americas

Dois anos atrás estivemos aqui nesse mesmo ginásio, não éramos uma grande equipe, ainda estamos começando nossa caminhada. Hoje estamos vivendo um sonho, que foi criado com ambição, com muito trabalho e competência estamos na final. Jogamos com intensidade, com postura e com essa intensidade e sendo grandes como podemos ser, estamos na final da Liga Sul Americana”, comemorou o treinador Paco García.

Pelo Boca Juniors, os destaques foram Calderón, que anotou um duplo-duplo de 18 pontos e 12 rebotes, e o ala/armador Johnatan Treise e o ala/pivô Lucas Faggiano, que contribuíram com 17 pontos.

Agora, o Mogi das Cruzes disputa a final da Liga Sul-Americana contra o Paschoalotto/Bauru, que superou o Malvín, do Uruguai, na outra semifinal. O confronto será nesta quinta-feira (27/11), às 21h30, no Ginásio Panela de Pressão, e terá transmissão ao vivo do SporTV.

O jogo

O Mogi das Cruzes começou a noite com tudo e abriu 6 a 0 no placar nos primeiros lances da etapa inicial. Aos poucos, o Boca Juniors foi se encontrando em quadra e, com um arremesso de 3 pontos do ala/pivô Faggiano, passou a frente do marcador (12 a 10). As bolas de fora fizeram a diferença pelo lado argentino, que fechou o primeiro quarto na frente, por 17 a 14.

O Boca chegou a ficar cinco pontos de vantagem no segundo período (25 a 20), mas os arremessos de 3 pontos do Mogi começaram a cair. Shamell matou duas bolas de fora que animaram o time brasileiro e equilibraram novamente o confronto. No entanto, os argentinos que fecharam a primeira metade do jogo na liderança, 33 a 31.

A pressão da equipe paulista aumentou na volta do intervalo. Com um tiro de 3 do ala/pivô Tyrone Curnell, o Mogi recuperou a liderança na partida (41 a 39). E a partir daí, os mogianos dominaram o terceiro quarto inteiro. Com Shamell inspirado, o representante brasileiro colocou sete pontos de frente no final do período (57 a 50).

A reação mogiana não abalou o Boca, que logo no início da etapa final, encostou no placar e equilibrou novamente o duelo. Na metade do período, os argentinos conseguiram a virada, com mais uma cesta de 3 de Faggiano (66 a 63). O técnico Paco Garcia pediu tempo e conseguiu recuperar o time em quadra. Chegando nos momentos finais da partida, os mogianos tiveram uma sequência incrível, com uma enterrada de Daniel Alemão e depois uma bola de 3 do ala Guilherme Filipin, passando a liderar novamente o marcador (72 a 68).

Quando parecia que o Mogi ficaria com a vitória, o Boca Juniors conseguiu a reação final. Faltando apenas 34 segundos, Shamell foi para os lances livres e acertou apenas um dos dois tiros tentados, deixando a vantagem brasileira em apenas três pontos (75 a 72). Os argentinos foram para o ataque e conseguiram uma cesta de 3 com o pivô Pedro Calderón (75 a 75). Os mogianos até tentaram um último arremesso, mas com o erro de Shamell, o jogo foi para a prorrogação.

No tempo extra, o time argentino começou melhor e liderou o placar até o minuto final, quando o Mogi acertou cinco pontos seguidos, uma bola de 3 de Elinho e uma cesta de Shamell, para passar a frente (87 a 85). Com 32 segundos no cronômetro, o Boca Juniors tentou ainda dois arremessos finais, um com Faggiano e outro com Sandes, mas não conseguiu converter.

Confira a tabela completa do Final Four da Liga Sul-Americana 2014:

25/11 (terça-feira)
Mogi das Cruzes/Helbor 87 x 85 Boca Juniors (ARG)
Paschoalotto/Bauru 103 x 57 Malvín (URU)

27/11 (quinta-feira)
19h15 – Decisão do 3º Lugar – Boca Juniors (ARG) x Malvín (URU)
21h30 – Final – Paschoalotto/Bauru x Mogi das Cruzes/Helbor

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios