Agenda Cultural: 10 a 12 de Outubro/2014

Confira a Agenda Cultural deste fim de semana em Mogi das Cruzes:

10/10 – SEXTA-FEIRA

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: ‘O Palácio dos Urubus’ (Cia Vira-Lata)
Ingressos: R$15 (inteira) e R$10 (antecipado)
Recomendação: 10 anos
Duração: Não Informada
Ilha de Babaneirale, ano de 1912, nesta extensão de terra cercada de água por todos os lados sobrevive aos trancos e barrancos um decadente Regime Monárquico. Inserido em um ambiente tropical (nada semelhante a um país da América Latina) Babaneiralle sofre com as desventuras eloquentes de um Rei. Os moradores cansados do nepotismo, da corrupção e das loucuras extravagantes do Monarca, preparam junto a ministros golpistas, uma revolução. O rei de Babaneiralle, Navarro Ramirez Penna Cassarolli, é um homem egocêntrico e “doidivanas” e nem se preocupa com o que está acontecendo. Ao contrário disso, mergulhado em sua riqueza, cego de sua beleza, vive feliz em seu palácio comendo frutas tropicais e se divertindo com seu total absolutismo monárquico.
Mas a revolução é desorganizada e descontrolada, com o único objetivo de tirar o tirano do trono. Arquitetada por funcionários do alto escalão da inóspita corte, o “golpe”, meticulosamente planejado em quartos escuros de um bordel, segue em marcha pronto para cumprir seu objetivo!
O espetáculo mistura humor, política, e personagens caricatos, ingredientes para um saboroso deleite de reflexão e risos. O Palácio dos Urubus é uma terra de cego onde quem tem um olho é rei!

O Palácio dos Urubus

11/10 – SÁBADO

Das 10h00 às 16h00 (Praça Oswaldo Cruz)
Evento: Feira de Artesanato ‘Mogi feita à Mão’
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Além de atrações musicais do projeto Arte na Praça, cerca de 60 artesãos expõem seus trabalhos em madeira, tecido, fibras, contas e miçangas, biscuit, arames, papel, cosméticos, linhas e lãs, bambu, PVC, EVA, cabaça, entre outros materiais.

18h00 (Theatro Vasques)
Evento: Acústico Underground
Ingressos: R$ 10 (preço único)
Recomendação: Não Informada
Duração: Não Informada
Apresentação dos alunos da Underground Escola de Música

Acústico Underground

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: ‘O Palácio dos Urubus’ (Cia Vira-Lata)
Ingressos: R$15 (inteira) e R$10 (antecipado)
Recomendação: 10 anos
Duração: Não Informada
Ilha de Babaneirale, ano de 1912, nesta extensão de terra cercada de água por todos os lados sobrevive aos trancos e barrancos um decadente Regime Monárquico. Inserido em um ambiente tropical (nada semelhante a um país da América Latina) Babaneiralle sofre com as desventuras eloquentes de um Rei. Os moradores cansados do nepotismo, da corrupção e das loucuras extravagantes do Monarca, preparam junto a ministros golpistas, uma revolução. O rei de Babaneiralle, Navarro Ramirez Penna Cassarolli, é um homem egocêntrico e “doidivanas” e nem se preocupa com o que está acontecendo. Ao contrário disso, mergulhado em sua riqueza, cego de sua beleza, vive feliz em seu palácio comendo frutas tropicais e se divertindo com seu total absolutismo monárquico.
Mas a revolução é desorganizada e descontrolada, com o único objetivo de tirar o tirano do trono. Arquitetada por funcionários do alto escalão da inóspita corte, o “golpe”, meticulosamente planejado em quartos escuros de um bordel, segue em marcha pronto para cumprir seu objetivo!
O espetáculo mistura humor, política, e personagens caricatos, ingredientes para um saboroso deleite de reflexão e risos. O Palácio dos Urubus é uma terra de cego onde quem tem um olho é rei!

12/10 – DOMINGO

Das 9h00 às 17h00 (Casarão do Chá)
Evento: Feira de Artesanato
GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Artesanatos, comidas (lanche de pernil, pernil de porco assado no rolete, espetinhos de carne e de frango, comida árabe, galinhada, paella, entre outros) e produtos típicos.

Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti
Casarão do Chá. Foto: Guilherme Berti

10h00 (Parque Centenário)
Evento: City Tour ‘Mogi para os Mogianos’
Ingressos: R$ 5 (a primeira pessoa) e R$ 2,50 (as demais até 3 acompanhantes)
Com o objetivo de estimular os mogianos a conhecerem a própria cidade, a Prefeitura de Mogi criou o city tour “Mogi para os Mogianos”. Composto por quatro roteiros – Turismo Rural, Turismo Religioso, Turismo Cultural e Ecoturismo, as saídas são sempre aos domingos, às 10h00, do Parque Centenário, que por si só já merece uma visita.
O City Tour conta com ônibus preparado para receber o turista com todo o conforto e guias devidamente treinados para levar toda a família aos principais pontos turísticos da cidade.
Roteiro: Ecocultural – Igreja Nossa Senhora do Socorro/ Sítio Matsuo
Reservas: devem ser antecipadas e feitas no CIT – Centro de Informações Turísticas, no Parque Centenário
Informações: (11) 4726-9920

11h00 (Cemforpe)
Evento: Lançamento da ‘Orquestra Juvenil Minha Terra Mogi’
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 60 minutos
Orquestra formada pelos alunos avançados dos núcleos de instrumentos da Associação Orquestra Sinfônica e alunos de música da comunidade de Mogi das Cruzes. Direção Geral: Maestro Lelis Gerson

16h00 (Theatro Vasques)
Espetáculo: Trixmix Cabaret Pocket
Ingressos: GRATUITO 🙂
Recomendação: Livre
Duração: 40 minutos
Reunindo humor, estripulias circenses, dança e poesia em um espetáculo único, o Trixmix Cabaret é referência na arte do inesperado, apresentando nomes consagrados e revelações brasileiras e internacionais do entretenimento ao longo de seus seis anos de história.

20h00 (Galpão Arthur Netto)
Espetáculo: ‘O Palácio dos Urubus’ (Cia Vira-Lata)
Ingressos: R$15 (inteira) e R$10 (antecipado)
Recomendação: 10 anos
Duração: Não Informada
Ilha de Babaneirale, ano de 1912, nesta extensão de terra cercada de água por todos os lados sobrevive aos trancos e barrancos um decadente Regime Monárquico. Inserido em um ambiente tropical (nada semelhante a um país da América Latina) Babaneiralle sofre com as desventuras eloquentes de um Rei. Os moradores cansados do nepotismo, da corrupção e das loucuras extravagantes do Monarca, preparam junto a ministros golpistas, uma revolução. O rei de Babaneiralle, Navarro Ramirez Penna Cassarolli, é um homem egocêntrico e “doidivanas” e nem se preocupa com o que está acontecendo. Ao contrário disso, mergulhado em sua riqueza, cego de sua beleza, vive feliz em seu palácio comendo frutas tropicais e se divertindo com seu total absolutismo monárquico.
Mas a revolução é desorganizada e descontrolada, com o único objetivo de tirar o tirano do trono. Arquitetada por funcionários do alto escalão da inóspita corte, o “golpe”, meticulosamente planejado em quartos escuros de um bordel, segue em marcha pronto para cumprir seu objetivo!
O espetáculo mistura humor, política, e personagens caricatos, ingredientes para um saboroso deleite de reflexão e risos. O Palácio dos Urubus é uma terra de cego onde quem tem um olho é rei!

20h00 (Sesi Mogi das Cruzes)
Espetáculo: ‘Belle Époque’
Ingressos: GRATUITO 🙂 (os ingressos serão distribuídos com 30 minutos de antecedência)
Recomendação: 16 anos (Nudez e insinuação de sexo)
Duração: 65 minutos
A fria e cinzenta paisagem urbana com seu excessivo concreto, lacrimeja nossa visão impedindo-nos de enxergar adiante. Há quanto tempo não nos reconhecemos, há quanto tempo não olhamos para o outro sem o humano desejo de julgá-lo inferior a nós?
Belle Époque é a fascinante história de um cabaré que traz em seu interior as mais excêntricas personagens: os seres humanos. Mas por que seriam fascinantes? Pelo simples fato de Sermos direcionados a dizer que são do submundo, a escória que deve ser varrida e escondida debaixo do tapete, muito embora muitos de nós já recorremos a seus serviços para satisfazer nossos desejos. Não esqueçamo-nos de que lá há pessoas, compostas não somente de um mero corpo, mas de uma alma.
Devido à frieza com que desviamos nosso olhar, esta história nos apresenta a nós mesmos, dando-nos a chance de relembrar que todos possuem problemas, mesmo aqueles que ortodoxamente tornam-se invisíveis. É pelas portas deste cabaré que relembraremos que o amor, ainda está acima de tudo.
Atreva-se a adentrar seu universo. Encante-se por Belle Époque. Seja bem-vindo.

Anúncios